História Unidos pelo sangue. - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~MaryAckerman

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Idade Média, Incesto, Luta, Magia, Romance, Sereia
Visualizações 12
Palavras 463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia
Avisos: Adultério, Incesto, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse é o meu primeiro capítulo, então não sei se ficou bom, mas prometo que depois volto para ver se melhoro.
Espero que gostem. 🤗

Capítulo 1 - Filhos da noite.


A noite estava clara e agradável, uma brisa suave e gélida passava pela pacata cidade Elven, mesmo sendo inverno, aquela noite parecia mais com uma noite de primavera, mulheres passavam usando seus longos vestidos, crianças corriam de um lado para o outro em uma pequena praça, onde lindos botões de rosas vermelhas se recusavam a se fechar para a chegada do inverno.

Nessa linda cena primaveril-invernal um homem usando um manto negro cavalgava rapidamente em direção a um chalézinho.

Em um salto desceu do cavalo e se apressou para entrar.

- Eliza! - A porta se abriu com um estrondo, causando um leve susto nas parteiras que ajudavam uma mulher morena deitada em uma cama.

- Shhhhh!  Não a deixe mais estressada. - Uma mulher com aparência de quarenta anos o reprimiu.

O homem retirou o manto, revelando um rosto lindo, olhos verdes e cabelos castanhos, o único defeito em sua face era uma cicatriz, que cortava seu rosto ao meio.

- Não me peça para me acalmar! É o filho que está nascendo! 

- Seus filhos!  - A mulher que antes o reprimiu agora o fitava com um olhar de alegria e ironia.

- Me - Meus filhos! São gêmeos! Acho que preciso sentar um pouco. - Disse enquanto puxava uma cadeira para perto e desfaleceu sobre ela.

- Hahahaha! Quer dizer que o tão renomado cavaleiro Saigai Raesc não aguenta as novidades de ser pai de gêmeos. - A mulher morena segurava seus dois filhos em seu colo, de um lado um menino, e do outro uma menina.

- Seu nome será Haru, você se tornará um guerreiro forte e corajoso como seu pai, e protegerá sua irmã. Você minha doce filhinha, se chamará Hana, você irá desabrochar como uma flor. - A mulher lança um olhar de alegria para o homem desfalecido na cadeira.

- Venha Saigai, venha ver nossos filhos.

O homem rapidamente se levanta da cadeira e segura a menina no colo.

- Como pode, esses cabelos loiros como o sol ?

- Ela os herdou de meu pai.

O homem a segura frente ao seu rosto, logo assim que a menina abriu seus olhos é viu uma figura que para ela parecia um mostro, pós-se a chorar.

- Aí meu Deus! O que o papai fez pra você? Acho melhor você ir com a mamãe. - Disse enquanto colocava a menina de volta no colo da mãe e pegava o garoto.

- Vamos ver se você tem sangue de cavalheiro menino.

O homem lançou um olhar tão cruel que poderia assustar um adulto, porém de nada serviu,  já que o garoto o encarou com um olhar de raiva e gritou. 

- Hahahaha!  Ele será um bom cavalheiro.

- E ela será uma boa dama. - Disse a mulher enquanto fazia cócegas na barriga da menina.

- Nós seremos bons pais. 

- Seremos mesmo Eliza, nós seremos.










Notas Finais


Esse capítulo ficou curto porque é apenas uma introdução.
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...