História Universidade - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Luluzalol

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Assasinato, Bts, Horror, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Morte, Namjin, Namjoon, Sangue, Seokjin, Suga, Taehyung, Terror
Visualizações 126
Palavras 8.829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Imagem dos irmãos Seo na capa, ok?
Gente, podem me dar um pouco de atenção aqui, por favor? Obrigadinha.

Esse cap vai aparecer algumas pessoas novas e eu tentei deixar facil de entender, mas ele esta um pouco complicado então, por favor, prestem muita atenção, ok?
É hoje que o terror começa... Hehehe...

Capítulo 3 - A primeira formatura - Parte2


Fanfic / Fanfiction Universidade - Capítulo 3 - A primeira formatura - Parte2


-Bem, eu vou indo então… - Disse Hoseok ao ver como o clima ali havia ficado pesado. - Am… Até mais tarde. - E saiu da sala, apressado.

Park Jimin ainda encarava o moreno bonito a sua frente.

Era normal conhecer o trabalho de alguém, virar fã e conhecer o ídolo tudo no mesmo dia?

Claro que não.

Qualquer pessoa entraria em choque se isso acontecesse e era assim que Jimin estava.

-Am… Então… - Jungkook costumava ser sociável. Ele era o presidente de todas as três turmas - Embora muitos não soubessem disso - então tinha muita facilidade em se comunicar com qualquer um, mas ali o clima estava tão pesado e Jimin estava o secando tanto que ele demorou para conseguir puxar um assunto. - Eu vi a sua dança. - Disse finalmente.

Jimin arregalou os olhos castanhos e corou na mesma hora. Havia demorado para perceber que seu mais novo ídolo vira sua apresentação… Ok… Vergonha eterna.

Claro que o loiro deu um jeito de mudar de assunto, não queria ouvir a opinião do outro com relação a sua performance, provavelmente ele diria algo ruim já que era muito mais talentoso.

-Eu vi suas pinturas. - Disse o Park.

Jungkook pareceu ficar nervoso no segundo seguinte ao que ouviu aquela frase. O moreno apertou um dos braços com a mão de dedos longos e baixou o rosto para o chão, se esforçando para conter um sorrisinho de medo.

-Mesmo? - Perguntou ele.

-Sim… São muito bonitas…

E os olhos escuros do moreno se acenderam como duas estrelas brilhantes.

-É mesmo? - Perguntou animado com um sorriso na face.

-Sim, eu adorei.

Jungkook aumentou seu sorriso ainda mais e Jimin logo viu que ele pareceu um coelhinho quando o fez.

Fofo.

-Muito obrigado. - Agradeceu. - Você é muito talentoso, sabia?

Jimin baixou a face em direção ao chão abaixo de seus pés e sorriu com um eye smile adorável.

-Achei você muito melhor… - Disse baixinho.

-Não, é sério. Você é maravilhoso, eu amei sua apresentação. Cada passo foi tão perfeito e foi muito sexy e…

Jungkook parou de falar quando uma moça adentrou a sala.

Ela era baixinha, magra, carregava algumas linhas de expressão em torno dos olhos escuros e da boca fina, junto de uma maquiagem básica e uma expressão confusa.

-Com licença. - Disse ela olhando diretamente para os dois meninos. - Onde vai ser a aula de dança? Acho que estou um pouco perdida…

-É aqui mesmo. - Jungkook a informou com um sorriso largo na face. - Estamos apenas esperando os outros alunos chegarem, então, se quiser ir entrando, sinta-se a vontade.

E mais uma vez Jimin se impressionava com Jeon Jungkook.

Como ele conseguia se comunicar tão bem com as pessoas, mesmo quando não as conhecia? Não havia um pingo de vergonha em sua cara! Era impressionante.

-Está bem, vou entrando então. - A senhora respondeu sorrindo e já adentrando a sala.

Não demorou muito para que outras pessoas chegassem e, algumas delas, até elogiaram a performance dos dois garotos no palco.

No final de tudo haviam dez mulheres, seis homens, duas garotinhas com menos de quatorze anos com certeza, um garoto adolescente e, a última a chegar, Pyo Minji, sua amiga dos cabelos rosa e roxo e das lentes coloridas.

-Vai fazer aula também? - O Park perguntou para Minji, logo apos cumprimebta-la.

-Sim. - Disse alegre. - Vim te dar apoio moral e ver se você é um bom professor. - Ela brincou.

Jimin deu uma risada baixinha e logo a respondeu.

-Bem, se não gostar de mim pode aprender só com o Jungkook.

-Jeon Jungkook? - A garota perguntou. - Onde ele está? - E olhou pela sala.

-Alí. - O loiro apontou para Jungkook que bebia o conteúdo de uma garrafa de água e tornava a se alongar antes de começar a aula.

-Nossa, nada mal. - Disse ela, rindo baixinho. - Ele parece mais bonito ainda hoje.

E Jimin pôs-se a observar o moreno, que se alongava, atentamente, junto da amiga.

-Sim… Ele é muito bonito…

-Eu super pegaria. - A garota completou.

-Vocês já se conhecem? - O loiro perguntou, ignorando o comentário anterior.

-Só o conheço de vista mesmo. - Disse Minji. - Mas você bem que podia me apresentar ele, não é?

Jimin não sabia o por quê aquilo não lhe parecia uma boa idéia, mas Minji era sua amiga e ele não podia negar-lhe o favor, por mais desconfortável que fosse.

-Claro. Depois da aula, pode ser?

-Pode ser. - Ela concordou sorrindo animada.

Foi aí que surgiu aquela questão básica: Como ele poderia apresentar a amiga para Jungkook sendo discreto?

Ele e Jungkook não se conheciam a mais de alguns minutos e apresentar-lhe a amiga com o objetivo de fazê-lo se interessar por ela parecia uma coisa meio errada.

Como ele faria isso?

Não poderia chegar do nada e falar algo como:

“Jeon Jungkook, essa é minha amiga, Pyo Minji. Ela é muito bonita, legal, uma ótima pintora e sabe dançar também, quer levar ela pra um cinema para vocês se pegarem?”

Ok… Talvez isso fosse direto de mais.

Seus pensamentos foram interrompidos por Jungkook tocando seu ombro direito, delicadamente.

-Jimin. - Chamou. - A turma já está pronta, vamos?

Jimin olhou em volta e viu todos os alunos, incluindo Minji, posicionados em seus lugares na sala, de pé, prontos para dançar.

-Vamos lá. - Disse ele.


Não ensinaram coisas muito difíceis já que todos ali, menos sua amiga intrometida, eram iniciantes.

Primeiro Jungkook ensinou um passo de “B-boy” qualquer, depois Jimin ensinou algo do “Poping” de uma maneira bem básica, então Jungkook ensinou outro passo fácil e assim se seguiu o revezamento.

No final ambos criaram uma sequência curta com os passos ensinados e dançaram junto da turma.

Os alunos pareciam estar se divertindo durante a dança, mesmo que tivessem que fazer certo esforço para se concentrarem em acertar todos os passos e lembrar da sequência - Com exceção de Pyo Minji, claro. Foi uma boa experiência.

Assim que a aula terminou todos se retiraram da sala para explorar a universidade ativa e participar de outras aulas, dadas por outros alunos. Alguns até elogiaram os dois professores pela aula divertida. Jimin sempre acabava corando perante os elogios e Jungkook acabava assumindo a frente a agradecendo, por ambos, com um sorriso no rosto.

