História Unknown - L. S. Texting - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Lemon, Ned, One Direction, Texting, Yaoi, Ziam
Exibições 228
Palavras 1.920
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E aqui estou eu! Demorei, mas chegay com o último cap... Vamos chorar, amigos

Não sou boa com finais, então se estiver uma bosta, me desculpem. Estou pensando em fazer um extra, SÓ PENSANDO

Espero que gostem e se tiver algum errinho, eu arrumo depois ;3

Boa leitura 💙💚

Ps: Larry fetus na capa só pra sofrerem mais

Capítulo 39 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Unknown - L. S. Texting - Capítulo 39 - Epílogo

P.O.V Harry

Louis estava muito estranho nesses últimos dias, andava me ignorando e quando eu perguntava algo ele simplesmente desconversava e se afastava. Isso já estava me deixando preocupado demais.

Estava com Niall jogado em minha cama conversando sobre qual super herói era o melhor, e com certeza eu que estava certo.

-Você está ficando louco! É óbvio que o Flash é o melhor, cara. - o loiro disse se jogando em cima de mim. - Bobão.

-Claro que não, todos sabemos que o Superman é o melhor. - rebati, dando um tapa em sua nuca e ele reclamou de dor. - Você foi o culpado.

-Você só está dizendo isso porque sabe que o Superman é o super herói favorito do Louis. - cantarolou passando as mãos em meus cachos, os bagunçando. - Me engana que eu gosto.

-Gente, parem de briga, sabemos que o Batman é o melhor. - Zayn apareceu do nada no quarto, nos dando um susto. - Que cara de assustados é essa? Por Buda.

Suspirei pesadamente, passando a mão pelo rosto e bagunçando meus cabelos.

-Falando no Louis, alguém sabe onde ele está? Estou ficando preocupado. - falei levantando da cama e indo até o espelho, tentando ajeitar um pouco meus cachos rebeldes.

-Ah, ele saiu. Logo deve estar voltando, não esquenta. - o loiro disse, se aproximando de Zayn. - E então, Zeeh? Vamos remarcar o Treesome?

-Bora, loiro! - Zayn deu um sorriso malicioso e eu bufei irritado. - Que transtorno é esse? Falta de sexo?

-Acho que é por isso que o Tommo está meio afastado, ele está na seca e foi procurar com outra pessoa. - Niall disse rindo e isso fez meu sangue ferver, Louis não estaria com ninguém ao não ser comigo. Ele não teria coragem de me trair, teria?

Me aproximei dos dois, pegando Niall pelo colarinho e o prensando  na parede mais próxima, ele arregalou os olhos assustado e Zayn se aproximou de mim tentando me acalmar.

-Nunca mais, nunca mesmo! Diga isso novamente, Louis é meu! Apenas meu. - o empurrei de leve, voltando a me sentar na cama. Eu estava cansado e preocupado.

-Calma, Curly! - Zayn deu leve tapinhas em minha costa, em forma de consolo. - Tudo vai se acertar, Tommo deve estar apenas... Se divertindo, de uma maneira boa, é claro.

-O L-lou me chamava assim. - choraminguei, me encolhendo na cama em posição fetal, sentindo vontade de chorar. - E-eu quero ele de volta!

Niall e Zayn se entreolharam preocupados e me abraçaram de lado, beijando meus cabelos.

-Tudo vai ficar bem, a gente promete. - Horan disse, beijando minha bochecha carinhosamente me fazendo dar um pequeno sorriso.

-Obrigado, meninos.

[...]

Depois que dei meu pequeno surto de drama, como Niall diz, fui até a sala fazendo uma das coisas que mais sei fazer: Sentar no sofá embaixo das cobertas, assistindo minhas séries com um enorme pote de sorvete em mãos. Normalmente faço isso quando estou chateado.

Eu poderia assistir um filme de comédia romântica pra me sentir pior ainda, mas tive a "brilhante" idéia de colocar um filme de terror. Eu morria de medo, só assistia quando Louis estava comigo, mas esses últimos dias ele estava distante demais.

Falando nele, apenas tirei meus olhos do filme quando vi Louis passando pela porta de entrada com um grande sorriso no rosto e com os cabelos bagunçados. Franzi o cenho, com a boca cheia de sorvete.

-Hazza? - ele me chamou e o sorriso de seu rosto diminuiu. - O que está fazendo?

