História Unhinged - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Amizade, Drama, Harry Styles, One Direction, Romance
Exibições 99
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HELLO FOLKS, gente, quero pedir perdão por não ter respondido alguns comentários ainda, eu estava viajando, cheguei e minha casa está uma loucura, não tive tempo de arrumar ainda e pra completar vou trabalhar 3 plantões seguidos e semana que vem mais 3, então estou na correria, só entrei pra postar um cap, não quero deixar vocês na mão, é isso, boa leitura e recomendo ouvirem Revival da Selena Gomez,

Capítulo 5 - Revival


Fanfic / Fanfiction Unhinged - Capítulo 5 - Revival

Sabe quando você está em um lugar, e ele é o último lugar do mundo em que você queria estar, mas infelizmente não tem como fugir? Então é exatamente assim que me encontro, terei que enfrentar Harry muito antes do que eu planejava e em circunstâncias totalmente diferentes das que eu imaginava. Questiono-me se esse namoro do Styles é o motivo pela Eva não ter tocado em seu nome nas últimas semanas, e de ter me dado apoio em colocar o fim no que fosse ''aquilo'' que tínhamos. Como já disse antes, ela sempre foi a maior defensora dele e recentemente, ela não agiu como de costume, agora vendo ele de mãos dados com sua namorada na casa dos seus sogros, tudo faz sentido pra mim. Eva já sabia, e parando pra analisar a situação, isso é meio óbvio, a questão em si é, como EU não sabia? Com certeza está espalhado em todos os sites, jornais e programas de TV do mundo inteiro.

- Sinto muito. – Mamãe sussurrou ao apertar minha mão. Dei um singelo sorriso para ela e balancei a cabeça. Parecia até uma cena de pegadinhas de programa de TV, ou era isso que eu queria acreditar.

- Esse não é seu namoradinho, Mia? – Papai se aproximou para não causar alarde com sua pergunta.

- Não, ele é só um amigo. – Afirmei no mesmo tom que ele. Papai me analisou por uns segundos, negou com a cabeça e soltou um ''a quem você está querendo enganar''? Voltou-se para os Danvers que estavam se apresentando para o Harry.

- Oh, esses são os Swanepoel, amigos de longa data. – Senhor Danvers nos apresentou, como se precisasse. A Barbie Malibu Teen, que eu descobri que se chama Amanda, abraçou meus pais e eu percebi que essa não era a primeira vez que ela os via, então liguei ao fato do Senhor Danvers ter falado ''amigos de longa data'', como não pude perceber antes o entrosamento de minha mãe com a Barbie Malibu Mãe? É, parece que estou deixando tudo passar despercebido ultimamente.

- Eu já os conheço. É muito bom revê-los Senhor e Senhora Swanepoel. – Harry abraçou minha mãe e em seguida cumprimentou meu pai, que fechou a cara pra ele, e eu sei muito bem o motivo.

- Como assim se conhecem? – A Barbie Malibu questionou puxando Harry para seu lado, não dando chances dele me cumprimentar, e meu desgosto por essa loura aguada só cresce.

- Ele já foi namoradinho da minha filha. – Engasguei com as palavras do meu pai, meus olhos se arregalaram, OH MEU DEUS, olhei para o meu pai sem acreditar. Mamãe o olho com um sorriso de admiração, ela gostou do que ele falou. Os Danvers se entre olharam, e foi nítido o desconforto deles, olhei para a Barbie e sua cara estava vermelho tomate e o aperto de suas mãos nas do Harry se tornou mais forte, fui capaz de perceber isso, pois ele fez uma careta e me encarrou.

- Uhm, já que as apresentações estão dispensadas, vamos para a sala de jantar. – Senhora Danvers quebrou o silêncio que a fala de meu pai tinha causado. Meus pais os seguiram e eu pedi licença, avisando que iria ao meu banheiro, afinal fui interrompida naquela hora e agora mais do que nunca eu preciso respirar um pouco.