-Jimin, quer comer alguma coisa? - Pyo Minji perguntou enquanto o Park acenava com a mão miúda para a última aluna que partia.

-Claro. - Ele concordou.

Ainda precisava apresentar sua amiga para Jungkook, não é mesmo?

Havia se distraído tanto com a aula que se esquecerá completamente daquele detalhe constrangedor.

-Jungkook… - Ok, ele era tímido de mais para fazer essas coisas. Mal havia chamado pelo nome alheio e já sentia sua face esquentar em vergonha, as pernas derreterem e o coração acelerar. Por que tinha que ser tão fodidamente tímido? Pyo Minji deveria agradecê-lo muito depois, talvez até lhe pagar um salgado. - Quer ir comer com a gente? - Perguntou tudo de uma vez, antes que perdesse a coragem.

-Comer? - O moreno perguntou levantando ambas as sobrancelhas. - Claro, vamos sim. Eu soube que, perto das quadras, armaram algumas barracas ou algo assim e um dos garotos da minha classe está servindo umas tortas doces diferentes, vamos provar?

-Claro! - O loiro concordou e sentiu a amiga dar uma cotovelada leve em seu braço.

Porcaria… Ele teria mesmo que fazer aquilo.

Não havia escapatória…

-Am… Jungkook… - Chamou novamente logo recebendo o olhar do moreno para si. - Essa é minha amiga, Pyo Minji, ela vai com a gente, tudo bem?

E a menina dos cabelos coloridos e maquiagem escura - que destacava os olhos cor de rosa - sorriu largo. Seus dentes pareciam ainda mais brancos com aquele batom preto nos lábios e os olhos brilhavam lindamente. Ela parecia bem animada em conhecer o Jeon.

-Claro que sim. - Disse Jungkook sorrindo para a garota. - Prazer em conhecê-la.

-O prazer é todo meu. - ela rebateu, simpática. - Eu vi a sua apresentação com aquele seu amigo, foi muito boa.

-Voce gostou? - Perguntou animado. - Muito obrigado.

E Jimin não pode deixar de sentir que estava segurando uma enorme vela ali. Só faltava os dois começarem a se beijar e o deixarem assistindo.

Fez uma careta ao imaginar aquela cena e começou a andar até a saída.

-Vamos? - Perguntou numa tentativa de apressar os “pombinhos”.

Por que sentia que sua voz havia saído com uma gota de irritação?

Devia ser impressão sua.

-Claro. - E Minji se agarrou ao seu braço direito arrancando um sorriso do Park. Ele adorava estar próximo das amigas. Ele, Minji e Eunbyul eram bem colados mesmo, uma ligação muito forte.

-Acho que a barraca dele é a terceira a direita. - Disse o Jeon, já caminhando ao lado dos outros dois.

- Não é longe então. - Disse a colorida. - Vamos achar rápido.

-Sim.

-Quem é seu amigo? Eu conheço? - Ela perguntou numa tentativa de puxar assunto.

-Moon Chinhae. - Jungkook respondeu.

Jimin sentiu-se surpreender na mesma hora.

Moon Chinhae? O fotógrafo? O melhor fotógrafo?

Jimin se lembrou então de ter visto aquela exposição de fotografias de Jungkook e Chinhae.

Bem, aparentemente eles eram amigos.

-Você é amigo dele? - Minji perguntou, surpresa, antes que Jimin o fizesse.

-Sim, somos amigos de infância. Quando eu era pequeno, tinha uns sete anos, tive que me mudar de casa e acabei virando vizinho dele. A gente nem se falava, mas um dia eu o peguei tirando fotos de mim pela janela e achei aquilo estranho. - Disse rindo ao se lembrar do ocorrido. - Então ele me explicou que gostava de tirar fotos de tudo e que queria ser fotógrafo, e foi aí que viramos amigos. Mais ou menos dois anos depois acabamos estudando na mesma escola e desde então estamos juntos.

-Que legal. Ainda bem que os dois passaram na Busan Arts, seria chato se ficassem separados depois de tantos anos. - Disse a garota.

-Sim, mas eu já sabia que ele iria passar. Digo, ele é muito bom. Se ele não passasse então ninguém passaria.

-Está falando do que? - Questionou Minji, cheia de humor na voz aguda. - Você passou em primeiro lugar junto do Yoongi.

E Jungkook deu de ombros enquanto sorria.

-Eu realmente não estava esperando isso.

Jimin apenas ouvia a conversa em total silêncio enquanto caminhava ao lado deles, com Minji agarrando seu braço.

Eles estavam se dando bem e o Park não queria atrapalhar. Por algum motivo estar “sobrando” na conversa não o estava agradando muito. Normalmente ele não se importava tanto com esse tipo de coisa, Jimin era um garoto quieto e muitas eram as vezes que ficava “sobrando”, mas ele também queria conversar com Jungkook. Digo… Jungkook era SEU ídolo e não de Minji, então por que ela era quem estava conversando com o moreno sem parar? Por que Jungkook não estava o dando atenção?

Ok… Talvez Jimin estivesse sendo um tanto exagerado afinal, não conhecia o garoto a mais de duas horas, não é? E, com certeza, sua amiga - ou seu belo par de seios - era muito mais interessante que ele.

Eles caminharam juntos, Minji e Jungkook conversando alegremente e Jimin apenas de cabeça baixa ouvindo tudo. O Jeon até tentou introduzir o loirinho na conversa algumas vezes, mas Jimin realmente não queria atrapalhar, preferia ficar quieto na dele.

Os três chegaram no pátio aberto, onde várias barracas coloridas iluminadas enfeitavam o local. O cheiro de comida adentrou as narinas dos adolescentes e eles se sentiram salivar ainda mais. Estavam famintos.

Jimin caminhou a passos rápidos até a terceira barraca, não por fome, mas sim para sair de perto do casal e dar-lhes um pouco de privacidade.

A terceira barraca era toda em tons de amarelo e azul, bem vibrante, e tinha à mostra várias tortas doces diferentes que deixariam qualquer um com vontade de prová-las. Dentro dela estava Moon Chinhae, o fotógrafo.

Ele era um garoto alto e forte, de ombros bem largos. Tinha o cabelo platinado erguido num topete cheio de gel, os lados da cabeça eram raspados e vestia uma camiseta com estampa de fotografias, em seu pescoço havia uma câmera fotográfica cara que ele sempre carregava por aí.

-Jungkook! - Moon Chinhae cumprimentou enquanto cortava uma das tortas em vários pedaços. - E ai? Fez a sua apresentação? - Perguntou alegre.

-Sim. - Jungkook respondeu. - Chinhae, esses são Park Jimin e Pyo Minji. - Apresentou os dois para o amigo de infância.

Chinhae sorriu largo.

-Jimin? Esse é o garoto das cinco horas?

-Todo mundo conhece esse apelido? - Jimin perguntou intrigado com aquilo. - Juro que só ouvi falar disso hoje.

-Eu também não sabia. - Disse Minji pensativa.

Jungkook apenas deu de ombros e voltou a focar no amigo platinado.

-Então Chinhae, estamos com fome e você disse que eu podia comer de graça. - Cobrou alegremente.

Chinhae revirou os olhos ainda sorrindo.

-Você é um aproveitador. Amigo sanguessuga. - E Jungkook apenas riu em resposta. - Vão querer torta do que? - Perguntou para os três ali.

-Quanto é? - Minji perguntou já pegando a carteira de couro de dentro do bolso.

-Não vou cobrar de vocês. - Falou Chinhae enquanto arrumava o topete platinado com a mão esquerda.

