História Unexpected Love (Camren) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Criminal, Dinheiro, Hot, Incesto, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Prima, Romance, Sexo
Exibições 434
Palavras 1.523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Droubble, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHA QUEM VOLTOU NO MESMO DIA??? ISSO MESMO
eu liberei esse cap pra vocês hoje por dois motivos: 1- eu prometi e 2- eu não consegui me segurar.
esse cap ta lindo demais, eu sorri tanto escrevendo ele
boa leitura e NOTAS FINAISSSSS

obs: leiam escutando Dope - 5H

Capítulo 10 - Beach Lover


Camila Pov's

Eu olhava para meu reflexo no espelho completamente assustada com o que eu via. Meu rosto estava inchado, meus olhos completamente vermelhos e sem vida e sem contar nas duas enormes olheiras que se encontravam em baixo de cada um deles. Eu usava um vestido florido e uma sapatilha qualquer. Eu não estava nem com ânimo e nem com vontade de me arrumar.

Muito contra a minha vontade Lauren me convenceu a sair um pouco de casa. Minha mãe ainda não podia receber visitas até seu quadro se estabilizasse um pouco já que frequentemente ela tinha quedas enormes de pressão e eu infelizmente não podia fazer nada a não ser rezar e esperar por alguma melhora. 

Tinham se passado apenas dois dias desde que Lauren tinha me dado a notícia. Eu estava consideravelmente melhor já que eu não chorava mais o tempo todo e nem ficava reclamando o quanto eu era uma fudida e o quanto a vida me fodia sempre. Eu resolvi aguentar, ser forte como Lauren disse. Chorar, gritar não vai fazer minha mãe levantar daquela cama e sair sambando por ai mas ter fé sim. Eu nunca fui muito devota a igreja e a Deus como Sinu, mas ainda sim eu acreditava que lá em cima tinha uma força superior olhando e cuidando de nós. Se o nome dele é Deus, se ele é preto ou branco ou até se ele é um homem eu particularmente não sei, a única coisa que eu sei é que ele estava lá ao lado de minha mãe, protegendo ela de tudo e de todos. Lauren tinha sido essencial para eu ter em mente tudo isso. Ela ao tempo todo me ajudou e se mostrou ser uma ótima amiga. Ela sabia me acalmar nas minhas crises de choros e sabia me alegrar quando tudo parecia sem sentido. Eu definitivamente não conseguiria sem ela.

– Vamos? - disse Lauren aparecendo no quarto com um enorme sorriso no rosto.

Ela estava absolutamente linda. Vestindo suas inseparáveis calças rasgadas, uma regata soltinha branca e nos pés um all-star branco de couro. Sorri para ela e assenti com a cabeça. Desci as escadas da sala encontrando tudo em uma paz enorme. Tia Clara só voltava amanhã e os empregados graças a deus estavam bem distribuídos pela mansão.

– Você não vai mesmo me contar aonde você vai me levar? - perguntei entrando no carro.

Dessa vez pela minha surpresa Lauren não estava com a sua espalhafatosa Ferra vermelha e sim com uma Range-Rover branca com o teto vermelho. Discreta mas ainda sim a cara dela.

– Não mesmo. - respondeu sorrindo.

Não posso mentir. Eu estava cada vez mais encantada por aquele seu lado. Ela não parecia aquela mulher briguenta e cafajeste que ela foi no nosso primeiro encontro. Muito pelo contrário. Ela parecia o oposto disso. Sorridente, amigável, simpática, engraçada. Totalmente apaixonante. 

O caminho foi tranquilo. A música ambiente no carro, a temperatura confortável do ar-condicionado e principalmente a tranquilidade que estava o trânsito em New York. Hoje definitivamente não era um dia agitado pelas ruas de NY. 

Sorri ao sentir o cheiro da maresia entrando pelas minhas ventas. Lauren foi diminuindo a velocidade do carro e estacionou o mesmo em uma vaga do outro lado da rua da praia. Olhei para Lauren e ela tinha um sorriso tão lindo no rosto que automaticamente eu senti meu coração queimar. Destravei meu cinto de segurança e sai do carro sendo acompanhada de Lauren. Atravessamos a rua e meu sorriso só crescia com a visão da água cristalina do mar formando ondas cada vez maiores para a felicidade de alguns surfistas que estavam presentes ali.

Tirei minha rasteirinha segurando a mesma e afundei meu pé naquela areia fofinha começando a caminha em seguida.

– Sabe, eu sempre venho aqui quando eu quero pensar, me distrair ou até mesmo relaxar. Na minha opinião não tem nada melhor do que a paz da praia. Sentar na areia e só ficar observando as ondas é melhor do que muita gente por aí. - disse esticando a toalha na areia e sentando na mesma. – Senta aqui sua fresca.

Eu particularmente não estava muito satisfeita em ficar toda suja de areia mas a voz da Lauren tão contagiante me chamando era impossível de negar um pedido daqueles. Respirei fundo e me sentei ao seu lado tentando ao máximo sentar exatamente em cima da toalha.

– Como você está Camz? - perguntou me olhando.

