História Unintentionally loved you - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Acacia Brinley, Ashley Benson, Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Christian Collins, Dylan O'Brien, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Acacia Brinley, Ashley Benson, Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Christian Collins, Jeremy Bieber, Ryan Butler
Tags Harry Styles, Incesto
Exibições 6
Palavras 2.701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie Primeramente me chamem de Rose por que amo esse nome como amo larry:´)

bem e minha primeira fanfic com esses personagens e esse tema se sair bosta pelo menos eu tentei*-* bem vamos passar umas informações da fanfic e umas regrinhas

1-so a personalidades dos personagens me pertencem
2-a historia se passa em Miami *-* amo essa cidade
3-vai rolar incesto quem não gosta nem precisa ler mass vai ter no mais no futuro
4- a fanfic não vai ser focada em um so casal vai ter outros *-*
5-eu costumo deixar muitos erros ortograficos me desculpem mais eu vou tirar sempre um dia para revisar o capitulo
6-eu demoro bastante pra postar então vou tentar achar um dia pra so postar

acho que e so por enquanto*-* ate as notas finais

Capítulo 1 - Prologo


Fanfic / Fanfiction Unintentionally loved you - Capítulo 1 - Prologo

Camille Collins narrando

 

 

 

   Eu ouvia tudo que Sofia falava ela estava contando do ultimo cara que ela saiu eu não estava nem um pouco animada com aquele assunto por mais que eu amava sofi ela as vezes era muito fultil,ela ligava mais pra aparência do que a saúde ou sentimentos dela Sofia era linda seus cabelos eram castanhos escuros e iam ate os ombros sua pele era clara e seus olhos azuis era tinha uma estatura media e tinha belos seios um corpo escultural mais não exagerado El era mais linda na personalidade uma garota animada ,explosiva

 

-hey você ta me ouvindo?-ela me tirou dos meu pensamentos dei um sorriso fraco ela bufou

 

 

-desculpa sofi eu estou muito distraída esses dias-era verdade eu andava preocupada com Clarie e Clarisse eu tinha que arrumar um emprego rapidamente não iria ficar causando problemas a Sofia e Dylan já estava a muito tempo ali causando despesas a eles ainda mais com duas crianças

 

-olha eu sei o que deve estar pensando amiga você anda muito estressada  eu sei como acabar com esse estresse-um sorriso sacana apareceu nos finos lábios da minha amiga a encarei confusa-BALADA

 

-NÃO E NÃO-falei alto demais ela sabia que eu odiava esses lugares com som alto muitas pessoas e    vadias se esfregando em homens quase se comendo

 

-qual e cami você e muito careta tem 20 anos mais parece mais uma velha de 80 anos você tem que se divertir –ela se sentou ao meu lado revirei os olhos-so hoje por favor por mim

 

    Ela tinha jogado sujo eu não conseguiria negar a olhei e assenti  ela sorriu levantando e fazendo uma dancinha estranha soltei uma risada ela pulou em cima de mim me causando uma leve dor

 

-sai de cima de mim sua gorda

 

-hey eu não sou gorda eu sou uma gostosa!-ela falou saindo de cima de mim e logo pegando minha mão e me  puxando pra ficar em  pe não liguei-temos que escolher uma roupa bem sexy pra você por que você não vai de calça jeans e um casaco xadrez horrível-ela falava me analisando de cima abaixo fazendo careta me olhei

 

-eu gosto  assim e não quero ir como uma vadia-provavelmente ela iria me vestir como um prostituta

 

-voce não vai como uma vadia  para de ser chata-ela resmungou revirando minha mala-porra cami você não tem nenhum vestido ou uma saia bonita-minhas roupas estavam todas jogadas em cima da cama ela se virou pra mim em sua mão avia um vestido florido e comprido-ai meu deus não acredito que você um dia vestiu isso

 

-a e bonitinho-falei era bonito eu achava

 

-não isso nunca vai ser bonito você precisa de aulas de bom gosto urgentemente e renovar suas roupas pelo amor de Camren –ela estava incrédula e exagerando demais

-para ta bom já entendi –olhei o relógio já era 17:00 eu tinha que buscar as meninas no colégio levantei Sofia estava ocupada demais com minhas horríveis roupas como ela diz corri  sai do apartamento indo ate o elevador apertei o andar demorou apenas cinco minutos para chegar ao andar as portas abriram dei de cara com Dylan assim que ele me viu abriu um sorriso

 

 

-pra onde você vai?-ele perguntou com um sorriso que sempre animava Dylan era meu melhor amigo dês dos meus 8  anos de idade assim como Sofia eles eram irmãos gêmeos completamente o oposto um  do outro  não tanto ele era divertido,animado  mas o que eu mais odiava nele era o deboche e a teimosia  

