História Unintentionally Loved You - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Bebê, Camila G!p, Camren, Camren G!p
Exibições 1.842
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie amores!
Espero que gostem!

Capítulo 30 - Atender a porta


Fanfic / Fanfiction Unintentionally Loved You - Capítulo 30 - Atender a porta

                        Pov Lauren

"Dizem que a vida é cheia de surpresas. Que nossos sonhos realmente se realizam, assim como nossos pesadelos."

Depois de conseguirmos pegar o Benjamin dos meus pais, o que foi um trabalho bem difícil,  já que eles sempre inventam diversas coisas para ficarem mais um pouco com o Bê,  voltamos para a casa e ficamos juntas com ele até a hora do almoço. Porque a Camz teve que ir para a empresa.

E como eu não queria ficar a tarde toda sozinha com o Bê, resolvi ir até o apartamento da  Ally com ele.

_ Príncipe lindo da Tia Ally. - ela pega o Bê , e o enche de beijos, assim que abre a porta. 

_ Oi pra você também, Ally. - digo e ela me mostra a língua. 

_ Benjamin, como você tá lindo! - Lucy aparece na sala, e pega o Bê. 

_ Já perceberam que as pessoas esquecem das amigas depois que tem filhos? Eu também tô aqui.

_ A gente sabe, mas o Ben é muito melhor que você. - Lucy diz apertando meu pequeno que dava algumas gargalhadas, e falava palavras ainda indecifráveis. 

_ Acho que já posso ser a próxima estrela daquele filme, esqueceram de mim.

_ Larga de ser chata, Laur. E que é difícil não apertar esse príncipe. 

_ Eu sei. Mas, então, o que vocês estavam fazendo?

_ Eu estava ajudando a Ally com um trabalho da faculdade. - Lucy diz sem parar de brincar com o Bê. 

_ E você Laur, não vai voltar pra faculdade não?  

_ Pretendo. Mas não agora. Tenho algumas coisas pra fazer antes. 

_ Mammy! - o Ben diz, e a Lucy me entrega ele.

_ É mesmo,  daqui uns dias temos festas! - Ally diz sorrindo.

_ Festa de criança é uma das maravilhas desse mundo. - Lucy completa. 

_ Tá vendo filho, elas vão na sua festa, pra comer bolo e docinhos, só por causa disso. Se eu fosse você, eu nunca mais ia no colo delas. - digo e ele sorri.

_ Mentira Benjamin, nós vamos porque você é nosso príncipe. Não escuta essa sua mãe chata. - Lucy diz, e antes de responde - lá, a campainha toca, e a Ally vai até a porta.

_ Vero! - ela diz e abraça a mulher. 

_ Aném! Até aqui garota. Você está me seguindo só pode. - Lucy diz irritada, olhando para a menina.

_ Se enxerga! Para de pensar que  a minha vida gira em torno da sua. 

_ Eu não penso, você é que me persegue. - Lucy rebate.

_ Calma meninas. Sem discussão. E Vero essa é a Lauren e o Benjamin, e Laur essa é a Veronica.   - Ally diz tentando amenizar o clima. 

_ Olá! Que menino lindo! Seu filho? - ela pergunta fazendo a Lucy revirar os olhos, e o Benjamin esconder o rosto no meu pescoço. 

_Sim, e ele é um pouco tímido. Não repare.

 _ É muito fofo, isso sim. - ela diz fazendo carinho no cabelo dele. E ele logo se senta no meu colo, e aos poucos vai largando a timidez de lado, e brincando um pouco com a Vero.

                            X

Depois de ficarmos mais um tempinho na casa da Ally com as meninas, voltei para  a casa com o Bê. Estava agradável, e até a implicância da Lucy com a Vero estava engraçada. Em cinco em cinco minutos elas voltavam a se implicar fazendo eu e a Ally rir. E eu não sei porque disso, já que a Vero é legal.

 _ Amélia, que cheiro gostoso é esse? - vou até a cozinha assim que chego em casa.

_ Seu bolo favorito. Só falta a cobertura. - Amélia diz enquanto eu sento o Benjamin em sua cadeira. 

_ Quer ajuda?  - pergunto e  ela ri, já sabendo o porquê da pergunta.

_ Eu vou deixar você comer o restante da cobertura. 

_ Você é maravilhosa, Amélia!  Bê, vamos comer chocolate!

_ Tolate! - ele diz e bate palmas. 

_ Só não podemos contar pra mamãe. - digo fazendo a Amélia rir.

_ Ela ainda não quer deixar ele comer? - A Camila é mais controladora que eu em caras coisas. E ela tem uma lista de coisas que não é pra dar pro Bê ainda. Só que as vezes, quando é chocolate, eu acabo colocando um pouquinho na boca dele. Não posso deixar o meu pequeno passar vontade.

_ Não. Mas eu dou para ele escondido de vez em quando. 

_ Você é custosa, Laur! 

_ A Camz também diz isso. E tenho que concordar com vocês. Só que sou só um pouquinho. 

_ Só um pouquinho. - ela diz irônica, e a campainha toca. E tenho certeza que só tocou, porque ela ia me entregar a panela com a cobertura agora. 

_ Vou lá atender a porta. Guarda a cobertura e olha o Bê pra mim, fazendo favor. - digo indo até a porta.

_ Você? 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!
Talvez eu poste outro ainda hoje ;-)
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...