-Mesmo? Obrigada. - A garota agradeceu.

-Não foi nada. - Disse ele ainda sorrindo. - Vão querer torta de que?

-Eu quero de limão. - Jungkook falou animado.

-Nunca comi torta de limão. Pode ser essa então.

E Jimin não pôde deixar de pensar que Minji apenas pedirá o mesmo sabor que Jungkook numa tentativa de chamar sua atenção. Aquilo era um tanto ridículo, não?

-Também quero limão. - Ok, o Park não fazia idéia do por quê havia pedido o mesmo sabor que os outros dois. Talvez estivesse irritado com as tentativas idiotas da colorida de chamar a atenção do Jeon, mas não havia motivo para se sentir assim, havia?

Claro que não.

Chinhae caminhou para mais fundo, dentro da barraca.

-Bem, três de limão? Vou pegar então. - E sumiu em algum lugar daquele interior.

-Acho que vocês vão gostar. - Disse Jungkook. - Chinhae faz a melhor torta de limão do mundo.

-Ele cozinha bem? - Perguntou Minji colocando uma mecha do cabelo colorido atrás da orelha com a ajuda da mão direita.

-Sim. Eu sempre gostei da comida dele.

E, novamente, Jimin estava sobrando na conversa.

O casal conversava alegremente enquanto o Park apenas mantinha a cabeça baixa e ouvia tudo. Será que Chinhae iria demorar muito para buscar as tortas? Ficar de vela estava sendo um tanto incômodo…

-Jimin. - Quem o Chamou fora Eunbyul, sua amiga dançarina.

A garota já havia retirado toda a maquiagem e agora as espinhas avermelhadas já apareciam novamente. Ela levou uma mecha do cabelo curto para atrás da orelha enquanto encarava o Park. - Você está bem? Parece triste.

Jimin deu de ombros sem se importar muito.

-Estou bem. - Disse ele.

Eunbyul franziu as sobrancelhas estranhando aquele comportamento e logo avistou Pyo Minji conversando alegremente com Jungkook, alguns passos atrás do Park.

-Minji. - Chamou em tom de repreensão e logo a colorida parou sua conversa com o moreno bonito e a fitou. - Pare de deixar o Jimin de vela, sua cobra.

E a colorida riu baixinho.

-Desculpa, Jimin. - Disse Jungkook levemente nervoso. - Desculpa mesmo.

-Tudo bem. - Respondeu o Jeon enquanto dava de ombros e sorria pequeno.

Não demorou para Chinhae aparecer com os três pedaços de torta de limão e os cinco amigos começarem a comer.

Eunbyul pediu uma torta alemã e logo começou a conversar com Minji algo sobre algum programa do animal planet, Chinhae deu um jeito de se meter na conversa das duas garotas e elas pareceram o receber bem e Jungkook apenas comeu sua torta em silêncio, com Jimin ao seu lado.

O Park não sabia por quê estava tão nervoso.

Seu coração estava acelerado e, por Deus, Jungkook era tão bonito…

Queria olhar para ele de novo, mas como faria para desviar os olhos de sua torta sem que o moreno notasse?

Respirou fundo antes de virar o rosto para a esquerda e encontrar Jungkook o encarando fixamente. O moreno exibiu um sorriso largo quando o Park corou violentamente, a face esquentando cada vez mais.

A quanto tempo Jungkook estava o encarando?

-Então… - Disse o Jeon, tentando puxar assunto. - Eu soube que você também vai ficar na universidade até mais tarde.

-Oh, sim. - Jimin concordou. - Você vai ficar pra limpar tudo também?

E Jungkook sorriu.

-Vou sim.

-Quem da sua turma vai ficar?

-Hum… - O Jeon demorou um pouco para lembrar de nomes, mas logo pôs-se a falar. - Não lembro todos, mas o Chinhae vai ficar e, da sua turma, tem o Kim Taehyung, não?

-Sim, Taehyung vai ficar também. Ele atua bem, não é? - Perguntou Jimin. Não sabia porque, mas queria estender aquela conversa o máximo que fosse possível.

-Sim, ele é muito bom. - Concordou - Aquela amiga dele também atua muito bem.

-Bae Sohye?

-Essa mesmo. A do cabelo castanho.

-Sim. - Jimin confirmou com a cabeça, deixando alguns fios loiros cairem sobre sua testa. - Ela também é muito bonita.

Jungkook deu de ombros desviando o olhar brevemente.

-Sim, mas tem gente nessa universidade que é muito mais bonita.

-Tipo a Minji? - Perguntou Jimin.

Jungkook fitou os olhos castanhos do Park profundamente e pareceu perdido naqueles orbes brilhantes durante um breve momento. Levou alguns segundos para que respondesse a pergunta do Park com uma única palavra, enquanto ainda o fitava fixamente.

-Claro. - Disse ele.

-Isso é a reunião das pessoas que vão fazer a limpeza? - Aquele era Min Yoongi, se aproximando com um garoto negro e de cabelos escuros e lisos ao seu lado.

-Não. - Disse Jungkook. - Só nos encontramos por acaso. A reunião vai ser lá por meia noite, quando todos já tiverem ido embora, na sala dos professores antiga.

-Ah. Então tá. Vou ficar para a limpeza também e fiquei curioso quando vi vocês reunidos aí. - E Yoongi desviou seu olhar para Jimin, atentamente. - Park Jimin? - Perguntou.

-Sou eu. - Disse o loiro, se virando para encarar o de cabelos acinzentados.

-Nós vimos a sua apresentação. - Disse o menino negro ao lado de Yoongi. Aquele era Choi Hanguk, o garoto psicopata que ninguém sabia se estava cem por cento curado oi controlado.

-Vocês viram? - Jimin perguntou já começando a corar.

-Você é muito bom. - Disse Yoongi. - Se importa se eu compor uma música pra você no festival do ano que vem?

E o rosto de Jimin se iluminou na mesma hora. Todos sabiam como Yoongi era talentoso e único e não havia um aluno que não quisesse trabalhar com ele. Sua amiga Ahn Eunbyul sofreu muito para convencer a compor algo para sua apresentação e a garota era realmente muito talentosa.

-Claro! Eu vou adorar! - Afirmou animado.

-Bem, nos vemos na sala dos professores depois. Até mais. - E o Min acenou com uma das mãos de dedos longos de pianista, logo saindo dali com Choi Hanguk ao seu lado.

-Parabéns. - Disse Jungkook.

-Vou dançar uma música de Min Yoongi ano que vem, meu Deus! - O Park estava realmente animado com aquilo. Dançar algo composto por Yoongi seria, com certeza, uma experiência única.

-Você parece bem animado. - Disse o Jeon.

-Sim. Eu estou muito feliz. - Jimin logo levou mais um pedaço da torta de limão para dentro da boca e mastigou com gosto, aproveitando o sabor suave e envolvente.

Precisaria criar uma coreografia incrível no ano seguinte, porque a música com certeza seria de tirar o fôlego.

Ok, talvez ele devesse cuidar mais para não ficar ansioso com algo que apenas aconteceria no ano seguinte, não é?

Claro que sim.

Nao demorou para que os cinco ali terminassem de comer e fossem assistir a segunda parte das apresentações.

Eunbyul decidiu que ficaria ao lado de Chinhae o ajudando com os clientes, que apenas aumentavam em quantidade, e os outros três - Jimin, Jungkook e Minji - partiram para o palco.

Claro que Jimin acabou ficando de vela novamente.

