História Unexpected Changes - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Tags Bebê, Drama, Revelaçoes
Exibições 138
Palavras 1.264
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii, tudo bem gente? Demorei MUITO mais voltei.
Vou ser rápida, juro. Eu estava pensando seriamente em excluir essa fanfic, porém, uma amiga minha me incentivou a continua aqui, agradeçam a ela. Me desculpem pela demora e pelo capítulo pequeno, espero que gostem.

Boa leitura 📖❤

Capítulo 15 - I was happy with my little family


Fanfic / Fanfiction Unexpected Changes - Capítulo 15 - I was happy with my little family

     Justin e eu nunca havíamos passando tanto tempo juntos como nesses últimos dias, ele estava carinhoso demais. E eu estava adorando.

     Nós estamos fazendo compra pelo shopping central da cidade, aqui ta mais cheio que o normal. 

  - Amor, eu to com fome! - indaguei. Eu estava ficando nervosa por estar andando a um bom tempo e ainda não termos passado em nenhuma lanchonete pra comer.

  - Calma, Anjo. Vamos para à praça de alimentação comer alguma coisa. 

     Pegamos a escada rolante e fomos até onde ficava a praça de alimentação. Estava totalmente lotado, a única mesa que encontramos vazia era uma que ficava meio distante. Analisei mais um pouco e não vi nenhuma outra opção a não ser aquela mesa.

  - Tem uma ali, olha! - avisei e apontei. Peguei na mão dele ao notar olhares de algumas mulheres que estavam ali e finalmente sentamos na mesa. 

  - Eu vou pedir os nossos lanches, ta? -assenti com minha cabeça e ele foi pegar os lanches. Não existe namorado melhor. 

 

                     P.O.V Justin Bieber

 

     Fui buscar os lanches para matar a fome excessiva de Callie, ri com meu pensamento. Pedi nossos lanches e apontei para mesa no cantinho e disse o número da mesma. O atendente falou que iria fazer em um minuto e ja levava, típico de todo atendente de lanchonete. 

     Virei para mesa que eu estava e para minha surpresa, e infelicidade, quem eu menos queria ver estava ali, conversando com Callie. A Carie estava ali e imagino que não seja coisa boa, fui até la.

  - Com licença. - pedi para a mesma. - Ja pedi nossos lanches amor. - Callie assentiu, apreensiva.

  - Serio que você ta namorando essa garota, Justin? Não sabia que você poderia der tão baixo a esse ponto. - ela riu. Olhei bem nos olhos, arqueando as sobrancelhas. Olhei também para seu corpo e reparei que ela havia colocado mais silicone. - Gosta do que vê? 

  - Jamais! O que você quer, hein? Você pode nos dar licença e arrumar o que fazer? - perguntei-a bravo. Olhei para Callie e vi seus olhinhos triste, começando a marejar.

  - Justin eu acho que você está precisando de algo mel... - Carie foi interrompida por Callie, com um tapa. Olhei surpreso e assustado para Callie, ela era sempre tão doce, jamais imaginaria ela batendo em alguém. Sorri.

  - Sua siliconada eu não sei se você percebeu mais está atrapalhando, você poderia ter um pouco de vergonha na cara e parar de humilhar em buscar de atenção? Faz favor e saia daqui antes que eu te arranque no tapa. Eu quero comer meu lanche com meu namorado em paz! - Carie olhou para Callie surpresas e tentou repater.

  - Essa praça de alimentação é pública. 

  - Eu ja disse e não vou repetir, se você não sair daqui e parar de me encher as paciências eu arranco você a força. Quer apostar? Você conseguiu atingir meu 100%, eu estou cansada de você! Não sei se você percebeu mais nem eu e muito menos Justin gosta de você. Eu quero distância. Ridícula! - Callie falou tão autoritária e brava que até eu fiquei meio receoso de dizer algo, então permaneci calado. Nunca havia visto ela assim, imagino que Carie também. Ela não retucou mais e foi embora visivelmente envergonhada por tais palavras dirigidas com tanta sinceridade à ela.

  - Amor...? O que foi isso? - perguntei querendo rir. - Tudo isso é ciúmes? 

  - Eu vi você olhando descaradamente pra ela, Justin. - seus olhinhos começaram a encher de lágrimas. - Só porque eu estou com gordinha e ela está com o corpo perfeito!

