História Unexpected Things - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~UnicorniosLife

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vkook, Yoonmin
Exibições 216
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Alo, voltamos com um capítulo maior :v espero q gostem e eu n revisei pq to com preguiça

VRA

Capítulo 8 - A fools of tears


Fanfic / Fanfiction Unexpected Things - Capítulo 8 - A fools of tears

P.O.V Yoongi

Me encontro neste exato momento na porta de meu quarto, olhando Jimin arrumar sua mala, sempre tão leve, mas está chorando, seus olhinhos inchados o deixam tão fofo. Estou encarando ele faz um tempo, e por causa disso, ele deve ter notado.

– Hyung? — ele me chama.

– Hum...Ah....Sim? — ele me desperta de meus devaneios.

– Eu n-não quero ficar 2 anos longe de v-você — ele vem até mim e me dá um abraço apertado novamente.

– Eu também não quero mas seu trabalho é o que importa. — dou um suspiro triste — iremos nos ver no Natal, certo?

Ele fica estático por um tempo, mas logo me abraça mais forte.

– Eu acho que sim. — Levanto sua cabeça — Eu te amo Min Yoongi?

– O que seu coração diz? — encaro seus olhos.

– Ele não para de bater rápido. — ele ri.

Não resisto ao seu sorriso e ataco seus lábios, mas percebendo que fui meio bruto, acabo diminuindo a intensidade, fazendo disso nosso beijo de despedida. Nos separamos do beijo pois nossos pulmões já estavam necessitados de oxigênio.

–Olhe para o céu cheio de estrelas todas as noites e não esqueça de sempre observar o brilho da lua, Jimin.

A infeliz hora de ir chegou. Fico olhando Jimin se distanciar dentro do carro da empresa, o ser mais importante da minha vida acaba de sair dos meus braços, é como se viesse um monstro e o arrancasse de mim, Jimin, por favor volte logo.

Já são exatas 22:46, o momento do vôo de Jimin. Fico olhando para o céu, como sou idiota, quais são as possibilidades de o avião que for passar por entre esse céu for o do meu Jimin? Eu me sinto um completo idiota por não estar suportando a ida de Jimin. Acalme-se Min Yoongi são apenas dois anos.

Duas merdas de anos.

Já se passaram 4 horas, Jimin já chegou? Desbloqueio a tela do meu celular e vou ao telefone. Me deparo com o número de Jimin na discagem rápida e dou um sorriso bobo, o telefonando imediatamente.

Chamando....
Chamando....
Chamando....

O número no qual você está ligando não pode receber ligações no momento, ligue novamente mais tarde.

Por que tão longe Jimin? Por que Nova York?

Me afundo no travesseiro e deixo-me cair no mundo dos sonhos.

P.O.V Hoseok

Estou correndo para o aeroporto indo pegar Adrian, então é verdade, pessoas apaixonadas são realmente desesperadas. Já furei 4 sinais, que se foda, o que importa é pegar Adrian o mais rápido possível. Chego no aeroporto e me deparo com um ser de cabelos rosa bebê e olhos azuis olhando para todos os lados, ah Adrian, sempre tão desnorteado.

Desço do carro e vou de encontro a ele, o mesmo me encara em cada movimento que faço. Chego perto dele e sussuro em seu ouvido.

– Uma boa criança sempre obedece seu pai não é mesmo? — falo de forma provocante.

– Hey seu pervertido. — ele bate em meu ombro.

Dou umas risadas e afago seus cabelos, lhe dando um beijo, o que fez o mesmo ficar surpreso. Pego suas malas e me direciono até meu carro de forma rápida, observando Adrian tropeçando nos próprios pés tentando alcançar meus passos.

– Por que tanta pressa seu louco? — indaga o menor.

– Quanto mais rápido chegarmos — dou uma leve mordida em sua orelha — será melhor baby.

Ele se arrepia.

Já nos encontramos em casa. Largo as malas de Adrian em um lugar qualquer e o jogo no sofá.

P.O.V Adrian

Hoseok me joga brutalmente no sofá já atacando meu pescoço dando fortes chupões que deixaram uma marca duradoura, eu começo a gemer de uma forma descontrolada, meu corpo estava tremendo, ele coloca a mão por debaixo da minha blusa e começa a explorar aquela parte do meu corpo.

