História Unitentionally loved you (sem querer amei você!) - Capítulo 34


Escrita por: ~ e ~MaJoForever12

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Personagens Alícia Alencar, André Alencar, Arthur Torres, Aurora Meneses, Benjamin, Chloé, Clara Jardim, Damião da Fonseca, Dona Nina Agnes, Felipe Vaz, Fiorina Cavichioli, Flora Cruz, Fortunato Meneses, Giuseppe Cavichioli, Helena Agnes, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Joel Ferraz, Julia Vaz, Laura Antunes, Lola Alencar, Luiz Jardim, Manuela Agnes, Marina Lopes, Mateus Jardim, Ofélio Batista, Omar Ferraz, Orlando Junqueira, Otávio Neto, Pastor Augusto, Pedro Cavichioli, Personagens Originais, Priscila Meneses, Professora Flávia, Rebeca Agnes, Regina Junqueira, Sabrina, Safira Meneses, Téo Cavichioli, Vicente Alencar
Tags Cumplices De Um Resgate, Judre, Lolipe, Mabrina, Majo, Primar, Teobela
Exibições 133
Palavras 2.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem voltou! Demorei mais cheguei! Não vou enrola aqui em cima, vejo vocês lá em baixo!
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
💖

Capítulo 34 - Minha chata!


Fanfic / Fanfiction Unitentionally loved you (sem querer amei você!) - Capítulo 34 - Minha chata!

               "Povs manu"

Ele vai abrindo minha camisa, eu já não tava conseguindo raciocinar direito tava totalmente entregue a ele, ate um barulho de batida na porta soar no quarto, me fazendo levar um susto e me afasta de Joaquim rapidamente, o mesmo me olha manhoso e eu RI.

Manu: Atende a porta vai- falei pro mesmo q fez uma cara de tédio

Joaquim: quem e?- ele grita por conta da música que estava alta, a porta se abre e dela entra Benjamin q tava com um sorriso malicioso em seus lábios, olho para minha perna e vejo que Joaquim ainda tava com sua mão naquele local, rapidamente a tiro e ele me olha e resmunga algo que não entendi me fazendo RI de seu drama.

Benjamim: to vendo q atrabalhei alguma coisa ne?- fala e eu coro, Joaquim percebe e solta uma risada fraca me abraçando

Joaquim: fala logo o q vc quer Benjamin!- diz olhando pra ele q tava parado em nossa frente

Benjamim: eu só vim pegar meu celular que esqueci aqui hoje mais cedo!- diz e pega o mesmo em cima da mesinha que havia ali, e se aproxima- e também vim da boa noite pro meu marido- fala e abraça joaquim- ate amanhã meu amor!- fala e Joaquim faz careta, eu tava morrendo de RI da cena- eu quero meu beijinho- fala e faz um bico, Joaquim afasta ele rindo

Joaquim: sai dessa viado, nosso caso acabou faz tempo, hoje estou com outra não gosto mais de vc!- Joaquim fala entrando na brincadeira, eu tava quase sem ar de tanto ri.

Benjamim: a então e assim? Você me usa e depois joga fora como se fosse algo descartável? Eu realmente não esperava isso de você!- ele diz fingindo um choro falso- tudo bem, eu já vou, e ve se me esquece!- fala e vai ate a porta, eu tava morrendo de RI daquela encenação, Joaquim ria junto comigo, assim q benjamim chega na porta volta rindo.

Manu: serio Benjamin você e Ilário!- falei me recuperando

Benjamim:  e ne eu fasso o que posso!- diz se gabando

Joaquim: agora que a madame acabou o show, já pode sair do meu quarto por que eu quero dormi!- fala se cobrindo e se ajeitando na cama ainda rindo

Benjamin: ta bom, já to indo! Boa noite pra vocês ai!- diz e se aproxima de mim me dando um beijo na bochecha e depois faz um toque de mão com joaquim- tchau unicórnios da minha vidinha!- fala sorrindo e sai saltitando do quarto

Manu: tem certeza que ele ta bem?- pergunto rindo e olhando pro Joaquim q estava olhando pra mim fixamente

Joaquim: ele vai ficar!- fala e solta um sorriso de canto, e q sorriso meu deus!-  e.. Então vamos dormi?- pergunta e eu acento, gracas a deus ele não comentou nada do que quase aconteceu, agradecia isso mentalmente. Ajeito a coberta direito sobre meu corpo e me deito na cama abraçando Joaquim e colocando minha cabeça em cima de seu peitoral, o mesmo me abraça pela cintura e me puxa pra mas perto de si colando mas nossos corpos.

Manu: boa noite vida- falei sentindo meus olhos pesarem 

Joaquim: boa noite princesa- fala e me da um beijo em minha testa me fazendo sorri, e logo depois adormeci!


