História Unintentionally Loved You - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Bebê, Camila G!p, Camren, Camren G!p
Exibições 1.620
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie amores!
Espero que gostem!
Maratona 1 / 3 ;-)

Capítulo 31 - Quanto você quer?


Fanfic / Fanfiction Unintentionally Loved You - Capítulo 31 - Quanto você quer?

                    Pov Lauren

"Não deixarei ninguém te machucar. Eu estarei ao seu lado. Leve - me, nas suas horas mais escuras. E eu nunca vou te abandonar. Eu estarei ao seu lado."

_ Você? - fico surpresa em ver a Andrea na porta. Pelo menos a Camz não tinha me avisado que ela, infelizmente,  viria ver o Bê hoje. As vezes eu tenho dó do Benjamin de ter uma avó como ela, mas fazer o que, se ele não pode escolher.

_ Mais é Claro! Estava esperando alguém? O Papai Noel ou o seu amante?  - ela diz irônica, e me controlo para não voar em cima dela. O que não seria uma má ideia. 

_ Nenhum. Na verdade era o coelhinho da Páscoa, e não a Bruxa do João e Maria. - digo no mesmo tom, e a vejo me fuzilar com os olhos, mas não me importo.

_ Tô vendo que conversar com você é impossível. 

_ Se você não veio aqui pra ver o Benjamin, pode ir embora. Não temos nada para conversar.  - digo curta e grossa.

_ Aí é que você se engana, Lauren. E depois eu vejo meu neto, e vejo se esta tudo bem com ele, e ter certeza que ele está sendo bem cuidado. Mas agora, acho melhor você me ouvir. - ela diz com um olhar de superioridade. E eu junto força até de Marte, pra não mandar ela pro inferno.

_ Você não vai sossegar enquanto não falar, não é mesmo? - pergunto já sabendo a resposta.

_ Ainda bem que já sabe.

_ Venha até o escritório da Camila. - digo e ela me segue até lá, com um sorrisinho de vitória no rosto, que eu farei questão de tirar. 

_ Fale logo. Quanto mais rápido melhor. - digo sem paciência alguma para escuta - lá. 

_ Bom, eu quero te fazer uma proposta. 

_ Aí é que tá. Eu não te pedi ajuda pra você vim com propostas. Como eu disse anteriormente, não temos nada a conversar. 

_ Garota, não teste a minha paciência. 

_ Você já acabou com a minha faz tempo, por hoje. E mesmo assim, eu continuo fazendo a linha que não estou esquentando com isso! 

_ Voltando ao assunto que realmente interessa... Você sabe muito bem, que esse namoro com a Camila é só fogo de palha. Ela só está curiosa em relação a meninas mais novas.  Daqui uns dias ela cansa e vai procurar alguém que realmente faça o estilo de...

_ Sai da minha casa, Andrea! - a interrompo, e me levanto irritada, não querendo ouvir mais nenhuma palavra da sua boca. E isso que dá ouvir esse tipo de pessoa. E a Bruxa ainda tinha um sorriso cínico no rosto.

_ Eu e o meu marido podemos deixar tudo quieto, sem precisar fazer coisas maiores para termos o que queremos. É só você largar a Camila. Quanto você quer Lauren? Pra deixar a Camila, o meu neto, e ir viver com alguém da sua idade. Pode falar que eu pago. Dinheiro não é problema. - e no segundo seguinte, todo o meu controle foi para o espaço, e os meus cinco dedos ficaram marcados em seu rosto, enquanto ela me olhava indignada. 

_ Eu não quero mais ouvir sua voz. Respeito é bom e eu gosto. Agora, vai embora da minha casa. E não coloque mais os pés aqui. - digo com raiva nos olhos, me controlando para não acabar com o que comecei.

_ Você vai se arrepender! Por tudo. - ela diz ainda com a mão no rosto, e vai embora batendo a porta forte.

E depois de cinco minutos, sem saber o que fazer, querendo gritar, chorar, ou qualquer coisa do tipo, sai do escritório e fui até a cozinha. Tomara que a bruxa não tenha ido ver o meu pequeno. E tenha ido embora direto.

_ Não querendo ser intrometida, mas já sendo, tá tudo bem, Laur? - Amélia pergunta preocupada ao me ver.

_ Você não tá sendo intrometida, Amélia. E não, eu não acho que está tudo bem. - digo desanimada.

_ Eu posso ajudar com algo? 

_ Faz a mamadeira do Bê, fazendo favor. Vou subir com ele. Acho que vamos assistir algum filme. - digo pegando o Benjamin. 

_ Não vai comer o bolo? - ela pergunta assim que me entrega a mamadeira. 

_ Obrigada. Mas perdi a fome. 

Fui com o Benjamin para a sala de cinema, e escolhi um filme de desenho, lhe entreguei a mamadeira, e fiquei fazendo carinho no cabelo dele,  até ele dormir. Então, o levei para o quarto dele, e o coloquei no berço. 

E assim que sai do quarto do meu pequeno, depois de observa - lo um pouco, dou de cara com a Camila.

_ O que aconteceu, meu amor? - ela pergunta, e eu a abraço, me permitindo chorar tudo o que eu queria naquele momento. 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!
30 coments e posto o outro
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...