História Unintentionally loved you - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lesbicas, Rejeição, Yuri
Exibições 86
Palavras 726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Esta história aconteceu comigo a alguns meses, se gostarem, digam que eu continuo ela sendo fictícia, ou seja uma simples história que eu criarei.
Bjs e até

Capítulo 1 - Capítulo Único


Dói né? Ser rejeitada, ignorada e apenas uma pessoa, continuar com você, eu sei que dói pois eu passei por isso!

- Sabe Mari eu estou apaixonada - eu disse cabisbaixa para esconder meu rosto vermelho.

- Sério Gabi? E quem é o sortudo que ganhou o coração da senhora "nunca irei me apaixonar" - disse Mari rindo baixo da minha expressão.

- Na verdade Mari... É sortuda - disse essa ultima parte como um sussurro.

- É OQUE? - gritou espantada com um leve sorriso malicioso de canto.

- É oque você acabou de ouvir eu gosto de uma menina - disse ainda mais corada.

- Eu já desconfiava Gabi, sempre que falávamos de algum garoto você nem dava bola, nunca mostra nenhuma expressão quando assisti os meninos jogar futebol sem camisa e pior rejeitou o Gabriel Correia o menino mais lindo e desejado da escola que é caidinho por você (Blue: Tudo isso é verdade) - ela disse fazendo tudo ficar muito óbvio - E mais quando teve a excursão para a praia você ficava babando nas meninas de biquíni.

Nessa hora eu abaixei a cabeça pela vergonha e ela continuou.

- Gabi me conta, quem é? - ela disse com um tom curioso mas ao mesmo tempo brincalhão.

- É a Paloma mas não conta pra ninguém - disse outra vez em um sussurro e com o tom meio choroso.

- Eu não vou mais você vai - ela disse olhando pra mim e sorrindo maliciosamente.

- Ai não - disse já arrependida.

​Quebra de tempo: 1 dia

Na manhã seguinte eu fui pra escola sabendo e esperando o pior e ao mesmo tempo lembrando das palavras da Mari "você ira falar pra ela amanhã" lembro também que a Paloma é a menina mais linda e desejada da escola mas também loira de olhos verdes quem não se apaixonaria? Chego e vejo Mari e Paloma conversando eu quis passar direto mas não consegui Mari me puxou me fazendo ficar na frente dela e disse bem baixo só para mim ouvir.

- Agora é sua chance - ela disse calma e serena como sempre.

Eu respirei fundo e apenas concordei com a cabeça é verdade eu tinha que perder esse medo e falar logo de uma vez pois guardar isso só para mim esta me fazendo mal.

- Paloma pode vir aqui um pouco - pedi calma como sempre.

- Ta bem mas que seja rápido só temos 15 minutos até o professor chegar.

A levei até o gramado onde com o tempo escuro de chuva e o vento fazendo as pétalas da árvore cair eu achei que seria o momento perfeito para falar então comecei.

- Paloma somos amigas desde o segundo ano da escola certo? - disse mais apreensiva ainda.

- sim, somos - ela disse calma mas com um olhar curioso e nossa esses olhos verdes penetrantes é o que mais me atrai nela.

- Paloma desde que vi você eu achei que tinha algo especial em ti eu sempre lhe observava e admirava mas nunca tive coragem de ir fale contigo mas um dia eu tomei coragem e resolvi conversar contigo e foi a melhor escolha da minha vida pois nessa conversa de crianças eu despertei um sentimento muito forte por você mas oque eu queria dizer é que te amo - eu disse isso já muito vermelha olhando bem no fundo daqueles olhos verdes-esmeralda.

E a ultima coisa que ouvi e vi foi "desculpa Gabi" e ela saindo correndo e Mari vindo até mim me consolar eu não sabia como reagir mas não consegui controlar as lágrimas que rolavam por meu rosto. Voltando para a sala não a vi e foi ai que o inferno começou... Todos me olhando, rindo e falando "olha lá a lésbica" ou "tenho que tomar cuidado pra ela não querer se abusar de mim" só a Mari continuou falando comigo depois disso e consequentemente sendo zuada junto comigo "olha lá a amiguinha da lésbica" ou "sai de perto dela que ela vai te comer" mas mesmo assim nós seguimos em frente e estamos aqui hoje sendo zuada até agora... Mas a Paloma sumiu por uns 2 meses e depois reapareceu bem diferente mais tímida e não fala com ninguém.

"Sabe tudo isso fez eu perceber que a vida não é um mar de rosas"


Notas Finais


Bom é isso tudo contado acima é verdade...
Quem sabe eu não continue mas dai sendo fictícia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...