História Unintentionally loved you - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iruka Umino, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Maito Gai, Matsuri, Minato "Yondaime" Namikaze, Mitsuki, Moegi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Borusara, Boruto, Hinata, Naruhina, Naruto, Sakura, Sarada, Sasuke, Sasusaku, Shikamaru, Shikatema, Temari
Exibições 57
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Josei, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Foto do capitulo é o Akira.
Espero que gostem.

Capítulo 26 - Sozinhos em casa


Fanfic / Fanfiction Unintentionally loved you - Capítulo 26 - Sozinhos em casa

27 de janeiro

Já fazia alguns dias desde a confusão no dia da nomeação do sexto kazekage. E como eu e o Gaara tínhamos conversado sobre uma possível viagem de férias, aqui estávamos nós, em frente aos portões de Konoha. Tínhamos acabado em chegar, e as crianças estavam eufóricas, loucas para ver todos novamente, afinal eles adoraram quando eles ficaram aquelas duas semanas lá em casa.

- Mama, papa vamos logu! – Akemi falou me puxando pela mão.

- Vamos com calma Akemi, seus avos não vão fugir. – Gaara disse rindo ao ver a afobação da filha.

- Hmpf. – Akemi cruzou os bracinhos e ficando de cara emburrada, ela era igualzinha ao Gaara quando ficava assim.

- Mama, quero ir na galupa... – Akira disse puxando minha camisa para eu olhar pra ele.

- Tudo bem, vem cá. – falei o pegando e colocando sentado sobre meus ombros.

- Ah, eu também quero mama! – Akemi disse nos olhando com ciúmes.

- Eu só posso carregar um apenas, Akemi. – disse com um meio sorriso.

- Entao, carrega a Kemi!

- Mas o Akira pediu primeiro, porque não pede pro seu pai? – olhei pro Gaara pedindo ajuda com os olhos, antes que a Akemi resolva começar a chorar no meio da rua.

- Isso, vem comigo Akemi, vai ser muito mais divertido. – Gaara falou a pegando de surpresa e a jogando pra cima a fazendo gargalhar.

Eu sorri os vendo juntos, na verdade qualquer momento que eu presenciava do Gaara com as crianças era um motivo para eu sorrir, era ótimo ver que os três se davam bem juntos, e isso me deixa muito feliz. Eu senti as mãos do Akira na minha cabeça, quando deitei a cabeça um pouco para trás para o olhar vi ele me olhar com aquele seu enorme sorriso amostra, eu sorri de volta.

A ultima vez que eu tinha vindo para konoha foi quando descobri minha gravidez, e agora eu estava voltando com as crianças com um ano e um mês já, como o tempo passa, mais rápido do que eu gostaria. Estavamos andando distraidamente pelas ruas de konoha, mais precisamente o centro, era dez e pouca da manha de uma quarta feira, estavam todos trabalhando em seus estabelecimentos ou fazendo algo, konoha estava mais movimentada do que eu me lembrava.

- Mamaa eu quero! – olhei pra Akemi e a vendo apontar para uma barraquinha que vendia mitarashi dangos*.

- Você também quer Akira? – Perguntei deitando a cabeça novamente.

- Quero. – ele disse sorrindo e logo depois me deu um beijo na testa me fazendo sorrir.

- Tudo bem, então vamos lá comprar. – Gaara disse rindo.

Caminhamos na direção da pequena barraquinha, com os gêmeos sorridentes.

- Oi, poderia me ver quatro dangos? – Gaara disse chamando a atenção do senhor que estava atrás do balcão.

- Oh, claro. – o senhor nos olhou com um sorriso gentil em seu rosto.

Ele logo veio ate nós, nos entregando um prato de plástico com quatro palitinhos com dangos. Gaara o pagou e voltamos a caminhar na direção da minha antiga casa.

- Akira, por favor, não derrube em mim. – falei entregando um dos palitinhos pra ele.

- Ta mama. – ele disse com a voz risonha.

Eu entreguei um para a Akemi, o outro para o Gaara e fiquei com um. Fazia tempo que não comia dangos, eram doces e bons, sempre gostei de comer, mas pelo que me lembro a ultima vez que tinha comido foi na ultima vez que estive em konoha, estar comendo agora dava ate uma sensação de nostalgia.

- Akemi! – assim que ouvi a voz do Gaara, sai de meus devaneios e olhei na direção dos dois.

Assim que os olhei, vi a Akemi com as mãos sujas assim como sua boca, e tinha um pedaço de dango no meio dos cabelos do Gaara, e a Akemi tentava pegar porem com as suas mãos sujas apenas sujava mais ainda o Gaara. Eu fui obrigada a começar a rir assim que vi isso.

- Não ria Himawari, me ajuda aqui! – Gaara me olhou emburrado.

- Foi mal Gaara, mas não tem muito que fazer, você vai ter que esperar chegarmos à casa dos meus pais. – eu disse ainda rindo, fazendo com que ele ficasse ainda mais emburrado que antes.

Após esse episodio logo chegamos na casa dos meus pais, que para a minha surpresa não estavam em casa, na verdade não tinha ninguém em casa, o que realmente me surpreendeu e muito, por sorte eles ainda guardavam a chave reserva debaixo do vasinho de flor do lado da porta.

Nos entramos em casa, e o Gaara foi correndo pro banheiro se limpar, e eu fui na cozinha para pegar um paninho molhado e limpar as crianças também. Como já estava perto de meio dia e ninguém tinha chegado ainda, eu resolvi fazer o almoço enquanto o Gaara ficou na sala vendo televisão com as crianças.

Após tudo pronto os chamei para comer, alimentamos primeiro os gêmeos e depois almoçamos, depois de comer as crianças começaram a ficar com sono, então as fiz dormir e as levei para o meu antigo quarto onde tinha ainda os berços de quando eles tinham a recém nascido. Os coloquei ali e eles logo se aconchegaram e apagaram completamente, fazendo rir baixinho.

Como eu e o Gaara também estávamos cansados da viagem, decidimos ir dormir também, eu arrumei a cama ali do quarto, enquanto o Gaara terminava de lavar a louça que tínhamos sujado de meio dia.

Quando tinha acabado de arrumar a cama o Gaara apareceu no quarto, ele tirou a camisa e se deitou na cama, e eu fui tomar um banho. Tomei um banho rápido e assim que sai coloquei um shorts e uma regata, me deitei ao lado do Gaara, apoiando minha cabeça em seu peito.

- Onde será que eles estão... – falei suspirando.

- Não se preocupe, seu pai deve estar trabalhando, sua mãe deve estar com uma das garotas e seu irmão pode estar em uma missão. – ele disse fazendo carinho em meus cabelos.

- Espero que esteja certo. – falei fechando meus olhos e aproveitando seu carinho.

A cada novo afagar dele em meus cabelos, mais o sono se fazia presente, meu olhos começavam a pesar, e quando me dei conta já estava envolta daquela escuridão me levando para um mundo totalmente diferente, mas ao mesmo tempo igual...


Notas Finais


*O mitarashi Dango é o dangô servido com molho mitarashi. É saboreado principalmente com um copo de chá verde. Ele pode ser tanto com ou sem recheio. Quando recheado, ele costuma ter recheio de Anko.
Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...