História Unfortunately Pregnant - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho
Tags Baekhyun, Baekmyeon, Baekxing, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Gravidez, Kaibaek, Lemon, Longfic, Melhores Amigos, Mpreg, Sebaek, Sebaekxing, Sexing
Visualizações 2.679
Palavras 1.556
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi kjkjkjkj voltei depois de milhões de dias aiai
Só queria dizer que meu celular ainda não voltou do conserto então eu tomei vergonha na cara para continuar o cap pelo notebook
Os outros avisos estão nas notas finais, leiam por favor *~*
Boa leitura xuxus, espero que gostem 💜

Capítulo 11 - Unfortunately not so bad


Fanfic / Fanfiction Unfortunately Pregnant - Capítulo 11 - Unfortunately not so bad

Uma música calma soava no ambiente e o clima estava ameno por conta do ar condicionado. Foi quase por instinto, que levei minha mão direita à altura de minha barriga, que sequer possuía algum volume e a acariciei carinhosamente, sentindo uma sensação boa se apoderar de mim.

Tudo havia se tornado muito mais fácil depois de contar para Chanyeol que eu estava grávido, mesmo que nós não tivéssemos nos visto mais desde o dia no hospital. Apenas o fato de não carregar mais esse segredo comigo, me deixava aliviado e em paz. Porém ainda faltavam os outros meninos saberem da notícia, mas, desde que eu já havia dito para Yixing que a minha gravidez não era mais um segredo, ele provavelmente se encarregaria de contar para os outros meninos, pois a primeira pergunta que me fez, foi se podia fazer isso por mim.

 Então, quando meu celular começou a vibrar incessantemente, eu soube imediatamente qual o assunto e qual chat estaria fazendo meu celular se agitar daquela forma e sorri, imaginando o que eles estariam falando.


 Soo: Me explica essa história de estar grávido Byun Baekhyun

 Nini: A parte que me deixou mais curioso é sobre não saber quem é o pai, conta por favor

 Door: Eu sempre pensei que o primeiro a dar cria aqui, fosse ser o xing 

 Xing: Se você quiser eu ja tô rs

 Door: Quem sabe um dia bebê 
 Até lá, a gente pode ficar tentando (aquela carinha) 

 Baekhyun: Porra, sexting aqui não


 Chano: Se vocês perceberem, se tirar o t fica sexing
Seria um sinal? 

 Soo: Porra, verdade

 Nini: Altas teorias viu, mas eu ainda quero saber quem é o pai 
 Chano: Sou eu 

 Door: Fala Baek, eu quero muito saber!

 Baekhyun: O Chan já falou


 Soo: É sério?

 Chano: É

 Xing: Que? Como assim você é o pai? 

 Door: Ah tá, que eu acredito

 Nini: Conta Baek vai, dessa vez sério

 Baekhyun: É o Chan, eu já disse 


 Xing: Como assim?

 Nini: Como que isso aconteceu? 

 Chano: Vou precisar mesmo explicar?

 Door: Pô, vocês estão juntos? Por que não contaram antes?

 

 Seria meu sonho? 


 Baekhyun: A gente não tá junto 

 Chano: Pois é

 Xing: ?

 Baekhyun: Credo Xing, travou foi? 


 Door: Só sei que ele tá surtando do meu lado 

 Chano: kkkkkkkkkkkkkk

 Soo: Me expliquem essa história

 Nini: Tô chocado
 Quem diria que vocês são amigos que transam

 Chano: A gente tava bêbado, nem começa

 Xing: Dizem que a gente faz tudo que tem vontade quando está bêbado 

Baekhyun: Uau, que forte

 Reflexivo demais viu 


 Xing: Deixo no ar... 

 Chano: Tá
 Bae, que horas a gente vai pro hospital? 

 Nini: Hospital por quê? 

 Baekhyun: Nem é curioso, viu 

 Pode ser 10:00 


 Soo: Ai gente, falem 

 Chano: Primeira ultrassom rs 

 Door: Ai que fofo, parecem dois casados falando do primeiro filho 

Baekhyun: . 


 Chano: . 


 Fiquei acariciando minha barriga por mais alguns minutos até lembrar que não demoraria muito para que Chanyeol chegasse. Levantei e tratei logo de tomar um banho e me arrumar rapidamente, para só então a campainha tocar avisando que Chanyeol havia chegado. 

 Peguei meu celular e minhas chaves, logo abrindo a porta e dando de cara com Chanyeol, que me deu um olhar ansioso.

 - Pronto? - Ele me perguntou, enquanto eu saía porta afora e trancava a mesma. 

 - Não exatamente - Suspirei, olhando para si - Mas estou ansioso. É uma sensação muito estranha ter algo crescendo dentro de você, mas não deixa de ser bom. E você?

 - Não sei, a ideia de ter um filho é legal e tudo o mais, mas sei lá? - Ele riu de sua fala confusa - É muito estranho se acostumar com a ideia e, bem, eu não esperava que fosse com você e ainda mais da forma que foi… E tem a questão financeira, com quem ele vai morar e tantas outras coisas que… 

 - Quê? Você tá preocupado com isso? No momento eu só me preocupo com o quanto eu vou engordar e nenhuma roupa vai servir em mim - Interrompi ele - Relaxa, certo? Deixa para se preocupar com isso mais para frente, a gente mal fez a primeira ultrassom… 

 - Falando nisso, por que você demorou tanto para fazer a ultrassom? E para me contar? - Perguntou com o cenho franzido.

 - Bem… Eu ainda estava pensando sobre ter realmente esse filho… Para falar a verdade eu estava ignorando o fato de estar grávido desde o começo, então eu não iria te contar se fosse abortar… - Enquanto falava, eu sequer conseguia olhar em seus olhos, pois sabia que eles me transmitiriam todas as emoções que Chanyeol estava sentindo naquele momento. 