-Fiquei sabendo que os irmãos Seo vão apresentar uma música clássica ou algo assim. - Disse Minji.

Os irmãos Seo podiam ser muito endiabrados, mas tinham vozes de anjos. Eram realmente muito talentosos e vez ou outra faziam uma apresentação de música clássica.

-Eu soube disso… - Jungkook parecia um tanto desinteressado e distraído, então não prestou muita atenção em nada do que Minji falava e, às vezes, até pedia para a colorida repetir algumas coisas.

Os três assistiram a algumas apresentações durante a tarde e Jimin e Jungkook até foram chamados para dar mais algumas aulas, o que foi uma ótima ideia no ponto de vista do loiro já que ele conseguiu afastar um pouco Minji do outro.

Por algum motivo ver aqueles dois juntos não o agradava em nada.

Ele sabia que deveria torcer por sua amiga e seu crush, mas não conseguia fazê-lo. Só queria que ela ficasse longe do moreno pela maior quantidade de tempo que fosse possível e as aulas eram um meio de conseguir isso.

As dez horas a universidade já estava quase vazia e os três decidiram ir até a antiga sala dos professores, atualmente vazia e sem função alguma, para se reunirem com os outros alunos que limpariam a escola junto deles.

Chegando lá não encontraram muita gente, já que a maioria ainda trabalhava entretendo as pessoas que estavam na formatura.

Lá - na sala -  estavam apenas:

Min Yoongi, o compositor talentoso de cabelos acinzentados.

Seu amigo Choi Hanguk, também compositor e conhecido pela psicopatia - supostamente controlada.

Im Hana, a maquiadora talentosa.

No Youngsoo, a escultora de cabelos acobreados vestida em roupas grandes por causa dos limites de sua religião.

Kim Taehyung, o menino ator.

E sua melhor amiga, Bae Sohye, que não desgrudava de Taehyung por nada neste mundo.

Jungkook, Minji e Jimin rapidamente se juntaram a eles.

-Não acredito que os irmãos Bae vão ficar com a gente… - Reclamou Im Hana, a menina maquiadora de cabelos loiros curtos.

Ao seu lado, No Youngsoo revirou os olhos esverdeados.

-Verdade. Tenho certeza que eles vão aprontar alguma.

-E se eu te contar que semana passada a Seo Hyerin entregou para aquele garoto que eu estava gostando uma montagem de eu nua?

Os olhos verdes da ruiva se arregalaram.

-Montagem de você nua? Meu Deus!

Jimin apenas ouvia a conversa em silêncio - Talvez com uma leve vontade de rir - não gostava muito de se meter.

-Esses irmãos Seo parecem trazer cada vez mais problemas… - Minji falou baixinho, mexendo um pouco em um dos olhos para ajustar a lente cor de rosa.

-Acho que sim… - Jimin concordou baixinho, movendo a cabeça.

Jungkook bufou e cruzou os braços em irritação.

-Sem comentários. - Disse ele. - Esses três aí só me trazem problemas. Sempre que eles fazem alguma coisa, por eu ser o presidente das turmas, acabou levando bronca.

-Mas você nunca falou com eles sobre isso? - Perguntou Minji, levemente indignada.

-Claro que já. - Jungkook respondeu rápido. - Mas eles nunca me escutam. Acho que vou acabar enlouquecendo com eles aqui hoje. Com certeza esses três vão acabar aprontando alguma e eu vou acabar levando bronca de novo. - Reclamou ele passando uma das mãos pelo cabelo escuros.

Jimin não pode deixar de admirar aquela ação curta e comum, mas, ainda assim, muito bela. O jeito que os fios escuros entravam em contato com a pele de Jungkook era muito bonito. Ele parecia uma obra de arte viva.

Jimin suspirou baixinho e, assim que percebeu o que havia feito, desviou o olhar rapidamente, corando de leve. Por sorte Jungkook não havia ouvido nada.

Muita sorte.

Seria humilhante ser pego suspirando por alguém pela própria pessoa, não é?

Os três amigos foram se sentar no centro da sala e logo os outros ali os seguiram, sentando aleatoriamente em algum lugar do chão.

As horas se passaram rapidamente e logo a meia noite chegou, porém apenas alguns minutos depois os outros alunos responsáveis pela limpeza chegaram na sala.

O primeiro a chegar fora Jung Hoseok, o dançarino dos cabelos ruivos, depois chegaram Chinhae e Eunbyul, vindos direto da barraca de tortas, e então, por último, os irmãos Seo - Seo hyeri, Seo Jiwon e Seo Jaehyun.

-Os professores pediram para esperarmos por eles. - Seo Hyeri informou enquanto entrava na sala e se acomodava no chão, junto dos outros. O cabelo escuro dela estava diferente, por algum motivo sua franja estava torta e mal cortada, com uma parte um pouco mais acima do olho do que a outra, provavelmente ela tentara cortar aquilo sozinha.

-Seu cabelo está estranho. - Disse Kim Taehyung, pondo-se sentado ao lado dela.

-Eu sei. - A Seo reclamou. - Tentei cortar sozinha, mas nao deu certo. Já marquei salão pra amanhã para tentar resolver essa cagada.

-Não está tão ruim. - Disse Bae Sohye, melhor amiga de Taehyung, sentando-se perto deles.

-Obrigada. - A morena agradeceu com um sorriso pequeno.

-Quanto tempo vamos ter que ficar aqui? - Perguntou Yoongi com sua face de tédio de sempre.

-Acho que não demora para os professores chegarem. - Respondeu Seo Jiwon, a menina dos cabelos coloridos e curtinhos. Ela era, de longe, a pior dos irmãos Seo e provocá-la não seria nunca uma boa ideia, por isso todos da universidade eram o mais legais que conseguiam com a garota.

-Quais professores vão ficar com a gente? - Perguntou Jimin.

-Kim Namjoon e Kim Seokjin. - Respondeu Seo Jiwon, fom sua voz inocente. Aquilo não funcionava, todos sabiam que ela era encrenca.

-Bem, enquanto o professor não chega nós podiamos nos apresentar, não? - Sugeriu Jungkook. - Quero dizer, nem todos se conhecem aqui, não é? Vamos fazer um círculo e nos apresentar, que tal?

-Eu acho uma boa ideia. - Minji falou rápido, já pondo-se ao lado de Jungkook. Realmente as atitudes da colorida, para chamar a atenção do Jeon, estavam irritando Jimin, e não era pouco.

-Está bem, vamos fazer isso então. - Concordou Yoongi, desinteressado, pondo-se ao lado de Minji. - Quem começa? - Perguntou ao ver todos ali se organizarem em um pequeno círculo, sentados um ao lado do outro.

-Jimin, porque você não começa? - Perguntou Jungkook sorrindo para o loirinho, que não tardou em corar.

-Eu? - Perguntou. - Am… Tá bom.

-Fale seu nome e um pouco sobre você. - Jungkook instruiu.

-Tá. - O Park concordou com a cabeça antes de olhar para a turma e começar sua apresentação. - Eu sou Park Jimin e… Eu sou dançarino, mas também gosto muito de cantar. - Disse com um pequeno sorriso nos lábios. Ele amava fazer aquelas coisas… - Mas acho que levo mais jeito para a dança mesmo.

-Minha vez. - Disse Jungkook já abrindo seu sorriso de coelho encantador. - Bem, eu sou Jeon Jungkook e eu faço algumas coisas diferentes, como pintar e tirar fotos, mas gosto mesmo de dançar. Acho que é o que mais gosto de fazer.

