História Unexpected Love (Camren) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Criminal, Dinheiro, Hot, Incesto, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Prima, Romance, Sexo
Exibições 343
Palavras 1.811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Droubble, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAA OLHA QUEM VOLTOU????
gente eu fiquei muito feliz com a quantidade de comentários do cap passado e se for sempre assim vai ter DOIS CAP TODO DIA!!!!

obs: é obrigatório vocês escutarem a música que eu botei no PLAY NA MÚSICA!!!
notas finais e boa leituraaaa!!

Capítulo 15 - I Say Yes


Camila Pov's 

Ally não parava de tagarelar um minuto. Ela estava literalmente a mesma do ensino médio só que com algumas chatices a mais. Descobri algumas coisas sobre sua nova vida. Ela ainda morava na mesma casa ao lado da minha em Cuba e estava namorando a mais ou menos três anos com um rapaz chamado Troy. Sua família ainda era extremamente religiosa e consequentemente ela também continuava sendo. Não, eu não toquei no assunto Lauren. Na verdade eu quase não falei nada porque na maior parte do tempo Ally me cortava ou começava a falar sem parar e eu só assentia ou fazia comentários básicos. 

Nós não ficamos muito tempo no shopping. Ally queria comprar apenas coisas básicas para melhorar a estadia dela no hotel que não era lá muito luxuoso. Fomos em umas duas lojas de toalha de banho e em uma de pijamas. Ally escolheu em seguida pagou e nós fomos embora. Minha disposição estava zero e minha cabeça cheia. Eu ainda me sentia mal por Sinu e também por Lauren estar chateada comigo por uma bobagem. Eu sinceramente não entendia aquela garota. 

– Amiga será que esse é bom? - perguntou Ally pela milésima vez olhando o cardápio do Starbucks. Já estava chegando a nossa vez para fazer o pedido e ela ainda não tinha se decidido. 

– Esse é ótimo Ally. Escolhe logo e para de me perguntar. - resmuguei irritada. 

– Cruzes. - botou a mão no peito se fingindo ofendida. Revirei os olhos e sorri para a balconista assim que chegou a nossa vez. 

– Um frappuccino de frutas vermelhas e um de chocolate branco, por favor. - pedi simpática. Observei loira com cara de tédio anotar os pedidos e pedir os nossos nomes. O meu era de frutas vermelhas e o de Ally o de chocolate branco. Eu paguei tudo que deu no total de vinte dólares e assim que ficou pronto nós pegamos nossas bebidas e nos sentamos em uma das mesas do fundo. 

Eu não era muito fã de chocolate então eu sempre preferia optar por frutas. E era incrível como a combinação com café ficava surpreendentemente maravilhosa.  

– Camz, seu celular. - disse Ally me tirando do transe e apontando para o mesmo que vibrava descontrolado ao meu lado. Peguei o mesmo e estranhei quando vi Lauren escrito no visor. 

– Lauren? - perguntei assim que atendi. 

– Camila eu preciso te encontrar agora. - franzi o cenho. Será que tinha acontecido alguma coisa? 

– Eu to no Starbucks perto de casa com Ally. Tem que ser agora? - perguntei dando uma sugada no canudo do meu frappuccino. 

Eu não estava entendendo nada. Lauren parecia estar extremamente desesperada. Eu conseguia perceber sua voz um pouco trêmula. 

– Me espera exatamente aonde você está. Estou indo para ai. - disse desligando o telefone em seguida.  

Dei de ombros e deixei joguei o meu celular em cima da mesa novamente. Lauren provavelmente queria gritar comigo ou então falar umas poucas e boas pela minha atitude de mais cedo. 

– Amiga eu estou morta de cansada. A viagem foi longa e eu preciso descansar um pouco a minha beleza. Você se incomoda de eu ir para o hotel? - perguntou Ally fazendo um sorri brotar em meu rosto. 

Se eu me incomodava? Eu estava era dando graças a deus. 

