História Unexpected Love (Camren) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Criminal, Dinheiro, Hot, Incesto, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Prima, Romance, Sexo
Visualizações 593
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Droubble, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


gente, desculpa a demora e culpem a minha internet por isso kkkkkkjk eu não estava conseguindo postar esse cap de jeito nenhum por conta disso mas agora aqui estou eu!!!!
esse cap tá um amor e eu recomendo para vocês escutarem True Love - The Weeknd na parte do hot SIM TEM HOT!!

boa leitura e NOTAS FINAIS!

Capítulo 16 - I Do Not Believe.


Camila Pov's 

Abri meus olhos, sem lembrar por que eu já estava sorrindo. Pisquei algumas vezes, tentando focar a minha visão e suspirei preguiçosamente. Um perfume amadeirado encheu meus pulmões, me fazendo alargar o sorriso. Seu cheiro estava por toda parte, me entorpecendo, e seu braço envolvia meus ombros, me impedindo de me mexer. 

Lauren ainda dormia como um bebê e eu tentava ter o todo o cuidado do mundo para não acorda-la. Sorrindo feito uma retardada, apenas fiquei observando-a dormir, fazendo um carinho devagar em sua barriga desnuda e me lembrando de tudo que tinha acontecido antes da gente parar ali apagadas na cama. 

Eu olhava para o lindo anel em meu dedo com uma admiração e uma surpresa tão grande. Parecia que ainda não tinha caído a fixa do que realmente tinha acontecido. Eu estava namorando. Eu estava completamente apaixonada pela última pessoa do mundo que eu achei que poderia me fazer despertar esse sentimento. Lauren Jauregui. Aquela mulher era o meu céu e o meu inferno. Ela podia me levar de um para o outro em uma rapidez tremenda. Mas eu não me importava com nada. Eu não tinha medo do que podia acontecer no futuro e se eu poderia sair magoada ou não. Eu estava extremamente feliz com o presente e era isso que bastava para mim. 

– Você pretendia ficar me olhando por quanto tempo? - ouvi sua voz baixa e extremamente manhosa dizendo me fazendo corar de leve. Lauren abriu os olhos e eu sorri de leve com sua cara inchada e seus olhos pequenos me encarando.  

– Não tenho culpa se minha namorada consegue ser linda até dormindo. - respondi beijando de leve sua bochecha. Lauren abriu um sorriso lindo em resposta. 

– Eu gostei dessa frase. - disse se virando de lado, nos deixando de frente uma para outra na cama.  

– Qual? - perguntei tentando me fazer de desentendida.  

– Você falando que eu sou sua namorada. - disse me puxando mais para perto dela fazendo minha cabeça descansar em seu ombro.  

– Se acostuma porque você vai ouvir isso todo dia agora. 

– Acho que posso me acostumar facilmente com isso. 

Quando eu ia abrir a boca para responde-la, Lauren me calou com um beijo delicado e sua mão que antes estava em meu quadril subiu para o meu rosto, enquanto a outra me abraçou pela cintura. Lauren me beijava sem pressa, em um beijo delicado. Nossas línguas brincavam uma com a outra, em um misto de provocação e delicadeza. Senti Lauren sorrir entre o beijo puxando meu lábio inferior em seguida. 

– A gente tem aula. - resmunguei quando seus beijos começaram a descer para o meu pescoço. 

– Odeio direito. - murmurou me soltando e  me dando espaço livre para eu me levantar.  

Me levantei e fui em direção ao banheiro de Lauren me despindo pelo caminho. Liguei o chuveiro e sem me importar com a temperatura da água eu entrei no mesmo. Para a minha sorte a água não estava muito fria e sim morna me deixando relaxada imediatamente. Me assustei quando eu senti duas mãos na minha cintura me puxando com força por trás. Quando Lauren tinha entrado no banheiro que eu não percebi? 

Lauren começou a beijar o meu pescoço delicadamente, me fazendo fechar os olhos e ficar toda arrepiada. Comecei a enroscar meus dedos em seu cabelos enquanto ela distribuía beijos e lambidas por toda aquela região. Seus beijos foram subindo até encontrar a minha bochecha e me virou sem muita delicadeza quando chegou nos meus lábios. Começamos um beijo calmo que foi criando intensidade a medida que Lauren me puxava mais e mais contra o seu corpo nu. Eu já me sentia excitada e se nós continuássemos nesse ritmo com certeza não acabaria bem. Senti suas mãos em minha bunda dando um leve impulso para eu subir em seu colo e assim eu fiz. Entrelacei minhas pernas ao redor de sua cintura sem quebrar o beijo e gemi alto quando eu senti seu joelho fazendo uma certa pressão contra a minha intimidade. Envolvi seu pescoço com os meus braços, retribuindo o beijo com vontade apertando mais as minhas pernas ao redor de sua cintura. 