E a próxima era a garota de cabelos rosa e roxo, ao lado de Jungkook.

-Eu sou Pyo Minji e gosto muito de dançar, mas meu forte mesmo são pinturas, gosto bastante das abstratas e coloridas, elas me deixam feliz.

E então deu a vez para Yoongi.

-Eu sou Min Yoongi e…

-Hey, todo mundo já conhece você. - Jungkook interrompeu e todos ali soltaram uma risadinha descontraída.

Era verdade, todos, ao menos, já haviam ouvido falar de Min Yoongi. Ele era como a lenda da escola.

-Aff… - Reclamou baixinho. - Ok, vou passar a vez.

E o garoto de pele escura ao seu lado pôs-se a falar.

-Eu sou Choi Hanguk, mas podem me chamar só de Guk. Eu sei tocar alguns instrumentos, mas acho que meu forte é compor. Eu e Yoongi sempre estamos por aí compondo alguma coisa. - Disse abraçando o amigo por cima dos ombros.

-Eu sou muito melhor do que você. - Yoongi provocou, ainda com aquela cara de tédio, arrancando uma risada dos presentes.

-Claro que sim. Continua pensando assim, vai. - Guk disse irônico, fazendo Yoongi rir soprado.

Eles pareciam ter uma amizade bem legal. Quem visse assim, de longe, nem imaginaria que Choi Hanguk era um psicopata.

E então foram os dois amigos com os quais já estamos bem familiarizados.

-Eu sou Ahn Eunbyul, sou dançarina. Gosto de diferentes estilos de dança, mas acho que os meus prediletos são os de outros países, acho eles um tanto diferentes.

-Meu nome é Moon Chinhae. - Começou o platinado com a câmera no pescoço. - Sou fotografo e até expus algumas fotos hoje, no festival, mas fiquei numa barraca de tortas. - E a turma deu uma risadinha baixa.

O próximo era o ator.

-Eu sou Kim Taehyung e… Bem, eu sou ator. - Disse simples, logo dando a vez para a melhor amiga.

-Meu nome é Bae Sohye e eu sou atriz também. Eu e Taehyung gostamos muito de atuar juntos e…

-E de se beijar. - Quem interrompeu fora Seo Jiwon, a irmã dos cabelos curtos coloridos. De fato estava demorando para um dos irmãos Seo começar a falar merda e o grupo todo rir.

Pois é… Até Deus shippava aqueles dois. Era uma coisa fora do normal.

-Não. - Taehyung interrompeu a risada da turma logo em seguida, também rindo. - Eu juro que somos apenas amigos.

-Sei… - Disse o único garoto Seo, ironicamente, provocando mais risadas no grupo.

A próxima no círculo logo se apresentou.

-Eu sou Im Hana. - Disse a loira de cabelos curtos. - Eu normalmente maquio o pessoal do teatro já que sou maquiadora e tenho vários cursos de maquiagem, mas também sou atriz.

E então foi a vez da ruiva dos olhos verdes e de roupas grandes.

-Meu nome é No Youngsoo, eu sou escultora. Gosto de esculpir rostos porque não sou muito boa com braços e pernas. - Disse rapidamente e com a face levemente corada pela vergonha de ter tantos olhares em sua direção.

E o próximo - o melhor amigo ruivo de Jungkook - começou.

-Sou Jung Hoseok. Sou dançarino e… Sou um bom coreógrafo também.

-Muito modesto. - Jungkook provocou o melhor amigo que apenas sorriu em resposta.

E então só sobraram os irmãos Seo.

-Eu sou Seo Jaehyung, sou cantor lírico. - Se apresentou o único garoto dos irmãos Seo. Ele tinha a aparência de um nerd. Não que não fosse bonito, longe disso, mas o garoto usava óculos levemente quadriculados e tinha o cabelo bem escuro. Talvez fosse o nerd mais bonito que todos ali já viram.

Em seguida foi a menina dos cabelos escuros e longos, com a franja torta.

-Sou Seo Hyeri. Também sou cantora lírica. - Apresentou-se brevemente.

E então, foi a vez da última.

-Meu nome é Seo Jiwon. - Apresentou-se a garota dos cabelos curtos e coloridos, a pior entre os três. - E eu sou cantora lírica também.

-Bem, agora que essa chatisse terminou… - Começou Guk - Choi Hanguk - logo após a garota Seo terminar sua apresentação. - esta tarde estamos sozinhos, vamos contar histórias de terror? - Sugeriu com um sorriso cruel na face e Jimin já sentiu seu corpinho tremer. Porque tinha que ser tão medroso?

Lembrava-se da última vez que ouvira uma história de terror. Havia passado duas noites sem dormir e o resto da semana tendo pesadelos terríveis.

Jimin realmente não sabia lidar com aquele gênero.

-Vamos! - Im Hana, a maquiadora, concordou com a cabeça, animadamente. - Vou apagar as luzes! - Disse logo pondo-se em pé e indo até o interruptor da sala.

Jimin se encolheu de leve e até pensou ter visto Jung Hoseok se encolher junto, mas devia ser apenas impressão sua, não é mesmo?

O clima estava perfeito para uma boa história de terror. A noite estava escura, quente e com um ventinho gelado que causava leves arrepios. Qualquer um adoraria ouvir aquele tipo de coisa numa noite assim, dentro de uma universidade antiga, menos Jimin e, talvez, Hoseok.

-Quem vai contar uma história primeiro? - Perguntou Yoongi, ainda com aquela face de tédio.

Logo as luzes foram apagadas e Im Hana voltou para seu lugar, ao lado da colega ruiva de roupas grandes.

-Eu conto. - Guk se ofereceu com um sorriso macabro que fazia os dentes brancos entrarem em contraste com a pele escura. - A não ser que alguém tenha uma história.

Os alunos se olharam e alguns até negaram com a cabeça algumas vezes.

-Acho que ninguém tem uma. - Disse Seo Jiwoon, a irmã dos cabelos curtos coloridos. - Pode começar. - Falou sorrindo e o sorriso de Guk tornou-se ainda maior e mais assustador.

-Bem, isso que vou contar é uma lenda antiga sobre essa mesma universidade, antes de ser fechada.

-Fala logo. - Disse Yoongi, impaciente. O Min claramente não colocava nem um pouco de fé naquele tipo de coisa e parecia não se importar em nada com as palavras de Choi Hanguk, mesmo que ambos fossem amigos.

-Bem, antigamente existia um estudante chamado Park Shin e ele estudou nessa universidade, no segundo ano, para ser mais específico.

-Olha só Park, seus ancestrais também estudaram aqui, eles também brilhavam. - Disse Ahn Eunbyul fitando o amigo loiro.

A sala deu uma risada descontraída, mas Jimin só conseguiu sorrir pequeno e se encolher um pouco mais.

Ele realmente não gostava de terror, mas não iria sair da sala agora e ser zuado por todos ali. Nem morto!

O Park não era muito orgulhoso, mas não faria aquilo de forma alguma.

Respirou fundo tentando manter sua imagem de garoto calmo e firme e ouviu Choi Hanguk continuar sua história.

-Bem, Park Shin sofria muito Bullying dos alunos de sua turma e até mesmo de alguns professores. - Continuou deixando sua voz cada vez mais grave e suave de uma forma que fazia Jimin sentir mais medo ainda. - A diversão predileta dos alunos de sua classe era colocar o pé na frente dele, enquanto andava, para que ele caísse com tudo no chão.

