História Unexpected Love ↬ Jeon Jungkook - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hot, Imagine Jimin, Intercâmbio, Jeon Jungkook, Jin, Jungkook, Kpop, Taehyung, Vmin, Yoongi, Yoonmin
Exibições 194
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ois, desculpem por não postar ontem.
Boa leitura! ❤

Capítulo 32 - Vídeo


Fanfic / Fanfiction Unexpected Love ↬ Jeon Jungkook - Capítulo 32 - Vídeo

   Jimin on

  X - O unico lugar de onde vocês dois tem que sair é da vida, se continuarem com o papinho.
   A voz sarcástica, o seu rosto se aproximando,me lembrei como se fosse ontem. Não acredito que é ela.
  Jm - V-VOCE?
  Ny - Claro amor,quem mais seria?
  Y - Vamos logo com isso Nayumi.
  Ny - Deixe eu brincar com ele um pouquinho Leehyun! - ela disse se aproximando,mas aproveitei que a corda de minha perna estava meio solta e a chutei - AI CARALHO!
  Jm - SAI DE PERTO DE MIM!
  Ny - ISSO É PRA VOCÊ APRENDER QUE TAEHYUNG JA É MEU. - ela pegou algo do bolso,arrumando em sua mão. - Eu te odeio.
    Ela me surrou, mas não era um soco comum, a mão dela tinha um objeto com pontas, surrou uma,duas, três vezes. A menina do meu lado chorava e por causa disso, também levou murros. A tal da Leehyun observava a Nayumi descontrolada com uma expressão de tédio.
  Lh - Que lindo, ja acabou? - disse falando e sorrindo sinicamente, pegou um celular do bolso, ligando o flash - Vamos fazer oque realmente importa.
  Jm - Oque vai fazer?!
  Lh - Nada, apenas um vídeo fofo seu, e mandar para seus amiguinhos.
  Jm - NÃO! ELES ESTÃO VIAJANDO!
  Ny - É por isso mesmo seu lerdo, queremos trazê-los pra cá, você é só uma isca.
Jm - Isca? Lerdo? Isca de que?! Ou melhor pra quem? - eu perguntei olhando para as duas rapidamente,como se estivesse assistindo uma partida de tenis. - Ah não! Você? É você que implica com Elaine?
Lh - Nayumi, você esta falando demais. E olha coisinha, eu não implico com ninguém, foi ela que roubou meu homem.
Jm - Haha... Faça-me o favor,você nem gosta de Jungkook, sabe oque você sente? Inveja.
  Lh - Oque?! Eu não entendi.
  Jm - Foi isso mesmo que você escutou! Sente inveja de Elaine, por ela ser bonita e simpática, e você só ser mais uma snobe plastificada. I-N-V-E-J-A.
  Lh - Você passou dos limites. Nayume me dê o chicote.
  Na mesma hora Nayumi deu uma corda para Leehyun, que começou a chicotear meu rosto e meus braços. Por toda extensão que o chicote passou, ardia muito. Guardou o chicote e pegou o celular.
  Ny - Fique quietinho Jimin, e se você falar um piu - a olhei e ela apontou uma faca para o pescoço de Seungyeon,ja pressionando o local que ja saia umas gotas de sangue - Eu mato ela.
   Seungyeon fazia de tudo para esconder o medo que sentia, lagrimas desciam pelo seu rosto,mas o mesmo não esboçava nenhuma expressão.
   Enquanto Leehyun gravava, me chicoteava,enquanto Nayumi com a outra mão desocupada me dava socos com o objeto pontiagudo. Como Nayumi disse, eu não falei nenhum piu, a vida de Seungyeon estava nas minhas mãos agora e por mais que a conheça por poucos minutos, ela é a unica que ta do meu lado agora.
   O vídeo terminou, elas assistiram e deram gargalhadas, elas eram malucas. Aproveitei a distração para me aproximar de Seungyeon, quando fiz isso ela deitou a cabeça em meu ombro e começou a chorar no mesmo.
  Jm - Não chore Seungyeon-nnie, vamos sair dessa juntos.
  Sy - Não vamos Jimin, eu sei que... Eu só sou uma mizera migalha no meio dessa confusão toda, eu fugi e Leehyun me pegou, ela e Nayumi podem me matar a qualquer momento, como uma formiga.
   Eu não disse nada pois não podia negar ou afirmar nada, as duas estavam foras de si e eu não quero ser teimoso de arriscar. Eu vi a cena no meu lado, Nayumi quase perfura o pescoço de Seungyeon por minha causa. Tudo oque eu fiz foi a abraçar apertado,ela retribuiu o abraço me apertando mais ainda, ambos choravamos.
   Eu me sentia um trouxa por tudo isso, trouxa por estragar a viajem dos sonhos de meus amigos, trouxa por estar sendo sequestrado por ciumes de uma maluca, que cisma que eu tenho algo com o seu namorado. Tudo bem que eu e Taehyung estamos bem próximos, mas ele é só um amigo, ele é a pessoa que esta me fazendo sorrir depois de tudo que aconteceu, eu gosto muito dele e não deixaria de andar com o mesmo só por causa de uma louca qualquer.
    Escutei apenas uma batida forte, Nayumi e Leehyun sairam da sala nos deixando em um completo breu, sendo iluminados apenas por uma brecha da calçada de cima. Cutuquei Seungyeon e ela dormia, eu fiquei tanto tempo pensando assim? Estavamos em uma posição desconfortável, me desamarrei e arrumei Seungyeon em um canto, a cobrindo com meu casaco. Não estava com um pingo de sono e me levantei,indo até a brecha que era a única luz que se via naquela sala. Fiquei observando os postes e me perguntando o porque de tudo isso.

   Jimin off
   Elaine on

      Jungkook simplesmente me puxou da mesa do café, me levando para o quarto, no mesmo momento começou a arrumar suas malas e eu as minhas. Ele terminou e eu arrisquei perguntar.
  Elaine - E então, poderia me explicar oque ta acontecendo?
  Jk - Elaine... O J-Jimin... - ele disse pegando o celular e me entregando - Veja.
   Eu vi tudo oque pude e logo larguei o celular na cama. Jimin estava numa cadeira, sendo chicoteado e murrado. Na legenda estava escrito. " Venham imediatamente, ou digam adeus ao seu Jiminnie. "
   Eu estava tremendo e em pânico, Jungkook me abraçou e começou a chorar, e eu também, o abracei forte e ele também.
  Jk - Precisamos ir agora Elaine. Precisamos salvar o Jimin
  Elaine - Pois vamos logo atrás de passagens.
  Saimos do quarto, se estavamos preocupados se iriam reclamar da nossa saida repentina? Não. Simplismente saimos.
   Fomos pro aeroporto e ficamos esperando lá, o próximo voo só seria daqui a 2 horas, eu e Jungkook soavamos frio.
   Elaine - Hey eu sei quem pode nos ajudar.
  Jk - Q-Quem?
  Elaine - Vou ligar para Taehyung.



 


Notas Finais


... Jimin sendo torturado, sinto que vou receber bastante hate. Eu amo vcs tá, só pra constar. :')
Oque acharam do capítulo? Taehyung vai ajudar a encontrar Jimin? Comentem <3
Qualquer coisa falem cmg pelo twitter @twicota
Até o próximo capítulo. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...