História Unforgettable Love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Castanhari, Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Felipe Castanhari, Lukas Marques, Personagens Originais
Tags Castanhari, Cocielo, Daniel Molo, Felipe Castanhari, Lukas Marques, Paulo Balth
Visualizações 9
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Acabei caindo no sono. Acordei, olhei no relógio *Era 19h15*. Tomei um banho e me arrumei. Coloquei meu vestido Preto favorito, um salto da mesma cor, passei um batom vermelho e fiz uma maquiagem bem bonita. Já pronta fui buscar as minhas amigas Luana e Isabelle. No carro fomos conversando:

Belle: De quem é a festa?

Eu: É de uns amigos meus, aqueles do restaurante da sexta passada. Lembra que contei pra vocês?

Luah: Eu lembro, mas já tá assim? Chamando pra festinha na casa deles?

Belle: Ue, depois da Ange ter desmaido no carro com o Lukas e ido dormir lá, quer intimidade maior? - disse dando uma risada irônica.

Eu: Engraçadinha, sabe como fico quando exagero no álcool.

Belle e Luah: Oh se sabemos!

Rimos e continuamos a conversar enquanto íamos pra casa do Lukas. Depois de alguns minutos chegamos lá, descemos do carro e entramos na casa. Estava tudo arrumadinho pra festa, nós fomos as primeiras a chegar. Notei que havia um cara diferente. Estavamos entrando na sala quando escutei alguém descendo as escadas, olhei em direção à escada e logo vi. Era o Lukas, ele estava lindo, ainda que ele não estivesse tão arrumado. Ele desceu as escadas e veio em minha direção, o cara diferente veio atrás dele. Ele me abraçou, me deu um beijo no rosto.

Lukas: Você tá linda! - disse em voz baixa no meu ouvido.

Eu: Você também! - sussurrei no ouvido dele. Ele sorriu e já foi me apresentando ao cara misterioso, que por sinal também era lindo.

Lukas: Esse aqui é o Tiago, mas todo mundo chama ele de Tistocco, chamem ele do que prefirir. - disse com uma mão apoiada nas costas do Tistocco. - Essa é a Ange e essas são as amigas dela...

Eu: Oi, prazer! - disse com voz animada. - Essas são a Luana e a Isabelle.

Belle: Oi, prazer! Me chamem de Belle, prefiro assim!

Luana: Prazer também. Me chamem de Luah. Mas porque Tistocco?

Tistocco: É porque meu nome é Tiago Stocco, aí é tipo uma união do meu apelido que é Ti com meu sobrenome. - disse ele sorrindo.

Luah: Entendi. Gostei de você. - disse dando uma gargalhada leve.

Assim que Luah terminou de falar, Rafa chegou.

Rafa: Oi Ange, que bom que você veio! Ta bonita ein?! - disse com um sorriso.

Lukas balançou a cabeça como se não tivesse gostado do que o Rafa disse.

Eu: Oi Ursinho, obrigada! - disse dando uma risada envergonhada. - Oh, essa é a Luana e essa é a Isabelle. Pode chamar elas de Luah e Belle, mais fácil!

Rafa: Prazer meninas! - disse enquanto as abraçava, em seguida dando um beijo no rosto de Belle.

Logo pensei que com certeza ele havia gostado dela.

Rafa: Mas Ange, porque vc me chamou de ursinho? - perguntou com um sorriso sem graça.

Eu: Porque você parece um! Você é muito fofo cara! - respondi sorrindo e o abraçando pela cintura, enquanto ele me abraçava com os braços em meu ombro.

Lukas foi até mim, pegou na minha mão e me puxou. Soltei de Rafa e saímos de perto deles e fomos até o quarto dele. Subindo as escadas olhei pra trás e dei um tchauzinho pras meninas, mas elas estavam conversando com os meninos e nem perceberam. Continuei a subir e fomos para o quarto.

Chegamos no quarto, entramos. Lukas fechou a porta e fomos pra varanda. Encostei na sacada, ele fez o mesmo.

Lukas: Você tá bem?

Eu: Ah, to sim. Porque a pergunta?

Lukas: Você parecia triste. Aconteceu alguma coisa?

Eu: Nada demais. Estava vindo pra cá e vi meu ex com a atual namorada dele e que por sinal é bem mais bonita que eu!

Lukas: Impossível! Você é perfeita! - disse olhando pra mim e sorrindo. - Sei que é chato falar sobre isso, mas porque vocês terminaram?

Eu: Na verdade foi eu quem terminei.

Lukas: Osh, mas porquê?

Eu: Não gosto de falar sobre isso. Ninguém sabe o verdadeiro motivo pelo qual terminei com ele. Todos pensam que foi porque eu queria ficar sozinha até terminar o curso da faculdade.

Lukas: Se não quiser falar, fica a vontade. Eu te entendo. - disse enquanto acariaciava meu rosto.

Eu: Quero contar. Me sinto bem com você mesmo te conhecendo à apenas uma semana. E vai ser um alívio falar isso com alguém.

Tirei a mão dele do meu rosto e a segurei, olhando nos olhos dele, tentando segurar as lágrimas.

Eu: Uns 4 meses atrás, acho que em uma sexta feira, fui jantar com minha mãe e o meu padrasto para comemorar o aniversário de 1 ano de casamento deles. Matheus disse que não ia poder ir comigo pois iria fazer hora extra no trabalho e depois iria jantar na casa de sua irmã.

Lukas: Até ai, ta tudo ok. Continua!

Eu: Jantei e fui embora, tinha que passar na casa da Belle, ela ia dormir lá em casa. Matheus mora duas ruas antes da casa da Belle e como de costume passei pela rua da casa dele. O pior erro da minha vida! Ele estava saindo do carro com uma garota e logo em seguida puxou ela pela cintura e começou a beija-lá. Fiquei em choque, parei o carro, ele escutou o barulho e olhou em direção ao carro. Quando me viu, gritou meu nome e saiu correndo em minha direção. Acelerei o carro e sai dali rapidamente. Liguei pra Belle e inventei uma desculpa qualquer pra ela não dormir na minha casa. Foi o pior dia da minha vida!

Sem que eu pudesse controlar uma lágrima caiu, depois mais uma e em segundos já estava aos prantos. Lukas me abraçou, pediu pra que eu ficasse calma e foi limpando meu rosto com sua mão. Ficamos abraçados por alguns minutos, até que eu me acalmasse. Já mais calma e sem chorar, Lukas tentou me consolar.

Lukas: Você é linda! Quero te ver bem, tá bom?- disse com um sorriso carinhoso no rosto.

Eu: Tá bom! Enquanto você estiver aqui comigo eu vou ficar bem! Você é um anjo! Obrigada por me ouvir, obrigada mesmo, não sei como te agradecer!

Lukas: Não precisa agradecer!

Me abraçou novamente e o soltei, saindo da varanda e indo para o quarto. Foi quando ele me puxou pela cintura e começou a me beijar. Em menos de segundos já não conseguia me lembrar e nem pensar em mais nada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...