-Nossa. - Im Hana interrompeu sorrindo. - Os irmãos Seo sao bem mais criativos. - E é claro que as risadas tomaram conta da sala no segundo seguinte, incluindo as dos irmãos citados pela loira.

-É verdade, nós somos. - O menino Seo, com aparência de nerd, concordou orgulhoso.

-Bem, um dia… - Guk continuou. - Park Shin estava descendo as escadas do terceiro andar da escola. Ele estava um pouco atrasado para aula de inglês e por isso estava correndo. Um dos garotos de sua classe estava subindo as mesmas escadas, indo para o ambulatório do terceiro andar, na mesma hora em que o Park descia e ele colocou o pé na frente para que o mesmo caísse. Park Shin caiu com sucesso, coMo sempre fazia, mas daquela vez as coisas foram piores. Ele acabou batendo a cabeça enquanto rolava pelas escadarias e morrendo na queda.

-Que trouxa… - Min Yoongi sussurrou, mas apenas os que estavam próximos o bastante puderam ouvir.

-Então ele começou a assombrar a universidade… - O garoto continuou, mas logo foi interrompido por Seo Hyeri.

-Essa história está uma merda. Você é péssimo. - Disse ela.

Guk deu de ombros e se encolheu levemente.

-Desculpa…

A discussão até teria continuado se a porta da sala não tivesse sido aberta e feito Jimin se encolher ainda mais, indo um pouco para trás de Jungkook, com o susto repentino.

Sim, uma história boba e inventada daquelas era o bastante para assustá-lo e o loirinho estava tremendo de medo.

Quem a porta revelou foram os professores Kim Namjoon e Kim Seokjin.

-Ok. - Seokjin começou. - Não tenho ideia do que vocês estão fazendo sentados em círculo e com as luzes apagadas, espero que não seja macumba porque eu não ensinei vocês assim, mas, seja o que for, podem parar porque chegou a hora de limpar essa bagunça toda.

E todos ali reclamaram juntos, logo se levantando e seguindo para a saída da sala.

Jimin se levantou junto dos colegas e sentiu um braço passando por seu pescoço, o que o fez dar um pulinho com o susto.

-Relaxa, sou só eu. - Disse Minji, a amiga das lentes cor de rosa, sorrindo largo. - Eu sei que você tem medo de terror. Você está bem? - Perguntou preocupada.

Jimin deu de ombros e confirmou com a cabeça. Não queria acabar preocupando a amiga, então optou por aquela leve mentirinha, nada de mais.

-Estou bem sim, essa história foi muito ruim.

-É verdade. - Ela concordou rindo. - Guk não serve para contar histórias de terror, como ele pode ser um psicopata? Mas que incompetente!

E os dois deram risada juntos antes dos professores começarem a falar.

-Eu e Seokjin já checamos a universidade e está tudo uma grande bagunça. - Disse Namjoon, arrancando mais reclamações dos alunos. - Parem de reclamar. - Mandou, rindo da reação dos alunos. - Vamos dividir vocês em grupos para a limpeza ficar mais rápida, está bem?

E todos concordaram quase que imediatamente.

Fora Kim Seokjin que dividirá os grupos e os mandara para fazer a limpeza. Os dois professores ajudariam também, mas limparam apenas algumas salas onde alguma obras foram expostas já que precisavam, pelo menos tentar, ficar de olho nos alunos, principalmente nos irmãos Seo.

Jimin acabou ficando junto de Jungkook para a limpeza das quadras. O lugar não era tão grande e por isso seriam apenas os dois para organizar tudo. Jimin não sabia porque, mas se sentia agradecido por Minji não ir junto deles.

Kim Seokjin já havia organizado alguns itens para ajudar os alunos na limpeza e Jimin rapidamente caçou duas vassouras e um rodo. Jungkook pegou um balde azul fundo, um tanto velho, junto de um pedaço de pano de limpeza e algum produto numa embalagem azul.

Jungkook parecia estranhamente feliz naquele momento e Jimin não tinha ideia do porque afinal, ninguém gostava de fazer limpeza. Bem, talvez ele gostasse… Quem sabe?

Os dois logo traçaram seu caminho em direção às quadras, lado a lado.

-Vamos varrer primeiro? - Perguntou Jimin, apenas para puxar assunto. O silêncio entre eles estava um tanto desconfortável na opinião do Park.

-Sim. - Concordou Jungkook. - Jimin, eu… Queria te perguntar uma coisa. - Disse um tanto contido.

Jungkook contido?

Normalmente ele era alegre e extrovertido, sempre conversando com alguém e fazendo amizades.

Jimin estranhou aquela atitude um pouco, mas não conhecia direito Jeon Jungkook, então, talvez, apenas o tivesse interpretado errado.

-Pode perguntar. - Autorizou o loiro.

-Bem… É que… Você tem medo de terror? - Perguntou tudo de uma vez enquanto fitava o loiro caminhando ao seu lado.

Jimin sentiu as bochechas corarem violentamente e desviou o olhar.

-N-Não… Digo… Na maioria das vezes não. Tem alguns filmes que me botam um pouco de medo, mas só um pouco. - Aquela fora uma mentira enorme. Não existe ser humano mais medroso que Park Jimin e todos que o conheciam sabiam disso.

Bem, sorte a sua que Jungkook não o conhecia.

-Você me pareceu com medo hoje. - Disse Jungkook desconfiado.

É, sua mentira não havia funcionado.

Jimin suspirou pesadamente e tornou a fitar as orbes negras de Jungkook.

-Ficou tão óbvio assim? - Perguntou baixinho, fazendo um biquinho com os lábios carnudos.

Jungkook sorriu largo e deu uma risadinha.

-Não se sinta mal, todo mundo tem medo às vezes. - Disse ele.

-Mas ninguém tem medo de uma história boba daquelas. - Jimin estava irritado consigo mesmo. Como ele podia sentir tanto medo de uma coisa tão boba?

-Acho que o Hoseok tem. - Falou Jungkook rindo ao se lembrar do medo exagerado do amigo ruivo. - Acredite, ele é bem mais medroso do que você. Uma vez eu e Moon Chinhae falamos para ele que tinham fantasmas no banheiro da universidade e ele ficou sem usá-los durante um mês. Depois a gente perguntou para ele como ele fazia para se segurar durante tanto tempo, já que Hoseok sempre foi um “bexiga solta”, e ele disse que estava usando absorventes femininos para não mijar na calça.

E Jimin não conseguiu segurar a risada alta. Sinceramente, o que Jung Hoseok tinha na cabeça?

-Meu Deus… - Disse Jimin ainda rindo. - Não acredito nisso!

-Pois é. Só não diga pra ele que te contei isso, pelo amor de Deus. Ele me mata se descobre.

-Está bem. Não vou contar. - Prometeu estendendo o dedo mindinho para o mais alto.

Jungkook encarou aquilo confuso, mas logo entrelaçou seu dedo comprido com o de Jimin.

-Sério que você faz promessas assim? - Perguntou o moreno, olhando para os dois dedos juntos, o do Paek consideravelmente menor que o dele. - Quantos anos você tem, Jimin? - Perguntou rindo e exibindo seus dentinhos de coelho.

-Minha idade mental é a de um bebê.

-Percebi. - Falou ele, rindo do baixinho. - Bem, vamos mais rápido antes que os outros terminem tudo e a gente não tenha nem chegado nas quadras ainda.

Jimin concordou com a cabeça e acelerou os passos.

