História University Table (Camren-G!P) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Cabello, Camila, Camren, Jauregui, Lauren
Visualizações 148
Palavras 1.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo 04


-Lauren, eu...

-Você o que? ficou com dó de mim?!

-Não Lauren, não é isso, e só que eu...

-Ah me poupe! Eu não preciso da sua dó. Eu consigo aceitar que você está com outra pessoa. Eu só não entendo o porque disso. Você poderia ter me contado! Além do mais somos amigas, amigas contam coisas assim uma para a outra.

-LAUREN!-Gritei e ela se calou-Quer deixar eu me explicar?

Ela assentiu

-Eu não te contei nada porque...EU NÃO ESTOU NAMORANDO!-Gritei 

A expressão dela mudou de nervosa para envergonhada, da água para o vinho.

-Não? Mas Ally e Niall...

-Ally e Niall o que?

-Eles disseram que você estava namorando..

-E se eu estivesse? Ela provavelmente me daria mais atenção-Me calei na hora

Senti os olhos dela se juntarem aos meus e logo ficarem marejados

-Lauren, eu...-Ela me interrompeu

-Não diga nada Camila, você esta certa. Eu preciso ir, desculpe por fazer essa cena toda-Ela desceu as escadas da varanda e andou de cabeça baixa até seu carro, deu partida e saiu

quase uma semana havia se passado desde que eu havia visto Lauren pela ultima vez, era dia 24, véspera de natal, Aquele dia em que os parentes se reúnem para celebrar o espírito natalino, trocam presentes e contam historias a beira da lareira, toda a Família Cabello estava presente, porém este ano algo diferente iria acontecer.

Os Cabello's e os Jauregui's iriam celebrar o natal juntos

Por incrível que pareça, esta ideia partiu de minha mãe e de Clara, desde que eu e Lauren começamos a namorar, os laços de amizade entre as duas se fortaleceram bastante, tanto que resolveram comemorar unindo as duas famílias. E estávamos nós: Eu, Meu pai, Minha mãe e Taylor, no carro a caminho da casa de Lauren, estava pensando no que iria dizer a ela, fui muito rude aquele dia em minha casa, e era mais do que minha obrigação me desculpar. O carro foi estacionado na ampla garagem da casa, e saímos em direção a sala principal da casa que estava maravilhosamente decorada com uma grande arvore de natal com presentes embaixo.

-Que bom que chegaram!-Clara apareceu enxugando as mãos no avental e cumprimentando cada um de nós com um abraço acalorado

-Tiveram uma ideia maravilhosa- Meu pai sorriu 

-Olha só mais quem está aqui..-Olhei para o topo da escada e vi Michael encarando meu pai com um semblante fechado

-Quem deixou esse cara entrar?!

Já vai começar

-Não acredito que você tem a audácia de dizer isso em minha casa-Ele desceu as escadas indo em direção a meu pai-Você só pode estar com vontade de levar mais uma surra no Poker!-Ele sorriu e abraçou meu pai

Toda vez que Michael Jauregui e Alejandro Cabello se encontravam eles faziam a mesma cena que se odiavam, tão clichê...

-Bom, já que estamos todos aqui, vamos comemorar- Os mais velhos bateram palmas animados, Sofia já havia sumido com Taylor a um bom tempo

-Sinu, pode me ajudar com o assado no forno?- Clara perguntou sorridente

-Mas é claro!

Logo as duas entraram na cozinha, sumindo de minha vista.

-Como esta Camila?-Chris apareceu ao lado de sua namorada, cumprimentei os dois

-Estou bem, obrigada. Onde está Lauren

Ele suspirou

-Lá encima, ela decretou que iria passar a noite de natal jogando vídeo-game, é melhor você não a interrompê-la

-Como é?-Cruzei os braços-Ela vai passar o natal naquele quarto nem por cima do meu cadáver! Vou buscar a senhorita-Disse indo em direção as escadas

-Boa sorte-Chris disse risonho

Subi o lance de escadas e percorri o extenso corredor, em busca do quarto de Lauren. Quando o encontrei, dei leves batidas na porta

-Eu já avisei que não vou sair Chris!-Ouvi a voz de Lauren do outro lado da porta-Deixe meu prato guardado e eu como depois!

-Não é Chris Lauren, sou eu Camila

-Vá embora Camila!

-Não! Abra logo essa porta e se arrume para passar a noite de natal comigo e com sua família!

-Me obrigue

-Te obrigar? Com prazer-Coloquei a mão na maçaneta com menção de abri-lá mas a desgraçada havia trancado a porta-Lauren, abre essa droga!

-Eu já falei pra você me obrigar!

Senti o meu sangue ferver como nunca antes, comecei a esmurrar a porta, e dar chutes na madeira maciça, quando iria proferir mais um soco a porta, a mesma foi aberta e eu iria em direção ao chão, mas Lauren me pegou antes que uma tragédia acontecesse  

-Não precisa continuar o UFC com a porta, eu já abri

Me esvaí de seus braços e retomei a pose de durona, encarando a mulher de samba canção e meias a minha frente

-Vá se arrumar

-Eu já falei que não vou descer

-Porque não?-Questionei de braços cruzados

-Não estou no clima-Ela se sentou na cadeira e voltou seus olhos para a televisão-Além do mais essa partida vai me dar o dobro dos prêmios

-Eu vou te dar 3 segundos para se arrumar

-Pode deixar que eu conto pra você-Ela disse irônica- um, dois, trê..

Puxei toda a afiação do vídeo-game

-Camila!-Lauren gritou e se levantou-Porque você fez isso?

