História Undone - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fanfic. Não tenho muita experiência mas espero que gostem. Boa leitura!

Capítulo 1 - Kronorium e as mudanças


Havia sangue para todos os lados. Set se preocupava em socorrer sua esposa Caroline que sangrava até a morte. Por que isso está acontecendo? - pensou ele. Set lecionava física na faculdade Coeur De La Sagesse. Era o aniversario de casamento comemorando sete anos juntos quando ocorreu o assassinato de sua esposa.

Após a morte da esposa. Set parou com de lecionar, entrou em estado de depressão e quase cometeu suicídio. A única coisa que o fez não cometer o ato foi seu sonho repleto de ilusões ao ver Caroline.

- Eu a vejo, mas não neste tempo. Por que Deus a tirou de mim tão cedo? Eu iria construir minha família, estávamos no caminho certo. – resmungou em voz alta.

Um amigo do casal, Jean, ajudava no tratamento de Set após o trauma. Jean era um homem extremamente misterioso. Set nunca se preocupou em saber sua profissão ou algo do gênero, apenas mantinha a amizade. Certo dia, Jean adentra a casa de Set sangrando e derramando gotas por onde passava.

- Mas que merda é essa? – perguntou Set correndo para ajudar o amigo.

- Uns pagãos me atacaram, não temos muito tempo. Preciso que faça algo para mim, mas me prometa em meu leito de morte que irá manter segredo. – Disse Jean cuspindo sangue.

- Guardarei seja lá o que for. – Afirmou Set assustando por saber que perderia mais um membro do seu circulo.

- Você vem de uma linhagem antiga, uma muito antiga, amaldiçoada por sinal. O que ocorreu com Caroline não foi simplesmente um assassinato comum, foram os mesmos caras atrás de mim hoje. Eles estão muito avançados... – Set não parecia entender muito do Jean pronunciava. Eram explicações vagas até o momento. -... Você precisa salvar Yatri. Ela é a Caroline em outra era. Vá ate o meu apartamento e dentro do meu cofre terá um objeto. Saberás como usar assim que tocá-lo. A combinação é 026. Grave bem este número. 026. – Jean começou a ter convulsões e a única coisa que Set poderia ter feito era observar o amigo falecer diante de seus olhos. Sem pensar, Set pegou seu casaco bege e correu freneticamente para o apartamento de Jean. Adentrando o imóvel, Set percebeu que não tinha cofre. Set sempre teve um dom que nunca contou a ninguém, ele possuía uma visão diferente, uma visão guiada por intuição e sabedoria.

- Nunca pensei que usaria esta merda novamente. – resmungou – onde está você?... ENCONTREI. – O cofre estava abaixo das escadas que levavam ao porão. Set colocou a combinação que nunca esqueceria. – Zero... Dois... Seis... – O cofre destrancou. Parecia um modelo da Safewell. Claramente Jean fez um esforço para obter um daqueles. Abrindo o cofre, Set se deparou com um simples relógio de bolso banhado a ouro e prata. – É uma peça extremamente bonita - Não pode deixar de elogiar. Sempre sentiu atração pelo tempo. Ao fundo do cofre possuía uma carta.

- Aqui estamos nós, estou morto há essa hora e Caroline também. Os pagãos irão invadir ao entardecer, sei que possui muitas perguntas e só poderei responder em outras vidas. O relógio é uma máquina abençoada capaz de fazer aquilo que sempre desejou... Use-o com cuidado, Jean. –

Set leu a carta com o desespero evidente no rosto, franziu o cenho e evitou com que a loucura se espalhasse.

- Eu quero voltar a um tempo distante desse, quero voltar ao tempo dos meus sonhos, das minhas visões. - E quando abriu seus olhos, estava deitado em uma cama com um rapaz do lado.

- Acordou. Finalmente, Aldern. Vejo que foi difícil voltar até aqui. - Disse um jovem

- Quem és tu? – perguntou Set.

- Sou Balthazar, teu irmão. E tu és Aldern. Ou devo dizer, sou Jean e tu és Set? – Set ficou estático. Estava em um local totalmente diferente. – Não se assuste, temos muito a fazer. – Prepare seu arco, vamos caçar. –

Set preparou o arco e partiu com Jean. Ainda não se conformava com o fato de ter voltado no tempo.

- O que aconteceu é que você usou o Kronorium para voltar no tempo. Mas você não voltou simplesmente uns anos. Voltou milhares. Por sorte e azar sua vida é amaldiçoada. Estamos aqui porque necessitamos saber o que tem causado nossas mortes em outras vidas. Opa! Essa é a minha deixa!  - Jean correu desesperadamente para longe. Set ficou sem entender e continuou caminhando pensando no que tinha feito. Era um professor de física, sabia muito bem das consequências de viagens no tempo. De repente avistou uma moça jovem sendo agredida por guerreiros da vila, aparentemente quero estuprar a moça. Set não pensou duas vezes e correu pisando em um banco para pegar impulso em um salto, puxou seu arco e cravou a flecha no peito do soldado que iria desferir um corte preciso na moça. Ao cair no chão, Jean se levantou rapidamente retirando uma adaga da bainha. Possuía tamanho médio, e partiu para lutar contra os dois inexperientes. Um desvio da espada fez com que acertasse a parede. Set logo aproveitou e fez com que sua adaga cortasse o pescoço do desgraçado sem dó alguma já virando para o lado e fazendo um assassinato duplo.

- Todas às vezes esses malditos tentam me levar à força para suas cabanas a procura de sexo. Você está bem? – Perguntou a Jovem

- Estou sim. –

- Fico grata pelos seus esforços em me defender. Eu teria morrido por ter desafiado aqueles homens. Qual o seu nome? –

- Aldern. E você é... - Set ficou estático com o rosto da mulher. Era extremamente idêntico ao de Caroline. Set chorou. – Yatri. -

- PROTEJA YATRI CUSTE O QUE CUSTAR. – Veio a sua cabeça a cena na sua casa.

-Yatri. – Respondeu ao mesmo tempo em que Set.

 

O ano era 2026 a.C. na Babilônia, segundo o calendário Lunissolar. O presente havia sido desfeito. O passado não.


Notas Finais


É isso, qualquer crítica, seja boa ou ruim, deixem nos comentários. Obrigado pela leitura.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...