História Unexpected - Capítulo 73


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kaya Scodelario, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Sam
Exibições 37
Palavras 4.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 73 - 73


Fanfic / Fanfiction Unexpected - Capítulo 73 - 73

-SHAWN MENDES PVO'S -

Saio da cama e caminho até a janela, observo a rua e sorrio ao ver as folhas das árvores no chão. 

Abro a janela e saio do quarto,desço as escadas e vejo minha irmã deitada vendo TV. 

-Bom dia. Digo. 

Ela mão me responde,caminho até a frente do sofá e vejo que ela estava dormindo,desligo a televisão e a cubro.

Vou a cozinha e vejo minha mãe concentrada na tela do computador.

-Bom dia.digo lhe dando um abraço. 

Ela parece se assustar

-Bom dia querido...Como você está?  Perguntou. 

Ela abaixa a tela do computador e da sua atenção à mim.

-Estou e a senhora? Pergunto.

Acaricio seus cabelos.

-Estou sim querido...E Samantha como esta? Perguntou e a encaro.

-Esta bem...Ela vai chegar dia oito. Respondo. 

Mamãe sorri e sorrio de volta.

-Vou preparar o café. Anúncio. 

Ela afirma e volta a atenção para a tela brilhante.

Ligo a cafeteira,coloco a água e o pó e fecho a tampa.

Pego o liquidificador e o coloco sobre a pia,pego ovos,leites,farinha,açúcar, óleo. 

Despejo os ingredientes da panqueca dentro do liquidificador e o tampo,Aperto o botão de ligar.

Vejo os ingredientes se misturarem e meu celular vibra.

Era Sam.

-De novo não.  Sussurro. 

-O que você disse? Mamãe pergunta ainda focada na tela.

-Nada mãe. Digo. 

Desbloqueio o celular e entro no Snapchat,era uma foto dela com os olhos fechados,ela estava no carro e com uma cara horrível, a legenda da sua foto estava "Ficar de porre não é bom"

Mando uma foto do liquidificador e envio para ela,bloqueio o celular e me concentro no café. 

Desligo o liquidificador e ligo o fogo,coloco a frigideira aquecer,despejo um pouco de óleo e em seguida a massa.

-Shawn. Mamãe me chama e a encaro- Samantha vai passar o Thanksgiving conosco?

-Sim senhora. Respondo. 

Tiro a primeira panqueca da frigideira e a coloco no prato.

-Por que? Perguntou

-Para poder preparar algo que ela goste de comer. Respondo e sorrio.

-Eu amei ouvir isso. Falo. 

-Querido,sei que é uma coisa pessoal o que vou te perguntar e que isso só tem haver com você e Samantha. falou e arqueio a sobrancelha.

-Continue. Digo e ela ri.

-Vocês já transaram? Perguntou

Afirmo. 

-Foi quando a levei para o restaurante japonês, para comemorar o aniversário dela...Usamos camisinha. Digo. 

A observo e ela parecia pensativa.

-Antes que a senhora pergunte se a camisinha estourou,não precisa se preocupar...Deu tudo certo. Digo. 

Ela não fala nada,apenas volta a observar a tela do computador.

Meu celular toca e era Sam.

-Oi Sam.  Digo

Ela ri e faz careta.

-Você...Excluiu...Todas....As...As...As fotos? Falou arrastado e devagar

Fecho os olhos e espero que dona Karen não esteja prestando atenção.

-Vou apagar assim que terminar de preparar o café da manhã...Você comeu? Pergunto. 

Ela ri e faz um barulho com a boca.

-Claro que não. Falou ironicamente.

-Sam! Você precisa comer. Falei e ela ri.

Sua maquiagem estava borrada,su cabelo estava em um coque mau feito.

-Samantha! Escuto a voz de Hayes. 

Ela encara hayes e fica sem falar nada.

-Anda,vamos fazer as provas. Hayes falou.

Ela abre a boca e logo a fecha.

-Eu te amo pra caralho. Disse e leva o celular os lábios. 

