História Unidos por um sonho quase destruido - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Exibições 6
Palavras 561
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, não vou mas poder posta todos os dias, mas vou atualizar sempre que puder.
Bjusss boa leitura😘

Capítulo 7 - Diuly


Lucas P.O.V

Desde que esbarrei naquela garota na lavanderia não consigo mas tira-la da minha cabeça, morrendo de curiosidade para saber seu nome, idade, do que gosta. Para a minha sorte ela começou a estudar na mesma escola que eu.

Ela não percebia mas ficava encarando ela durante as aulas, seus cabelos negros que chegavam na metade da costa, seus olhos cor de mel, parecia um adolescente de 13 anos.

Fizemos um trabalho juntos e não pude deixar de tentar me aproximar dela, o que deu certo pois acabamos nos beijando e como ela beija bem. Nos conhecemos melhor, descobri que ela sofreu um assidente e por isso usa a prótese, teve de amputar a perna.

Descobri também que ela dança desde seu 6 anos, o que é uma coincidência porque eu também danço. Mas para meu azar, no dia da entrega do trabalho. A Diuly, uma menina que não larga do meu pé me agarrou na frente de todos inclusive da Renata.

Eu sabia que ela tinha ficado chateada, vi isso em seu rosto, procurei ela pela escola inteira, mas já sabia onde a encontraria. Fui para a sala de dança onde achei ela e ela estava linda dançando uma música que não lembro o nome mas sabia a coreografia.

Comecei a dançar com ela e tentar explicar o que havia acontecido, o que resultou em eu beijar ela é a diretora ver. Ficamos de castigo e tivemos que arrumar a biblioteca mas a Renata chegou lá toda machucada e eu estava disposto a descobrir quem fez aquilo.

Estava andando pelos corredores da escola pensando em quem poderia ter feito aquilo com a Renata, olhei para cima e vi câmeras de segurança, tive uma ideia na hora mas precisava da ajuda do meu melhor amigo.

Achei o Matheus se agarrando com uma menina do primeiro ano. Fui até ele sem ele perceber.

— Interrompi? - perguntei com a maior cara de inocente.

— A cara, fala sério - ele disse assim que a menina saiu correndo e fizemos um toque.

— Agora papo sério, preciso da sua ajuda .

— Fala aí cara.

— A gente tem que invadir a diretoria - ele arregalou os olhos.

— Você está louco? Pra que você quer fazer isso? - ele estava quase gritando.

— Primeiro fala mas baixo, segundo eu preciso descobrir quem bateu na Renata.

— Aquela garota da sua sala com a perna de lata? - meu sangue ferveu nessa hora.

— Ela mesma - disse com a cara mau humorada.

— Não sei não cara - disse incerto.

— Você tá me devendo, lembra quando eu consegui fazer você ficar com a minha prima, ou quando eu encobri você para você ir naquela festa.

— Tá cara, o que eu tenho que fazer - disse ele se rendendo, convencer Matheus de qualquer coisa era super fácil.

[...]

Estávamos no corredor da diretoria, não tinha ninguém na escola, estavam todos em suas salas. Vimos a diretora sair da sua sala, era nossa chance.

Fomos correndo em direção a sala.

— Me avisa se alguém estiver vindo - disse para Matheus entrando na sala.

Fui em direção a mesa da diretora, tinha que achar as filmagens de ontem. Quando achei comecei a assistir, passei para a hora da saída e vi pela filmagem três garotas batendo na Renata, sabia muito bem quem eram.

Como essa puta ousou. Sai da sala da diretora com meu sangue fervendo.

— Iai descobriu alguma coisa? - perguntou Matheus interrogativo.

— Foi a Diuly.



Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Bjusss até o próximo!😘💝


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...