– Hoseok — cubro meu rosto corado.

– Calado. Não lembro de ter deixado você falar algo. — ele afirma com sua voz rouca.

Hoseok remove minha blusa em uma velocidade absurda, ele começa a fazer sucções enlouquecedoras em meu mamilo esquerdo, enquanto aperta o direito, eu já estou duro e ele percebeu isso, ele repete o mesmo em meu mamilo direito e desce com sua língua pelo meu peitoral me fazendo arquear as costas, seus toques são tão gélidos, e isso é maravilhoso. Ele remove minha calça me deixando apenas de cueca, estou totalmente entregue a ele, ele começa a massagear meu membro por cima da cueca, mas a remove logo depois.

Hoseok abocanha meu membro me fazendo gritar de prazer, ele estava removendo toda minha sanidade, ele morde a minha glande, logo depois começa a dar chupões pelo meu membro e ao mesmo tempo o massageando.

– Hoseok eu...— tento avisar a ele que ia gozar mas era tarde demais.

Gozei em sua boca, e ele engoliu tudo, notei a sua grande ereção, deve estar doendo, deitei ele na cama e comecei a tirar sua calça.

– Não faça o que você não quer. — ele fala preocupado.

– É quem disse que eu não quero, Daddy? — ele se arrepiou e retirei toda a sua calça, beijei sua virilha e ele gemeu. Tirei sua cueca e beijei sua glande melada de pré-gozo. Chupei toda a sua glande e ele arqueou as costas gemendo alto.

– Ah baby, sua boca é maravilhosa....hum — engoli todo o seu membro, fazendo movimentos rápidos de vai e vem. Passava a língua em suas veias saltadas e em sua glande. Meu corpo é puxado bruscamente para cima e Hoseok me beija.

– Quero gozar só dentro de você, baby —me vira de quatro e estende dois dedos para mim. — Você vai gemer baixo, e se desobeder, vai ser punido. — bate na minha nádega e eu reprimo um gemido. Sinto dois dedos dentro de mim e mordo meu lábio inferior, a dor é horrível e arde muito, faz muito tempo que não fazemos isso. Ele movimenta seus dedos cada vez mais rápido fazendo movimentos de tesoura.

– Agora vem a melhor parte baby.

Ele me faz sentar em seu membro com força, me fazendo gritar de dor, me sinto sendo rasgado ao meio. Hoseok começa com movimentos lentos, mas como já estou fora de si, começo a ir forte contra seu membro, ele notando o meu desespero, começa a estocar forte em minha próstata e sinto uma dor forte em meu pescoço, o mesmo está mordendo meu pescoço ao ponto de sangrar.

– Você é tão apertado.

– M-mais rápido, Daddy — gemo alto e sinto um tapa em minha nádega, rebolo em seu membro e ele geme rouco. Sinto um aperto em minha cintura e Hoseok começa a se movimentar mais rápido. Tampo a boca para controlar os gemidos, que saem abafados, minha respiração fica cada vez mais descompassada e eu sinto meu baixo ventre formigar.

– Daddy, eu vou gozar.

– Goza, baby, goza pra mim. — rebolo mais em seu membro e sinto o orgasmo chegar, manchando o sofá. Hoseok dá mais algumas estocadas e goza dentro de mim.

Nós dormimos juntos, mas não, não foi de conchinha, estávamos jogados na cama de tanto cansaço.

– Eu te amo, baby, e sou capaz de dizer isso em 10 línguas para fazê-lo feliz.

– Eu tamb-

Acabo caindo de sono antes de falar, desculpe Hoseok.

P.O.V Hoseok

Acordo e vejo um ser de cabelos rosa dormindo fofamente ao meu lado, como eu pude me apaixonar? É tão estranho ter este sentimento. Pego o meu celular que estava na cômoda ao meu lado e vejo uma chamada perdida de Yoongi, o que será que aconteceu? Ele raramente me liga... Não aguentando a curiosidade acabo ligando para ele.

*Ligação on*

– Yoongi?

– O que quer? — ele está com a voz chorosa.

–..... Está chorando por quê? — ele não fala nada, só ouço ele chorar.

– Yoongi onde está Jimin?

– Jimin, Jimin, o Jimin foi embora, Hyung, ele me abandonou.

– O quê?


Notas Finais


A uni q fez isso *foge*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...