Ela finaliza a chamada e coço a nuca.

-O que foi? Mamãe perguntou.

-Nada...Só a Sam que foi fazer prova.

Volto minha atenção às panquecas e término de faze-las.

Preparo um suco também e monto a mesa.

-Bom dia. Aaliyah falou com a voz rouca.

-Bom dia. Digo dando um abraço nela.

Ela me abraça de volta e boceja.

-Papai está dormindo? Pergunto. 

-Não, ele foi caminhar. Mamãe respondeu.

-Ah sim..O café está pronto. 

Aaliyah me solta e segue para a mesa,mamãe guarda o computador.

Me sento ao lado da minha irmã e começamos a comer,papai aparece e se senta ao nosso lado.

-Hoje podemos assistir a um filme? Aaliyah perguntou.

-Podemos. Respondo. 

Volto a comer e sinto meu celular vibrar,era mensagem do Jack.

A leio pela barra de notificações. 

-Shawn,como Sam está?  Papai me perguntou.

-Bem...

-Mesmo? Perguntou. 

-Mesmo...Ela está fazendo provas. Respondo. 

Papai sorri e da alguns tapinhas em minhas costas.

Rio e lhe dou um abraço. 

-Essa garota vale ouro. Papai diz e afirmo.

Mamãe desvia o olhar e volta a comer.

-Estava uma delícia shawn. minha irmã diz.

Ela se levanta e leva seu prato para a pia e o lava.

-Onde você vai? mamãe perguntou.

-Vou ver tv. Respondeu. 

Ela sai da cozinha e sigo para o quarto,fecho a porta e pego meu caderno e notebook.

Ligo o computador e entro em notas,vejo alguns pedaços que eu havia escrito e passo para o caderno.

Começo a colocar acordes e sigo para o teclado.

Coloco as folhas no suporte e começo a tocar.

-Isso precisa ser Sol. Digo. 

Modifico e toco,afirmo e mudo na partitura.


-SAMANTHA GRIER PVO'S -

Olho a prova de física e me deito sobre ela.

-Isso daqui é um saco. Digo.

-Vocês têm uma hora e meia para acabar as provas. o inspetor falou.

Resmungo e fecho os olhos.

Levanto a cabeça e fito um passarinho na janela,rio ao ver ele bicando o vidro da janela e o inspetor me encara.

-O que foi? Perguntou.

-Nada. Respondo voltando a encarar a prova.

Começo a jogar as formulas que sei e olho para a porta.

-Samantha! o inspetor me chama.

-O que foi!? pergunto.

-Faça sua prova! Falou.

Reviro os olhos e bufo.

Meus olhos se fecham e deito minha cabeça sobre a prova.

-Samantha! a voz chata do inspetor falou.

Ergo minha cabeça e o fito.

-Você é muito chato. Falei.

-Faça sua prova e pare de perder tempo. Falou.

-tá bom. Digo.

Começo a ler a prova novamente e começo a fazer o que eu entendi.

-Cinquenta minutos depois-

Termino de desistir da prova e saio da sala,me encosto na parede e fecho os olhos.

-Sam? Hayes me chamou.

-Oi. Digo bocejando.

-Você está bem? Perguntou.

-Com muita fome e muito sono. Respondo.

Ele ri e sinto suas mãos em meus braços.

-Também quero um banho. Digo.

Ele ri e começamos a andar.

-Sam,pare de encarar o além e feche a boca. Hayes falou.

Volto a andar e vejo Will parado,aceno para ele e Rio.

-O que ela tem? Will perguntou.

-Ela foi em uma festa ontem. Hayes responde.

-Tenho fome,sono e vontade de tomar banho. Respondo e ele ri.

Entro no carro e me deito,Will começa a andar com o carro e fecho os olhos.

