História Unintentionally Loved You - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Bebê, Camila G!p, Camren, Camren G!p
Exibições 1.712
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora
Mas toda vez que eu resolvo fazer maratona, chega visita aqui em casa ^^
Espero que gostem!
Maratona 2/3

Capítulo 32 - Pior que o tapa


Fanfic / Fanfiction Unintentionally Loved You - Capítulo 32 - Pior que o tapa

                      Pov Camila

"Olhar teus olhos de promessas fáceis e te beijar a boca de um jeito que te faça rir (que te faça rir)."

Assim que terminei minha reunião, recebi uma mensagem no meu celular da Amélia. 

Senhora Camila, a Andrea veio aqui, e conversou com  a Lauren em particular, e agora, a Lauren está com os olhos vermelhos, acho que ela chorou, e disse que não está bem, mas não quis me falar mais nada. Como a senhora disse que se acontecesse alguma coisa, era pra mim te avisar, achei que  agora era necessário.  Amélia. 

Tô indo pra casa agora. Obrigada por avisar, Amélia!  Camila.

Assim que acabei de ler e responder a mensagem, sai o mais depressa da empresa, e fui o mais rápido possível para a minha casa. A mensagem me deixou muito preocupada. Não gosto que minha princesa chore. Ainda mais por causa de pessoas desnecessárias. 

Quando cheguei, a Amélia me disse que ela estava no quarto do Ben. Subi as escadas com pressa, e antes de abrir a porta, a Lauren aparece. E ela estava mesmo com o rosto de quem chorou. 

_ O que aconteceu, meu amor? - pergunto e ela me abraça, caindo no choro. A levo até o quarto, e ela deita no meu colo, enquanto eu passava a mão em seu cabelo tentando acalma - lá. 

_ Tá melhor? - pergunto depois de um tempo, e ela se senta de frente pra mim. 

_ Eu dei um tapa na Andrea. - ela diz e abaixa a cabeça.

_ O que ela fez? - pergunto, já sabendo que ela deve ter falado muita coisa pra Lauren ter feito isso. E tenho quase certeza que ela mereceu o tapa.

_ Ela veio aqui, e ofereceu dinheiro pra mim te largar, sai da vida do Bê. Porque você vai me largar e me trocar rapidinho. Já que sou só uma  curiosidade sua.  E também assim, eles não precisam fazer o que eles pretendem fazer. - ela diz e agora, eu acho que um tapa foi pouco.

_ Eu vou acabar com a vida daquela mulher. Um tapa não chega nem perto do que quero fazer com ela agora. E nunca que você é só uma curiosidade minha. - digo com raiva.

_ Eles vão pedir a guarda do Bê. Eu tenho certeza. E eles querem nos separar também.  - ela diz com medo.

_ Eles podem até pedir. Mas não vão ganhar. Eu só não vou até  a casa deles agora, porque eu tenho certeza que o que vou fazer será bem pior que um tapa. E sobre nos separar, ninguém vai conseguir, porque nosso amor é maior que qualquer obstáculo. Agora, ninguém ofende a minha família, e eu fico quieta. Ela que vai ter o que merece. - digo convicta do que vou fazer.

_ Não quero mais eles aqui em casa. Nem que peguem mais o Bê. Faz isso, por favor. Não só por mim, mais pelo Benjamin. Ele não merece os avós que tem.

_ Não vou deixar mais, meu amor. E se eles querem decidir isso na justiça, eles vão se arrepender bonito. - digo e ela me abraça. 

_ Eu fico feliz que você não tenha feito aquilo que ela pediu. E também não esperava diferente de você. - digo e ela sorri. 

_ Eu te amo! Não faria diferente de forma alguma. Meu amor por você, vale muito mais que qualquer dinheiro. Por você, e pelo Ben. 

_ Eu tenho certeza disso. E o meu por vocês não seria diferente. Vocês são meu tudo. E não quero que você chore por causa deles. Eles não merecem suas lágrimas. E eu amo te ver sorrindo. - digo e dou um selinho nela. 

_ O que você vai fazer? - ela pergunta e se senta mais perto de mim, e deita a cabeça em meu ombro, enquanto eu a abraço de lado. 

_ Vou conversar com a Normani. Ela vai saber o que fazer. Ela é a melhor advogada que conheço.  Vai dar tudo certo meu amor. - digo, não só porque é verdade, mas para tranquiliza - lá mais um pouco.

_ Com você do meu lado, eu me sinto melhor. 

_ Nossa, acho que isso é contagioso. Porque me sinto do mesmo jeito que você. - digo e ela sorri. 

_ Boba!

_ Sou uma boba que te ama. E que nunca, vai te deixar sozinha. Estamos juntas pro que der e vier. Para sempre. Porque ninguém é capaz de mudar o que sinto por você! 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!
Bjs!
Daqui a pouco tem mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...