 

- são 17:15 pra onde você acha que eu vou?-perguntei divertida ele coçou a nuca sem graça logo um sorriso desconfortável

 

-ah vai buscar a Clarisse e a Clarie eu tinha esquecido –ele me olhou de cima abaixo  e mordeu o próprio lábio seu olhar parou em meus seios quando olhei minha blusa tinha dois botões aberto e mostrava meu sutiã rendado os abotoei rapidamente eu tinha saído tão rápido de casa que nem avia me arrumado direito ,Dylan desviou o olhar pro meu rosto

 

-belos seios –seu sorriso era malicioso

 

-dylan! –gritei dando um tapa em seu braço ele riu –pode me dar uma carona?-o olhei sorrindo ele assentiu se virando o segui entrando no carro após  sair do prédio  ele entrou logo em seguida

 

-posso ligar o som?-perguntei recebendo um sim como resposta sorri Dylan ligou o carro acelerou dirigindo e eu liguei o som e a musica adentrou todo o carro  era closer eu amava aquela musica comecei a cantar

 

                              Hey, I was doing just fine before I met you

                            I drink too much and that's an issue, but I'm okay

                          Hey, you tell your friends it was nice to meet them

                              But I hope I never see them again

 


                               ( Ei, eu estava na boa antes de te conhecer

                               Eu bebo demais, e isso é um problema

                                            Mas eu estou bem

                              Ei, diga aos seus amigos que foi legal conhecê-los

                                  Mas eu espero nunca vê-los de novo)

 

 

 

       Dylan tambem começou a cantar parei o deixei sua voz era linda

 

                                          I know it breaks your heart

                                   Moved to the city in a broke-down car

                                             And four years, no calls

                                 Now you're lookin' pretty in a hotel bar

                                                     And I-I-I can't stop

                                                  No, I-I-I can't stop

 

                                      (Eu sei que parte seu coração

                       Se mudou para a cidade grande em um carro aos pedaços

                                  Quatro anos, nenhuma ligação

                         Agora, você está linda no bar de um hotel

                                       Eu não consigo parar

                                  Não, eu não consigo parar)

 

 

 

          Voltei a cantar  Dylan sorria enquanto ele me olhava

 

 

 

                           So, baby, pull me closer in the backseat of your Rover

                                      That I know you can't afford

                                   Bite that tattoo on your shoulder

                                   Pull the sheets right off the corner

                                        Of the mattress that you stole

                              From your roommate back in Boulder

                                          We ain't ever getting older

 

 

                                       Amor, me puxe para mais perto

                                No banco de trás do seu Rover

                         Que eu sei que você não consegue pagar

                               Mordo a tatuagem no seu ombro

                                 Puxe as cobertas do canto

                             Do colchão que você roubou

                         Da sua colega de quarto lá em Boulder

                               Nós nunca vamos envelhecer

 

 

 

                     Começamos a cantar juntos nossas vozes estavam em perfeita sincronia

 

 

                                                       We ain't ever getting older

                                                       We ain't ever getting older

 

                                                 You look as good as the day I met you

                                                 I forget just why I left you, I was insane

                                                   Stay and play that blink-182 song

                                                That we beat to death in Tucson, okay

 

                                                     I know it breaks your heart

                                           Moved to the city in a broke-down car

                                                      And four years, no call

                                          Now I'm lookin' pretty in a hotel bar

                                                         And I-I-I can't stop

                                                            No, I-I-I can't stop

 

                                   So, baby, pull me closer in the backseat of your Rover

                                               That I know you can't afford

                                          Bite that tattoo on your shoulder

                                         Pull the sheets right off the corner

                                            Of the mattress that you stole

                                     From your roommate back in Boulder

                                                   We ain't ever getting older

 

                                                     We ain't ever getting older

 

 

                                   So, baby, pull me closer in the backseat of your Rover

                                              That I know you can't afford

                                         Bite that tattoo on your shoulder

                                        Pull the sheets right off the corner

                                              Of the mattress that you stole

                                         From your roommate back in Boulder

                                                 We ain't ever getting older

 

                             We ain't ever getting older (no, we ain't ever getting older)

                             We ain't ever getting older (no, we ain't ever getting older)

                             We ain't ever getting older (we ain't ever getting older)

                             We ain't ever getting older (no, we ain't ever getting older)

 

                                            No, we ain't ever getting older

                                           No, we ain't ever getting older

 

 

 

 

 

                                                       (Nós nunca vamos envelhecer

                                                        Nós nunca vamos envelhecer

 