           "Povs Joaquim"

Acordo com um peso sobre mim, abro os olhos lentamente e vejo minha pequena totalmente em cima de mim, um sorriso bobo surgi em meu rosto. Olho pro seu rosto e a mesma tinha uma expressão serena e calma, sua respiração estava pesada e lenta, ela e linda, em todos os sentidos, e o melhor e que ela e minha, só minha, ninguém toca! Lembrei também o que quase aconteceu ontem, foi ate bom o Benjamin te aparecido, não que eu não quisesse ela, mas eu acho que tem que ser especial, tanto pra ela quanto pra mim, e vamos convenhar, o meu quarto não e uma das melhores opções pra isso, ainda mas em uma festa de familia. Afasto esses pensamentos e pego meu celular no criado mudo e olho as horas, já eram guase 12:00, a casa estava calma, devem estar dormindo, ou o povo ta com ressaca, ou os dois, coloco o celular novamente no criado mudo e volto a olhar pra manu, pego em seu rosto e ela estava quente, olho pra suas bochechas e elas estavam em um tom rosa. Ela deve ta com febre, melhor acorda ela.

Joaquim: vida, acorda- falo mexendo em seu cabelo- princesa, hey amor, acorda vida- digo acariciando sua bochecha e ela se mexe manhosa 

Manu: amor, minha cabeça- ela fala manhosa- deixa eu dormi mais um pouquinho vida!- fala e se achonchega mais em cima de mim

Joaquim: pequena, eu vou lá pegar um remédio pra você- falo e ela me segura- amor, vc ta com febre e com a cabeça doendo, deixa eu ir lá pega alguma coisa pra você!- falo e ela afunda a cabeca na curvatoria do meu pescoço

Manu: eu amo você sabia?- fala com uma voz rouca

Joaquim: eu também amo você sabia?- digo e dou um selinho nela

Manu: eu vou descer com você, só vou lavar o rosto, me espera!- fala e se levanta divagar. Eu não queria que ela descece comigo, ela ta meio doente, mas quando ela bota alguma coisa na cabeça e difícil alguem tira! Me levanto e vou ate meu quarda-roupa pego uma blusa qualquer e visto, logo manu sai do banheiro com um coque frouxo e com a mesma camisa de ontem ela ia ate o meio de suas coxas, o que não me agradou muito, ja que meus "amáveis e queridos" primos iam fica secando a minha namorada, Afasto esses pensamentos e pego em sua mão.

Joaquim: eu ainda acho que você devia te ficado no quarto, você ta com febre com a cabeça doendo, e o que mais?- pergunto a olhando assim que saímos do quarto e ela revira os olhos

Manu: vida, por favor eu não quero te da trabalho, minha cabeca nem ta doendo tanto e eu não to com febre ta!- diz se defendendo e eu a olho

Joaquim: a claro...- assim que eu ia continuar, já tínhamos chegado no andar de baixo, e vejo que minha familia toda estava ali na sala nos olhando, dou um sorrisso forçado e puxo manu pra cozinha vendo minha mãe ali preparando o café- eu não sabia que a familia da pesada tava hospedada aqui!- falo e ela me olha repreendendo- o que foi?- pergunto soltando a mão da manu e sentando no balcão que tinha na cozinha,logo em seguida a puxo pela cintura "prendendo" ela entre minhas pernas e a abraçando pela cintura.

Mãe: o que foi Joaquim? O que foi e que seu pai ta com ressaca de ontem eu to com ressaca também e ja acordei estressada com esse povo buzinano no pé do meu ouvido, e se alguem ouvi você se referindo a eles dessa maneira, vão me atormentar dizendo que eu não te dei educação pra você e pro seus irmãos, você sabe que a família do seu pai me "ama", então não piora- fala tudo rápido andando de um lado pro outro, eu tava me segurando pra não RI de seu nervosismo, de derepente ela para e olha pra manu e sorri- bom dia minha linda, como você ta? Dormiu bem?- diz chegando perto da gente e abraçando manu que sorriu e retribuiu- meu deus minha flor você ta queimando de febre-  fala a olhando

Manu: eu não acordei muito bem hoje!- fala se apoiando em mim e fechando os olhos

Mãe: Joaquim vai pegar um remédio pra manu, anda- fala a puxando de perto de mim e a sentando na cadeira medindo sua temperatura, olho para aquela cena e um  sorriso surge em meu rosto, ve que minha mãe aprova minha escolha e que gosta da minha namorada, me deixa feliz! Vou ate a caixa de remédios e a pego levando pra minha mãe, ela começa a procura um remédio e logo tira um de lá, pega um copo de agua e da o comprimido com a agua pra manu que tomou e fez uma careta.

Manu: obrigado tia regina, mas não precisava se preocupa, deve ser só um resfriado!- ela fala com um sorriso agradecido

Mãe: que isso minha linda, não precisa agradecer por nada, mesmo sendo só um resfriado igual você falou, e melhor cuidar logo pra não piora, agora vamos tomar café!- ela fala e vai até a sala fazer alguma coisa, fico observando manu que estava sentada observando sua mão que contia nosso anel de compromisso ela sorriu e me olha, me aproximo da mesma e sento do seu lado pegando sua mão.

Joaquim: por que ta com esse sorriso?- pergunto enquanto acariciava sua mão.