 Porque o olhar de Chanyeol era como um mapa de seus sentimentos.


 - O quê? Você ia abortar e não ia contar para ninguém? - Sua expressão se tornou um misto de choque e um pouco de raiva - Baek, isso é sério?

 - Sim? - A minha afirmação acabou saindo como uma pergunta e eu suspirei - Eu não sabia o que fazer, tá legal? Eu estava com medo e sozinho, tantas possibilidades passaram pela minha mente, que você nem imagina. Cheguei até em pensar que você reagiria mal, que você negaria esse filho e várias outras coisas ruins, mesmo sabendo que você não é esse tipo de pessoa. Mas nesses momentos, tudo parecia ser uma possibilidade viável. 

 - Mas Baekhyun, é por esse motivo que você não pode guardar tudo pra você dessa forma, eu já te falei um milhão de vezes - Eu assenti e comecei a andar em direção ao elevador, um pouco envergonhado pelas lágrimas que enchiam meus olhos, quando ele segurou meu pulso, me fazendo parar. - Me promete que nunca mais vai fazer isso? De guardar esse tipo de coisa para você e sofrer sozinho? - O olhar que Chanyeol me deu foi tão intenso que eu não pude evitar de encarar suas orbes escuras e expressivas - Promete?

 Eu assenti, ainda sem palavras e ele me puxou para um abraço forte, onde eu pude perceber sua fragilidade. Chanyeol era um homem alto e forte fisicamente. Sua postura era séria, porém ele também era o melhor quando o assunto era descontrair. Mas ele sempre foi o mais frágil entre nós dois, ou pelo menos era o que mais externalizava isso, mesmo quando se tratava de coisas pequenas.


 Será que ele tinha tanto medo de me perder quanto eu tinha de perder ele? 


 - Shh… Desculpa. Vamos apenas compensar isso, certo? - Afaguei suas costas carinhosamente e ele apenas assentiu e se afastou de mim, sorrindo para mim antes de pegar minha mão e andando comigo até o elevador. 


 *** 


 Me arrepiei ao sentir o gel gelado em minha barriga e Chanyeol deu uma risada baixinha ao meu lado. Eu estava sentindo uma ansiedade estranha e acabei por me perder em pensamentos, resultando em um susto ao sentir o médico começar a mexer um aparelho pela extensão da minha barriga. 

 - Para de rir idiota, vou jogar esse troço na sua cabeça - Falei revoltado quando ouvi ele rir novamente. 

 - Calma bebê, se fosse eu você também iria rir - Disse ele, segurando a risada.

 - Queria que fosse você mesmo, babaca.

 - Oh, parece que temos uma supresa por aqui - Interrompeu-nos o médico, nos fazendo lhe olhar de forma curiosa - Parabéns, você está grávido de gêmeos. 

 Eu arregalei os olhos e fiquei boquiaberto de imediato, quando olhei para Chanyeol, pude ver que sua expressão não era muito diferente da minha.


 A única diferença era o enorme sorriso que ele ostentava. 


 Eu me encontrava dividido entre o choque e o desespero, mas aquela sensação me parecia tão boa e tão certa que eu não pude reprimir um sorriso ao olhar para a tela. Olhei para Chanyeol e vi que ele sorria também. 


 Talvez essa gravidez não fosse ser tão ruim assim.


 Quando nos sentamos junto à mesa do médico, ele me indicou uma bateria de exames necessários para verificar se tudo estava bem com os bebês e eu marquei todos para o dia seguinte, que seria o dia da minha folga.

 - Eu vou ter que te receitar alguns remédios para fortalecer seu sistema imunológico, já que você está doente e algumas vitaminas para suprir as suas necessidades e as dos bebês. Você também deve evitar esforços consideráveis e situações de estresse ou que o levem a sentir emoções muito fortes, pois o começo da gravidez é um dos mais delicados, onde pode acontecer um aborto espontâneo com mais facilidade - Disse o médico, anotando algumas coisas no receituário e me entregando logo em seguida - Você tem que retornar para consulta obrigatoriamente a cada 30 dias, porém se você sentir a necessidade, pode ser uma vez por semana ou a cada 15 dias, de acordo com o que você preferir. 

 - Obrigado - Chanyeol agradeceu, sorrindo simpaticamente para o médico. 

 Quando entramos no carro, Chanyeol começou a falar aleatoriamente e de forma empolgada sobre algumas expectativas que ele possuía para com os bebês. Era muito bom lhe ver sorrindo e falando animadamente sobre o quanto ele queria que fosse um casal e que ele queria que os dois fossem unidos e tudo o mais. Eu só pude reagir rindo, ao ver sua precipitação com a situação. 

 É, definitivamente aquela gravidez não seria ruim.  


Notas Finais


Esse capítulo foi meio estranho, mas como é um cap de transição a gnt releva qqq
Eu queria deixar claro que se passam vários dias entre os caps (essa frase ficou confusa berro, mas eu quero dizer que os caps não tem uma ordem cronológica sabe, no sentido de que cada cap é um dia da vida deles, mas eu vou ficar situando vcs através do numero de meses da gravidez e tal)
Enfim, ficou mais confuso kjjjkkkkjj
Muito obrigada pelos comentários e pelo apoio recebido nos últimos dois caps de aviso que eu postei, sérião 💜 eu posso não ter respondido todos, pq eu tive que apagar, mas eu tenho todos printados e li todos
Muito obrigada pelos faves (quase 500!!!!!!!¡!!!!!!!) de verdade
Amo vcs beijaoooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...