Fiz meu caminho até o local que me foi dito que o banheiro ficava e quando fechei a porta atrás de mim, respirei fundo repetidas vezes, fui até a pia, liguei a torneira e joguei um pouco d'água no meu pescoço, e fiquei repetindo pra mim mesma que eu conseguiria passar por esse jantar sem chorar na frente de alguém ou atacar a Barbie Malibu. Claro que eu conseguiria, eu tinha decidido parar de ser uma apaixonadinha idiota e me tornar uma mulher de vez por todas, certo? Então é isso que irei fazer, por mais que eu tenha sido pega de surpresa e ter ficado abalada com esse repentino namoro do Styles. Quando me senti preparada para voltar e enfrentar esse jantar, a porta foi aberta, pelo espelho vi a figura de Harry fechar a porta e me encarar com aqueles olhos tão hipnotizantes.

- Mia. – Sua voz rouca causou aquele tão familiar formigamento.

- Harry. – Virei-me para encará-lo.

- Você parou de responder minhas mensagens. – Acusou. Oh, então é por ai que ele vai?

- Será que foi porque elas se tornaram obrigatórias e não espontâneas como costumavam ser? – Rebati.

- Eu não penso assim. –

- Jura? Então deixa eu ler algumas pra você. – Peguei meu celular e procurei suas mensagens, comecei a ler e os conteúdos eram quase os mesmo, ''Em Londres, só de passagem'', ''Em Monique, gravação de programa de TV'', ''Em Sydney, gravação do The X Factor'', ''Show no Japão'' e por ai vai. Nada nunca mais do que isso.

- Você sabe que eu nunca fui de digitar muito. – Se defendeu e essa desculpa apenas fez com que meu sangue fervesse.

- Harry, vamos simplificar as coisas por aqui, ok? Você saiu da minha casa chateado comigo, eu entendo, não estava nos meus melhores dias. Depois disso, você não foi mais o mesmo comigo, as mensagens continuaram, mas pra mim era melhor não tê-las do que tê-las dessa maneira. Eu não sei o que foi que aconteceu com a gente, nem mesmo chegamos a discutir e desde que você foi para a Irlanda parece que tem mais do que um oceano entre a gente, e isso NUNCA aconteceu. Nem mesmo quando paramos de nos falar, e agora você aparece do nada com uma nova namorada? Não ouvi uma palavra sequer sobre essa Barbie Malibu de você, e você sempre me contou tudo sobre suas paqueras. – Ele quis me interromper, mas eu não deixei, agora que eu tinha começado, iria terminar. – Antes mesmo de ver você de mãos dadas com aquela coisa loura eu tinha tomado uma decisão e agora ela parece à coisa mais sensata a se fazer, e eu vou ser a primeira a falar, estou acabando com qualquer coisa que existia entre a gente, e antes que você diga que não passávamos de amigos, você sabe muito bem que éramos muito mais do que isso. O que estou querendo dizer é que não irei mais pra cama com você, não irei mais beijar você, não servirei mais de diversão e muito menos de escape pra você enquanto não encontra uma nova modelo para namorar. Eu cansei, não quero mais isso pra mim, eu mereço mais. – Senti como se um peso tivesse sido retirado dos meus ombros, eu finalmente tinha falado para ele.

Seus olhos se estreitaram, ele fez um careta, como se não estivesse acreditando no que tinha acabado de ouvir. Ele fez menção em se aproximar, mas a batida na porta o fez parar.

- Harry, você está ai? – A voz da loura aguada soou. Ele soltou um ''merda'', bagunçou seu cabelo e me olhou de uma forma que eu não soube decifrar.

- Sua namoradinha está te chamando, não é educado deixar alguém esperando. Tchau Harry, felicidades. – Disse ao abrir a porta e dar de cara com a lourinha aguada, ela me olhou furiosa.

- O que você estava fazendo trancada no banheiro com o meu namorado? – Rosnou.

- Pergunte a ele. – Limitei-me a responder, procurei pela sala de jantar e me sentei entre meus pais, não demorou muito para o casal aparecer, eu agi como uma lady, fingi que Harry não estava sentado na minha frente, mesmo sentindo seu olhar sobre mim o tempo todo. O jantar ocorreu sem nenhum acidente, porém o clima já não estava tão agradável como antes. A loura me fuzilava a cada minuto, ficava abraçando e beijando o Styles constantemente, chegava a ser ridículo. Ela queria me mostrar que era ela quem estava com ele agora, bom querida, vai fundo e faça bom proveito do pouco tempo que você tem, até porque não irá durar muito, assim como todos os outros relacionamentos dele. Sorri orgulhosa de mim por ter sido forte e não ter dado pra trás. Uma nova era está começando pra mim, uma era sem ser escape de Harry Styles.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...