História Unknown - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Jimin, Romance, Suga, Yoonmin
Exibições 25
Palavras 1.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AEEEW
Sei que vcs odeiam ler as notas inicias então vou falar só nas finais
Boa leitura!!!!
Espero que gostem <3
FIQUEM PFV ATÉ AS NOTAS FINAIS

Capítulo 2 - Universo Dos Homens


Fanfic / Fanfiction Unknown - Capítulo 2 - Universo Dos Homens

Cheguei na escola mais cedo, eu estava determinado a pedir desculpas para o garoto da festa passada. Mas ele não apareceu

2 semanas se passaram e ele não havia aparecido. E se ele tivesse uma doença? Talvez câncer no fígado ou no pulmão, garotos fracos como ele costumam a ter esse tipo de coisa, certo? Mas se ele realmente tivesse tudo isso, não teria ido a uma festa... por que eu não parava de pensar nisso? Era apenas um garoto, querendo ou não, ele vai aparecer alguma hora, ou vivo ou em alguma notícia de morte pela escola

_ Suga, chega aí - Minhyuk me chamou antes que eu atravessasse o grande portão do colégio, não era apenas ele quem estava lá mas Minzy e Wonho também - A gente precisa da sua ajuda com um probleminha

_ Não enrola Minhyuk, não temos tempo - Wonho dessa vez estava irritado e o sorriso irônico que eu sempre via em seu rosto havia desaparecido

_ Pode falar - Tentei parecer sobre o controle da situação, talvez quisessem que eu fizesse o dever de matemática para eles, antes fosse...

_ O assunto é Jongin - Só de ouvir aquele nome eu já conseguia sentir a força do soco que eu teria levado se não fosse por Minhyuk

_ Você é novo aqui, entendeu? Mas Jongin é nosso amigo e Jooheon também - Wonho colocava o dedo a frente do meu rosto, se o objetivo dele era me ameaçar, ele estava conseguindo

_ Espera Wonho, ele vai aceitar

_ E se não aceitar Minhyuk? Você vai querer ver Jooheon irritado? Nem sei por que temos que contar isso a ele

_ Ele vai ajudar, é um dos nossos agora

_ ''Um dos nossos''? Ah, sim, estamos definitivamente esperando uma surra do Kai

_ Eu topo - Todos pararam de discutir e me encararam, Minhyuk tinha um sorriso em seu rosto ao contrário de Wonho que a qualquer momento poderia avançar sobre o meu pescoço

_ Ótimo, chegue na hora e no lugar. Minzy vai te enviar o endereço - Antes que eu pudesse dizer algo, os três saíram da escola sem os menos me dar mais explicações

Kai e Jooheon estavam envolvidos e não parecia ser em algum problema de matemática e, eu estava com medo de não conseguir resolver essa equação

X

​Eu estava fazendo o trabalho de física quando recebi o tão esperado endereço, assim que percebi, me assustei, não era um lugar qualquer, era a escola. E o horário era o mais assustador: ''23:00''. O que diabos faríamos na escola a noite? E qual era o problema de Jongin?

Eu estava prestes a desistir e continuar meu trabalho, até que recebi outra mensagem, era uma pequena frase, aquela frase​, a frase que me deu impulso o suficiente para levantar correndo tentando ao máximo não acordar minha mãe e pegar a primeira, e única, bicicleta da minha garagem

''Esse é seu ultimo desafio, prove para eles que é um de nós''

X

​Minzy havia dito claramente ''23:00'' mas eu não conseguia ver ninguém ao redor da escola, pensei que seria melhor não ficar parado no portão e sim do outro lado da rua, a escola poderia ser um lixo mas existiam câmaras de segurança que indicavam qualquer movimento que passasse por elas
​Eu estava aflito, mesmo do outro lado da rua eu tinha medo de que alguém me descobrisse

_ Chegou cedo - Dei um pulo com Minhyuk ao meu lado, ele poderia ser o mais ''amigável'' entre os outros três mas não deixava de ser intimidador

_ Ah, sim. Você também

_ Ah, sim

Um silencio constrangedor se instalou entre nós e, apesar de ser a coisa mais clichê do mundo, eu estava tentando encontrar algum assunto para falar mas nada saia da minha boca

_ O que--

_ Vamos, Jooheon e Jongin estão esperando - Wonho surgiu justo no momento em que eu iria perguntar o que estava acontecendo, posso soar um medroso, mas tudo o que eu queria era ir embora para casa e me jogar em uma cama quentinha e macia

_ Cadê Minzy?

