História Undertale:Uma história diferente - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Gerson, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Underswap, Undertale, Universo Alternativo
Exibições 5
Palavras 1.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sem notas :/

Capítulo 4 - Sala do julgamento?


P.o.v Sans

Acordo numa corredor estranho... Eu estou de pé e estou usando o cachecol do Papyrus ao invés do meu —Estranho... - Falei sozinho, o cachecol está com uma poeira estranha e olho pra minha mão e ela está sem carne e sem pele, sim... Apenas o esqueleto —MAS QUE PORRA É ESSA?! - Até que eu vejo frisk entrando no corredor e encostando num tipo de estrela —Ah, Frisk... Sabe o que está acontecendo? - Falei sorrindo, ela estava com um pingente de coração e uma faca de verdade em mãos —Frisk? - Até que vi chara do seu lado meio transparente —Chara! —Olá comediante - Joguei um 8 ossos nela e eles passaram direto —Oque? - Eu disse —Sou uma fantasma seu idiota —E você precisa mesmo encher o SACRO? Bem heh - Frisk riu um pouco e chara me olhou com raiva —Frisk fique longe de cha- Frisk me interrompeu tentando me acertar com a faca —Oque está fazendo? - Ela tentou de novo mas desviei facilmente —Pare com isso! - Até que ela tentou duas vezes seguidas e conseguiu me acertar —Aaargh! Porquê frisk? —Ela não te ouve sans, está cega e surda e fui eu quem causei isso —Maldita! - Abracei frisk —Por favor... Me ouça... Me veja... Pare... - Ela me acertou de novo e meu Hp desceu a zero e eu fui sumindo cada vez mais —Frisk... - Tudo estava escurecendo quando... —Não! - Mas se recusou —Impossível! - Disse chara —Mate-o! - Assim fez frisk e ela me acertou em cheio e minha vida ia descendo cada vez mais

HP:00.000000000000000001

Minha roupa que antes era uma jaqueta azul com uma bermuda preta e pantufas rosas agora estão todas brancas menos o cachecol do Papyrus 

—Hahaha, Nunca irá me matar - Meu olho flamejou azul e o coração de frisk ficou azul —Está um belo dia lá fora, pássaros cantando, flores desabrochando. Em dias como esse crianças como você... - Meus olhos fixaram escuros —Deviam queimar no inferno - Levei minha mão para cima e frisk foi junto e bateu no teto cuspindo sangue e então ossos apareceram do teto e perfuraram frisk e o coração dela voltou a ser vermelho e se despedaçou e logo ela estava perto daquela estrela —Filha da puta... - Sussurrei, e logo ela está a três metros de distância de mim —Pensei que um dia pudéssemos ser amigos frisk... Eu não quero te matar... Apenas pare... - Ela me ignorou e deu mais um passo —Heh... Bom...Voce tem muita determinação né? Mas... Há uma coisa que não entendo... Porquê estou vestindo o cachecol de Papyrus? —Porquê nós matamos ele! - Disse chara com um sorriso psicopata —Mentira... Mentira...é.. Mentira né? —Acha que é? —Miserável... Miserável... MISERÁVEL! - Mil gaster blaster cercaram frisk e então atiraram e frisk morreu e então voltou —Frisk... Por favor pare...Eu te perdôo - Poupei frisk e abri os braços ela ainda não me poupou também —Vamos lá frisk! Sei que ainda tem alguém bom aí dentro! Não deixe chara te dominar! Eu... Te amo... - Ela largou a faca —Oque está fazendo? - Disse chara, e então frisk correu até mim e me abraçou —Desculpa Sans... Eu também te amo - Ela sussurrou e então ela me beijou mas graças a um sorriso permanente no meu rosto não pude retribuir —Você realmente acha que é a única no poder? - Chara fez um sorriso maléfico e cortou frisk e frisk morreu —Não! - Ela então me cortou e eu morri —Maldita... - Eu sumi e tudo ficou preto acordei na minha cama e frisk estava abraçada e então eu levantei desesperado —AAAAAAH! - Frisk acordou com meu grito —Oque ouve? —Ah, nada... Apenas tive um sonho ruim... —Aaah tadinho vem cá - Ela se aproximou de mim e me beijou, foi um beijo caloroso e cheio de amor —Te amo —Também te amo, Frisk... Você é sonâmbula? —Não por que? —Parece que você ainda tá dormindo —Aff —Abre os olhos por favor - Assim Ela fez e eu vi aquelas esmeraldas lindas —Deixa assim pra sempre Frisk —Só pra você - Ela sorriu e eu retribuí —Você tem que continuar sua jornada eu presumo... —É... —Porquê você caiu aqui? —Eu não minha amiga Nanda estávamos brincando no monte ebott e o acabei caindo —E seus pais devem estar preocupados né? —Acho que sim... —Você tem algum namorado ou algo do tipo? —Claro que tenho —E qual o nome dele? —Sans - Ela deu uma risadinha —Ai ai... Bom vamos lá né - Dei um selinho nela e descemos —Paps Tamo vazando —ATÉ MAIS SANS! E QUEM É ESSA? —Uuuuhh Falou! - Saímos e então Papyrus apareceu —HUMANA PREPARE-SE PARA SER CAPTURADA! - Tudo ficou preto e branco entramos numa battle —NYEHEHEH - Depois deDepoise uma longa batalha ela poupa o papyrus e nós seguimos e então ela foge do negócios da undyne e depois eles batalham e bla bla bla, depois uma flor estranha aparece na nossa frente —Mas que porra é essa? - Falei —Ora ora, você não é desse dimensão é? - PUTA MERDA UMA FLOR FALANTE! — CHESSUS! - Disparei um gaster blaster nele e o mesmo desapareceu —Sans! —Que foi? Eu vejo uma flor falante, o que vou fazer? - Ela riu e nós continuamos depois de ela encontrar alphys eu fiquei sem paciência —Aff tô cansado véio vo tele transportar agente —Ok - E assim fiz e depois ela encontrou asgore e então ele ia falar algo mas Toriel o interrompeu jogando uma bola de fogo nele 