Manu: nada, só estava lembrando quando a gente se conheceu, nosso primeiro beijo, o dia que você me pediu em namoro e me deu essa aliança, as briguinhas que tivemos!- ela fala e eu solto um sorrio, realmente eu nunca pensei que aquela garota da saia preta se tornaria minha namorada, mas foi a melhor coisa que aconteceu- sei lá, nunca pensei que a gente acabaria namorando, e que eu acabaria me apaixonando por você!- fala sorrindo e eu solto um sorriso fraco- obrigada por tudo, por ta cuidando de mim, por me aguenta mesmo na TPM, por ta sempre do meu lado, emfim por tudo! Eu amo você!- fala e eu solto um sorriso.

Joaquim: realmente não e uma tarefa fácil, te aguentar na TPM, se fica chata pra cacete!- falo e ela me da um tapa no braço me fazendo sorri

Manu: idiota, eu não fico tão chata assim ta!- se defende

Joaquim: fica sim, mais você e minha chata, só minha, eu também não imaginava que a gente acabaria namorando, isso não estava nos meus planos, mas você apareceu e estragou todos eles, e eu te agradeço por isso, eu não queria me apega, não queria me apaixona, mas e impossível, você chegou e eu já fiquei gamado em você, só não queria adimitir, mas eu queria você, queria ter você so pra mim, e hoje você e só minha, eu amo você!- falo e dou um selinho na mesma, olho pra ela e ela tava chorando- que foi meu amor?- pergunto a abraçando

Manu: e que eu adoro guando você fala que me ama- ela fala e começa a chora mais

Joaquim: que bunitinha ela ta de TPM- falo e aperto as bochechas dela, a mesma levanta o dedo do meio pra mim e vai ate o filtro pegando água e bebendo, vou ate ela e a abraço por trás- eu vou cuidar de você, mesmo você tando chata- falo e ela me emburra me fazendo RI

Manu: idiota! E eu não to de TPM ta!

Joaquim: ta sim, nao me desminta,eu já disse que você e minha chata so minha, te amo!- falo e a puxo pela cintura, para um beijo calmo e com carinho, guando eu ia profunda o beijo, um ser entra e atrapalha fazendo a gente de separa- tinha que ser você ne Júlia- falo assim que a vejo ali, a mesma tinha um sorriso malicioso nos lábios, mas eu não liguei

Ju: agora eu tenho culpa se mal começou o dia e vocês já tao se pegando, ainda mais na cozinha!- ela fala debochada e eu reviro os olhos, ju vem ate nos e da um abraço na manu e um beijo em meu rosto.....

          Quebra de tempo

Já se passava das 15:00, e os doidos/meus amigos tinham chegado aqui em casa, nos tínhamos combinado de jogar futebol, as meninas vieram junto pra assistir.

Manu: eu queria ficar o resto da tarde com você, mais você me trocou por futebol!- ela fala com manha e eu ri

Joaquim: vida, para de manha, a gente vai ficar junto depois do futebol, se você não lembra eu vou pra sua casa, vou te muito tempo pra te atormenta ainda hoje!- falo a abraçando pela cintura e colando nossos corpos, a mesma passa seus braços pelo meu pescoço fazendo nossos rostos ficarem colados

Manu: mais eu queria passar a tarde toda com voce!- fala manhosa e me fazendo RI

Joaquim: princesa, vamos fazer assim, próximo fim de semana a gente fica junto ele todinho, sem jogos de futebol, pode ser?- pergunto e ela acente sorrindo. Seguro firme em sua nuca e a puxo, iniciando um beijo, nosso beijo era lento e ao mesmo tempo feroz, peço passagem para a língua e a mesma cedi abrindo mais a boca, nossos línguas dançavam em perfeita harmônia, elas guerrearam por espaço, aperto mais sua cintura e aprofundou mais o beijo puxando cada vez mais sua nuca ao meu encontro, a mesma pega suas unhas e arranha minha nuca me arrepiando por inteiro, o ar se faz necessário e nos separamos ofegantes, sorri e a abracei sentindo seu cheiro e ficamos assim, ate ouvi alguem me chamando

Omar: Joaquim você e a manu podem fazer o favor de andar logo ai em cima, por que se voces nao sabem, temos que ir pro campo ainda hoje o Zé mane!- fala do andar de baixo e eu sorri puxando manu comigo pra lá.....


Notas Finais


Então gente, eu sei que to sumida, mas e que ta tudo muito apertado na escola, eu acabei me atrasando em alguns exercícios por conta da prova da bolsa que eu fiz, e tive que coloca tudo em dia, e minha escola ta em época de prova então ta difícil. Mas assim que acabar posto outro capítulo!
Queria agradecer pela compressão de vocês, e desculpa pelo capitulo pequeno, foi o que consegui fazer hoje!
O que acharam do cap? Digam o que acharam nos comentários, e coloque que casais querem no próximo!
Então eu acho que e isso, obrigada mais uma vez e desculpa pelo capitulo pequeno de novo!
Bjs de Nutella😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...