História Undertale, Uma rota... Diferente - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance, Undertale, Universos Alternativos
Exibições 12
Palavras 1.003
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Sans, você está bem?


Fanfic / Fanfiction Undertale, Uma rota... Diferente - Capítulo 2 - Sans, você está bem?

[POV Eu]

 

Chegamos a Snowdin, e como o esperado, Sans chegou com sua maneira “sinistra” de início, tudo ocorreu normalmente, mas quando tivemos que nos esconder de Pap, nos escondemos na cabine de observação de Sans, ouvi o barulho de algo batendo em algo duro depois de Sans falar do abajur, depois, o som de passos apreçados, após um longo período de silêncio, eu decidi espiar, Sans estava caído, ao lado dele, Pap, corri para ajudá-los. Olhei para os lados, vi apenas um brilho vermelho ao longe, não era Chara por que havia o brilho de só um lado do olho, mas se fosse Fell Sans teria matado Sans e Pap, então, quem era?

-O que você está olhando, Kiddo?

Levei um susto, mas me recompus rapidamente e respondi:

-Nada, é que é a primeira vez que vejo neve na minha vida- Estava mentindo, Lucas tinha percebido, mas concordou por que também havia visto o brilho, olhei para Sans, ele parecia preocupado, olhei para Pap para disfarçar, este já estava acordando, puxei Lu para o nosso esconderijo de antes e deixei o resto com Sans.

Por conta do perigo que eles estavam correndo, sai do meu esconderijo para chamar a atenção de Pap, ele se surpreendeu.

-Pap, agora não é hora de se preocupar em nos capturar.

-Você trouxe mais?- Pap disse extremamente alegre, Lucas saiu do esconderijo, ficamos de mãos dadas, afinal, no dia em que caímos estávamos completando dois anos juntos.

-Sim, mas, Pap me deixe falar, você e Sans foram atacados e agora, o Subsolo todo está em perigo, nós não sabemos quem é que os atacou, o que queria, ou se quer algo além de nos assustar.

-Isso é verdade. - Lucas disse afirmando o que havia dito- E acho melhor andarmos juntos, para ficarmos mais fortes.

-Além do mais que, se quem atacou vocês for um humano ou um monstro mais forte que vocês dois juntos podemos lhes entregar nossas almas para vocês não morrerem com um só hit.

Sans me olhou assustado, sorri para tentar acalmá-lo.

 

[POV Sans]

 

Como a Kiddo sabia dessa de entregar as almas? Será que havia resetado o jogo depois de conhecer o Gaster? Será que ela e ele seriam capazes de nos salvar? Ou de nos destruir? Pelo jeito, a garota é pacifista e o garoto é um megalomaníaco, mas como eles estão juntos? Como ela consegue controlar o genocídio dele? PERAÍ!

-ELES ESTÃO JUNTOS!

-Eles quem? – A Kiddo me perguntou, nesse momento percebi que havia pensado alto demais, senti meu rosto ficar vermelho de vergonha.

-Eles quem Sans?

-Nada, só pensei alto demais. – Acho que a Kiddo aceitou essa desculpa.

Voltei a mergulhar nos meus pensamentos.

-Vocês querem ir pro Grillby's?

-Sim!- O garoto e a Kiddo responderam em coro e começaram a procurar algo, a Kiddo tocou nas folhas da árvore que havia ali perto o garoto pareceu desapontado com isso, fiquei me perguntando o que era isso. - De novo Sans? Vamos para casa comer spaggetti. – Pap disse.

-Pode ser. - Novamente o casal respondeu em conjunto e novamente procuraram as folhas das árvores.

-Por que vocês estão fazendo isso?

-Isso o que?- Kiddo respondeu enquanto o garoto tocou na folha.

-Isso de vocês ficarem procurando as folhas das árvores depois de falar em conjunto.

-É uma brincadeira- E a Kiddo foi me explicando, enquanto caminhávamos para minha casa.

-Chegamos- Pap disse enquanto procurava as chaves da porta.

Levei um susto quando a Kiddo deu um grito.

-O que foi?- Pap, o garoto e eu respondemos ao mesmo tempo, Kiddo estava apontando para um dos túneis de atalhos, havia alguém lá.

Decidi ir ver o que era, mas Kiddo me puxou de volta.

-Pap abre logo essa porta. – Ela parecia com medo, estava gelada e tremendo.

O “alguém” estava saindo dos túneis, Kiddo se desesperou, olhei direito, era outro eu? Pap também paralisou e ficou olhando para o outro eu.

Era eu, mas usava um casaco preto e uma camiseta vermelha, tinha uma corrente amarrada no pescoço e seu olho esquerdo brilhava, como o meu, mas em vermelho.

-Olá galera. – Disse o estranho, a Kiddo havia se escondido atrás do namorado dela, eu e Pap cercamos os dois, a fim de protegê-los. - Quem vocês estão escondendo? Vamos me mostrem!

Ele estendeu a mão e ouvi o garoto gritar.

-Se você fizer algum mal para ela, você vai se ver comigo!- Não havia visto o garoto tão bravo desse jeito, olhei na direção dele e vi a Kiddo ser levantada e puxada na direção do outro eu.

-Quem você é para me ameaçar desse jeito?- O estranho disse enquanto segurava a Kiddo pelo pescoço.

-Paralise ele enquanto eu pego a humana. – Pap sussurrou para mim.

Fiz o que ele me mandou, deixei o outro eu paralisado para Pap salvar a Kiddo, de repente vejo o garoto correndo na direção do estranho e dar um soco na região da barriga dele.

-Para Lucas, para com isso. –Kiddo disse para o garoto.

-Mas ele ia te machucar!

-Mas não é por isso que devemos machucar os outros. – O garoto baixou a mão, o outro eu tossiu e disse:

-Mas que falta de educação a minha! Meu nome é Fell Sans, mas podem me chamar de Fell.

O garoto disse:

-Ninguém te perguntou nada. – O outro rosnou e tentou atingir o garoto com um soco, mas estava paralisado.

A Kiddo se direcionou ao Pap e disse:

-Pap, Sans, Lucas e eu vamos investigar quem é ele e o que quer, voltamos logo, enquanto isso vá preparando o seu Spaggetti!

-Ok, humana! – Pap disse e rapidamente procurou as chaves de casa. Nossa! Como a Kiddo consegue convencer o Pap tão facilmente? Quando Pap entrou em casa a Kiddo se virou para mim e disse:

-Sans poderia, por favor, nos levar para um lugar aonde ninguém vá nos escutar?

Dei um sorriso, usei meu teletransporte para irmos para um lugar onde não havia nada por perto.

-Ok, Fell, como você conseguiu invadir essa Timeline?


Notas Finais


E aí? Como será que Fell entrou na Timeline deles? Deixe nos comentários o que vocês acham que aconteceu.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...