Me sinto leve e minhas pálpebras estão pesada.

~~~~

Acordo com alguém me xaqualhando,abro os olhos e vejo Will.

-Chegamos. Falou.

Reviro os olhos e o encaro.

-Por favor,me leva no colo. Falei e ele ri.

Ele me pega no colo e na hora de me descer do carro,bate minha cabeça na porta.

-Doeu. Digo e ele ri.

-Me desculpe. Falou.

Adentramos em casa e subo para o meu quarto.

Tomo banho e visto uma calça moletom e uma regata preta e saio do quarto,desço as escadas e sigo para o quintal.

-Oi mãe. Digo assim que a vejo.

-Oi querida,como você está? Perguntou.

-Com fome e a senhora? pergunto

Ela ri.

-Estou bem...Tem bolo no forno. Falou.

Abro a boca e lhe dou um beijo.

Vou até a cozinha e retiro a travessa do bolo,a coloco sobre a pia e cortô três pedaços grandes.

《08/10/2016- 03:55 pm》

Olho na tela do celular e faltava mais sete horas de vôo.

Coloco a culpa é das estrelas estrelas e minha atenção se volta toda a pequena tela.

《5:30 pm》

Meus olhos estavam inchados de tanto chorar,pego meu celular entro no Snapchat,tiro um Snap e tiro uma foto com o efeito de cachorro e mando para os meus favoritos.

Tiro outro snap e coloco na my story.

Bloqueio o celular e fecho os olhos.

《08:00 pm》

Acordo com raios de sol em minha cara,faltava mais uma hora de vôo.

-Isso está me enchendo. Digo.

A senhora me encara e a encaro de volta.

Ela volta a ler sua revista e fecho a pequena janela,procuro algum outro filme para ver,mas não acho nem um que me interesse.

《11:00 pm》

É anunciado que havia chegado em Pickering.

O avião aterrisa e me levanto.

-Ficar em pé é ótimo. Digo e a senhora ao meu lado ri.

Começamos a andar e me espreguiço, caminho para a área de desembarque e pego minha mala,saio da área de desembarque e algumas pessoas me param para tirar fotos.

Tiro fotos com elas e sigo para fora do aeroporto,abano a mão para algum táxi parar,logo um para e me ajuda com a mala.

-Para onde a senhorita vai? o taxista perguntou.

Passo o endereço do hotel para ele.

Observo a paisagem e tiro o celular do modo avião, mando mensagem avisando meus pais que havia chegado bem e respondo outras mensagens.

Para chegar ao hotel demorou cerca de meia hora.

Dou entrada no hotel e subo para o quarto,faço um coque e me sento na poltrona.

Pego minha bolsa e saio do quarto.

Deixo a chave na recepção e saio caminhando para algum restaurante, paro em um MC donald's e peço um combo grande.

Meu celular toca e era Shawn.

-Oi amor. Digo termiando de engolir a batata.

-Oi amor,você está comendo? Shaw perguntou.

-Estou. Digo rindo.

-Desculpe! onde você está? Perguntou rindo.

-Estou no MC e você? Respondo.

-Estou no local do show...Nossa,já está comendo. Respondeu rindo.

-Ah...Então eu não vou te ver hoje? Pergunto.

-Hm...Vai sim,meu pai está passando aí. Shawn falou e arqueio a sobrancelha.

-Shawn! coitado do seu pai. Digo e ele ri.

Volto a comer e ele ri.

-Ele se ofereceu...Eu ia te buscar,mas não deu. Falou.

-Tudo bem...Eu vou terminar de comer. Falo.

-Tá bom...Estou com saudades. falou ele sorrio.

-Eu também...

-Até logo. Disse e desligou.

Termino de comer meu hambúrguer e vejo Manuel,ele sorri e aceno para ele.

Pego minha batata,meu copo de Coca e minha bolsa e sigo para perto dele.

-Oi senhor Mendes! Digo e ele ri.

-Só Manuel Sam! Falou.

-Desculpa...Aceita? ofereço.

Ele pega uma batata e pisca para mim.

-Vamos...Shawn está te esperando.