Eu sabia que nós provavelmente iríamos chegar atrasadas e Lauren parecia não se importar com isso já que cada movimento que ela fazia era extremamente lento me torturando aos poucos. Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, Lauren me prensou contra a parede do box bem perto de onde estava o chuveiro fazendo a água quente cair diretamente em nossos corpos deixando tudo extremamente quente e sensual. Lauren desceu sua mão direita por toda a lateral do meu corpo até chegar em minha bunda aonde deu um tapa estalado e um pouco dolorido. 

– Cachorra. - gemi em resposta recebendo um sorriso malicioso em resposta. 

Sorri ao perceber um anel semelhante o meu em sua mão esquerda só que com o diamante um pouco menor e menos chamativo. Peguei sua mão e dei um beijo em cima do anel e um selinho carinhoso em seus lábios. Eu estava cada vez mais apaixonada por aquela garota. 

Lauren então desceu a mão da aliança por todo o meu corpo deixando um rastro quente aonde ela passava. Me surpreendi quando seu dedo começou a brincar com o meu clitóris. Minha intimidade estava mais molhada do que todo aquele banheiro. Eu não estava aguentando aquela tortura. Lauren me acariciava com uma lentidão desesperadora. Na tentativa de aliviar um pouco o meu tesão eu comecei a rebolar em sua mão fazendo minha intimidade literalmente se esfregar nos dedos de Lauren.  

– Pede. - sussurrou roucamente em meu ouvido enquanto seu dedo indicador provocava a minha entrada. 

– Enfia essa porra em mim logo. - eu disse gemendo em seguida quando senti seus dentes mordendo com força o meu pescoço. 

Lauren prontamente me obedeceu enfiando dois dedos em mim com força me fazendo soltar um grito satisfatório. Lauren me estocava com rapidez e precisão enorme me fazendo praticamente quicar em seu colo. Por eu estar suspensa eu acabei ficando um pouco mais alta que Lauren deixando os meus seios na altura exata do seu rosto. Lauren obviamente adorou a situação e quando tinha a oportunidade ela brincava e chupava os mesmos. A água quente que caía sobre nós parecia nos deixar ainda com mais tesão. Quando Lauren enfiou o terceiro dedo dentro de mim eu não aguentei e gritei alto. Tão alto que provavelmente eu tinha acordada o condomínio inteiro. Joguei a cabeça para trás fechando os olhos em seguida aproveitando cada segundo do meu ápice. Se Lauren não estivesse me segurando eu com certeza teria caído com tudo no chão. Lauren foi diminuindo a intensidade das estocadas até parar completamente tirando os dedos de dentro de mim em seguida. 

– Seu gemido é o melhor som do mundo. - disse sorrindo enquanto eu tentava recuperar a minha respiração. Desci do colo de Lauren entrando com tudo no chuveiro em seguida. 

– Agora vamos tomar banho. - eu disse brincalhona e Lauren revirou os olhos. 

Só eu tinha recebido prazer e provavelmente ela não tinha gostado muito disso. Mas nós não tínhamos mais tempo e eu não queria perder mais um dia de aula. 

– Prometo te recompensar depois. - sussurrei em seu ouvido e Lauren abriu um sorriso malicioso. 

(...) 

O resto do banho foi tranquilo. Lauren não tentou mais nada e nós conseguimos tomar um bom banho. É claro que rolou uns beijos e algumas carícias mas eu não deixei passar disso. Em seguida eu fui para o meu quarto e me vesti. Optei por um cropped branco com algumas tiras e uma calça rasgada jeans. Nos pés uma bota com um saltinho baixo e na maquiagem apenas um rímel básico. Observei sorridente a minha aliança no dedo antes de ir para o quarto da minha namorada. 