*DEPOIS DAS PALHAÇADAS TODAS*

—Então minha criança, você quer ir? —Frisk, eu vou te apoiar em qualquer circunstância - pisquei pra ela —Eu vou ir embora...  —Oh, Tudo bem...  —Bom... Vou ter que arranjar um jeito de voltar a minha dimensão —Sans —Hm? —Você quer mesmo ir embora? —Acho que sim Frisk... Sabe,Toriel deve estar preocupada comigo —Eu? —Sim, na minha dimensão você me deu um lar...  —Oh... —Você foi a única monstra que gostou de mim sem se importar se eu era mal ou bom... - Abracei Toriel —Obrigado...  —Fico Feliz por ter te ajudado - Ela retribuiu e vi uma pitada de ciumes na frisk —Ta bom,ja podem parar né - Disse frisk e rimos com a atitude dela e então um buraco preto apareceu no chão e eu caí frisk pulou no buraco e então ele fechou e caí no chão e frisk em cima de mim —Ai...Gaster? -Vi Gaster nos olhando —Porquê ela está aqui? —Ela pulou junto —Você é frisk certo? - Frisk acenou com a cabeça —Ok, Vou te trazer a sua dimensão —E ela pode ir junto? —Creio que sim, mas se isso acontecer a dimensão dela irá desaparecer —Oque? —Frisk, você não precisa ir comigo, Quando eu voltar pra minha dimensão o outro sans vai voltar —Mais eu quero você! Eu vou ir —Não tenho tempo pra isso vamos logo - Disse Gaster rude e então ele abriu outro buraco e caímos de novo mas caímos na minha cama e chara entrou no quarto chorando —S-S-Sans? - Ela me olhou alegre —SANS! - Ela me abraçou —Tudo bem, Tô aqui —Saudades de você, onde esteve? —Bom... Estive em outra dimensão, a dela - Apontei para frisk —Ela... Te sequestrou? EU VOU TE MATAR GAROTA! - Ela ia atacar Frisk mas segurei Chara pelos peitos e a levantei —ME SOLTA EU VOU MATAR ELA —Ela não me sequestrou! Gaster me levou para a dimensão dela —Ah...Me desculpe Garota...Oque  faz na nossa dimensão —É que eu quero ficar com ele, aí eu vim junto —Ficar... Com ele? Ele é meu! —Como assim? —Bem... O nome dela é frisk e frisk essa é chara —Muito bem “Frisk” Ele é meu ok? —Seu? Haha, não me faça rir ele é MEU —Virei um objeto agora? —Cala a boca - As duas falaram em coro —Ele é o MEU Namorado - Disse chara —Não me lembro de você ter me pedido em namo- Chara me interrompeu —Cala a boca! —Mas eu pedi ele em namoro e ele aceitou —O quê?! Então vamos o dividir —Certo —Cade minha faca? —É O Q? - Falei desesperado —Brincadeira kkk - Disse chara —Mãe tem chocolate?! - Chara gritou —Não! —Oque? Naaaaaaaaooooo! - chara caiu de joelhos no chão choramingando —Chara para com isso, a gente pode comprar mais, Qual você quer? - Chara botou a mão no meu membro —Chocolate branco Hihihi - Cara me olhou com uma cara maliciosa e então bati na mão dela de leve —Xiu, chara não - Falei  rindo e ela fez bico e então fomos dormir, frisk foi dormir numa cama reserva que tinha


Notas Finais


Tchau =3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...