                                           Você está tão lindo quanto no dia em que nos conhecemos

                                           Eu esqueço o motivo de ter te largado, eu estava louca

                                                   Fique aqui, e coloque aquela música do blink-182

                                                Que nós escutávamos no último volume em Tucson

 

                                                          Eu sei que parte seu coração

                                           Me mudei para a cidade grande em um carro aos pedaços

                                                        Quatro anos, nenhuma ligação

                                                Agora, você está lindo no bar de um hotel

                                                               Eu não consigo parar

                                                            Não, eu não consigo parar

 

                                                       Amor, me puxe para mais perto

                                                       No banco de trás do seu Rover

                                               Que eu sei que você não consegue pagar

                                                       Mordo a tatuagem no seu ombro

                                                       Puxe as cobertas do canto

                                                     Do colchão que você roubou

                                               Da sua colega de quarto lá em Boulder

                                               Nós nunca vamos envelhecer 

                                               Nós nunca vamos envelhecer

                                               Nós nunca vamos envelhecer

 

                                          Amor, me puxe para mais perto

                                          No banco de trás do seu Rover

                                    Que eu sei que você não consegue pagar

                                         Mordo a tatuagem no seu ombro

                                               Puxe as cobertas do canto

                                           Do colchão que você roubou

                                   Da sua colega de quarto lá em Boulder

                                          Nós nunca vamos envelhecer

                               Nós nunca vamos envelhecer (nunca vamos envelhecer)

                               Nós nunca vamos envelhecer (nunca vamos envelhecer)

                               Nós nunca vamos envelhecer (nunca vamos envelhecer)

                                         Nós nunca vamos envelhecer

 

                                       Nós nunca vamos envelhecer

                                  Não, nós nunca vamos envelhecer)

 

 

 

              A musica acabar meu sorriso era enorme eu amava cantar ainda mais com Dylan sempre fazíamos quando pequenos ele estacionou o carro após chegarmos me virei para abrir a porta mas senti uma Mao segurar me braço e me virei mal processei senti lábios macios contra os meus arregalei os olhos por mais que devesse negar acabei que no fim correspondendo eu sabia dos sentimentos que Dylan sentia por mim mas não sentia o mesmo ,a lingua de Dylan explorava a minha levei uma das minhas a sua nuca e a pousei ali o puxei mais pra mim  fomos interrompidos por uma voz

 

-hey vão pra um quarto em frente a minha escola não ne e tem uma criança aqui-me afastei bruscamente de Dylan avistando Clarie  com os braços sobre a janela do quarto nos observando com um sorriso estranho  ela mastigava um chiclete seus cabelos  castanhos/loiros estavam amarrados em rabo de cavalo ela vestia o uniforme e em suas costas estavam sua mochila  roxa surrada senti minhas bochechas ganharem um to avermelhado eu estava cora me ajeitei no banco ,Clarisse estava atrás dela distraída com algo nas mãos seus cabelos loiros estavam soltos ela vestia o uniforme 

 

 

-vamos entra pirralha-ri com o jeito que clarie falou ela abriu a porta e deu espaço pra Clarisse entrar

 

-eu não sou pirralha já tenho 8 aninhos sou muito adulta-minha Irma mais nova resmungou comum bico fofo entrando no carro logo em seguida clarie entrou  e então Dylan me olhou desviei o olhar ele suspirou e ligou o carro voltando a dirigir eu e Dylan as vezes ultrassavamos o limites da amizade Sofia odiava que eu brincasse com os sentimentos do irmão dela eu não o amava como ele me amava mais sentia atração física por ele

 

 

 

 

 

 

Justin Bieber narrando

 

Eu estava na minha sala olhando os papeis em minha mesa avia uma empresa querendo se associar a Companies `Beiber ficar ali estava um saco mais eu era o presidente daquela maldita empresa assinei o contrato eu teria uma reunião a alguns minutos não podia me atrasar ou meu pai iria comer meu fígado revirei os olhos ao pensar no velho meu pai Jeremy Beiber antigo presidente hoje vice das empresas era um chato careta sempre tentando me controlar mas ele nunca vai conseguir eu sou Justin Bieber ninguém pode ou consegue me controlar eu tenho 23 anos  posso mandar em mim mesmo já sou maior de idade  ,suspirei encostando minhas costas sobre o tecido macio da minha cadeira olhei o teto eu passava a metade do meu dia enfurnado ali ao invés de estar com meus amigos me divertindo tudo culpa daquele velho eu tinha um enorme azar de ter nascido como primogênito por mais que eu odiasse aquele trabalho eu também o amava tinha bastantes vantagens voltei ao trabalho ouvi batidas na porta

 

-pode entrar-falei para a pessoa que estava atrás da porta escutar sem tirar atenção dos papeis

 