Foi ótimo limpar as quadras ao lado de Jeon Jungkook. O moreno se manteve conversando com o Park durante todo o processo e Jimin deu muita risada com as besteiras que o Jeon contava sobre seus amigos e família. Jimin até compartilhou algumas histórias suas com o mais alto, mas gostava muito mais de ouvi-lo, até porque ele tinha uma voz linda.

Os dois cantaram músicas de todos os estilos enquanto varriam a quadra, até dançaram algumas coreografias de girl groups juntos e conversaram sobre as fofocas atuais relacionadas a alguns famosos que gostavam.

Conversar com Jungkook parecia uma terapia. Jimin nunca havia sorrido tanto e se divertido daquele jeito com outro alguém. Eles sempre tinham mais e mais assuntos e Jimin nem mesmo se lembrou da amiga Minji. Depois daquela noite com o Jeon, Jimin tinha plena certeza de que nunca mais culparia Minji por deixá-lo de vela, Jeon Jungkook era muito mais divertido do que ele.

As horas se passaram e, quandos os dois garotos checaram no relógio de uma das torres da universidade, já eram duas da manhã e tudo no lugar estava assustadoramente escuro.

-Terminamos. - Disse Jimin começando a guardar as coisas que usaram ali dentro do balde.

-Sim. - Jungkook concordou, cansado. Ele havia feito a maior parte do trabalho. Jimin não sabia porque o Jeon insistira tanto em fazer aquilo - A maior parte do trabalho - mas não reclamou. - Bem, vamos encontrar os outros na sala?

-Sim.

E eles voltaram o caminho todo conversando.

Deixaram os itens utilizados no serviço dentro da sala da equipe da limpeza, que já haviam partido em férias, e se dirigiram a sala dos professores - A mesma utilizada para se encontrarem pela primeira vez com os outros alunos.

Assim que chegaram lá viram os dois professores - Namjoon e Seokjin - e a maior parte dos alunos já reunidos, com expressões de tédio em suas faces.

-Finalmente vocês chegaram. - Disse Pyo Minji. - Demoraram muito. As quadras estavam tão sujas assim? - Perguntou ela com uma careta se formando em seu rosto.

-Ficamos conversando. - Explicou Jungkook.

-Ah tá… - Ela disse desconfiada, fitando o Paek e, logo em seguida, o Jeon, para então tornar a olhar o loiro.

-Bem, agora só faltam Im Hana e No Youngsoo. Elas ficaram com a limpeza dos corredores e tem muitas coisas nas paredes, acho que vão demorar mais uns vinte minutos, no mínimo. - Disse Seokjin.

-Vamos abrindo os portões para ir embora. - Disse Namjoon para o outro docente.

-Estou sem a chave. - Informou Seokjin. - A professora Lee Minyoung perdeu as chaves dela em algum lugar dentro da bolsa e me pediu as minhas emprestadas.

-Eu tambem estou sem. - Disse Namjoon. - ALGUÉM pegou as minhas chaves hoje de manhã para entrar na sala dos professores e espirrar desodorante masculino por tudo. - Disse com a face irritada olhando fixamente para os três irmãos Seo.

Os Seo sorriram inocentemente e deram de ombros.

-Ah professor. - Começou Seo Jiwon. - É o último dia de aula do primeiro ano, precisávamos tornar inesquecível.

-Minhas narinas nunca vão esquecer mesmo. - Reclamou Namjoon. - Onde vocês colocaram as chaves?

- A chave da escola o professor de matemática viu e pegou de mim. - Disse ela, revirando os olhos. - Mas eu tenho a chave da sala dos professores ainda. - E colocou a mão no bolso da calça colada, retirando de lá uma chave dourada um tanto enferrujada e entregando para Kim Namjoon.

-Bem, quanto as chaves para sair da escola: Não vai ser um problema. - Disse Jungkook. - Como sou o presidente eu tenho uma cópia. Está no meu quarto, vou lá buscar.

E o moreno se retirou correndo.

Jeon Jungkook acelerou em direção aos dormitórios dos alunos. Era um pouco longe, mas nada que fosse de de outro mundo. O moreno adentrou o bloco, já ofegante devido a corrida até ali, e subiu as escadas em direção a sua porta e entrou no quarto. Havia deixado a chave dentro do cofre, tinha plena certeza. Ele foi até a prateleira onde deixava algumas de suas coisas e encontrou tudo no lugar, perfeitamente arrumado, se não fosse por um detalhe.

O cofre estava aberto.

Jungkook franziu as sobrancelhas e se aproximou rapidamente, à passos largos.

Por que estava aberto?

Ele analisou a fechadura de pertinho, com os olhos atentos cheios de desconfiança, e a encontrou arrebentada.

Se assustou na mesma hora. Será que havia sido um dos irmãos Seo? Aquilo era bem a cara dos três pestinhas…

Analisou tudo o que havia dentro do cofre para ver se algo havia sido roubado.

Um anel de prata um tanto antigo com uma longa história.

Uma foto de seus pais, tirada por Moon Chinhae.

Um pacote pequeno de balas cheias de açúcar que ele sempre escondia ali para que ninguém o roubasse seus doces depois - Seus amigos tinham essa mania escrota.

E a chave do portão da universidade, que não estava ali. Era o único item que havia sumido...

Jungkook se desesperou de imediato e passou a procurar pelo resto do quarto.

Olhou dentro de todas as gavetas, no meio de suas peças de roupa, dentro dos sapatos, no pequeno banheiro e até mesmo de baixo da cama, mas não havia nada lá. Jeon já sabia que não encontraria as chaves mesmo antes de começar a procurar, ele era muito organizado e nunca perdia suas coisas.

Olhou para o cofre uma última vez, antes de se retirar do quarto. Apenas a chave havia sumido… Seja lá quem fosse que tivesse arrombado a fechadura sabia muito bem o que queria.


Jungkook foi correndo até seus amigos no outro bloco e chegou lá já completamente ofegante.

-Jungkook, você está bem? - Jimin perguntou ao ver o moreno tentando recuperar o ar e com a face assustada e pálida. Jungkook odiava ser taxado de incompetente e ele sabia que era exatamente o que aconteceria caso perdesse um item tão importante como aquela chave. Não importava que alguém tivesse roubado de si, ele fora irresponsável em não ter maior cuidado sob algo tão importante.

- Seo. - Jungkook chamou, ainda tentando recuperar o ar perdido, olhando diretamente para os três irmãos que o encararam de volta, confusos. - Me digam que foi vocês.

Os três se entreolharam franzindo as sobrancelhas, mas não responderam, até porque, aparentemente, nem sabiam do que o moreno estava falando.

-Jungkook, o que aconteceu? - Perguntou o professor Seokjin, ao se aproximar do presidente.

-Meu cofre estava aberto. A fechadura foi aberta a força a chave sumiu. - Explicou assustado.

-Foram vocês? - Yoongi perguntou, fitando os três irmãos Seo que o encararam indignados.

-Claro que nao! - Exclamou Seo Jiwon.

-Na verdade, de “Claro” nao tem nada. - Disse Yoongi recebendo uma careta indignada dos três irmãos em resposta.

Provavelmente o acinzentado entraria para a lista negra dos Seo depois daquilo e acabaria se arrependendo depois, mas agora não era hora para esse tipo de discussão. Eles precisavam de uma chave que abrisse o portão de saída para conseguir sair da escola.

