História United by destiny - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Abo, Lemon, Mpreg, Naruto, Omegaverse, Sasuke, Sasunaru, Sexo, Yaoi
Visualizações 327
Palavras 2.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui vai meu presente a vocês pelo dia das crianças, espero que gostem 😁😁
Desde já peço desculpa pelos erros

Capítulo 5 - Capítulo V


Fanfic / Fanfiction United by destiny - Capítulo 5 - Capítulo V

"- Você não vai conseguir, Sasuke. - Disse um loirinho se divertindo com o esforço que o moreno estava fazendo. - De-sis-te.

- Eu consigo sim. - Rangeu os dentes com raiva do loiro acima dele. - Vou subir até aí e quando eu chegar aí você vai ver.

- Eu já estou vendo Teme. - Disse rindo - Estou vendo o seu fracasso.

O moreno bufou irritado com o mais novo, não conseguia lembrar o que havia feito com que aceitasse aquela aposta, Naruto só podia ser muito persuasivo mesmo para convencê-lo a aceitar aquilo.

Sasuke estava se agarrando a parede da varanda do quarto do menor, tinha travado no meio da sua escalada, faltava pouco para alcançar o topo, porém toda vez que olhava para baixo sentia vertigens que o fazia suar frio. Naruto acima dele tirava sarro, se divertia com a expressão aflita do outro.

- Você não vai conseguir teme, é melhor desistir logo antes que caía e se você cair não venha me culpar depois. Eu disse que você não conseguiria - Disse apoiando o rosto nas mãos entrelaçadas totalmente desinteressado com a situação na qual o outro se encontrava.

Sasuke não sabia quando desistir, quando suas capacidades eram postas a prova ou alguém duvidava que conseguiria realizar alguma coisa ele sempre tentava provar o contrario - principalmente se esse alguém em questão fosse Naruto -, porém muitas vezes o moreno tinha que ser socorrido pelo seu irmão mais velho, e essa era uma das vezes em que precisou de Itachi para sair daquela situação."


.

.

.


Sasuke bufou com aquela memória constrangedora, pois ao olhar para baixo pode ver afinal que a varanda nem era assim tão alta com suas lembranças faziam parecer. Subir ali foi fácil de mais - fácil agora, antes havia fracassado lamentavelmente.

Já fazia uma semana desde da ultima vez que tinha posto os olhos no seu Ômega, e depois de bastante sermão do seu irmão tinha tomado vergonha na cara a ido visita-lo, porém por conta de ainda haver alguns resquícios de receio resolveu ir em meio a madrugada, bem na hora que todos dormiam.

Correu em sua forma animal furtivamente até a casa do Hokage passando sem ser notado pela segurança dos portões, e em sua forma híbrida subiu facilmente a varanda que na sua infância era um tremendo desafio para si. 

Precisava ver como seu Ômega estava, em seu âmago sentiu que ele precisava de si, e não conseguindo ignorar aquele instinto correu até ele sem mais nem menos. 

Entrando com cuidado no quarto reparou que o mesmo não tinha mudado muito desde a última vez que tinha estado lá, as roupas continuavam jogadas no chão se perdendo debaixo da cama. O quarto estava infestado com o odor inebriante do Ômega, o menor estava deitado encolhido no meio da cama, o que era algo estranho já que puxando pelas suas lembranças Naruto sempre o empurrava para fora da cama quando tentava dormir com ele, o loirinho não parava quieto esparramado-se por toda cama.

Olhando ao redor Sasuke percebeu que a bagunça no quarto não era provocada somente pelo desleixo por parte do outro, as coisas que deveriam estar encima da mesa sem encontravam jogadas no chão, o espelho estava quebrado com algumas manchas de sangue que seguia até a cama do menor.

Naruto dormia de lado com as mãos próximas ao rosto, suas unhas estavam sujas com sangue assim como os nós dos dedos e seu rosto machucados. Tudo aquilo indicava que ele se auto infringiu os ferimentos no rosto e socou o espelho. 

Parece que o afastamento dele não era sentido só por si, seu companheiro também estava sendo afetado de alguma forma.

Mudando novamente para sua forma animal ajudou na cicatrização dos machucados do Ômega, e depois se juntou a ele na cama apoiando seu focinho no pescoço do menor.

Não tardou muito para a noite virar dia, e quando os primeiros raios se sol começou a despontar Naruto acordou notando que seu quarto estava organizado, em sua mente só poderia ser coisa da sua mãe, porém havia um aroma estranho presente no ambiente, um aroma semelhante ao que estava presente ao seu corpo quando foi deixado em casa pelo seu Alfa. 

