História Undertale - Uma Frisk, uma Chara e várias AU's - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Muffet, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Romance, Underfell, Underlust, Universo Alternativo
Exibições 137
Palavras 560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem desse capitulo :3

Capítulo 6 - Brincadeira ou sedução?


Fanfic / Fanfiction Undertale - Uma Frisk, uma Chara e várias AU's - Capítulo 6 - Brincadeira ou sedução?

POVFrisk

 Estava decsendo as escadas a procura de Chara, fiquei desesperada em frente a porta da casa gritando o nome da Chara.

...

 Mais ninguém veio.

 Foi então que eu comecei a correr em direção de Waterfall; até eu ouvir alguém chorando.

Frisk- Chara, é você que está chorando?

???- vai embora!

Frisk- só me diga é você?

Chara- sim, agora vá embora!

Frisk- só quero te ajudar, por favor deixe de ser durona, Só agora! - disse a menina com um sorriso amigável.

Chara- tá ok, então eu falo...

Frisk-...

Chara- é que... bem eu gosto mesmo, MESMO dele; e fazer isso que ele fez é mancada, mais eu ainda gosto dele, sabe?

Frisk- Chara... eu te intendo eu não gosto dele do mesmo jeito que você, mais eu te ajudarei com isso, sem nenhum problema com isso, tudo bem?

Chara- ...

Frisk- Cha- fora interrompida pela garota de olhos vermelhos que dera um abraço forte.

Chara- muito obrigada Frisk! - disse a menina se debulhando em lágrimas.

Frisk- d- de nada Chara! Vamos voltar para casa e sim, vocês dois vão conversar sobre isso! Não necessariamente hoje, mais que vai, vai, prometido?

Chara- só por você!

 As duas voltaram para casa repararam que avia um silêncio muito grande naquele lugar, então Chara resolveu quebrar de vez aquilo falando:

Chara- PAPYRUS!!!

 Só ouvimos um som de alguém caindo, correndo e abrindo a porta rapidamente.

Papyrus- O QUE É?!

Chara- cadê o Sans?

Papyrus- não sei, deve estar no quarto dele. AGORA PARA DE ME INTERROMPER! - falou a esqueleto bravo e batendo violentamente a porta de seu quarto.

Chara- ok né... - falou a menina indo em direção ao quarto do esqueleto baixinho.

POVChara

 Bati na porta do quarto do Sans muito nervosa.

Sans- QUEM É PORRA?!

Chara- porra não! Sou eu Chara...

 Após falar isso a porta abriu-se lentamente com o Sans em minha frente.

Sans- o que foi Chara?...

Chara- posso falar com você?

Sans- p-pode! Entra a-ai!

Entrei no quarto bagunçado e me sentei na cama com o Sans.

Chara- olha eu- interrompida pelo esqueleto

Sans- OLHA ME DESCULPA TÁ?! EU PROMETO NÃO FAZER ISSO DE NOVO! Só, só... me deixa falar uma coisa pra você ok?

Chara- calma! e s-sim p-pode falar.

Sans- lembra que eu disse que gostava da Frisk?

Chara- sim...

Sans- então... eu na verdade gosto de...

Chara- de?

Sans- de você... 

Chara- ...

Sans- que foi?! F-FOI ALGO Q-QUE EU DISSE?! D-DESCULPA!

Chara- na verdade... eu não gosto de você...

Sans- sabia de pois de tudo que eu fiz, você tem todo direito de não gostar de mim...

Chara- eu estava brincando, é claro que eu gosto de você!- disse pulando em cima dele o abraçando-o

Sans- bem... agora que eu fiz o pedido de desculpas eu mereço uma recompensa, não?

Chara- sabe... você não merece, mais como eu amo você; por que não?

Sans- opa! Agora sim em garota, mais quantos anos você tem mesmo?

Chara- 14, por que?

Sans- nada não... - o esqueleto avançou na menina dando-lhe um beijo.

 Eu vi o Sans indo em direção a minha boca com a sua língua vermelha brilhante de fora, então nós começamos a nos beijar; um beijo quente, desesperador, tão bom e tão perfeito. Nossas línguas estavam se explorando, fazendo com que depois de um tempo acabassemos de nos beijar.


Notas Finais


Amo comentários! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...