– Eu estou melhorando aos poucos. - tentei sorrir. Minha cabeça ainda estava a mil e eu ainda me sentia triste mas nada comparado a antes.

A natureza era coisa realmente incrível. Olhar para o mar me remetia um pouco a minha infância. Nós tínhamos uma casa da praia em Veradero Beach. Não era nada comparada a essa praia mas ainda sim era lindo. Eu, Sinu e uma amiga de infância Ally, sempre passávamos as férias lá quando eu tinha uns 11 anos. Era tudo tão diferente naquela época. Minha mãe saudável, meu pai ainda pagava a pensão. Bons momentos que hoje em dia não passavam de lembranças.

– É tudo realmente muito lindo. - eu disse olhando para Lauren.

– Só não é mais lindo do que você. - respondeu me fazendo corar. Eu claramente ainda não estava acostumada com essa nova Lauren.

– Minha mãe amava praias também, não era a toa que seu sonho sempre foi conhecer o Brasil. - comentei.

– Um dia eu levo vocês duas lá. - disse Lauren dando um beijo molhado em minha bochecha. – Vamos dar um mergulho. - disse se levantando e me estendendo a mão.

Ri e neguei com a cabeça. Nem a pau eu ia me molhar inteira com água salgada. Ainda mais sem um biquíni digno. Me surpreendi quando Lauren começou a se despir. Primeiro a blusa revelando seu sutiã branco de renda e quando ela ia tirar a calça eu me levantei em protesto.

– Você é irreversível. - disse bufando. Lauren abriu um sorriso e me puxou pelo braço correndo. – Mas e as nossas coisas quem vai tomar conta? - perguntei gritando enquanto ela me puxava.

– Relaxa e goza, Camila. - respondeu no mesmo tom que eu gritando.

Assim que a gente se aproximava da água o pânico crescia dentro de mim. Não, eu não tinha medo de água. Sim, eu não sabia nadar.

– Lauren, tá tarde acho melhor a gente voltar. - falei parando de correr respirando fundo em seguida. 

Lauren ignorou completamente as minhas palavras e deu um mergulho em uma onde enorme me fazendo ficar preocupada. Sorri quando ela emergiu e começou a me procurar dentro do mar fechando a cara ao me ver na parte rasa. Tecnicamente eu estava no mar. Não era necessário eu entrar completamente para me refrescar. Eu me sentia satisfeita ao só molhar meus pés.

– Camila, vem logo. - disse manhosa me gritando. Eu apenas neguei com a cabeça e para a minha surpresa Lauren não voltou a insistir, muito pelo o contrário. Ela voltou a mergulhar em ondas enormes.

Eu estava começando a ficar preocupada. Lauren estava na parte funda e tinha mergulhado a um tempo e até agora não tinha voltado. Um pânico começou a tomar conta de mim. Me virei para ver se tinha alguém que poderia me ajudar, mas nada. Literalmente ninguém. Até os projetos de surfistas que antes tinham ali pareciam ter desaparecido. Respirei fundo e pedi a Deus que me protegessem e entrei na água. Cada passo que eu dava meu coração parecia acelerar uma batida. Meu corpo já estava completamente emerso até que algo puxou a minha perna me fazendo afundar até que mãos seguraram a minha cintura e viraram rapidamente o meu corpo. Respirei fundo puxando todo o ar possível para dentro de meus pulmões e abri os olhos encontrando aquelas íris verdes tão conhecidas por mim.

–  Sua cretina. - gritei ao perceber que tudo não passava de uma brincadeira. Eu realmente estava puta.

Lauren ria descontroladamente e eu queria estapear ela toda até aquele rostinho estar coberto de hematomas e eu só não fazia exatamente isso por conta de meus braços estarem em volta de seu pescoço tentando não afundar.

– Você tinha que ver a sua cara. - repetiu pela milésima vez. Lá estava a velha Lauren de volta.

Eu amava ouvir a sua voz, mas no momento o som parecia não me agradar tanto como sempre fazia. Se ela continuasse rindo e falando aquelas idiotices a gente realmente iria ter problemas. 

– Você fica linda marretinha. - disse me olhando. Eu realmente deveria estar com um bico enorme.

– Você fica linda calada. - respondi e ataquei seus lábios.

Lauren não pareceu surpresa mas sim sedenta. Seu lábios tinham urgência e ansiavam pelos os meus. Nossas línguas travavam uma batalha totalmente excitante. Parecia que elas disputavam quem estava no comando. Separei nossos lábios puxando o seu lábio inferior tentando recuperar um pouco do ar que me faltava. Lauren como sempre me olhava tão profundamente que eu me sentia envergonhada e totalmente corada.

– Acho que vou abrigar desconhecidas na minha casa mais vezes. - brincou me roubando um selinho.

Eu sou e sempre vou ser a única desconhecida da sua vida. 


Notas Finais


esse cap tá um amorzinho e deu pra percber que as tá começando a brotar sentimento né??? ENTÃO SÓ DIGO UMA COISA: MUITA TRETA PRA CHEGAR!!!!!

bjssssssss se tiver comentário eu posto dois cap amanhã que nem foi hoje!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...