História UNDERTALE ~ Despite everything. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Grillby, Mettaton, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Charisk, Undertale
Visualizações 54
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom dia, boa tarde, boa noite pra vocês únicorniooos! Desculpem-me a demora para postar, estão sendo dias não muito fáceis para mim, tá uma correria que ta loko-tchê!!! ( Sotaque gaúcho se itensifica.) Mas não se preocupem, irei postar os capítulos assim que possível! ♥ Hoje só tenho a falar que irei focar em uma complicação para o desenrolar da fanfic, tipo um problema que deverá ser resolvido, e já tenho algo em mente faz um tempinho, hoje irei botar em prática.
Beijos da tiah Yumi, ou Autora-Chan, como preferirem!
*-* ♥

Capítulo 10 - #Cap 10# - Onde está toda sua Determinação?


Fanfic / Fanfiction UNDERTALE ~ Despite everything. - Capítulo 10 - #Cap 10# - Onde está toda sua Determinação?

Outra tarde de inverno pairava, tudo estava tudo tão silencioso ... Oque é estranho, a casa dos Dreemurrs sempre é tão agitada repleta de visitas seja de amigo, familiares ou funcíonários da prefeitura que trabalham junto a Asgore. As batidas do relógio estavam deixando Sans irritado e inquieto, não estava acostumado com todo esse silêncio, embora quisera sempre ele. Logo, o silêncio inócuo fora quebrado por uma porta sendo aberta com força mas sem agressividade.

- Finalmente em casa! - Frisk acabara de chegar do treino para a apresentação que estaria próxima. Sans deu um pulo daonde estava deitado com uma de suas orbes azuis, mas ao perceber que era apenas os irmãos Dreemurrs e sua kiddo, ele relaxou. Exato, SUA kiddo. A kiddo que ele no ínicio não confiava mas a protegia por uma promessa que fizerá a uma senhora a um tempo atrás, a kiddo que atualmente confia sua vida a ela. A kiddo que ele não reconhecia mais pela enorme beleza que a mesma tinha.

Esperou Chara e Asriel entrarem e trancou a porta. Chara sentou-se no sofá afundando o corpo na macia almofada a confortando, logo ao lado da mesma estava Asriel, seu fiel e loquaz irmão brincando com as bochechas de sua mana que fazia beiço e soltava uma risadinha inofensiva. 

Ambos os três perceberam a quieta presença de Sans deitado no sofá no canto da sala.

Howdy Sans! Oque está fazendo aí? - Asriel perguntou.

Eu estava esperando a pirralinha. - Sans respondeu tão sério e um pouco agressivo, isso assustou Frisk e Azzy.

Eu? Oqu- Chara não pode terminar pois Sans se levantou assustando novamente os irmãos.

Ei pivete, venha aqui, quero conversar contigo. - Sans se moveu até os degraus da escada subindo para o segundo andar da enorme casa com a cabeça abaixada, estava um tanto pacóvio para falar a verdade, mas mesmo assim, Chara o fez, seguiu o cabeça de ossos até o segundo andar curiosa porém um tano desconfortável.

Oque ... será que aconteceu? - Azzy perguntou pensando no alariado que virá a acontecer ou que já aconteceu sem ele saber. - Não faço a minima ideia ... - Frisk respondeu e pensou. Sabia que não era um assunto da autoridade dela, mas algo a puxava para espionar a conversa e descobrir algo, não era apenas curiosidade, ela sentia que era algo que deves ser discutido não apenas por Sans e Chara, pois ambos os dois não se dão perfeitamente bem, um protege o outro de sua maneira, mas se um escorregão desconhecido é feito por qualquer um dos dois, é levado para um motivo de desconfiança e se necessário agressividade.

Isso não me cheira doce, vou lá ver. - Frisk determinada a descobrir subiu as escadas deixando Asriel na sala ignorando seus pedidos em gestos que diziam algo parecido como ''Não faz isso Frisk!!!''.