_ Ela não vem, já fizemos muito envolvendo ela na distração

_ Wonho, você sabe que--

_ Cala a boca Minhyuk, essa não é sua primeira vez, por que tá com medo? Vamos logo

Wonho colocou uma máscara no rosto e tirou de dentro da mochila que ele carregava uma lata de spray, logo depois a balançou de cima para baixo e apertou o pequeno botão que havia ali na direção da câmara do portão do colégio pintando sua lente por completo

Eu fiquei pensando se aquilo acontecia com frequência entre eles, e pela primeira vez, eu me perguntava se realmente valia a pena ser parte do grupo de Jongin

_ Vai ficar parado, princesa? Ou tá esperando sua carruagem?

O portão já estava aberto, Minhyuk segurava uma pequena chave vermelha e esperava assim como Wonho dentro do enorme colégio

Encarei mais uma vez aquela rua vazia e silenciosa, era tarde demais para correr, ou eu entrava ou eu morria por Jongin

X

Depois de um bom tempo passeando por corredores e salas de aulas vazias com Wonho pintando grande parte das câmaras ali, chegamos a sala da direção

_ Onde estão? - Minhyuk estava agitado demais e parecia nervoso, apesar do escuro e da iluminação com lanternas, claramente aquele não era o porto seguro do garoto

_ Eles deviam estar aqui

_ Chegaram na hora - Ouvimos uma voz vindo por detrás, a voz rouca e familiar me indicava que era hora de encarar meu pior pesadelo como um amigo

Me virei e encarei Jongin nos olhos, o mesmo tinha um olhar de curiosidade mas não se deu o trabalho de perguntar o que eu fazia ali
​O garoto ao seu lado tinha a pele mais clara e o cabelo mal arrumado em um topete. Por mais ridículo que seja, eu juro que vi uma caveira no fundo de seus olhos

_ Ótimo, trouxeram um mascote

_ Jooheon, você disse quanto mais pesso--

_ Se isso​ espalhar o que vamos fazer aqui, vocês quem vão me pagar
​Ele sorriu de lado e tirou do bolso uma chave, dessa vez, esverdeada, destrancou a porta da sala e entrou assim como todos os garotos ali, exceto Jongin

Assim que dei o primeiro passo em direção a sala, Kai me puxou pelo ombro me virando de frente a ele novamente

_ Parece que eles gostam de você, não esquenta, eu não costumo ligar para a opinião das pessoas

Por fim, sussurrou no meu ouvido, antes de entrar para a sala

_ Eu vou te matar

Meu medo por Jongin apenas aumentava, eu tentava não ter nenhuma briga com ele mas era impossível. Ele não gostou de mim desde que pisei naquela escola e não vai ser porque vou ajuda-lo que ele irá gostar. Aquilo não era guerra de travesseiro, ou brincadeira de criança, aquilo era Jongin, e eu sou o novo brinquedinho dele

_ Certo, vamos ver... achei! Taeyang. - Minhyuk entregou uma pasta amarelada para Jooheon que sorriu satisfeito com o que tinha em suas mãos

_ Bom... o que devemos fazer com o riquinho?

_ Ah, Jooheon, você sabe muito bem o que devemos fazer - Kai passava a mão por todos os móveis da sala lentamente enquanto sorria, aquilo sim era assustador, ver Jongin sorrir

_ Temos tempo ainda, dá pra fazer um estrago - Wonho ''sem querer'' derrubou um vaso de flores que ficava na mesa da diretora em seguida de todos os papeis organizados ali

Em poucos segundos, eles começaram a chutar as cadeiras, quebrar quadros, vasos e até mesmo canetas, rasgavam papeis importantes, fichas de alunos, listas telefônicas e destruíam moveis
​Fiquei ali, completamente parado, observando tudo acontecer, fingi que era invisível e que estava ali apenas para observar tudo

_ Vai ficar parado olhando? Acha que é por isso que chamamos você aqui? - Jooheon me entregou uma ficha de algum aluno e riu enquanto chutava novamente a grande mesa no centro

Antes de rasgar, como todos estavam fazendo, dei uma ultima conferida no papel

''Park Jimin''...