Lauren ainda estava apenas de toalha observando o seu closet. Nós ainda tínhamos uma hora para chegar na faculdade aparentemente nossa transa não tinha sido tão demorada assim. De longe eu já tinha achado o look ideal. Entrei em sua frente e peguei um cropped estampado e uma calça jeans clara. Um óculos escuro e um salto preto básico para completar. 

– Além de namora é personal style? - disse brincalhona pegando as roupas da minha mão e jogando na cama.  

– Aproveita. - respondi sorrindo e saindo do quarto. 

Desci as escadas e cheguei na cozinha observando todos na mesa tomando café. Tia Clara quase não parava mais em casa devido as diversas viagens que ela fazia quase todo dia para um país diferente. 

– Que saudade querida. - disse Clara vindo em minha direção me abraçar. Sorri para ela e tentei corresponder. 

Não, ela não sabia de mim e Lauren e eu esperava que não descobrisse tão cedo. Era tudo muito novo entre nós e eu não queria magoar alguém que tinha sido tão bom para mim que nem Clara. Ela estava sendo praticamente uma segunda mãe para mim e eu consigo imaginar a sua decepção se souber que eu me envolvi com sua filha. 

– Como está Sinu? - perguntou se sentando na mesa e eu fiz o mesmo. 

– Respondendo bem ao tratamento. - respondi sorrindo e pegando um pedaço de bolo. 

Clara assentiu e voltou a comer sua salada de frutas. Para a minha sorte em poucos minutos Lauren desceu e eu sorri ao perceber que seu look era o que eu tinha escolhido. Ela estava linda do jeito que eu imaginei. 

– Oi mãe. - disse cumprimentando Clara com um beijo na bochecha antes de se sentar. 

– Olá Lauren. - respondeu sorrindo. – Meninas eu estou indo para o Brasil e eu não sei quando eu volto. Michael irá comigo. Nós temos um caso lá que podem levar semanas até ser resolvido. Eu espero que vocês consigam conviver juntas esses dias e qualquer coisa me liguem que eu volto correndo ok? 

Não pude evitar de abrir um sorriso. Eu e Lauren teríamos a casa só para nós. De novo. 

– Boa viagem tia. - digo tentando parecer o mais normal possível. 

–Vai com Deus mãe. - disse Lauren abraçando sua mãe. Sorri com sua atitude. Realmente Lauren tinha mudado muito. 

– Beijo meninas. - disse saindo da mesa e se despedindo. 

Lauren me lançou um sorriso malicioso e eu ri em resposta. Aquela garota não prestava. 

(...) 

O caminho para a faculdade tinha sido tranquilo. O trânsito estava razoável e nós conseguimos chegar no horário. Assim que Lauren estacionou o carro na vaga do estacionamento do campus e eu peguei minha bolsa do banco de trás abrindo a porta do carro em seguida. Lauren me acompanhou e saiu logo em seguida. Me surpreendi quando senti sua mão se entrelaçando na minha. Eu iria demorar para me acostumar 100% com aquilo tudo. 

Entramos na universidade de mãos dadas atraindo alguns olhares curiosos para nós duas. Afina era Lauren Jauregui de mãos dadas com alguém. Dei algumas risadas com algumas meninas que olhavam para nós com um olhar de inveja e algumas até com ódio. Tadinhas. 

– Camz. - escutei alguém me gritando. Franzi o cenho e olhei para o lado. 

Não, não podia ser. Ally estava vestida toda de rosa com uma mochila de oncinha e com um enorme sorriso no rosto caminhando em minha direção. Olhei para Lauren e a mesma sorriu debochado para mim. Dessa vez eu não estava me importante. Lauren era a minha namorada e eu não tinha mais motivos para não falar sobre ela para alguém. 

– Eu me matriculei aqui ontem. E adivinha? Vamos estudar na mesma sala de novo! - disse Ally batendo palminhas animada em minha frente. 

Engoli a seco. Eu não estava acreditando nisso.


Notas Finais


SIM GENTE KKKKKKKKKKK A ALLY É O TERROR
as tretas estão chegando com tudo e será que esse amorzinho camren vai durar? DEIXEM NOS COMENTÁRIOS O QUE VOCÊS ACHAM!!

vocês já sabem como funciona, agora que minha internet tá boa eu posso postar cap mais tarde mas só com comentário e outra coisa: A FIC CHEGOU A 100 FAVORITOS! EU TO TÃO FELZI MUITO OBRIGADAAAAAAA

enfim, bjsssss até mais tarde ou até amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...