História Unfaithful - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Visualizações 15
Palavras 1.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola, mais um cap pra vocês espero que gostem. Vou tentar melhorar a sinopse, mas não prometo nada...

Capítulo 8 - Capítulo VIII


Acordei, para minha surpresa á luz do sol não me incomodava nem me despertara. Senti estar aninhada á alguém, olhei e era o Sasuke-Kun. Flashes da noite anterior vieram a minha mente me fazendo lembrar-me da noite passada.


Arregalei os olhos e o que sentia não era nada bom, eu me sentia culpada e envergonhada. Lembrei-me de Gaara... Gaara! Tenho que voltar ao meu quarto, se alguém aparecer e não me ver lá estarei perdida. Apressada vesti minhas roupas e com minha movimentação acabei acordado Sasuke.

–Aonde vai com tanta pressa? - indagou enquanto esfregava um dos olhos.


–Esqueceu que eu ainda estou noiva e agora moro na mansão kazekage? E se alguém aparecer no meu quarto?


–Entendo - sua voz estava rouca por ter acordado agora, senti um pesar a mais em sua voz.

Quando terminei de vestir-me completamente, olhei novamente para a cama observando Sasuke-Kun.

–Sakura! - disse Sasuke ao me observar, seus olhos estavam mais negros do que de costume.

–Se quiser vou com você?


–Não precisa Sasuke-Kun - sorri nervosa para ele.


–Hn.


–Não fique bravo comigo, passei uma noite toda só com você. – subi sobre a cama sentando-me em cima de seu corpo nu.

–Fique comigo aqui. – fazia voz manhosa, mal ele sabe como quero ficar aqui e esquecer-me desse casamento, de Konoha, Suna e de Gaara.


–Desculpe-me, mas tenho que ir. – o beijei intensamente saído de seu colo rapidamente.


(...)

–Bom dia minha Hime-Chan– A acordei.

–Na-Naruto-Kun – Gaguejou enquanto se espreguiçava ao meu lado.

–Dormiu bem?

–Sim Naruto. – Beijei sua bochecha esquerda fazendo-a corar.

–Como você é linda Hinata. – acariciei sua bochecha com os dedos a beijando logo em seguida.

–Na-Naruto. – Sorri ao ver suas expressões.

Levantei-me da cama indo em direção a janela.

–Aonde vai Naruto? – perguntou preocupada comigo.

–Já tomei muito de seu tempo minha Hime, vou para casa.

–Você ainda não está bem recuperado, volte me deixe... – Corte-a.

–Não Hina-Chan, escute vou para casa tomar um banho. Encontre-me no Ichiraku Ramen na hora do almoço.

–Tudo bem Naruto.

Pulei a janela do quarto de Hinata indo para casa.

(...)




Saltei com muita velocidade sobre os altos telhados de Sunagakure, esta muito quente mesmo sendo tão cedo. Cheguei á mansão Kazekage e pulei na janela do meu quarto, ouvi batidas na porta!

–Droga! - me joguei na cama e me cobri como podia.

–Sakura, posso entrar? - falou deixando a porta entre aberta.

–Sim - falei baixinho.

Abriu a porta e me encarou, seu olhar me acalmou instantaneamente.

–Bom dia!

–Bom dia!

–Está tudo bem? - falou se aproximando.

–Claro! - falei com um sorriso meio automático, mesmo estando calma, tinha consciência do que eu havia feito.

–Está suada, teve febre?

–Não, eu só senti um pouco de calor, a manhã de Suna é bastante quente! - tentei disfarçar.

–Sim, creio que não se acostumou ainda. Temari disse que estava com dor de cabeça, não lhe vi desde anteontem, então resolvi vir aqui lhe convidar para um passeio. - falou calmamente.

–A sim, estou animada!

–Bom eu vou descer, se apronte, estarei lhe esperando na sala.

–Ah sim, eu já desço.

Ele não falou mais nada, apenas deu de costas e saiu trancando a porta sem fazer barulho.
Sozinha com meus pensamentos.

–Eu preciso de um banho! - falei á mim mesma.

Fui ao banheiro e me despi, entrei embaixo no chuveiro e para minha sorte a água estava fria. Relaxou-me. Deixei que as inúmeras gotas bailassem por meu corpo me deixando aliviada por completo.

Kami-sama, eu estou prometida á Gaara, eu não deveria ter feito isso! Eu me sinto culpada, mas meu sentimento por Sasuke é tão... Forte! Eu não quero deixá-lo, pois lutei tanto para tê-lo junto a mim.

Não, não posso desapontá-lo? - balancei a cabeça espantando esses pensamentos.


Terminei o banho e me enrolei numa toalha, fui até o quarto e me vesti. Uma roupa rosa e verde, diferente de todas que eu tinha. Os tecidos pesados bem típicos de Suna.
Fui para a sala de estar e Gaara estava lá!

–Está linda! - falou sorrindo tímido, chegava a ser fofo este jeito dele.

–Obrigada! Aonde iremos? - perguntei curiosa, de repente a companhia dele me pareceu agradável.

–É surpresa! Hn... Sakura, por acaso, você se lembra de algo do nosso jantar?


