História Une dose d'amour et deux café - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Exibições 56
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Booa noite,como foi a tarde de vocês?
3/5

Capítulo 18 - O magrelo


Fanfic / Fanfiction Une dose d'amour et deux café - Capítulo 18 - O magrelo

~ Camila ~
  Eu não consegui dormir, passei a noite pensando onde a lolo estava, como ela estava, se estava com fome. Allyson também passou a noite toda olhando todo hora o celular. Eu sempre soube que eu não tinha nada, quando conheci a lauren me senti completa e agora estava tudo vazio outra vez.
  Camila :
- Ally?
 Ally :
- oi Mila
 Camila :
- e se a gente não achar a lolo?
 Ally :
- a polícia já está procurando por ela.
  Respirei fundo e olhei o sol que saia de entre as nuvens, nenhuma nuvem no céu, o dia seria quente. Por um momento eu pensei em ligar pros meus pais e sair, ir embora e procurar por ela lá fora. Dinah acordou gritando e acabou fazendo a Mani levantar também em um pulo.
  Camila :
- Dinah? Que foi?
  Dinah :
- CARALHO, eu sonhei com a Lauren
 Mani :
- oque você sonhou?
 Dinah :
- que ela Tava com uma alienígena!
 Mani :
- cresce caramba essas coisas não existem!
 Dinah :
- quero ver quando você der de cara com um fantasma não adianta me gritar!
 Camila :
- vocês duas parem, temos que pensar em lugares onde a Lauren estaria.
  O celular da Ally começou a tocar e ela foi pro corredor a Demi entrou com um sorriso largo no quarto, ela me parecia tão feliz desde que a Lauren sumiu, está até se arrumando melhor.
  Demi :
- então meninas como foi a noite?
 Camila :
- péssima, só quero minha lolo
 Demi :
- ninguém é de ninguém Cabello.
 Ela saiu andando rápido e passou esbarrando na Ally fazendo o celular dela cair.
 Dinah :
- Demi grossa como sempre
 Camila :
- só eu que tô achando que ela tá feliz com o desaparecimento da Laur?
 Mani :
- reparei isso também, ontem ela saiu sorrindo e hoje voltou com uma sorriso maior ainda.
=================================
~ Demi ~
  Aquela garota estúpida me irritava de todas as maneiras possíveis! "Minha lolo" Lauren não era dela e que bosta de apelido mais ridículo! Joguei um copo com força contra a parede. Eu preciso tirar essa menina do meu caminho, enquanto ela respirar a Lauren vai ficar suspirando por ela. Peguei meu telefone discando o número que já sabia de cabeça.
 《Ligação on 》
Demi :
- quero que você execute algo pra mim?
Xxx :
- sabe que eu não faço isso mais
Demi :
- não seja frouxo
 Xxx :
- oque você quer?
 Demi :
- vai até minha casa, tem uma menina no meu porão. Eu não tenho coragem de bater nela, mas você tem.
 Xxx :
- morte ou apenas um desmaio?
 Demi :
- bate até ela esquecer o próprio nome!
《 ligação off》
 Desliguei o celular e sentei olhando as outras meninas no jardim. Eu odiava aquele lugar com todas as minhas forças, e agora que oque eu queria já está comigo. Eu poderia sair daqui.
=================================
~ Narrador ~
  Lauren estava passando as unhas devagar no colchão, já tinha tentado de todas as maneiras abrir o porta que a separava da liberdade, quando escutou ela destrancar levantou os olhos e viu um homem, ficou encarando o magrela.
 Xxx :
- a Demi esqueceu de dizer que você é linda
 Lauren :
- ela tbm te disse que não sou pro seu bico?
 Xxx :
- aah que isso gatinha, tenho certeza que você vai gostar.
  Naquele momento a lauren sorriu, agradecendo pelos dez anos de aulas de luta. O homem tirou seu casaco e jogou pro canto pegando um chicote.
 Xxx :
- então gatinha, vai ser por bem ou por mal?
 Lauren :
- hmm deixa eu pensar, se você tiver uma cintaralho aí será um prazer comer seu cu!
  O homem bateu o chicote que acertou o braço de Lauren com força. Ela olhou para o corte que ficou em se braço e resolveu não entrar nessa briga. Ela sentou na cama e o homem largou o chicote.
 Xxx :
- seria ótimo comer você
 Lauren :
- eu vou matar você.
 Xxx :
- uma pena que a Demi quer você pra ela.
  Ele começou a dar socos na rosto da lauren a puxou pelo cabelo e colocou de joelhos na sua frente.
 Xxx :
- quem vai me matar?
 Lauren cuspiu a sangue no rosto dele enquanto ele tentou se limpar lauren virou seu corpo o agarrando pelo braço jogou no chão e lhe deu um mata leão, ela sentiu um prazer gostoso quando o homem se debatia sem ar tentando se soltar. A adrenalina corria em suas veias e quando o homem Finalmente perdeu as forças desmaiando, Lauren deu uma gargalhada.
 Lauren :
- que magrelo tosco!
  Ela levantou e amarrou ele em um pilastra com o lençol e sumir as escadas olhando a casa bem arrumada da Demi. Que infelizmente estava trancada, ela procurou por todos os cantos uma chave, já sem esperanças se jogou no sofá, não tinha telefones no local, nem mesmo algum computador, pela janela só se via Mato, não seria agora que ela fugiria.


Notas Finais


Já já eu volto 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...