– Claro que não. Pode ir tranquila. - respondi tentando soar o mais decepcionada possível. 

– Mais tarde eu te ligo. - disse me dando um beijo babado na bochecha pegando sua bolsa em seguida e saindo da cafeteria. 

Soltei um suspiro aliviado assim que eu vi o corpo de Ally atravessando a rua pelo vidro da cafeteria. Eu esperava mais do nosso reencontro. Ela continuava a mesma pessoa de cinco anos atrás. A mesma que me decepcionou e me magoou profundamente. Eu não era muito boa de perdoar as pessoas e definitivamente eu ainda não tinha superado sua atitude a anos atrás. E muito menos eu acreditada que ela estava em New York por minha causa. Ally não fazia o tipo de pessoa que se preocupava com os outros. 

(...) 

Trinta minutos e nada. Lauren ainda não dado as caras e eu já estava cogitando a ideia de ir embora. Minha bebida já tinha acabado a muito tempo e eu estava completamente entediada jogando um jogo qualquer em meu celular. Até que uma movimentação estranha na parte da frente da cafeteria me chamou a atenção. 

Estava todo mundo com os celulares para cima gravando alguma coisa que eu não estava conseguindo ver direito. Resolvi ignorar e voltei a prestar atenção em meu celular.  

– Camila. - ouvi alguém gritar o meu nome e me assustei quando eu percebi quem era. 

Lauren estava em minha frente com um lindo sorriso no rosto e com um violão preso em sua cintura. Eu não estava entendo porra nenhuma. Ela era rica o suficiente e não precisava fazer show ao vivo em uma cafeteria para se sustentar. E desde quando ela sabia tocar alguma coisa? Eu definitivamente tinha perdido alguma coisa porque nada ali fazia sentido para mim. 

Me assustei ainda mais quando Lauren se afastou um pouco de mim e subiu em cima da mesa em minha frente. Sua mão se posicionou no violão e ela começou a tocar uma melodia desconhecida por mim. 

(Play na música - One Life - Justin Bieber)

I know that you afraid, babe 

Eu sei que você está com medo, amor 

But you don't need to be saved, babe 

Mas você não precisa ser salva, amor 

You just need someone who understands 

Você só precisa de alguém que a entenda 

And I think I need the same, babe 

Eu acho que também preciso, amor 

Show me where you at, let's keep it honest 

Me mostre aonde você está, vamos manter isso honesto

Quando a voz extremamente rouca de Lauren preencheu todo o ambiente eu parecia ter entrado em uma espécie de transe. Suas íris verdes olhavam diretamente para mim enquanto ela cantava e tocava com uma calma assustadora. Eu não estava acreditando que aquilo tudo era para mim. Me assustei quando eu senti uma pessoa completamente desconhecida vir em minha direção e deixar uma rosa vermelha em cima da mesa. Peguei a mesma sorrindo e Lauren deu uma piscadela para mim. 

Hopefully you'll give me a chance 

Espero que você me dê uma chance 

All I want is love and romance 

Tudo o que eu quero é amor e romance 

I wanna give it all, give it all to you 

Eu quero dar tudo, dar tudo para você

Rosas e mais rosas chegavam em minha mesa pelas mãos de desconhecidos sem parar. Todo mundo ali observava Lauren cantando com um enorme sorriso no rosto e eu não estava muito diferente. O mundo parecia ter parado naquele momento.. Eu não conseguia acreditar que Lauren Jauregui estava se declarando para mim. Meus olhos já se encontravam marejados e naquela altura do campeonato meu coração parecia uma manteiga derretida. Eu estava completamente apaixonada por aquela mulher e acho que isso estava estampado na minha cara. 