Parecei para pensar no que havia acontecido e notei que eu realmente não me lembrava! O que será que eu fiz? Será que bebi de mais?

–An... Não Gaara, por quê? - olhei nos seus olhos.


–Ah por nada, só perguntei, pois você acordou com dor de cabeça então eu pensei que poderia estar doente...

–Ah entendo, eu estou bem! - sorri passando segurança á ele.

–Vamos? - estendeu sua mão e eu á segurei.

–Vamos!

Pensei que iríamos andar um pouco, mas andar não fazia o forte de Gaara. Uma nuvem de arei surgiu de baixo dos nossos pés, e eu fiquei surpresa, tanto que quase cai de cima dela. Ele, porém me segurou fazendo eu me encaixar em seus braços. O fitei.

–Obrigada! - disse um pouco corada.

Ele sorriu de volta, eu estava tão perto de seus lábios que agora faziam uma linha reta e fina. Eram de uma cor demasiada creme, similar á cor da sua pele. Pareceu-me tão convidativo.
Olhei de relance para baixo, e vi que já havíamos saído da mansão e eu nem notei, estávamos voando alto.

–Bom eu vou te levar para um lugar de Suna que ninguém vai, na verdade ninguém além de mim conhece.

Estavas-mos bem longe da maioria das casas, paramos em cima de uma montanha bastante alta, dava para ver toda á vila daqui de cima.

–Incrível!

–Agora feche os olhos - falou divertido com minha expressão.

Fiz o que ele pediu e senti uma venda ser colocada sobre meus olhos. Ele amarrou firme e me guiou até... Não sei onde!

–Está preparada? - indagou.

–Sim! - disse sorrindo.

A venda foi tirada de meus olhos revelando um lugar surpreendente. Várias árvores até onde minha vista alcançava e havia grama, mas em Suna? - ergui uma sobrancelha com minha anotação pessoal - um lago no meio das árvores com uma pequena cachoeira. A água era extremamente cristalina.

–Gaara... É lindo! - falei boquiaberta encarando o lugar.

–Esta é a floresta de Suna!

–Floresta? Em Suna?

–Sim, mas apenas o Kazekage pode vir aqui, eu sempre ficava aqui sozinho desde criança...

–Quando o Shukaku aparecia, eu vinha para cá! - falou com os olhos, talvez, marejando.

–Hey, não fique triste!

Ele me encarou surpreso, toquei sua face á alisando.

–Ver você triste me deixa mal! - disse simplesmente - Agora vamos tomar um banho neste lago?

–H-hai!

Eu segui á sua frente em direção ás águas retirando então meu vestido ficando apenas com as peças íntimas. Vi que ele corou quando me encarou.

–Não tenha vergonha! Venha! - convidei enquanto entrava na água que estava fria, como a do banho só que mais fria que a de lá.

Ele então retirou sua cabaça das costas e foi retirando suas roupas, que eram muitas e pareciam tão pesadas quanto as minhas. Ficou apenas de cueca box vermelha. O encarei.
Seu corpo é tão perfeito! Mordi o lábio só de pensar nas noites que passaria com ele depois que virarmos marido e mulher. O pensamento me pareceu tão bom e tão ruim ao mesmo tempo. Gaara entrou na água e eu fui mais para o fundo. Ele parecia não ter muita habilidade dentro da água. Sorri.
Estávamos no meio do lago e eu joguei um pouco do líquido cristalino no rosto dele. Ele permaneceu imóvel e fez uma expressão confusa!

–Seu bobo, agora jogue água em mim! - falei enquanto gargalhava.
Ele fez o mesmo, com um pouco de receio.

–Dá para destravar? Vamos Gaara eu sei que você consegue! - jogava mais e mais água nele.


Então o mesmo parecia ter entendido como funcionava. Ficamos brincando assim por algum tempo. Horas talvez? Ele corria atrás de mim e eu mais me afogava do que fugia. Á quanto tempo não me divertia assim?
Depois fomos para debaixo da cachoeira, ao menos eu porque Gaara não chegava nunca, era tão devagar para nadar.
Fui para trás da cachoeira, estava um pouco escuro mais a água que descia por cima iluminada o local. Nem notei que ele estava ali.

–Ah - gritei de susto!

–Te surpreendi rosada?

Gargalhei e ele se aproximou mais de mim. Olhei nos seus olhos, que sensação estranha!
Chegou bem perto á ponto de me deixar sem saída, senti minhas costas serem pressionadas nas pedras lisas atrás de mim e algo massagear meus lábios.
Apaixonado, inesperado e intenso. Assim eu descrevi o beijo que recebi do ruivo neste dia.
Ele se enlaçou em mim enquanto deslizei meus braços sobre seu ombro e entrelacei meus dedos em seus cabelos, puxando com força em seguida.
A urgência nos dominou naquele momento e tudo havia desaparecido, eu não pensava em mais nada á não ser eu e Gaara!
Sua língua quente e úmida pedia passagem para dentro da minha boca, eu concedendo sentia que me rendia á ele á cada segundo que se passava. Maravilhoso.
Paramos e nos encaramos.

–Eu te quero! - suas palavras me fizeram arrepiar dos pés á cabeça.


Notas Finais


Nos vemos ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...