História Unintentionally loved you - Capítulo 21


Escrita por: ~ e ~Kuchinna

Postado
Categorias Bleach, Mitologia Japonesa
Personagens Aizen Sousuke, Byakuya Kuchiki, Gin Ichimaru, Grimmjow Jaegerjaquez, Hinamori Momo, Hirako Shinji, Hisana Kuchiki, Ichigo Kurosaki, Isshin Kurosaki, Izuru Kira, Jinta Hanakari, Kenpachi, Kenpachi Zaraki, Kon, Mayuri, Nelliel Tu Odelschwanck, Nnoitra Gilga, Orihime Inoue, Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Rin Tsubokura, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Shihouin Yoruichi, Soi Fong "Soifon", Szayelaporro Granz, Tier Harribel, Toushirou Hitsugaya, Ulquiorra Schiffer, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Yashiro, Yuzu Kurosaki
Tags Ichigo Kurosaki, Kisuke Urahara, Orihime Inoue, Rukia Kuchiki, Ulquihime, Ulquiorra Schiffer
Exibições 49
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Ísis Reage.


Estava tudo tão confuso em meus pensamentos, Isis me mostrava as imagens que vinha do mundo real,  o Ulquiorra prestes a lutar contra os arrancars,  e eu não podia fazer nada..  Eu apenas assistia aquilo, eu queria fazer algo poder ajudar meus amigos!  Mas eu era fraca, eu pedia ajuda para Ísis, ela parecia não me escutar ela me ignorava a cada segundo. Como se eu nem estivesse ali, como se eu fosse apenas algo invisível, ela me odiava. 

 — Ísis.. Por favor, me escute! — Eu chamava a divindade que virava seu rosto em minha direção e se aproximava com passos leves, eu assustada recuei e tropecei caindo no chão, observando a mulher que agora era alta em  minha comparação.  

 — Calada, assista agora seus amigos sofrerem e morrerem, entregue seu corpo e seja minha. — Ela aproximou a mão no meu queixo e fechou seus olhos, sua mão tinha um toque suave em meu rosto. 

 — Ísis.. — Eu falei seu nome, o tom de minha voz já era baixo e fraco o suficiente pra ela não me escutar. 

 Ela abriu seus olhos que não havia brilho algum, seus olhos nublados ganharam uma cor azul e tranquila, da cor do oceano ou talvez da cor de um lindo céu em uma manhã ensolarada,  seus cabelos voavam de acordo com o vento que dominou o local de uma forma incrivelmente forte, fazendo os meus cabelos flutuarem.. 

 Aquele olhar praticamente começava a me hipnotizar, aqueles olhos..  Eu deixei de prestar atenção em qualquer tipo de coisa, aquilo tirava minha atenção o rosto sem expressão daquela mulher era incrível naquele momento.  Eu já não conseguia mover meu corpo, e nem ao menos conseguia respirar normalmente, meu corpo estava completamente fraco e perdia qualquer tipo de movimento.

  — Seja minha, Inoue Orihime. — Ela diz, eu fecho meus olhos por completo após o mesmo. 

 [•••] 

 — Por favor, se afaste. — Dizia Ulquiorra, saindo de seu gigai e fechando seus olhos diante dos arrancars que o fitava ainda na garganta, Kurosaki sai da loja observando todos. 

 — O que é isso? —Kurosaki fita todos, de olhos arregalados. Observando os arrancars e o espada.  

 — Onde está o Urahara? — Ulquiorra pergunta observando todos. 

 — Ele saiu, junto com Rukia e os meninos.. — Kurosaki pensa bem..

  — Eles são fracos, cuide da Inoue. Permanecerei aqui. — Ulquiorra diz, enquanto Gotthyn, Hayren e Yhammy descem da Garganta caindo em pé no chão com postura.  

 — Não somos fracos. Aizen-sama que lhe deu o melhor número, mas nem por isso você precisa se achar seu idiota. — Hayren diz, ao meio das duas arrancars que observavam Ulquiorra.

  — Olá Traidor. — Yhammy diz com o lindo sorriso de sempre, segurando sua espada que estava posicionada para o chão.  Yhammy atira rapidamente um cero em direção ao espada número 4°, ele debate o mesmo com a mão protegendo a sí e a loja que dentro estava Inoue. 

 — Pare, idiota. — Gotthyn se aproxima de Yhammy, mas acaba sendo atingida repentinamente e jogada para longe.

  — Hã? — Kurosaki se pergunta o que estaria acontecendo alí após Yhammy jogar o cero contra o espada, e ele se defender sem dificuldade alguma.  Uma pressão adentra o local, deixando todos os arrancars incrivelmente surpreendidos, fazendo Ulquiorra ficar pensativo..  Aquilo era incrivelmente um tipo de energia inacreditável.. 