Afirmo e seguimos para o carro.

-Como foi a viagem? Perguntou

-Cansativa. Respondo e ele ri.

-Sempre são né. Falou

-Sim...Mas vale apena. Digo

Ele riu.

-Vale. Falou

-Senhora mendes,como ela está? Pergunto.

-Bem...Não precisa falar assim. Disse.

O encaro.

-Eu já sei do desentendimento de vocês, mas elastancaro gosta de você. Disse.

Sorrio fraco.

-Talvez...

Ele para o carro e descemos.

-Senhor mendes. O segurança falou assim que viu Manuel.

-Oi. Disse sorrindo.

O segurança me encara.

-A senhora não entra. Disse.

O encaro.

-Sem crachá, não entra. Falou.

-Mas estou com Manuel. Digo.

O segurança ri.

-Estou falando sério. Digo.

Dou um gole na coca.

-Ele não disse nada. Falou.

-Estou falando sério. Digo.

Manuel aparece.

-Desculpe Sam! Ela esta comigo. Disse.

-Desculpe senhor Mendes, senhora grier. Disse.

Sorrio e adentro junto com Manuel.

-Desculpe,achei que ele iria te deixar entrar. Disse me encarando.

-Sem problemas...Quer mais? ofereço a batata.

-Não, obrigado. Respondeu.

Vejo uma grande estrutura e Manuel sorri.

-Todo seu querida. falou.

Começo a caminhar em direção do palco e quando me aproximo saio correndo na direção de Shawn, que estava conversando com alguém,pulo em seu colo e entrelaço minhas pernas estavam sua cintura.

As mãos de Shawn seguram minhas coxas.

-Sam! Disse.

-Estava com saudades. Falo.

-Sam! falou.

Rio.

Aperto mais o abraço.

Ele me da um beijo.

-Então finalmente estou conhecendo a famosa Sam! o homem falou.

Rio.

Shawn me coloca no chão.

-esse é Joseph, Joseph essa é a Sam. Shawn diz.

-Prazer Joseph. Falei sorrindo.

Shawn me da mais um abraço.

-Aceita? Pergunto oferecendo a batata e a Coca.

Shawn pega uma batata e da um gole na coca.

-Você está linda. Disse me observando.

Sorrio e lhe dou outro abraço.

-Isso é para você. Joseph diz me entregando um crachá igual o do Manuel.

-Obrigado. Digo sorrindo.

-Eu fui barrada. Digo e eles riem.

-Eu esqueci de avisar que Sam estava comigo. o pai de Shawn diz.

Shawn me abraça de lado.

-Shawn, você precisa voltar a fazer a passagem de som. Manuel falou.

-Eu já vou...Já já eu volto e conversamos melhor. Disse e afirmo.

Ele segue para palco e me sento em má cadeira,termino de comer e observo ele tocar.

-Ele gosta muito de você. Manuel diz me dando um susto.

-Eu também gosto muito dele. Digo ainda observando ele.

Sorrio.

-O que eu sinto por ele é um sentimento inexplicável. Digo e Manuel me abraça de lado.

-Voce é uma ótima pessoa Sam, de valor em tudo. Disse dando um conselho.

-Obrigado...Eu esqueci o presente do shawn no hotel. Digo me lembrando.

Ele ri.

-Não tem problema,você entrega para ele a noite. Disse.

Shawn ri e sorrio para ele.

-Shawn ficou indeciso para te comprar um presente. Falou e Rio.

-Shawn se preocupa fácil. Digo.

-Sim. falou.

Shawn termina a passagem e vem até nós.

-Vocês conversaram bastante. Falou e afirmamos.

Arrumo seu cabelo e ele tira o óculos de sol.

-Posso saber do que estavam conversando? Perguntou.

-Sobre muitas coisas amor...Podemos parar de fazer perguntas e ficarmos juntos? Pergunto e ele ri.

Ele afirma e me dá um abraço.

-Ei,você vai vir hoje a noite? Perguntou

-Hm...Se um tal de shawn mendes me chamar eu venho.digo e ele ri.

-Esse tal de Shawn mendes quer a presença dessa tal de Samantha. Disse.

Seguro suas bochechas e lhe dou um beijo.

-Eu quero que você venha. Falou.

