História Unexpected - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Mamamoo, Super Junior
Personagens Heechul, Hwasa, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Moonbyul, Personagens Originais, Rap Monster, Shindong, Solar, Suga, V, Wheein
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Namjin, Taegi, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Exibições 94
Palavras 1.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


~brotei

Queria agradecer aos comentários do dia do aviso msm q eu n tendo tempo de responder eu li e agradeço mt... ♡vejo vcs nas notas finais

Fotinho nada a ver pq sim heuebuw

Boa leitura♡

Capítulo 19 - Só Talvez


Fanfic / Fanfiction Unexpected - Capítulo 19 - Só Talvez

  
Terça-feira, 25 de setembro
 
10h27min:

- Plena Terça-feira e Taehyung chorando por macho - Hwasa resmunga virando a página de seu livro de poesias. Só ouvi o que ela disse por estarmos bem perto já que a escola estava muito barulhenta pelo fato de que em breve teríamos os jogos,o que explicava a animação alheia.

   -Cala a boca - Wheein brigou e levantou a mão ameaçando dar um tapa na namorada. Enquanto eu rapidamente segurei seu pulso a impedindo de prosseguir. Não é como se não estivesse acostumado com as coisas que Hwasa fala.

   -Não estou chorando - faço bico e apoio meu rosto no meu punho que estava posto sobre a mesa do refeitório. Só estava no refeitório pois fui obrigado já que estou evitando qualquer contato com os meninos desde que as provas começaram. O que as vezes se torna difícil já que eles parecem se aproximar sempre que me afasto.

   -Mas estava a alguns minutos atrás - Hwasa fala, soltei o pulso de Wheein que  logo deu um tapa estalado no braço da namorada  - Ai! Bruta -passou a mão sobre a marca avermelhada do seu braço.

  -Bem feito - ri de seus resmungos.

  - Se falar mais alguma coisa eu te bato de novo - Wheein avisou e colocou o fone de ouvido.

  -Mas é verdade,  Olha Taehyung porque você não para de ser trouxa e segue em frente? -Apenas a encarei sem ter realmente uma resposta. Por que não seguia em frente? Eu não sabia dizer. Estava chorando por alguém que estava sorrindo com outra. Era isso que me fazia chorar o tempo inteiro.-Tem alguém que quer muito te fazer feliz, por que não vê isso?-continuou dando ênfase no alguém.
 
  Respirei fundo abrindo a boca algumas vezes tentando formular alguma coisa. Alguém queria me fazer feliz? Quem era essa pessoa? Isso me deixou mais confuso. Podia sentir as engrenagens funcionando na minha cabeça e até alguns parafusos caindo fora do lugar, não fazia o menor sentido.

   Parei de pensar ao sentir um perfume tão conhecido adentrar minhas narinas. Jeongguk.

   -Taehyung, podemos conversar? - sentou ao meu lado e recebeu uma careta descontente de Hwasa como resposta, mas não pareceu ligar muito.Respirei fundo tentando controlar qualquer vontade de chorar, e o encarei.

  -Ah pode ser depois? - sorri falsamente.

  -Pode...- se levantou e me encanrou - Depois da aula. - e saiu andando me fazendo afundar minha cara na mesa.

   Óbvio que eu não vou falar com ele. Vou aproveitar que hoje é o último dia de prova que tenho que fazer para faltar alguns dias e passar um tempo longe do meu apartamento. Respirei bem fundo e peguei meu caderno na mochila voltando a estudar para a prova. Se quero faltar aula por um tempo o mínimo que preciso é não ficar de recuperação.

[...]

11h47min:

   O professor já recolhia as provas enquanto eu olhava pela janela a movimentação de carros próximos a escola. Coisa que na minha mente era bastante interessante.

   A mão meio enrugada do professor pegou a prova em cima da minha mesa o que indicava que eu poderia sair da sala. Me levantei quase caindo da cadeira e sorrindo sem graça quando Jimin tentou abafar o riso. Pus a mochila nas costas e fingi não ouvir o "me espera" de Jeongguk antes de sair as pressas da sala.

   A cada passo que dava mais me sentia nervoso. Precisava sair logo daquela escola e já estava quase correndo - o que só não ocorria pelo fato do diretor estar passando pelo corredor. - acho que esse era o motivo de nenhum dos alunos que estavam no corredor estarem correndo.

   Prendi a respiração e mordi o lábio inferior parando subitamente meus passos ao sentir uma mão agarrar o meu pulso. A mão gélida me causava calafrios e uma pequena ânsia de vômito pelo perfume adocicado tão forte que fazia meus olhos arderem. Alguns alunos olharam a cena mas logo voltavam a atenção para qualquer coisa mais importante.

  -Por que tanta pressa aberração? - puxei meu braço me afastando ao ouvir a voz irritante dela. Respirei fundo a espera de qualquer milagre que me tirasse dali. Sentia que algo iria dar errado.

