História Unknow e Samy: Dois estranhos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Fluff, Sobrenatural
Exibições 8
Palavras 1.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


HOI pessoas do mundo!!!!!!!
Mais um capitulo dessa coisa!!!!!!!!!!!!
Spoiler: A ISABELLA VAI SER A VILÃ A PARTIR DE AGORA
Eu comecei a escrever esse capítulo ontem, e só terminei hoje!!!!!!!!
A capa do cap. eu desenhei a mão, e a capa da história eu fiz no paint!

Aproveitem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Capítulo 7 - Saga da viagem: Você quer dançar comigo?


Fanfic / Fanfiction Unknow e Samy: Dois estranhos - Capítulo 7 - Saga da viagem: Você quer dançar comigo?

  No mesmo dia do capítulo anterior, depois de jantarem, Samy e UK voltaram para seu quarto. Aquele assunto sobre dançar com Samy acabou voltando, então UK se deitou na cama olhando para o teto pensando novamente. Geralmente os homens convidam as mulheres para dançar, mas Samy não sabia que UK era uma menina. Além disso, UK nunca esperou que as pessoas fizessem coisas por ela, ela sempre fazia quase tudo sozinha. É, ela decidiu: ELA iria convidar Samy. Mas... EI, espera um pouco! Samy realmente tinha sentimentos?! Ele era um robô! Bem, agora ela teria que fazer algumas perguntas.

UK- Ei, Samy.

 Samy- Oque foi?

 UK- Eu queria perguntar uma coisa. Você é um robô.  Você tem sentimentos?

 Samy- Mas é claro que sim! Eu sou da última geração, e tenho um sistema para processar emoções e sentimentos.

 UK- Então está bem. Ah, e mais uma coisa: você sabe dançar valsa?

 Samy- Sei, por quê?

 UK- Você poderia me ensinar a dançar?

 Samy- Está bem.

  Samy e UM passaram mais ou menos 4 horas ensaiando, e quando resolveram ir dormir já era meia-noite. UK estava quase caindo de sono, então Samy a ajudou a se deitar. Samy também se deitou, mas então uma pergunta começou a irritá-lo: Se UK queria que ele o ensinasse a dançar, com quem UK queria dançar? Bem, pensar sobre isso deixou Samy com uma pitada de ciúmes, mas ele não sabia por quê. Está bem, ele estava com ciúmes porque ele queria dançar com UK. Mas afinal, UK era homem ou mulher? Era impossível saber. Isso não importava muito, mas amanhã ele perguntaria de qualquer maneira.

  Samy demorou a dormir pensando nisso.

             ----O tempo resolveu pular para a noite seguinte!!!!!!-------

  Como isso era uma festa de gala, Samy colocou um smoking e calça brancos. UK estava com sua capa (isso nunca vai mudar).

  UK e Samy se sentaram em uma mesa para dois. Depois do jantar, a valsa começou a tocar. UK se levantou da mesa e perguntou:

 UK- Samy, você quer dançar comigo?

  Samy corou e disse:

 Samy- Claro.

  O ritmo da música era lento. UK estava tão calma e relaxada... Ela se sentia tão confortável perto dele. Samy sentia o mesmo.

 No final da música UK e Samy deram aquele giro em que o cara segura a mulher, mas... O capuz de UK caiu. Samy rapidamente colocou o capuz de volta, para que ninguém mais visse. Apenas ele viu como UK realmente era: Era uma menina com cabelos loiros, sobrancelhas pretas, olhos castanhos, pele um pouco pálida com as bochechas rosadas. Mas o detalhe que chamou mais atenção foram as orelhas de gato. Agora ele sabia por que ela nunca tirava sua capa. Bem, todos já ouviram por aí como os humanos híbridos com animais foram criados: Um grupo de cientistas criou uma substância que dava aos seres humanos algumas características físicas de animais. Mas ninguém quis ser um voluntário para testar o projeto, então os cientistas capturaram algumas pessoas de uma cidadezinha um pouco isolada e fizeram terríveis testes com as cobaias. Os metade humanos-metade animais se isolaram para não serem encontrados. Bem, essa história é um pouco velha, então provavelmente UK seria filha de algum deles.