-Eu te dei três segundos Lauren, agora vai se arrumar

-Mas que saco-Ela se dirigiu ao banheiro como uma criança birrenta

-Isso mesmo, saco. E trate de lavar bem o seu.

[...]

-Pronto, feliz?-Depois de uns vinte minutos Lauren saiu do banheiro

-Muito

A encarei e ela estava absolutamente linda! Com uma Camisa social branca e uma calça jeans preta, nos pés como sempre tênis que acompanhavam a cor da calça, uma maquiagem leve, destacando seus olhos e um batom forte vermelho, e seus cabelos jogados de uma forma rebelde. 

-Como estou?-Ela perguntou passando as mãos na camisa

Passei alguns segundos encarando-a

-Linda-Fui completamente sincera 

-Ótimo, vamos descer

Lauren P.O.V

Eu fiquei muito magoada com o que Camila disse, eu sei fui uma má namorada eu admito, deveria ter corrido atrás, mas eu fui completamente insana com minhas escolhas e fiz a mais errada, para variar. Eu sabia que Camila estava vindo para cá, por isso esta decisão de me trancar no quarto em plena véspera de natal, mas eu sabia que a Latina não iria deixar barato. E em menos de 30 minutos de sua chegada, lá estava ela, batendo em minha porta exigindo que eu saísse e passasse o natal com minha família. Neguei pois ver Camila e saber que não poderia ter em meus braços, não poderia beija-lá e nem toca-lá iria ser o ponto baixo da minha noite. Mas como ela não desistia acabei cedendo, abri a porta e a mesma iria dar com a cara no chão, mas eu a impedi de fazer isso, e em um impulso acabei trazendo para meus braços, que ela logo fez questão de se desvencilhar. Dei uma enrolada em meu banho, na esperança de faze-la desistir da ideia, mas ela persistiu, então estava eu, descendo as escadas rumo a sala com Camila ao meu lado

-Olha só quem resolveu aparecer-Chris debochou-A ratinha saiu da toca?

Dei o dedo para o mesmo e Camila riu. Como era bom ouvir sua risada.

O jantar de natal, confesso que foi muito agradável, o clima estava perfeito, Todos animados, e felizes.Era 23:59, e quando o relógio marcou 00:00, uma chuva de fogos de artifícios coloriu o céu escuro de Miami, abracei meus familiares, os pais e Sofia. Fitei Camila que estava sorrindo olhando para o céu, me aproximei dela e toquei seu ombro

-Feliz nat...-Fui surpreendida com um abraço

-Feliz natal Lolo

Nada poderia estar mais perfeito!

-Vem comigo, vamos ver os fogos de artifício 

Puxei sua mão e entramos na casa, subimos as escadas até meu quarto, parando na varanda

-Eu adoro o natal-Camila murmurou enquanto observava os fogos coloridos darem vida ao céu

-Pena que a maioria das famílias só se reúnam nessa data

-Lauren, você gosta do natal?

-Eu amo-Me aproximei dela e tomei seus lábios 

No começo ela foi pega de surpresa e tentou se afastar, mas aos poucos acabou sedendo, nossas bocas se movendo em perfeita sincronia, minhas mãos se apossando de sua cintura, marcando território e as pequenas mãos de Camila arranhando minha nuca. Nossas línguas numa sintonia nunca vista antes. Tivemos que nos separar por falta de ar, seus olhos castanhos agora estavam negros como a noite, e sua boca entreaberta, recolhendo o ar que lhe faltava.

-Vamos descer-Ela tirou suas mãos de minha nuca e as minhas de sua cintura-Devem estar sentindo nossa falta

-Não o quanto eu senti a sua-Confessei

Descemos as escadas e encontramos todos sentados em pernas de índio em volta da lareira

-Onde vocês estavam?-Taylor perguntou

-Estávamos vendo os fogos de artifício-Camila respondeu

-Chegaram bem na hora das historias de natal-Minha mãe sorriu animada

Cada um de nós devíamos contar uma historia, seja ela natalina ou não. Grandes clássicos como "O Pinheirinho de natal" e "A estrela da Arvore" foram relatadas

-E você Lauren? Tem alguma historia?- Minha mãe perguntou 

Ponderei por alguns segundos tentando me lembrar de alguma historia

-Tenho sim-Todos sorriram atentos para a minha fábula

Encarei Camila e comecei minha historia

-quando o sol e a lua se conheceram, se apaixonaram de imediato, mas ele não estavam destinados a ficarem juntos, sendo assim acabaram por se separar, e a tristeza tomou conta dos dois.Sendo assim foi criado o eclipse, o momento que a lua e o sol se encontravam e viviam um grande amor..E mesmo com eles tentando se evitar, o eclipse sempre vai dar um jeito de junta-los

-Isso foi lindo Lauren-Sinhue sorriu 

-Você tem o seu eclipse?

-Já tive, e estou disposta a ter de novo.

Camila P.O.V

Eu sabia que a Historia que a Lauren contou foi para mim, pois foi a mesma que ela me contou no dia do baile de formatura. Depois de atender ligações dos meus amigos, e outros familiares, continuamos a comemoração, e quando se deu por muito tarde, voltamos para casa. Acabei pegando no sono em meio a pensamentos

Será que há possibilidade do nosso eclipse acontecer mais uma vez?


Notas Finais


GENTE PELO AMOR DE DEUS VOCÊS JÁ ASSISTIRAM RIVERDALE?????

SE NÃO ASSISTEM RECOMENDO É MT BOA

Comentem!
-Gabie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...