Se aproximando do último cômodo do segundo andar que era o quarto da própria Chara, Frisk ouiu uma conversa com uma fala séria e alta, e um tanto ... Agressiva?! Por Deus oque está havendo?

Se aproximando do cômodo lentamente pé por pé, a expressão de Frisk era preocupada, suas mãos tremiam e sua alma também, quando algo assim acontecia em si mesmo, não era um bom sinal. Se esgueirou pela porta que estava com um fresta aberta, posicionou o rosto nela e viu ... Sans encarava Chara furioso e Chara andava para lá e para cá impaciente. Frisk engoliu em seco.

- DÁ PRA PARAR DE FALAR DISSO!? EU JÁ DISSE! PARA!! POR FAVOR, ISSO ENTRA EM MINHA CABEÇA E NÃO SAI MAIS SEU SACO DE LIXO SORRIDENTE ESTÚPIDO! - Chara gritava com o olhar repleto de ódio, não era a primeira vez que ela ficava assim.

- Não, eu pesso para parar! Você pensa que eu não escuto oque você fala com o Asriel?! Você acha que eu ia ficar tranquilo com você aqui depois de tudo que tu fez?! EU NÃO ESQUECI DISSO OK?! EU ACHO QUE FRISK TAMBÉM NÃO ESQUECEU! TODOS OS OUTROS ESQUECERAM MENOS EU! - Frisk começou a ficar muito, muito tensa, o suor frio escorria pela sua testa, como ela pode se esquecer que Sans possuía um conhecimento da Determinação? Chara começou a ter uma crise de ansiedade e o esqueleto em fúria continuou. - EU VI OQUE VOCÊ TENTOU FAZER! EU VI! Mas heh, a sua Determinação não é forte o suficiente. Não é mesmo. Você quer usar a Frisk não é? Ela tem a Determinação MUITO mais forte que a sua. Mas eu te digo, V O C Ê   N Ã O   V A I   C O N S E G U I R   O U T R O    R E S E T. - Frisk se sentiu tênue a ouvir a palavra. Chara faiscou de ódio.

- Vai se foder. - Retrucou Chara.

- Hehehe. Você sempre foi boca suja osso de roer né? - Ele se acalmou um pouco mas continuava muito zangado.

- Eu só tenho mais uma coisa a perguntar. - Continuou.

... 

- Você gosta da Frisk não é? - Chara arregalou os olhos e olhou diretamente para o esqueleto com uma posição perturbadora e com o corpo em tremedeira.

- Não mete ela nisso.

- Exatamente kiddo. Se você resetar, Frisk vai se desapontar muito contigo. Ela vai te odiar. - Sans parecia estar dando seu argumento final.

- E ...

- Você tem concorrência. - Então, Chara parecia que ia ter um tipo de ataque de ódio inesplicável, pense em uma pessoa que está num ponto de ódio que não pode mais controlar mais o próprio corpo.

- E sabe a Bel? Pois é, essa é uma também. - Sans deixou Chara mais inquieta. E Frisk apenas chorava silenciosamente já escorada na parede e com a mão na boca para não deixar escapar os seus soluços.

- Me desculpe mesmo Chara, mas isso é tudo que eu tenho a dizer, e embora eu já ter te avisado sobre essas coisas várias vezes, essa foi a gota d' água. Se for preciso ...

- Não hesitarei em atacar para proteger a minha família e minha kiddo.

- Onde está toda sua Determinação agora?

... Sans se teletransportou deixando Chara plantada no quarto. Ela tremia tanto, seu rosto estava tão vermelho, a posição que o corpo dela estava era quase como uma cena de terror, quando Frisk achou que ela iria explodir ...

Ela caiu de joelhos.

E desabou em lágrimas e soluços desesperados que poderiam ser assustadores pela quantidade que eram liberados.

Frisk queria chutar tudo e abraçar Chara com toda sua força.

Mas ...

Ela já não tinha mais sua Determinação.


Notas Finais


Então .. Oque vocês acham que está acontecendo agora?
SPOILER
Dica: Chara quer resetar por algo que ainda será revelado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...