 […]

 — O que pretende fazer Hharliy-sama? — Sad pergunta ao lado dos outros arrancars e espadas, sentados um ao lado do outro. 

 — Esperar o tempo certo e a hora certa para atacar. Não irei permitir que tudo acabe assim, ninguém vai trair o Aizen! Não enquanto eu estiver aqui, meu dever é orgulhar o meu irm— Hharliy é interrompida por Grimmjow. 

 — Sinto-lhe informar que ele nem sabe da sua existência, Irmãzinha de Aizen. — Grimmjow diz, observando os espadas,  enquanto sorri orgulhoso para sí mesmo, Harribiel resmunga. 

 — Você deveria ao mínimo ter um pouco mais de respeito diante de nossa mestra. —   Harribel diz observando o garoto. Com o olhar flamejante de raiva, ela já estava irritada. 

— E você deveria ao mínimo permanecer calada já que ninguém lhe chamou na conversa. — Grimmjow reage, a morena permanece quieta observando fixamente nos olhos do espada número 6 tentando evitar ao máximo algum tipo de confusão naquele momento, ela respira profundamente..

— Silêncio! — Hharliy se levanta exigindo respeito do número seis, ele se recusa. 

—Coloque ele para fora! Que escândalo. — Starrk acorda cbservando todos. 

— Você também deveria permanecer calado, cale a boca volte a dormir, seu idiota preguiçoso. — Grimmjow diz rapidamente para Starrk, que debate as palavras do mesmo. 

— Você deveria se retirar daqui, você é tão fraco que nem merece ser nem sequer um número 6! Hharliy deveria te colocar no lugar do Yammy. — Starrk diz com o rosto sobre sua mão. 

— Grimmjow! Se retire! Antes que eu perca a paciência e te mate. — Hharliy diz tentando se acalmar com as palavras anteriores do espada. 

— Pode deixar, não vou ser seus mascotinho que nem esses. Vou atrás do Ulquiorra. — Grimmjow some do local após usar cero pra outro local. 

— .. 

Harribel se levanta repentinamente na intenção de ir atrás do homem, mas é impedida por Hharliy que coloca a mão sobre seu braço e aconselha não ir. 

[…]

— Yhammy, irmã! — Hayren grita chamando sua irmã citada como Yhammy. 

— Está na hora? — Yhammy se aproxima, Ulquiorra já sabia bem o que estava prestes a acontecer. Eles passam a ignorar a energia que rodeava o local, Hayren e Yhammy seguram as mãos um do outro. 

Ulquiorra respira fundo segurando a bainha de sua zanapkutou, Kurosaki observa a reação do espada, ele reage se aproximando do mesmo. 

Eles olham um para o outro e fazem um tipo de sinal como "sim".


— Kirenn! Abrace-nos! — Os dois fazem o comando com as mãos entrelaçadas direcionadas ao Ulquiorra e Ichigo. 

Ulquiorra e Kurosaki recuam, ao ver uma energia destrutiva ao corpo dos arrancars. 

Eles atiram um cero fundido que tinha uma cor vermelha e contorno preto, o cero é direcionado e atirado neles. 

Um ser entra na frente debatendo toda energia com sua mão e a sugando para si, enquanto flutuava e seus cabelos voava de acordo com a energia espiritual que fazia uma incrível ventania, ela desce ao chão na ponta dos pés observando ao redor. 


Com seus cabelos negros, um vestido preto com detalhes cinzas e brilhantes, luvas negras e grandes com varios detalhes e brilhos e em seu pescoço uma pedra aparentemente uma jóia valiosa azul que brilhava a todo estante, suas mãos eram acorrentadas mas ela era absolutamente livre, e em sua cabeça ao lado esquerdo uma tiara quebrada com diamantes,  ao lado esquerdo uma presilha partida ao meio azul marinho. 

Ela se vira e desvia seu olhar e olha nos fundo dos olhos verdes de Ulquiorra. 

Ulquiorra percebe aqueles olhos que brilhavam cinzas, que clamavam por ajuda e socorro.. 

— Inoue Orihime? — Ele pergunta se aproximando, e o ser se afastando. 


Notas Finais


Olaaa! Saudades? Não? Ok!
Espero que tenham gostado, se gostaram não deixem de se favoritar e comentar o que achou toda opinião será bem vinda.

Pedido de desculpas: Por favor caros leitores... (Momento doce e clichê do aviso.)
Por favor, me perdoem! ¥^¥
Eu não pude postar o capítulo pois aconteceram várias coisas não só comigo mais também com a co-autora da história. Hehe
E eu tava com bloqueio de criatividade, eu estava me desesperado!! Sério.
Mas obrigado por esperarem, espero que tenham gostado. E até aproxima.

[NAO IREI MAIS DEMORAR.. EU ACHO]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...