-Eu vou vir sim. Digo.

Seguro sua mão e a entrelaço com a minha.

-Eu esqueci seu presente no hotel. Falo e ele ri.

-Tudo bem...O seu está lá em casa. falou.

-Eu quero saber o que é. Digo.

-Vai saber assim que chegarmos em casa. Disse.

Faço bico.

-Vamos para casa. falou.

Manuel estava em ligação então seguimos para o carro,adentro no banco de trás e Shawn no de motorista,Manuel aparece alguns minutos depois e Shawn dirige para sua casa.

Assim que chegamos vejo Karen cuidando de algumas flores.

Ela sorri e adentra a casa.

-Ela não gosta de mim. Digo e Shawn nega.

-Ela gosta sim. Disse.

Apoio minha cabeça em seu ombro e Adentramos sua casa.

-Oi Shawn. Karen disse indo abraçar o filho.

-Oi mãe. Shaw disse alegre.

-Oi senhora mendes. Falo

Ela sorri fraco.

-Oi Sam. Disse simpática.

-A senhora está bem? Pergunto.

-Eu vou na cozinha. Shawn diz e afirmo.

-Estou bem. Respondeu

Sorrio.

-Você está bem? como foi as provas? Perguntou.

-Estou sim...Foram boas. Respondo.

Sorrio.

Vejo Shawn na porta da cozinha e ele faz um joinha,o que me faz rir.

-Como estáseu trabalho ? Perguntou

-Bem...parabéns por abrir seu próprio negócio. Falou e sorrio.

-Obrigado. Digo.

-Se me der licença vou resolver coisas do trabalho. Disse.

-Não tem problema. Falo.

Ela sai e Shawn vem até mim.

Ele segura minha mão e subimos,adentro seu quarto e o abraço.

-Viu...Ela gosta de você. falou.

Ergo minha cabeça e o encaro.

-Um pouco desconfiante. Digo e ele ri.

Ele me solta do abraço e vai até sua estante e volta com uma pequena caixa na mão.

-O que é isso? Pergunto observando a caixa.

-Seu presente. Disse.

Ele me entrega a caixinha e sorrio,tiro a pequena tampa e pego a fina corrente de ouro,tinha um coração escrito Sam.

Lhe dou um beijo e outros por suas bochechas.

-Eu amei. Digo observando a corrente.

Ele a pega com delicadeza da minha mão e a prende sobre o meu pescoço, me encaro no espelho e sorrio.

-Shawn,eu simplesmente amei. Falo e ele sorri.

Seus olhos estão brilhando.

-Eu fico muito feliz que você tenha gostado. Falou.

Ele me vira e segura minha cintura.

-Obrigado por ser o melhor namorado só mundo. Falei e ele me da um beijo na ponta do nariz.

Ele se senta na cadeira e me sento em seu colo,observo seu caderno.

-Estava compondo? Pergunto

-Estava. Respondeu.

-Você pode tocar para mim? peço

Sinto seu queixo no meu ombro.

-O que você quer ouvir? Perguntou

-Hm...Pode cantar mercy? Pergunto. 

Ele sorri e me dá um beijo no pescoço.

Ele começa os acordes e observo a leveza em sua mão. 

Ele começa a cantar e sinto um leve arrepio.

You've got a hold of me

Don't even know your power

I stand a hundred feet

But I fall when I'm around you

Show me an open door

Then you go and slam it on me

I can't take anymore

I'm saying baby

Please have mercy on me

Take it easy on my heart

Even though you don't mean to hurt me

Fecho os olhos quando shawn canta essa parte,sei que na maior parte do tempo eu o machuco,minhas atitudes machucam ele.

You keep tearing me apart

Would you please have mercy, mercy on my heart

Would you please have mercy, mercy on my heart

I'd drive through the night

Just to be near you, baby

Heart old and testified

Tell me that I'm not crazy

I'm not asking for a lot

Just that you're honest with me

My pride is all I got

I'm saying baby

Please have mercy on me

Take it easy on my heart

Even though you don't mean to hurt me