-Tudo bem Jungkook, se acalme. - Disse Namjoon ao ver o estado de desespero do moreno. - Tem uma chave reserva em alguma das salas dos professores, não me lembro em qual…

-Vamos nos dividir para encontrar a chave mais rápido. - Sugeriu Moon Chinhae, o fotógrafo. - Temos três chaves que abrem as salas dos professores, não é? Temos a chave do Seokjin, do Jungkook e do Namjoon. Faremos assim: Os irmãos Seo podem ir procurar nas salas perto das quadras, acho que tem duas salas lá e essas duas já estão abertas por causa da troca de fechaduras que começou semana passada, então eles nao vao precisar de chave nenhuma. Minji, Guk, Yoongi e eu podemos ir procurar no segundo bloco da universidade usando uma das chaves para entrarmos nas salas. Eunbyul, Bae Sohye e Kim Taehyung podem ir ver no primeiro andar, acho que tem uma sala só lá, podem usar a chave de Jungkook. Os professores podem ver as salas do segundo andar, elas são maiores e os dois conhecem mais o ambiente, podem usar a terceira chave restante. Jimin e Hoseok podem ficar aqui com o Jungkook. - Finalizou olhando para o amigo de infância preocupadamente. Jungkook se encontrava ainda ofegante e assustado com aquela situação. Ele não queria acabar deixando de ser presidente das turmas por causa de um roubo.

Quem havia roubado a chave da saída?

Ainda bem que a cópia que tinha da chave das salas dos professores se mantinha em seu bolso direito, caso contrário ela poderia ter sido roubada também.

Jimin concordou com a divisão, assim como todos os outros, mas não pode deixar de se perguntar porque ele fora escolhido para ficar com Jungkook. Quero dizer… Jung Hoseok obviamente havia sido selecionado por ser o melhor amigo do moreno, mas Jimin e Jungkook se conheceram apenas naquele dia, então porque ele? Estranho…


Os três entraram na sala escura, após o Jeon entregar sua cópia de chave para um dos grupos, e se sentaram no chão frio e duro.

-Kookie, fica frio cara. - Disse Hoseok ao ver seu amigo ainda um pouco assustado.

-Acho que não vou mais poder ser o presidente… - Ele respondeu tristonho.

-Nao fica assim Jungkook. - Disse Jimin. - Tenho certeza que os professores vão entender seu lado. A culpa nao foi sua, ok?

-Obrigado Jimin. - Ele disse com um pequeno sorriso nos lábios finos e rosados, mas ainda parecia preocupado em perder o cargo.


Os primeiros a retornarem a sala - Para junto de Hoseok, Jimin e Jungkook - Foram os professores.

Kim Namjoon e Kim Seokjin vasculharam cada pedacinho das duas enormes salas de professores, mas não encontraram nada. Os próximos a aparecerem foram Minji, Guk e Yoongi, que tambem nao haviam encontrado nada, e então os irmãos Seo.

-Nao tem nada nas salas que olhamos. - Disse Seo Hyeri, colocando uma mecha do cabelo negro atrás da orelha.

-Bem… Só falta o grupo da Eunbyul… - E foi exatamente no meio desta frase de Jimin que todos ali ouviram um grito alto e agudo, cheio de pavor, ecoar pelas paredes da universidade.

Todos arregalaram os olhos em uma expressão de surpresa e medo e o professor Seokjin foi o primeiro a correr, mas logo atrás dele, os alunos o seguiram.

Eles aceleraram nas escadas, indo em direção ao primeiro andar.

Lá todos perderam o fôlego.

Kim Taehyung abraçava a melhor amiga - Bae Sohye - que chorava escandalosamente.

Ela era quem havia gritado, era claro.

Ambos estavam na frente do banheiro e Taehyung chorava baixinho com a cabeça apoiada em cima da cabeça da amiga, o queixo enterrado nos cabelos castanhos da mesma, a face vermelha e molhada pelas lágrimas salgadas e em choque total, sem nem piscar.

Seokjin correu até o casal e abraçou Bae Sohye com força, tirando-a dos braços do Kim.

Bae Sohye chorava como um bebê, os fios de cabelo castanho grudados na face inchada e a expressão de med9 estampada no rosto bonito. Ela parecia exageradamente assustada com alguma coisa e todos os alunos apenas encararam a cena sem entender nada.

Kim Namjoon se aproximou de Taehyung - que ainda estava em choque - e o segurou pelos ombros.

-Taehyung, eu preciso que me diga o que aconteceu. - Falou firme e lentamente. Os olhos escuros de Taehyung fitaram o professor e Namjoon repetiu a pergunta ao perceber que não teria resposta. - O que aconteceu, Taehyung?

O ator respirou fundo antes de começar a responder, com a voz um tanto robótica.

-Nos… Am… Fomos ver a sala e… A Eunbyul pediu pra ir ao banheiro… Ela demorou para voltar e… - O Kim não conseguiu terminar a explicação, ele apenas virou o olhar em direção a porta aberta do banheiro e aquilo foi o bastante para que todos os alunos corressem até o local para ver o que havia ali de tão assustador que fizera a garota Bae gritar naquele tom e naquela altura.

Foi lá que encontraram o corpo morto de Eunbyul, com uma poça de sangue escuro cobrindo parte da cabeça e pescoço, também molhando parte do cabelo chanel escuro.

um corte profundo rasgava sua garganta e deixava o vermelho da carne bem exposto. O sangue continuava escorrendo pela região, manchando a pele, as roupas estavam amassadas e os olhos, abertos, sem vida alguma, pareciam cheios de pavor, como se a última coisa que tivessem visto fosse algo terrível.

Uma aluna havia sido assassinada dentro da universidade.

A ficha demorou para cair e, assim que conseguiu processar o que via, Jimin sentiu as pernas tremerem e amolecerem, como se já não tivesse mais forças para sustentar o corpo pequeno. Sentiu um par de braços o envolver e virou o rosto para encontrar Pyo Minji o abraçando com força, as lágrimas já tomando conta do rosto belo e a maquiagem escura começando a borrar.

A amiga deles havia sido assassinada e eles não sabiam exatamente o que sentir, era muita coisa ao mesmo tempo.

Nojo do sangue.

Medo do assassino.

Tristeza pelo luto.

Choque pela surpresa.

Saudades antecipada.

E então Jimin sentiu, finalmente, seus olhos arderem, a face esquentar mais que um forno, o coração se apertar de forma dolorosa, a cabeça doer, a face se contrair em tensão e as lágrimas surgirem.

Ele caiu de joelhos no chão e a amiga colorida foi junto, ainda o abraçando com toda a força que tinha, o que fez com que Jimin pudesse sentir seus braços femininis tremem involuntariamente.

Jungkook teve que sair do choque para conseguir coragem o bastante para se aproximar do corpo, a passos lentos, e retirar algo que poucos ali haviam notado devido ao choque.

Um bilhete num post it amarelo.

Puxou o papelzinho preso ao braço do cadáver de Eunbyul e leu em voz alta a única frase ali escrita, com uma caneta de tinta preta marcante:


“ Não feche seus olhos”.


Notas Finais


Agira wue saiu a parte 2 alguem tem ideia de quem é o assasino? Quais são as suas teorias?
Bem, eu sei que demorei para postar aqui, mas voces sabem que essa fic tem caps bem longos e eu demoro para escrever e revisar...
Eu estava reviando o cap anterior e MEU DEUS tinha MUITO erro, me perdoem por isso, eu já dei mais uma corrigida lá, ok? Mas já vou dar mais uma olhada.
Espero que tenham entendido todos esse nomes novos, me digam ai se voces se confundiram muito, ok? Eu realmente estou nervosa com isso...
O terror finalmente vai começar, hehehe...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...