-senhor Beiber a srt  Hundson est-desviei o olhar para a senhora de idade a minha frente a mesma foi interrompida pela garota que passou por ela como um furacão vindo em minha direção era Thalline suspirei irritado ela sabia que eu odiava quando ela vinha em  horário de trabalho ela parou em frente a minha mesa analisei seu corpo ela vestia um vestido preto sem nenhum detalhe que caia bem para seu corpo escultural e gostoso ele ia ate os joelhos tampavam a visão das coxas dela melinda saiu nos deixando a SOS

 

-o que esta fazendo aqui?-perguntei serio querendo a resposta rápida

 

-vim te visitar você não me procura a semanas Justin pensei que avia acontecido algo serio-sua voz invadiu meus ouvidos ela se sentou na cadeira e cruzou as pernas com um sorriso em seus finos lábios revirei os olhos

 

-se eu não a procurei e por que estava ocupado- e estava ocupado com o sexo  com megan a empregada gostosa la de casa eu avia cansado de comer a garota  minha frente quase sempre precisava renovar

 

-com outras não e ? não acredito que me trocou por umas qualquer justin pensei que eu te satisfazia-ela falou me encarando seriamente soltei uma risada ela achava que era minha dona ,thalline realmente me satisfazia me dava muito prazer mas esses dias eu enjoei não sabia como dizer isso a ela ,sabia que ela iria Surtar

 Não estava afim de ouvir os gritos estericos minha  cabeça estava doendo

 

-  será que da pra calar a boca e me deixar em paz estou trabalhando –falei já irritado voltando minha atenção para os papeis

 

- voce prefere trabalhar do que foder comigo justin?-ouvi sua voz sexy sussurrando em meu ouvido  voltei a atenção a ela ela estava me provocando sorri ela s sentou sobre meu colo colocando um perna de um lado e do outro ela rebolou de leve sobre meu membro por cima daquela calça do terno senti meu amigo Jerry dar sinal de vida ela mordeu o lábio bastou isso para mim atacar os lábios da mesma de forma feroz minhas mãos pousaram sobre a cintura da mesma levantei a levando junto e a coloquei sentada sobre a mesa sua língua brincava de forma provocativa com a minha fiquei entre suas pernas thalline as rodeou em volta ma minha cintura nosso beijo era selvagem isso que eu mais gostava na garota a minha frente ela era o diabo se tratando de sexo quando a falta de ar faltou mordi o lábio dela logo beijei todo seu maxilar ate chegar ao seu pescoço começei a dar mordidas chupoes fortes no local as mãos de  thalline procuravam minha gravata a mesma achou e logo desatou o no que tinha ali e começou a desabotoar meu palito logo se irritou e rasgou a blusa de uma vez soltei uma risada ela era sem paciência e ela me queria quanto eu a queria

 

 

**********************************

 

 

Vesti meu palito meus cabelos loiros estavam bagunçados eu estava soado Barbara vestia o vestido dela terminei de me vestir olhei ao redor minha mesa estava bagunçada papeis amassados outros no chão frazi o cenho tinha que mandar melinda arrumar aquilo rápido eu perdi minha reunião mas pela foda valeu a pena

 

-bebe eu já vou-ela veio ate mim me deu um selinho e saiu da sala dei de ombros ela já tinha me dado o que eu queria agora foda-se onde ela vai  após thali sair da sala Ryan entrou pela mesma  arregalou os olhos ao ver o estado que aquele ambiente estava

 

-puta que pariu justin o trem foi bom em vou começar a transar na minha sala também –dei o dedo do meio pra ele avistei melinda entrando e tendo a mesma reação que Ryan so mandei arrumar a sala e não pedir explicações sai da sala sendo seguido por Ryan entrei no elevador ele também entrou

 

-qual e ? virou baitola ou me fã agora pra ficar me seguindo-resmunguei

 

-calma mano isso e tudo so por que a sua putinha te deixou?-revirei os olhos apertando o botam do primeiro andar as portas Se fecharam

 

 

-vai se foder ,o que você quer?

 

-eu e os meninos vamos numa balada que inaugurou ta fazendo maior sucesso hoje você vai?-ele me olhou as portas do elevador abriram  e eu sai sendo seguido por ele

 

-claro que vou  

 

 

 

 

 


Notas Finais


oie bem abaixo vai ter os coisinhas;-;

Acacia Briley como Sofia O´Brien
Ashley Benson como Camille Collins
Thylane Blondeau como Clarie Collins
Kristina Pimenova como Clarisse Collins
Barbara palvin Como Thalline Hundson

Justin Bieber Como Justin Bieber
Dylan O´Brien Como Dylan O´Brien


gente eu não sei fazer hot não podem criticar e desculpa s sair merda eu vou tentar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...