You keep tearing me apart

Would you please have mercy on me

I'm a puppet on your string

And even though you got good intentions

I need you to set me free

Would you please have mercy, mercy on my heart

Would you please have mercy, mercy on my heart

Consuming all the air inside my lungs

Ripping all the skin from off my bones

I'm prepared to sacrifice my life

I would gladly do it twice

Consuming all the air inside my lungs

Ripping all the skin from off my bones

I'm prepared to sacrifice my life

I would gladly do it twice

Please have mercy on me

Take it easy on my heart

Even though you don't mean to hurt me

You keep tearing me apart

Would you please have mercy on me

I'm a puppet on your string

And even though you got good intentions

I need you to set me free

I'm begging you for mercy, mercy

Begging you, begging you, please, baby

I'm begging you for mercy, mercy

Ooh, I'm begging you, I'm begging you

Shawn termina de cantar e me viro de frente para ele,passo minhas pernas uma de cada lado e acaricio seu rosto. 

-O que foi? Perguntou. 

Sorrio.

-Só pensando...Você é uma ótima pessoa e eu te amo muito. Digo.

Volto a acariciar suas bochechas e ele sorri.

-Eu também...Ei,quando vamos dizer que estamos namorando? Perguntou. 

O encaro.

-Hm...Eu acho que logo,por que antes eu quero ficar mais um pouco com você sem ter os julgamentos. Digo e ele ri.

-Claro. Disse. 

Ele arruma meu colar e coloca uma mecha do meu cabelo atrás da orelha.

-Ei...Eu quero te dar seu presente. Falo e ele ri.

-Não precisa me dar hoje. Falou. 

O encaro e Rio. 

-O que foi? Perguntou. 

-Só pensei em uma coisa. Respondo rindo.

-Sam! falou rindo

-Desculpa,mas foi inevitável. Falei 

Ele ri e a porta do quarto é aberta.

-Desculpe. Karen falou

-Sem problemas. Digo. 

Saio do colo de Shawn e a encaro.

-A senhora precisa de ajuda? Pergunto observando sua mão que segurava um cesto de roupa.

-Shawn guarda as roupas dele. Disse

Ela coloca o cesto sobre a cama e se retira,encaro Shawn. 

-Certeza absoluta que ela gosta de mim? Pergunto.

-lá no fundo ela gosta. Disse. 

Caminho até o cesto e pego algumas peças de roupa e as guardo em seus determinados lugares.

 {quebra de tempo}

Termino de me arrumar e me encaro no espelho,arrumo o short e calço o coturno,pego meu celular e bolsa e saio do quarto.

Fecho a porta com a chave e adentro o elevador,havia algumas pessoas e sorrio para elas.

O elevador para no saguão e saio,deixo a chave na recepção e vou até o táxi que havia chamado.

Adentro e ele segue para o local do show.

O táxi para e desço, tiro o ingresso da bolsa e sigo para a grande fila.

Muitas pessoas me encaram.

-Hey! Digo e elas sorriem.

-Shawn sabe que você está aqui? uma voz perguntou.

-Sabe sim...Ele me perguntou se eu iria vir está falei que sim. Respondo. 

-Vocês estão namorando? outra perguntou.

Rio.

-Não . Minto. 

-Ah! achamos que estivessem. a mesma voz falou.

-Não estamos...Como vocês chamam? Pergunto. 

Elas falam seus nomes e gravo alguns snaps com elas.

-Hayes é um bom irmão?  e o nash? anny perguntou.

-Eles e o Will são os melhores irmãos do mundo e a sky é a melhor irmã do mundo...Eles são uns amores,tem hora que eles tiram minha paciência mas eles são ótimos. Respondo e sorrio.

-Hayes dirige bem mesmo? Perguntaram. 

-Sim...Ele é muito bom! Respondo e Rio. 

-Eu falei que meu marido é ótimo na moto. uma delas falou e Rio novamente.

