História Undying Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog
Visualizações 60
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Depois de mil anos, cá estou em, Peridit, com uma nova Fanfic -sobre Sonic-, aê!
Essa fanfic é bem importante pra mim, pois depositarei todos os meus sentimentos nela, e ela foi inspirada em três elementos:

__ Sankarea: Um anime onde uma menina morre e é revivida por seu amigo graças a um método que a faz tornar uma zumbi.
__ Uma Fanfic do DeviantART que esqueci o nome e perdi o link, onde Sonic é morto por Mephiles e aparece como um fantasma para Shadow.
__ ShadowShirami, uma user deste site que sempre foi minha inspiração para fanfics de Sonadow.

Espero que gostem!

Capítulo 1 - The Audacity of Coming Back


Fanfic / Fanfiction Undying Love - Capítulo 1 - The Audacity of Coming Back

Shadow the Hedgehog estava trêmulo. Sonic morrera em seus braços, enquanto podia se ouvir os risos psicóticos do doutor Eggman, orgulhoso de ter assassinado seu rival e ter vencido a batalha duradoura de anos. 

Eles e Silver tinham ido até o covil do Doutor Eggman para impedí-lo de lançar uma bomba atômica contra a cidade, e infelizmente o ouriço azul morreu intoxicado com a química que Eggman usou contra seu corpo. Já o ouriço cinzento estava desmaiado no chão, ensanguentado.

Por mais que seja a ultimate life form, Shadow não dava conta do inimigo, pois os seus planos foram geniais e além da capacidade do doutor. O ouriço negro estava de olhos arregalados, tremendo, rezando para Deus de que tudo aquilo fosse apenas um sonho ruim, pois não queria perder seus amigos para um inimigo tão ingênuo, igual Maria. 

Com uma raiva incontrolável, Shadow olha para o local e acha uma garrafa de álcool, jorrando o líquido pelo lugar inteiro e acendendo um fósforo, correndo para fora do lugar com Sonic no colo e Silver em suas costas. O fogo chegou até os restos de um robô cheio de pólvora em seu interior, o quê fez o local se incendiar.

Tails chegava com pressa até o local junto de Amy em seu tornado, e os dois ficaram chocados ao ver os três machucados, principalmente o azulão.

— Shadow... o quê aconteceu naquela batalha? — O bicauda estava surpreso, enquanto Amy se afogava em lágrimas, soluçando o nome de seu amado.

— Ele não deu conta do inimigo. — O negro tentava conter suas emoções, mas lacrimejava um pouco. — Vou enterrá-lo em um lugar digno de se estar. 

— Green Hill Zone, por favor. — A ouriça rosa o olhava com um sorriso no rosto, ainda derrubando inúmeras lágrimas. — Sonic adorava correr por ali mais do quê qualquer um. 

Após a conversa por lá, todos os amigos de Sonic (exceto Silver) estavam na Green Hill, pois sabiam que algo de um havia acontecido, uma coisa bem ruim e trágica. Seus amigos choravam e se lamentavam por sua morte, enquanto seu corpo era enterrado gentilmente por Knuckles, que também não conseguia conter todas as lágrimas que saíam de seus olhos. 

— Desculpa aí, amigão... Mas na próxima a gente se vê. — O equidna retirou o chapéu de vaqueiro que usava, pondo-o sobre o peito em forma de respeito. — Vamos todos sentir falta de você, parceiro. 

Fora mais um minuto de funeral com uma música de flauta tocando por Mighty the Armadillo, quando todos já puderam ir. Os seus trajes pretos e sociais assustavam os moradores de Mobius, que receberam o recado de que alguém extremamente importante havia morrido. Na próxima Terça-Feira haveria um auditório em homenagem a Sonic, onde todos seus amigos poderiam fazer discursos sobre o herói.

Shadow andava cansado até sua casa alugada em um bairro tranquilo, um pouco afastado da central de Mobius. Ele sentou em sua cama, com uma expressão melancólica estampada no rosto, pensando no quê aconteceria depois, pensando em Sonic que morrera e Silver que estara em coma. 

Decidiu não pensar muito e logo se pôs a dormir, deitando em sua cama e se cobrindo com três cobertores. Logo começou a sonhar com seus velhos tempos junto de Maria, quando ouviu os passos de alguém e rapidamente acordou, vendo que alguém entrou em sua casa sem a devida autorização dele.

Se levantou rapidamente de seu aposento, jogando para longe os cobertores e descendo as escadas, procurando em todos os lugares o intruso, com uma esmeralda do caos verde nas mãos, esperando poder lutar com algum ladrão. Foi até a sala com pressa e viu alguém deitado ali, mas não conseguia distinguir quem era por causa das luzes apagadas. Acendeu as luzes com rapidez e se assustou.

A pessoa deitada em seu sofá era Sonic, abraçado a si mesmo todo sujo com seu próprio sangue seco e um pouco de terra e grama do solo da Green Hill, enquanto sua pele estava em um azul mais cinzento e seus olhos em um verde bem fraco. 

— Sonic... É você mesmo? — O ouriço negro estava surpreso com tudo aquilo.

— Shadow? — O herói pronunciou seu nome com dificuldade e com um tom de voz rouco. — Que bom que está aqui... Estou morrendo de frio e fome.

A forma de vida perfeita encarava seu amigo com dúvida, enquanto percebia que sua barriga estava quase invisível, parecendo apenas um tronco de pele só com ossos e nem um pouco de carne. Sonic agora era um zumbi, mas seu companheiro não conseguia imaginar o porque daquilo ser possível. 

Com rapidez, o negro foi até a cozinha com um copo de água e uma maçã em mãos, tentando deixar seu amigo bem alimentado para não morrer de fome.

— Todo mundo acha que você está morto, como vou explicá-los que você voltou a vida de uma forma tão repentina? — Dizia Shadow, com uma certa preocupação que passou despercebida pelo outro.

— Talvez eu deva trocar de nome para sair as ruas com você? Daí ninguém saberá que sou eu, e podemos contar essa história toda pro Tails. Isso se eu não morrer desnutrido e sem um pingo de saúde... — Ele fazia trocadilhos, olhando ironicamente para seu estado físico. 

— Boa ideia. Sonic, vá dormir lá em cima na minha cama. Quer que eu te ajude a subir as escadas?

O azulado assentiu, segurando na mão do parceiro para poder subir até o quarto alheio. Ambos estavam um pouco tímidos, mas Sonic não conseguia conter o medo por causa de sua saúde, que estava muito pouca naquele momento. Shadow pegou ele no colo, depositando seu corpo sobre sua cama, e descendo até as escadas novamente.

— Se precisar de mim é só chamar! — Gritara para o ouriço doente lhe ouvir, pois já estava lá na sala ao terminar a frase.

Deitou-se no sofá, cruzando os braços atrás da cabeça e a encostando nos mesmos. Hoje tinha sido um dia em tanto, no qual ficou extremamente surpreso por ver seu amigo voltar a vida tão rápido. Afinal, o quê lhe fez voltar a vida?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...