  -Não te interessa -olhei para os dois lados esperando que magicamente a cabeleira verde de Yoongi surgisse entre os outros alunos. O que obviamente falhou.

  -Cuidado com o que fala, Saiba que posso fazer da sua vida um inferno - sua voz saiu cínica e mesmo sem a olhar podia jurar que estava sorrindo.

- Por que não finge que eu não existo? -praticante supliquei me virando em sua direção a fazendo rir baixo.

-Tão patético. -pôs sua mão em meu peito e me empurrou me fazendo dar alguns passos para trás. Os poucos alunos que ainda estavam lá não se importaram com a cena que rolava no meio do corredor. E o diretor estava ocupado dando bronca em um aluno ao invés de me salvar desse inferno.

  -Você é mais patética! -abaixei a cabeça encarando meus tênis. -Eu te odeio. Queria que você não existisse, como pode ser tão...tão... tão você? Uma mimada estúpida.  -levantei o rosto para encarar ela mas ao invés de ver uma cara irritada vi uma cara triste, obviamente falsa, me fazendo ficar confuso.

  -Qual o seu problema Taehyung? - Jeongguk que estava logo atras dela falou irritado- Ela nunca te fez nada por que está tratando ela assim? Se está querendo ser imaturo e estúpido, parabéns, você conseguiu.- Jeon segurou a mão da falsa que estava com um sorrisinho de lado que era facilmente disfarçado quando ele a olhava.

-Sabe Jeongguk, não podemos conversar. Nem hoje, nem amanhã e nem nunca. Não fale comigo nem que sua vida dependa disso -me segurei para não deixar as lágrimas cairem e me virei passando a correr entre os alunos sem me importar se o diretor iria ver ou não. Pude ouvir murmúrios curiosos enquanto saía pelo portão da escola. Corria pela calçada deixando as lágrimas sairem com toda a intensidade que podiam. Quando estava a algumas quadras da escola em uma rua qualquer peguei meu celular do bolso e disquei o número de minha omma rapidamente. Passei a mão em meu rosto secando as lágrimas e respirei fundo tentando me acalmar. Alguns soluços ainda saiam e minha cabeça parecia que iria explodir de tanto que doía.

   -Omma... - funguei.

   -TaeTae? Aconteceu algo?  -sua voz preocupada me fez voltar a chorar. Mal conseguia ver a rua pelas lágrimas que embasavam a minha visão.

  -Omma, e-eu decidi ir ficar com o appa.

  -Como assim? -sua voz saiu mais alta como se estivesse quase gritando.

-Omma... - falei com a voz enbargada pelo choro. - Por favor...

   [...]

15h37min:

  Jimin pov's on

   Assobiava uma música qualquer pelo corredor enquanto a chave girava em meus dedos. Já devia está no treino a alguns minutos mas um pequeno atraso não mataria ninguém.

   Entrei na quadra ouvindo Namjoon reclamar pela enorme demora enquanto hoseok estava na arquibancada conversando com a Jessy e com um garoto de capuz. Ignorei todos a minha volta e focando em apenas uma pessoa, Mark Tuan.
 
  -Jiminie -O loiro correu em minha direção me abraçando apertado, sentia como se meus ossos fossem esmagados e ria disso. - está atrasado.

  -eu sei -me afastei dele e afaguei seus cabelos enquanto sorria abertamente.

  -Tem alguém querendo falar com você - ele balançou as sobrancelhas de forma sugestiva me fazendo rir.

  -Quem quer falar comigo?  -pendi a cabeça para o lado me controlando para não voltar a rir, as caras sugestivas que Mark fazia eram realmente engraçadas. Ele apontou para uma direção e eu segui com o olhar ate aonde ele apontava.

  -Ele. -dei de ombros e fui em Passos rápidos em direção ao garoto.

  -Então... espero ter vindo a tempo -Yoongi me encarou arrumando o capuz que cobria seu cabelo.

   -Vem mozão -Jessy se levantou e arrastou hoseok dali.me sentei ao lado de Yoongi ainda sem reação. Passei longos minutos olhando para o nada tentando falar alguma coisa. Respirei fundo e o olhei de relance.

   Para de acelerar coração...para com isso...

  -Por que está aqui? -perguntei finalmente, comemorando internamente por minha voz não ter saído tremula. Yoongi me ignorou a semana inteira e agora que ele estava aqui eu não sabia como agir.

  -Não posso fugir de você para sempre e... talvez...mas só talvez... eu também goste de você.
 


Notas Finais


Responderei os comentários do último capítulo agr juro ♡ vou tentar n demorar a atualizar mas como vou ter q fazer duas provas semana q vem pq faltei ontem (fiz merda e toda machucada hshsjabjs) vou ter q estudar e n sei quando terei tempo pra escrever :')

Se tiver mts erros por favor me desculpem n tive tempo de revisar Tbm

E Me descupem por toda a demora q tenho e nau desistam de mim♡

~sai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...