-Sua mão está melhor? Perguntou. 

-Esta sim...Ei,como você machucou o braço?  Pergunto observando o gesso.

-Escalada,eu caí e quebrei o braço. Respondeu. 

Abro a boca.

-Nossa! mas já está melhorando né?  Digo. 

-Sim. respode sorrindo. 

-Sam,você pode gravar um vídeo no Snap dizendo que me ama? uma garota ruiva perguntou. 

-Claro que sim,como você chama? Pergunto. 

-Maria Julia. Respondeu. 

A encaro.

-Você não é americana? Pergunto

-Não...Sou do Brasil. Respondeu e abro a boca.

-Ah sim...Nash e os amigos falaram que lá é bonito. Digo. 

Pego seu celular.

-É sim. respondeu.

Começo a gravar.

-Hey brazil! amo vocês e a Maria Julia. Digo e dou um beijo na sua bochecha.

Posto na história dela e entrego seu celular.

Os portões se abrem e a fila começa a andar.

Adentro o local e sigo para o meu lugar que era na frente do palco.

                             

Shawn começa a cantar hold me e parece me procurar com o olhar. 

Aceno a mão e ele sorri quando me vê. 

O encaro e me perco em meus pensamentos.

Quando me dou conta o show havia acabado,observo o palco e não tinha mais nada a não ser a grande estrutura e o enorme telão. 

Caminho para a saída e um segura segura o meu ombro.

O encaro.

-Senhor mendes está querendo te ver em seu camarim. Disse. 

Sorrio e o acompanho.

-Pode entrar. Falou abrindo a porta.

-Obrigado. Digo. 

Adentro e Shawn sorri assim que me vê. 

Ele estava deitado em um sofá, seu pai estava em pé, Andrew estava ao celular.

-Parabéns.  Digo

Ele me puxa para cima dele e me dá um abraço. 

-Você estava totalmente no mundo da lua. Falou e Rio. 

-Me desculpe,mas comecei a pensar em muitas coisas. Falo arrumando sua sobrancelha.

-Que menina pensativa. Falou. 

-Você precisa tirar essa espinha. Falo. 

-Eu sei. respondeu e Rio. 

-Suas fãs são tão amores. Falo e ele sorrio.

-Elas são as melhores. Falou. 

Me sento em sua barriga e faço carinho em seu tórax. 

-Ei,você pode ficar um pouco comigo no hotel? Pergunto.

-Posso...

-Vamos sair para jantar,quer vir Sam? Manuel perguntou.

-Sim. Respondo. 

Encaro os olhos de Shawn e me inclino dando um beijo nele.

-Vamos? Shawn pergunta e afirmo.

Me levanto e ele se levanta.

-Ficou linda com essa roupa. Disse. 

-Obrigado. Falo. 

Subo em suas costas e Shawn sai do camarim.

-Acho que você não vai gostar do meu presente. falo.

-Acho que vou amar. Disse. 

Tampo seus olhos.

-Eu preciso olhar para chegar ao carro. Disse. 

-Eu vou te guiando. Falo. 

Ele ri.

-Esquerda. Digo. 

Ele segue para a esquerda.

-Reto- falo e ele segue minha odem- Direita- volta a andar,sua mão segura minhas coxas com mais força - direita novamente.

                           

O jantar foi ótimo, teve muita conversa e Karen estava feliz.

-Isso é para você.  Digo pegando a grande caixa.

Ele encara e sorri.

-Espero o que goste. Digo entregando o presente.

Ele pega a caixa e a abre.

-Esse violão é lindo! Falou 

Seus olhos estavam brilhando e sorrio.

Ele pega o envelope e me encara.

-Abra essa carta quando você estiver em paris. Digo 

Ele afirma e começa a dedilhar.

Filmo ele e envio para Brooke. 

-Eu amei. Disse. 

Ele coloca o violão na cama e se levanta e caminha até mim.

-Fico feliz que tenha gostado. Falo. 

Sinto suas mãos em minha cintura e seus lábios estavam entre abertos,ele me encosta na parede com delicadeza e destribui pequenos beijos em meu pescoço. 