-Assistindo um filme de terror, sozinho! Porque meu namorado não fica mais comigo e sai por aí sozinho. - comecei a falar sem olhar para ele. - E volta com os cabelos bagunçados e com um enoooorme sorriso no rosto como se estivesse acabado de se pegar com alguém!

-Hazz, não é nada disso. - disse rindo e se aproximou de mim, sentando ao meu lado. - Você está com a boca toda melada, amor.

Louis passou o polegar no canto de meus lábios limpando os vestígios de sorvete que ainda se encontravam ali. Sorriu e eu fechei a cara, colou seus lábios aos meus por alguns instantes e lambeu em seguida, senti minhas bochechas queimarem, eu sentia falta de sentir os lábios finos de Louis.

-Você anda muito distante... - choraminguei, fungando baixinho. Sim, eu estava fazendo um pouco de drama, mas não vem ao caso. - Estou sentindo sua falta.

-Eu estou ocupado com algumas coisas, baby. - explicou e eu fiquei ainda mais triste, ele estava mais preocupado com outras coisas do que comigo. - Mas logo eu poderei ficar com você, okay?

-Uh, okay... - concordei tristonho, fazendo um bico. Quem sabe se eu fizesse mais um draminha básico ele me diria o que estava realmente acontecendo. Louis riu baixinho, dando vários selinhos em meus lábios me fazendo sorrir e  deixar minhas covinhas a mostra.

-Isso! Eu quero ver suas covinhas, amor. Você fica tão lindo sorrindo. - falou deixando um beijo em minha testa. - Agora preciso sair novamente.

-Mas já, Lou? Você ficou tão pouco...

-Eu prometo que iremos ficar juntos um tempão logo, eu só preciso terminar de resolver algumas coisas. - entrelaçou nossos dedos, acariciando minha mão com seu polegar.

-Promete?

-Prometo.

-De dedinho? - ofereci meu mindinho e ele sorriu divertido, entrelaçando seu dedo com o meu.

-De dedinho.

[...]

Harry estava ancioso, nervoso também, a preocupação com Louis aumentava cada vez mais e isso estava o deixando louco.

Niall estava insistindo para ele irem a algum lugar, pois não aguentava mais ver Styles preso em casa e depressivo por causa di namorado. Harry havia recusado várias e várias vezes, mas o loiro encheu tanto a sua paciência que acabou aceitando sair.

-Onde você vai me levar, Niall? - Harry perguntou bufando, ele apenas queria deitar e dormir até as coisas com Louis se acertarem. - Eu quero dormir.

-Pare de ser idiota, Hazz! Fica aí todo depressivo por causa do Tomlinson, aff.

-O Tomlinson é meu namorado, eu tenho o direito de ficar assim.

-Vamos logo e para de falar!

Andaram mais um pouco até chegar em frente a casa de Louis. O cacheado olhou para Niall com cara de interrogação. O que estavam fazendo ali?

-Niall o que estam-

-Shhhhh apenas me siga!

Pegou no braço do outro o puxando com força até a porta de entrada e a abrindo sem ao menos bater, Harry ontinuava perguntando o que estavam fazendo ali mas o loiro simplesmente o ignorava. Styles queria ir embora, ainda estava chateado com Lou e não queria vê-lo pelo menos por enquanto. E ainda tentava tirar de sua cabeça a possibilidade de Louis estar o traindo.

Quando Horan parou de o puxar, conseguiu ver onde haviam chegado. Harry deu de cara com a porta do porão da casa de Tomlinson, ele havia entrado ali poucas vezes pois era um lugar muito escuro e empoeirado, e ele não gostava dali.

-Entre, Harold. - Niall disse, abrindo a porta lentamente. Harry olhou para ele, com a testa franzida e ele apenas apontou para a porta. Bufou irritado e entrou no quarto escuro.

Aparentemente não estava tão empoeirado como antes, porque o cacheado não estava espirrando como um maluco. Tinha até um cheiro agradável, cheiro de... Louis? Ele estava ali?

-Lou? Você está aí? - perguntou um pouco receoso, tentando achar o interruptor e acender a luz daquele quarto.

-Como sabe que estou aqui? - ouviu sua voz doce e se permeti relaxar um pouco. - Venha até mim, Hazz.