  Antes que Samy acabasse sua linha de pensamento, UK o arrastou para o quarto dos dois para conversarem:

 UK- Você viu?

 Samy- Vi.

 UK- Você promete não contar pra ninguém?

 Samy- Prometo.

 UK- Bem, acho que agora você não quer mais ser meu amigo não é? – Sua voz começou a falhar.

 Samy- Oque?! Porque eu não iria querer ser mais seu amigo?!

 UK- Samy, eu sou oque todos chamam de ‘aberração’. Ninguém nunca quis ser meu amigo. – A voz de UK foi de normal para uma voz de choro. Dava pra ver suas lágrimas escorrendo.

  Samy se aproximou devagar e delicadamente tirou o capuz de UK. Então ele a abraçou.

 Samy- UK você é linda, não ligue pra opinião das pessoas que te julgam pela aparência. E eu quero ser seu amigo... E quem sabe até mais que isso... - Samy sussurrou de forma inaudível a última parte.

  UK chorou baixinho no ombro de Samy até se acalmar.

 UK- Obrigada Samy...

 Samy- Por que está me agradecendo?

 UK- Porque você é a melhor pessoa que eu já conheci.

 Samy- Não sou não. – Samy estava um pouco envergonhado.

 UK- Então você é o melhor robô que eu já conheci e ponto final.

  Então os dois foram dormir. UK abraçou Samy, mas desta vez ela estava acordada.

 

       ----O Tempo voltou para logo depois de UK e Samy saírem da festa, com foco na Isabella----

  Eu vi tudo! UK estava dançando com o MEU Samy! Bem, isso não vai ficar assim! Mas, talvez eu devesse contar um pouco da minha vida antes. Sou uma humana (humanos são a raça mais com um de se encontrar), tenho 17 anos, moro no Rio de Janeiro, e, é claro, já namorei todos os caras da faculdade. Eu SEMPRE consigo o que eu quero, incluindo qualquer homem solteiro.

  Continuando com o meu plano, se Samy não vai ser meu, não vai ser de ninguém!  [que clichê né?]. Eu vou colocar um vírus no sistema operacional dele que vai alterar seu sistema então ele não será mais o mesmo (talvez demore um pouco mais que o esperado para corromper todo o sistema).

 

         ----- Foco volta pro narrador-----

  Isabella esperou até às 2 da manhã. UK se esqueceu de trancar a porta, então Isabella entrou silenciosamente no quarto. Samy tinha duas entradas USB, uma em cada braço, então foi muito fácil para Isabella.

  No dia seguinte UK acordou ainda abraçada com Samy. Ele acordou também e disse:

 Samy- Bom di-i-i-a-a-a. - Sua voz estava distorcida e falhada.

 UK- Oque aconteceu com a sua voz?!

  Samy pensou um pouco, então disse:

 Samy- Ta-a-alvez e-eu este-eja-a co-om ví-írus. E-eu vo-ou troca-a-ar para-a o-o meu-i si-istema-a au-uxilia-ar. ---SISTEMA AUXILIAR ATIVADO COM SUCESSO---.

 UK- Você tem um sistema auxiliar?

 Samy- Sim. Eu vou ativar o meu antivírus, pode ir tomar café da manhã.

 UK- Eu vou esperar aqui.

 Samy- Mais vai demorar.

 UK- Eu não me importo se demorar. Bem, eu não acho que você pegou vírus sozinho. Alguém deve ter colocado vírus em você. Mas quem?

 Samy- Eu vi a Isabella olhando pra nós dois ontem na festa. Ela estava brava. Talvez tenha sido ela.

  UK- É. Acho que foi aquela coisa clichê de ‘se você não vai ser meu, não vai ser de ninguém’.

 Samy- Agora eu vou ativar o antivírus.  ---ANTIVÍRUS ATIVADO---

  Depois que Samy excluiu o vírus de seu sistema, ele e UK foram tomar café da manhã. A partir de agora os dois iriam ficar de olho na Isabella.


Notas Finais


Isabella a vilã!!!!!!! Eu vou tentar trabalhar um pouco mais na personalidade dela (vai ser algo como uma mulher que faria de tudo pra ter Samy só pra si, mas ela é troxa).
Críticas construtivas são muito bem vindas!!!!!!
ADIOS!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...