Arfa quando seus beijos descem para o meu tronco e seguro suas mãos. 

Ele me encara e seu olhar estava estampando desejo.

Empurro ele com delicadeza para a cama e tiro sua blusa.

Sento em sua barriga e começo a distribuir diversos beijos pelo seu rosto e abdômen.

Dou um chupão em seu tórax e passo as unhas em seu abdômen.

Suas mãos tiram minha blusa e alisa minha pele desnuda, seus dedos acham o fecho do sutiã e abre.

Seus dedos percorrem meus seis.

-SHAWN MENDES PVO'S -

Inverti as posições e fico sobre ela,distribuo beijos ela seu corpo e alguns em seus seios.

Ela arfa e seus dedos se enterram em meus cabelos.

Acaricio sua coxa e ela fecha os olhos,suas mãos sobem e descem sobre minhas costas e volto a acariciar seus seios.

Sua mão esquerda para sobre a minha que estava em seu peito e apenas a deixa ali.

-Eu quero sentir tudo. Falou. 

-Eu vou te dar todas as sensações que você merece. Digo rouco.

Ela movimenta minha mão sobre seu seio e a solta.

Tiro seu short e distribuo beijos em suas coxas.

Ela arfa e sinto suas mãos em meus cabelos a encaro e ela sorri.

Ela se senta e segura o meu queixo.

Ela me da um beijo saboroso e intrigante.

Seus olhos estavam escuros e demonstrando desejo.

Suas mãos descem para o cos da calça e para ali,parecia estar pedindo permição.

Solto o botão da calça e ela a tira com rapidez mas ao mesmo tempo tranquilidade.

Me deito e ela acaricia meu peito,ela beija meu pescoço e da alguns chupões, minhas mãos param em sua cintura e ela tira minha cueca.

Ela me encara e parece estar procurando uma camisinha.

-Tem uma na carteira. Digo e ela ri.

Ela pega minha calça e pega acaricia camisinha e me entrega.

A tiro com delicadeza e a deito na cama,coloco a camisinha e dou minha atenção a ela.

Coloco meus braços sobre seus ombros e a beijo.

-Por favor shawn. Disse suplicando.

Me posiciono e a penetro devagar.

Começo a me mover lentamente e suas mãos exploram minhas costas desnuda. 

Uma de minhas mãos desce para a perna de Sam e a dobra e faz pequenas carícias nela.

Sam sorri e os movimentos de vá e vem ficam mais rápidos e intensos.

Ela começa a soltar pequenos gemidos e sua mão se enterra em minha nuca,ela me puxa para um beijo.

-Eu...Eu te amo. Falou entre um gemido.

Destribui beijos sobre seu corpo e seus gemidos começaram a ficar mais alto.

-SAMANTHA GRIER PVO'S -

Meus gemidos estavam ficando altos assim como os de shawn.

Seus olhos estavam escuros.

Seus lábios beijam meus seis e sobem para o pescoço,sinto suas veias se engrossarem e percorro com as pontas da unha toda a extensão das suas costas.

Ele solta um pequeno gemido de satisfação quando chegar ao seu ápice.

Poucos segundo depois atinjo o meu e ele se deita sobre mim.acaricio seus cabelos e ele estava com pequenos espasmos.

O puxo para um abraço e sinto ele sorrir.

Minha respiração volta ao normal e ele me encara.

Sorrio para ele e recebo um beijo no canto da boca.

Ele acaricia meu braço. 

-Foi ótimo. falou me encarando. 

Afirmo.

-Com você sempre vai ser ótimo. digo e ele sorri.

Ele se levanta e sai de mim,ele segue para o banheiro e me cubro.

Escuto um barulho de celular mas ignoro,shawn volta e se deitada ao meu lado.

O celular volta a tocar e Shawn desvia o olhar.

-Deixe tocar...Continue a acariciar meu braço. Falo e ele afirma.


 













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...