  - Claro que não meu amor, eu só estava reparando que ela colocou mais silicone, o que não ficou muito bom. Eu prefiro você. - disse a olhando nos olhos. - E se acalma porque você ta esperando nosso filho e não pode passar nervoso.

     Ela não respondeu, só espero o seu labche chegar. Comemos rápido e fomos pra casa. Carie acabou com todo o meu dia.

     Callie foi tomar banho e depois foi dormir, desde do ocorrido do shopping ela não pronunciou nenhuma palavra. Esperei até que a mesma saísse do banho, ela ficou mais uns 20 minutos lá. Eu quero conversar com ela logo!

     Felizmente Callie acabara de sair do banheiro, ela passou por mim sem me lançar nenhum tipo de contato visual, ela ainda estava brava.

  - Justin, você pode me dar licença pra eu me trocar? Fazendo favor! - indagou ela, impaciente. Fui até ela e a abracei por trás, beijando e cheirando o cheiro agradável do sabonete.

  - Por que? Ai não tem nada que eu já não tenha visto, Anjo. - virei-a para mim e olhei bem nos seus olhos. - Me perdoa amor, eu juro que eu não estava olhando pra aquela mulher com desejo, era mais... desprezo! Eu amo você e quero você, só desejo você e mais ninguém. Eu te amo, meu amor. 

  - Me desculpa por ser tão chata, é que você é areia demais para o meu pequeno caminhão. - seus olhos estavam cheios de lágrimas. - Eu tenho medo de te perder, me desculpa ser assim. Por favor.

  - Você deveria rever seus conceitos, você que é areia demais para o meu caminhão. E relaxa amor, você não vai me perder. - puxei seu corpo e a beijei. Puxei ela para a cama e nos sentamos la.

  - Justin eu preciso colocar roupa. - diz tentando sair dos meus braços.

  - Não, eu prefiro você peladinha mesmo. - sorri malicioso. Puxei-a mais para mim e a beijei bem gostoso, finalizei o beijo com vários selinhos e ela me abraçou e cheirou meu pescoço e ficou aconchegada ali, Callie fechou os olhinhos e ficou ali me dando selinhos e cheirando meu pescoço.

 

                               ������

 

      Senti uma coisa molhada no meu rosto e abri os olhos devagarinho. Era Callie beijando todo meu rosto. Sorri.

  - Vem aqui me dar um beijo de verdade mor. - disse-a.

  - Eu não, vai escovar os dentes primeiro. - ela riu alto. Assenti rápido e fui em uma velocidade inacreditável escovar os dentes para beija-lá até não aguentar mais. Ri comigo mesmo.

     Escovei meus dentes e lavei o rosto, fiz minha higene matinal e tomei um banho bem rápido, só pra despertar. Saí do banheiro e passei perfume e desodorantes, coloquei uma roupa confortável e desci para à cozinha.

  - Dormiu bem, Cal? - perguntei-a dando um beijo na mesma.

  - Eu dormi nos seus braços, tem coisa melhor messe mundo? Eu dormi muio bem! - disse sorridente. Meu braço estava doente e meio dormente mais eu não ligava para isso, ela estava radiante. - E você? 

  - Claro que dormi bem, é muito bom dormir com minha mulher e com meu filho. - sorri largo e acariciei sua barriga e senti algo que nunca havia sentido antes, era uma coisa fora do normal, eu não vi  meu filho ainda mais ja o amo tanto. Senti a barriga de Callie chutar.

  - Justin, ele chutou! - seus olhos começaram a lacrimejar e os meus também. Eu os amo muito. 

  - O papai e a mamãe te ama muito, você está dando um trabalhão em filho. Vem logo para nós. - disse fazendo carinho em sua barriga ja grande. 

     Eu os amava tanto que nem eu mesmo acreditava que poderia amar tanto alguém assim, eu estou feliz com minha pequena família. Eu ainda quero mais filhos, eu quero viver todos os dias da minha vida ao lado deles. Callie e meu filho.

 

 

 

 

 

                                                   Continua...


Notas Finais


E mais uma vez, me desculpem pela imensa demora. Mas e ai, o que estão achando desse casal? Comente aí!
Eu estou morrendo de amores por esses dois <3

Até a próxima, beijos... ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...