-E como você quer que eu faça isso?! Você sabe que eu não gosto de lugares escuros e não tenho visão noturna! - reclamou cruzando os braços e ficou parado no mesmo lugar. Ouviu sua risada mais próxima dessa vez, isso já estava o assustando. - O que estamos fazendo aqui?

-Você ainda não respondeu como sabia que eu estava aqui. - Harry ouviu sua voz perto de seu ouvido e se virou abruptamente, assustado e acabou batendo o pé em algo, soltando um pequeno grito de dor. - Wow! Não se machuque, amor.

-Amor é o caralho! Da pra acender a porra dessa luz? - o mais novo reclamou, ainda sentindo dor no pé que havia batido. - E eu sabia que estava aqui porque senti seu cheiro.

-Você tem um olfato bom.

-Apenas conheço seu cheiro de longe.

-Own, que fofo. - sentiu braços rodearem sua cintura por trás e quase deu uma cotovelada no estômago da pessoa, mas logo sentiu o cheiro de Louis e relaxou novamente. - Vamos acender as luzes, amor?

Harry ouviu o barulho do interruptor ser ligado e teve que piscar várias vezes para se acostumar com a claridade do local. Quando abriu os olhos viu várias fotos dele e de Louis penduradas por linhas de barbante decoradas em azul e verde, entreabriu os lábios para falar algo mas nada saía de sua boca.

Nas paredes também estavam colados alguns cartazes com algumas conversas de ambos quando se conheceram como: "Você me parece ser idiota" e " E você me parece ser burro ". Algumas coisas aleatórias que conversaram também. Tinham algumas fotos do dia que foram ao show, a foto que Niall tirou o beijo dos dois no mesmo dia, entre outros momentos bons que passaram juntos. Sem perceber, um grande sorriso se esboçou no rosto do de olhos verdes, lembrando de todas aquelas memórias boas.

Sentiu um beijo úmido ser depositado em sua nuca, o fazendo arrepiar e lembrar que Louis também estava ali consigo.

-E então? Gostou da surpresa, Hazza? - ele perguntou com a voz calma, espalhando beijos pelo  pescoço do de cachos. - Era por isso que eu estava meio afastado de você, estava preparando essa surpresa a um bom tempo e se ficasse muito contigo acabaria contando uma hora ou outra.

-Lou... E eu cheguei a pensar que você estava me traindo! - lamentou frustrado, se virando para o namorado e o abraçando fortemente. - Me desculpe...

-Oh! Eu nunca faria isso com você, babe. Eu te amo. - falou, acariciando os cabelos de Harry. - Venham, entrem!

Ele disse, e então Syles viu Liam, Zayn, Niall, Gemma, mamãe, papai e Luke entrarem pela porta com grandes sorrisos no rosto.

-Acho que agora estou pronto para dizer o que planejei para agora. - limpou a garganta, se ajoelhando na frente do namorado e começou a falar. - Bem, acredito que meu pedido anterior foi meio inapropriado, não é? - soltou um leve risinho,  fazendo Harry lembrar do que estava falando.  - Agora vamos fazer certo então. Eu nunca imaginei que um idiota que mandou uma mensagem por engano iria mexer tanto com minha cabeça e com meu coração, quando você apareceu, causou uma confusão enorme, você sabe. - nesse momento o mais novo já sentia as lágrimas tomarem conta de sua visão. - Oh, não chore, amor! Não gosto de te ver chorando. Calma, que eu estou nervoso! Você é tão perfeito, Harry... Por dentro e por fora, você é lindo, e eu estou completamente apaixonado por você! Loucamente, perdidamente apaixonado! Eu te amo muito e acho que ainda é um pouco cedo para lhe pedir em casamento, então... Dessa vez o pedido certo, como irei contar para nossos filhos como isso aconteceu, sendo que aconteceu daquele jeito. - Hazz sentia seu coração acelerar cada vez mais e as lágrimas escorrerem por seu rosto, já imaginando o que ele iria dizer. - Aceita namorar comigo?


Notas Finais


Eu vou separar os agradecimentos em outro cap, pois eu quero falar um monte de coisa E SE RECLAMAR FALO MAIS AINDA

Espero que esteje bom, e muito obrigada mesmo a todos os comentários e favoritos até aqui, foi muito bom escrever essa fic! Foi minha primeira larry e eu estou muito orgulhosa dela, por mais que não esteja tão boa por ser a minha primeira.

All the love Xx Thyz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...