Balançando a cabeça resolveu deixar esses pensamentos malucos de lado e resolveu voltar para a sua rotina diária.

Depois do banho e de ter tomado café sozinho - seu pai teve que sair cedo de casa por conta de alguns problemas na prefeitura e sua mãe foi visitar Deidara no hospital -, se dirigiu para os fundo da casa onde ficava a área de treinamento onde começou o aquecimento. 

Em meio os exercícios de aquecimento Naruto se perdeu em pensamentos, estava se questionando o motivo de "seu" Alfa ter aparecido no seu quarto, qual a razão para que depois de tanto tempo ele resolver aparecer? Será que ele sentiu ou teve algum instinto quando se feriu? Ele só aparecia quando estava machucado? Afinal, nas duas vezes em que se viram ele estava ferido, então seguindo esse raciocínio para poder vê-lo novamente ele teria que se ferir, não?... Felizmente, naquele momento seu celular tocou distraindo-o daqueles pensamentos totalmente errados pelo menos por enquanto.

O telefonema era de Sakura, sua melhor amiga que ligará para falar da única coisa que ela só sabe falar.

- Ah Naruto, ele é perfeito, quando você ver irá concordar totalmente comigo. - Falou a rosada suspirando no outro lado do telefone. - Eu quero esse Alfa para mim.

- Eu pensei que você tivesse encontrado seu companheiro no "festival" Sōrumeito. - Disse confuso com a última frase. - Mas, o Lee?

- Tenha dó, quem é Rock Lee na fila do pão? - Questionou com desdém. - Eu quero distância dele é das sua sobrancelhas, ele é um zé ninguém comparado a Uchiha Sasuke, que além de ser rico é lindo.

Haruno Sakura era alguém que na infância sempre almejou casar com um Alfa rico, por conta disso se sentiu frustrada ao descobrir na adolescência que não era uma Ômega e sim uma Beta, porém isso não chegou nem perto da frustração que sentiu na semana passada ao descobrir que seu companheiro era nada mais nada menos do que Rock Lee, um Beta fascinado e fissurado nela desde sempre.

- Não fale assim do Lee, ele é uma boa pessoa devia dar uma chance a el... Espera, você disse Uchiha Sasuke? - Estava tão distraído tentando proteger o amigo que nem prestou direito atenção nos disseres da rosada. - Uchira igual ao Itachi nii-cha?

- Sim, pelo que fiquei sabendo o Sasuke é irmão caçula do Itachi. Fico surpresa dele não ter comentado nada com você sobre ele, já que vocês são meio que parentes.

Era realmente muito estranho Itachi não ter comentado nada consigo, afinal se conheciam desde que se conhecia por gente, além do que ele era companheiro do seu "primo" Deidara fazendo parte da família, não era do seu feitio esconder uma coisa dessa.

Com essas divagações se desligou totalmente da conversa, perdendo o enaltecimento que Sakura estava dando para o  Alfa, voltando a si somente quando a mesma estava já encerrando os elogios que dirigia ao outro.

- ... Deidara conseguiu fisgar o mais velho para si, mas o caçula ninguém me tira. - Disse totalmente confiante no seu charme. - Anota o que eu estou te falando Naruto, Uchiha Sasuke será meu!

Aquela afirmação com tanta certeza e confiança foi meio estranha, e Naruto estava preste a disser isso para ela, mas um barulho inesperado no exterior de sua casa chamou sua atenção. Despedindo-se rapidamente de Sakura desligou a ligação e se dirigiu a parede onde as armas ficavam guardadas, se armando para combater o inimigo que se aproximava.

Do lado de fora da casa Sasuke seguia as instruções que Kakashi lhe dera para poder achar o Dojo onde dava aulas ao pequeno Ômega. Saber que o menor sabia lutar era estranhamente reconfortante para si, a rebeldia que o outro mostrava quanto ao costumes e padrões que a sociedade impunha nos Ômegas para que sempre demonstrasse fragilidade mostrava que sua personalidade era forte, e que apesar dos anos e das "dificuldades" que os dois passaram para se encontrarem e ficarem juntos suas essências nunca se esvaiu.

Nervoso com esse encontro estava se concentrando em não demonstrar ou deixar escapar nenhuma expressão ou informação que fizesse com que o outro desconfiasse de si, aquilo era somente uma primeira aproximação, não queria jogar tudo de uma vez em cima do menor, queria primeiramente ganhar a sua confiança e ir aos poucos lhe dando informações para não assusta-lo e consequentemente afasta-lo.