​A foto que estava ao lado era... era ele. O novato. O garoto do desafio que não aparece na escola há 2 semanas. O garoto que eu humilhei e envergonhei na frente da escola toda...

​''22 anos...
Busan - Coreia do Sul
​Nome da mãe... sem nome do pai?''

Enquanto todos estavam distraídos, coloquei o papel em meu bolso da calça e comecei a rasgar outro que estava bem ali do lado
​Todos pareciam felizes e aquilo só me preocupava mais ainda

X

​_ Bom trabalho garotos, você não é tão esquisito assim Suga - Jooheon mudava de humor rapidamente, algumas vezes ele estava bem, outras, ele estava a ponto de explodir, talvez por aquilo, eu presumi que não seria bom confiar nele

_ Você não faz ideia do que aconteceu? - Minhyuk ficou um pouco atrás para me alcançar, assim como eu, ele começou a caminhar em passos lentos deixando os outros garotos

_ Não

_ Bom... já que você faz parte, deve saber... Jongin aconteceu. Esse garoto, começou a falar algumas coisas sobre ele - A frente, eu notava Jooheon conversar com Kai animadamente, eles pareciam bastante íntimos, e muito felizes para alguém que acabou de invadir a escola e destruir a sala da direção

_ Taeyang?

_ Sim, é o nome dele - Minhyuk, ao meu lado, suspirou cansado, acho que eu era o único que ainda estava assustado com tudo aquilo

_ O que ele falou?

_ Ele contou para a professora que Jongin estava ameaçando ele de... fazer ​algumas coisas 

_ Algumas coisas? - Minhyuk me encarou quase explodindo, aquela situação estava sendo constrangedora para nós dois

_ Sabe... uma das regras do universo dos homens de verdade é não ser gay - Minha boca secou, não que eu fosse homossexual, eu apenas não me sentia a vontade para falar sobre o que eu sentia

Eu não me assumia completamente gay, porque eu nunca tive alguma experiência mas, a única certeza que eu tinha, era a de que eu não era completamente hétero

_ Esse garoto... Taeyang disse que Jongin ameaçava ele de fazer algumas coisas​ enquanto os dois estavam sozinhos em qualquer lugar que fosse. Aquela diretora velha considerou Kai culpado e ele pegou algumas semanas de suspensão. Jooheon é amigo de Kai e nosso amigo, então...

Ele não precisou dizer mais nada, aquilo estava claro o suficiente, mas... Kai seria gay ou aquilo era tudo mentira inventada pelo garoto Taeyang?

_ O que você acha?

_ Hm, Jongin nunca seria gay, ele é homem o suficiente, pega mais garotas que eu já gostei na minha vida

Apesar do que Minhyuk disse, eu continuei com aquilo na cabeça, Kai gay era algo que eu nunca imaginaria na minha vida inteira e isso mudaria muita coisa

Uma curiosidade enorme surgiu dentro de mim, eu precisava saber mais sobre Jongin, eu precisava saber se aquilo era verdade

​''Mantenha os amigos por perto e os inimigos mais perto ainda'' 


Notas Finais


OBG!!!!!
Bom pessoas, como vocês perceberam esse não foi um capítulo fofinho e bonitinho e cheio de romance e amor pelo ar, é mais um capitulo para entender como funciona esses amigos do Yoongi e como funciona Kai e Jooheon, é uma coisa bem louca mesmo, mas por incrível que pareça isso é muito simples perto do que ainda vai acontecer (adoro um mistério)
Mas eu espero que tenham gostado, eu não quero ser rápida demais e nem tão lenta com a fic, estão espero estar sendo justa

Lembrem-se: Opiniões e criticas são muito bem vindas, isso realmente me ajuda a continuar a fanfic
Obrigada por tudo, até o próximo capítulo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...