História Unforgettable - Camren G!p - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Dinah Jane, Keana Marie, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Romance, Vero Iglesias
Visualizações 855
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi povo da madrugada!! Tem alguém ai? Apareça nos comentários, obrigada kkkkk

Sem muito o que falar hoje, vamos pro capítulo

Capítulo 10 - Continua grossa


Fanfic / Fanfiction Unforgettable - Camren G!p - Capítulo 10 - Continua grossa

POV Lauren

Voltamos pra mesa recebendo olhares curiosos, Camila apenas sentou no lugar dela e começou uma conversa com Dinah. Eu fiquei mexendo nas redes sociais, Karla com certeza, quer me matar por ter ido ao banheiro justo no momento em que Camila foi. Não demorou muito para o intervalo acabar, voltei para sala acompanhada de Normani e Keana, as mesmas também fazem faculdade de arquitetura

— Por que você foi atrás da Camila? — Mani perguntou desconfiada, ela nem piscava esperando minha resposta

— Fui saber se ela precisava de ajuda, ninguém se manifestou — a respondi dando de ombros

— Tão cuidadosa — Keana disse rindo me fazendo revirar os olhos. A professora chegou encerrando nosso assunto e começando a aula

As horas passaram voando, terminei de guardar meu material na bolsa e sai da sala vendo aquela multidão no corredor. Mandei mensagem pra Karla, pedindo pra ela ir direto pro estacionamento. São três andares, Karla que começou a fazer faculdade de jornalismo, fica no primeiro andar junto de outras salas com outros cursos. Vero também cursa jornalismo, por incrível que pareça ela gosta

— Camila abre mares também? — ri vendo as pessoas abrirem um espaço pra latina passar, eles estavam comendo ela com os olhos. Ela parecia um pedaço de carne no meio das pessoas. A mesma me olhou e sorriu. Harry e Dinah, estavam com ela, em cada lado estava um deles, ninguém ousou olhar torto para o Harry. Eu tive tanta dó dele quando o idiota do Austin, estava maltratando ele, que quando eu ia fazer algo, Camila já tinha ido pra cima dele

— Acorda Lauren — os dedos de Camila estralaram na minha frente me tirando do transe

— Lauren ficou assim a aula toda — Keana disse enquanto estávamos nos dirigindo pra fora do prédio

— Agora deu pra ficar me vigiando — bufei

— Você que é lerda mesmo — pra quê inimiga se eu tenho uma amiga dessa?

Assim que saímos do prédio, de longe já dava pra ver Vero e Karla encostadas no carro. Minha namorada mexia no celular, enquanto Vero parecia está dormindo em pé, o óculos não deixava eu visualizar, mas eu iria descobrir isso agora. Cheguei de mansinho e tirei seus óculos rapidamente, seus olhos inchatos e a expressão assustada que ela tinha fez todas rirem da coitada

— Sua filha da mãe — ela me xingou encostando novamente no carro

— Vamos logo amor, preciso fazer um trabalho urgente — Karla disse apressada

— Eu acho que sua namorada tá com um santo estudioso, não pode nem ver um trabalho que já quer fazer — Vero falou de olhos fechados e bocejando em seguida

— Até eu tô estranhando — Camila falou rindo e Karla a fuzilou com o olhar

— Ok gente, vamos embora logo

Falei sentindo o clima pesar por mais lados, Dinah e Normani também se encaravam, pareciam estar na própria bolha. Karla, entrou no carro assim que eu destravei o mesmo, Normani havia saido do mundo da Dinah e se despediu das outras meninas, Keana e Vero fizeram o mesmo. Eu não arrisquei ficar sozinha com a Camila, só dei tchau pra ela e entrei no carro calada. Liguei o carro e o silêncio reinou, eu apenas imaginava que em algumas horas eu estaria trabalhando, minha cabeça latejava só de pensar, ai eu lembro que é por uma boa causa. Sair daquela casa

POV Camila

Fechei a porta de casa me permitindo relaxar, Dinah veio o caminho todo falando sobre o que eu fiz, e o que eu deixei de fazer. Ela só não me esganou porque eu estava dirigindo, se não fosse por isso, eu poderia muito bem estar morta

— Mila, compra pizza? — Dinah pediu manhosa me olhando com aquele olhar do gato de botas. Ela deveria parar de assistir vídeos de gatinhos fofos

— Tá me achando com cara de banco? — perguntei me jogando no sofá, eu estava cansada e logo no primeiro dia, parece até que eu não conheço medicina. Faz dois anos e isso ainda me causa dor nas costas, me sinto uma velha de 80 anos

— Tira os pés, Camila Cabello!

Ouvi a voz autoritária da minha mãe e sorri amarelo assim que olhei pra ela. Só Sinu para

— Você não toma jeito mesmo — ela riu vindo sentar ao meu lado — Cadê sua irmã?

— Desculpa mama, mas eu não tenho interesse de saber sobre a vida da sua filhota — falei sincera e ela bufou negando

— Eu falo se a senhora comprar pizza — Dj falou se animando no sofá, ela gosta de manipular as pessoas e é ótima nisso. Minha mãe riu da loira

— Fala Dj

— No quarto dela estudando — ela disse. Minha mãe levantou e Dinah fez o mesmo

— Isso é sério?? — mama perguntou estranhando

Karla nunca gostou de estudar, o histórico dela parece um banco de sangue, só nota vermelha

— Eu mostro e ganho minha pizza, fechado?

Dinah continuou a manipulação sobre a coitada da minha mãe. A loira estendeu a mão como um acordo e minha mãe, boba nem nada, apertou e acompanhou Dinah. Eu também resolvi subir, precisava de um banho demorado e minha cama

— Senhorita, telefone para você

A mesma empregada da manhã, me estendeu o telefone. Quero tanto saber quem é o filho da puta que tá me ligando desde de manhã

— Obrigada por ter paciência com essa pessoa — falei divertida pra ela e peguei o telefone, a mulher saiu me deixando sozinha e eu finalmente atendi aquele ser

Telefone On

— Quem é? — perguntei curta e grossa

— Continua grossa

— Então é você? Fala sério, Paul — bufei passando a mão no rosto, ele iria ficar me perturbando até eu aceitar uma nova corrida, tenho certeza

— Você não atendeu minhas chamadas, então decidi ligar pra você e ter perturbar pelo telefone da sua casa

— Eu nem vi suas chamadas, estava na faculdade — falei levantando e subindo pro meu quarto

— Não importa, só quero te avisar que terá uma corrida nova no fim de semana, acho bom você comparecer, se não…

— Se não o que? Vão me expulsar? — gargalhei alto ouvindo um palavrão do homem

— Multa alta, Camila — ele disse sério — Por enquanto é assim, depois piora

— Tá bom, parou o drama, avisa pros machos que eu comparecerei, só porque eu estou com vontade

— Finalmente!! — ele comemorou do outro lado da linha

— Diga com todas as minhas palavras, quero bastante murmúrios

Telefone Off

 Joguei o telefone na cama ainda pensando nas minhas palavras. Eu vou mostrar pra eles quem manda


Notas Finais


Estou pensando em daqui pra frente ser apenas meu POV, mas nada confirmado. Teve algumas alterações na fic, porém, nada muito grande, eu apenas estou renovando minhas idéias

Beijos meus amores! Comentem, favoritem e distribuam amor por onde passarem, até a próxima 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...