Dando a volta ao redor da casa encontrou uma porta que só podia dar acesso ao que estava procurando, não esperando por nenhuma receptiva foi pego de surpresa quando uma kunai veio em sua direção lhe dando somente tempo de desviar e mesmo assim ainda recebeu um ferimento na bochecha. Olhando para trás viu que a arma tinha se fincado na árvore quase a atravessando, mostrando que se não tivesse conseguido desviar estaria agora em maus lençóis.

Quando virou para ver quem lançará a kunai não teve muito o que fazer a não ser entrar em guarda, pois um vulto loiro avançava para cima de si com grande velocidade. Aquele comitiva foi inesperada, mas olhando por um lado a mesma facilitaria bastante seu trabalho na parte de avaliação dos movimentos e preparo que o menor tinha.

Naruto avançou com tudo para cima de Sasuke sem qualquer sinal de contenção, dando tudo de si em cada golpe, porém Sasuke não ficava para trás se defendendo sem grandes problemas.

"Ele é bom! Quem será ele?" Questionou enquanto aumentava o número de golpes para cima do moreno atraente que consegui acompanha-lo se defendendo e ainda assim contra ataca-lo de uma forma que Naruto quase não teve tempo desviar.

- Estou vendo que Kakashi o ensinou bem!

Naruto defendeu o golpe que ia diretamente ao seu rosto, escapando de mais alguns golpes, optando logo em seguida em aplicar uma rasteira ao outro à sua frente. Entretanto, Sasuke não só  desviou como bateu na canela de raspão de Naruto, isso não fez com que perdesse o equilíbrio, mas abriu uma brecha para Sasuke aplicar um golpe.

- Mas, você tem muito o que aprender ainda. - Disse parando o punho próximo ao rosto do menor, que fechou os olhos esperando o golpe no rosto. Como esse golpe nunca veio, abriu os olhos devagar encarando o desconhecido na sua frente que analisava sua face com cuidado, e quando os olhares se cruzaram um dos olhos de uma cor azul intensa passou para vermelho sem que o menor percebesse, fazendo com que o maior desviasse o rosto se afastando.

- Hum, hum. E você está se oferecendo para me enscinar, é isso!? - Indaga com um certo tom de ironia na voz. - Sua oferta é muito tentadora, mas eu já tenho um sensei.

- Eu não estava e nem estou me oferecendo Sr.Uzumaki, a partir de hoje eu sou seu novo sensei. 

- Quem é você? - Perguntou curioso, mas antes do moreno a sua frente ter chance de responder sua mãe aparece a porta.

- Sasuke, que bom vê-lo por aqui. Dessa vez você vai ficar para comer com a gente, não é!? Eu preciso te contar tanta coisa...

Naruto ficou sem entender nada, como se tivesse sido enfocada sua mãe aparece do nada é arrasta o desconhecido que o atacou para dentro de casa como se fossem velhos amigos.

Contrariado com a atitude de Kushina, subiu para o seu quarto dando privacidade ao dois - coisa que parece que sua mãe não sabe o que é -, tomou banho para se refrescar e tirar o suor do corpo e foi ao seu computador pesquisar sobre o Sasuke, estava curioso quanto a ele, mas o resultados que recebeu não lhe revelavam nada, e isso era frustrante.

Tudo aquilo era muito estranho para si, Itachi não tinha cara de quem esconderia que tinha um irmão, sem contar que sua mãe parecia conhecê-lo.

Naruto passava mais uma tarde sem fazer nada, jogado na sua cama com esses questionamentos enquanto no andar de baixo sua mãe conversava com o tal de Sasuke. Já estava ficando entediado de só ficar em casa, conversaria com seu pai para ver se ele conseguia um estágio.

Só desceu na hora do jantar e para sua surpresa - só que não - Sasuke estava sentado de frente para seu lugar, aquele jantar seria longo e pelo visto só mais tarde poderia ver se seu plano/teoria em pratica.


.

.

.


Algumas horas antes

- Kakashi, vou cobrar precisar comprar aquele favor agora.

- O que eu vou ter que fazer? - Questionou.

- Na verdade você não vai precisar fazer nada, quero que você deixe de treinar o Naruto, já tenho um novo sensei para ele.

- Sasuke?

- Esse mesmo.


Notas Finais


Será que a Sakura será um empecilho? Naruto dará andamento aquela idéia insana? Gostaram do Sasuke como sensei?
Deixe suas opiniões nos comentários 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...