I wanna dream what you dream 

Eu quero sonhar o que você sonha 

Go where you're going 

Ir para aonde você está indo 

I only have one life 

Eu só tenho apenas uma vida 

And I only wanna live it with you 

E eu só quero vivê-la com você 

I wanna sleep where you sleep 

Eu quero dormir aonde você dorme 

Connect with your soul 

Me conectar com a sua alma 

The only thing I want in life 

A única coisa que eu quero na vida 

I only wanna live it with you 

Eu só quero vivê-la com você 

Meu coração batia descompensado e eu estava a ponto de ignorar todas aquelas pessoas ali e correr para os braços de Lauren. Lauren cantou o último verso da música de olhos fechados e assim que ela acabou recebeu os aplausos de todo mundo. Eu estava impressionada com o quanto sua voz era linda. Um sorriso lindo brotou em seu rosto enquanto ela descia de cima da mesa. Meu coração parecia bater cada vez mais rápido enquanto ela caminhava em minha direção. Ela era tão linda. Parecia que ela tinha roubado toda a beleza do mundo só para ela e chegava a ser um crime a forma perfeita como seus lábios se abriam na hora de formar um sorriso. 

– Ai caralho eu tô nervosa. - disse Lauren pegando em uma das minhas mãos. Sua mão estava extremamente gelada e um pouco trêmula. – Eu tentei e só Deus sabe o quanto eu tentei ignorar esse sentimento aqui dentro Camila. Eu não sei que merda de bruxaria você fez mas eu sei que você fez alguma porque não é possível. - as lágrimas já caiam descontroladamente e o meu sorriso era tão grande que eu não sei como ainda não tinha rasgado o meu rosto e todos ali olhavam para nós suspirando. – Em menos de um mês você mudou a minha vida completamente. Esse seu jeito de menina mulher foi me encantando mais e mais e eu até agora não sei como demorei tanto tempo para perceber isso. Sim até eu me assusto com a minha atitude de vir até aqui te falar tudo isso. Mas é a verdade. Cada célula do meu corpo está completamente dependente de você. Cada batida do meu coração você está presente. Eu estou completamente apaixonada e entregue por você. - respirou fundo. – Eu sei que é brega e totalmente fora de moda mas eu preciso fazer isso. - Lauren se ajoelhou em minha frente e tirou do seu bolso uma caixinha vermelho aveludada. 

Eu não estava acreditando nisso. Minha boca secou e minha boca se abriu em um perfeito O. Lauren Jauregui estava realmente ajoelhada na minha frente. Só faltava ela dizer aquelas palavras tão comuns mas ao mesmo tempo tão significativas para me fazer enfartar de vez.

Lauren abriu a caixinha vermelha aveludada fazendo o O em minha boca abrir ainda mais. Era um lindo anel de outro branco que continha apenas uma única pedra solitária de diamante.  

 Karla Camila Cabello, você aceita namorar comigo? - disse fazendo toda a cafeteria gritar um ''sim'' enorme em resposta. 

Mordi os lábios antes de responder. Lauren me olhava com um olhar mortal devido a minha demora. Eu sabia a resposta e obviamente todo o Starbucks também mas era bom torturar Lauren um pouquinho. 

– É claro que sim sua idiota. - respondo ouvindo em seguida as palmas de todo mundo e um enorme sorriso aparecer no rosto de Lauren. 

Ela pegou delicadamente o meu dedo anelar e botou o anel de diamantes. Só aquele anel já comparava a minha casa em Cuba. Ri com o meu pensamento e dei um mini gritinho histérico assim que Lauren me pegou no colo me girando no ar em seguida. 

Camren era real agora. E ai de quem tentar se meter no meio da gente.


Notas Finais


SURTARAM MUITO????? SIM GENTE AGORA CAMREN É OFICIALMENTE UM CASAL!!!
como eu já disse eu fiquei MUITO feliz com os comentários no cap passado e se tiver sempre assim vai ter DOIS CAP TODO DIA!! ou até TRÊS!
Me digam o que vocês acharam desse pedido de namoro lindo nos comentários!!
bjsssss até mais tarde (talvez) <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...