História Unknown Stranger - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Vhope, Vkook, Yoonjin
Exibições 448
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


P R O M E T I U M A C O I S A
e fiz outra.
DESCULPA, TÁ?
BROOOOO ALIEEENS DIANAIDNAOANS
ENTÃO
OLÁ
HELLO
Annyeong Haseyo
Konnichiwa
ENFIM
ENFIM
ENFIM
TÁ AQUI
DOIS BEIJO.
BOA LEITURAAAAAAAQOQLKAKDOZKCOCKCOC

Sem drogas, Sugu. Sem drogas.

Capítulo 13 - Thirteen


ㅡ Jimin Hyung?

Ilusões viviam ao lado do cotidiano de Jimin, alucinações pioravam sua vida desde o acidente de seu dongsaeng, contudo ao vê-lo parado, olhando para si com um semblante duvidoso, fora uma alegria imensa. Jimin desde mais novo chegou à ser louco pelo Jung, sentir sua essência exótica quando os fios amendoados dançavam conforme o vento sempre foi um de seus hobbies. Sem contar com o andar do menino, a cada observação do Jimin, sua consciência ficava imersa a tudo que acontecia.

Apreciar a beleza do Jeon é um hobbie que muitos deveriam seguir ㅡ Pensara o garoto.

ㅡ A-Ah, Jeon... ㅡ Levantou-se nervoso, enquanto JungKook sentia algo estranho em seu estômago, uma sensação bizarra - não tinha definições. Jimin fora lindo. Tão lindo que o mais alto não moveu um músculo sequer apreciando uma obra-prima, um Deus Grego que agora localizava-se na Coreia do Sul, à sua frente, em um parque antigo e nostálgico. Apesar de não ser gay, o fato do seu "amigo"- que ainda considera um desconhecido bastante estranho por sinal -, despertou algo em si, sinceramente não tinha uma explicação exata, só queria abraçá-lo, e assim o fez.

ㅡ J-Jungguk ㅡ Jimin sentiu-se sufocado com o aperto do garoto. O que o mais alto estera fazendo? Não lembrara dele, certo? Então qual fora a resposta de toda essa ação?

ㅡ Park JiMin, não é? Eu não lembro de nada sobre você, mas meu corpo diz ao contrário. ㅡ Falou contra o pescoço do outro, este que apertou sua cintura com seus dedos pequenos e fofinhos.

O alaranjado encontrava-se com seus olhos já marejados pela emoção de escutar o mais novo dizendo lindas palavras. Saiu de sua boca palavras tão doces e poucas ao mesmo tempo, mas a felicidade que causou em Jimin foi colossal. Além de tudo, Jimin o amava e prometeu nunca desistir do mais novo. Por isso estava aqui, estava-o pertubando no aplicativo de mensagens, estava querendo voltar à ser como era, estava o amando mais ainda. Ele queria que tudo voltasse, mas com calma, uma pena, pois o garoto pertubava demais querendo saber de tudo, e Jimin nunca foi de mentir para o mesmo, deixando tudo complicado.

ㅡ Jeon... ㅡ Sentiu a respiração do outro bater forte rente ao seu pescoço, arrepiando-se.

ㅡ Eu sinto necessidade do seu cheiro, Jimin. ㅡ JungKook saiu do abraço calmamente, abrindo os olhos e vislumbrando seu Hyung rubro ㅡ Vergonha? ㅡ Riu mudo.

ㅡ Para quem disse que é "hetero", você está bastante gay, Jeon. ㅡ Disse Jimin, pondo suas mãos no bolso da calça, uma de cada lado, sorrindo em seguida. JungKook parou, pensou, e então percebeu que o mais velho havia falado da sua "heterossexualidade", que agora parecia estar bastante distante do seu corpo.

Jeon riu novamente ㅡ Então Jimin... ㅡ parou, sentando no banco em que antes o mais baixo se encontrava ㅡ Me conte mais sobre nosso passado ㅡ Cruzou as pernas e levou sua mão ao seu lado esquerdo, bateu no local, indicando para o outro sentar ali, sendo correspondido.

O vento bateu forte ao Jimin sentar, e o cheiro de shampoo do mais alto dançou em suas narinas. E depois de tantos anos, ele não mudou o shampoo, tsc'.

ㅡ Por onde começar? ㅡ o alaranjado olhou profundamente para os olhos do menino, tentando encontrar respostas, todavia só constatou que seus olhos eram maravilhosos e brilhantes, gordinhos e com um delineado natural que desde o inicio fora apaixonado. Jimin curvou seus lábios, delicadamente, deixando um sorriso bobo e um olhar para baixo - por conta da vergonha - chamar à atenção do outro, este que achou totalmente fofo seu Hyung sentir vergonha de si. Ele parecia bem mais corajoso atrás de uma tela tecnológica.

ㅡ Que lindo, não? ㅡ Os dois ouviram alguém bater palmas ao lado, e momentaneamente viraram o rosto na velocidade luz. Ao perceber quem era, o Park desmanchou seu sorriso, voltando à um semblante sério. Levantou, dando dois passos à frente do mais novo, não poderia deixar que esse esquizofrênico fizesse algum mau novamente ao seu Jeon.

ㅡ O que você faz aqui, Hoseok? ㅡ Perguntou, sentindo mãos segurarem sua cintura por trás. Nem precisou virar, o cheiro do seu dongsaeng fora forte demais.

ㅡ Vim apreciar à obra-prima que o Satanás errou, babyboy ㅡ  Hoseok sorriu sacana, aproximando-se de seu babyboy. Ah, sim, seu babyboy.

Quantas vezes sentiu prazer com Jimin? Muitas, muitas vezes. Aquela miniatura de Zeus com bundas enormes e fartas já o fez gemer tanto que poderia escrever um história pornográfica deliciosa. O Cheiro do Jimin, o corpo do alaranjado, seus olhos, seu coração, sua fofura, tudo, por tudo isso Hoseok fora apaixonado, lembrando para todos que Park Jimin era só seu. E era mesmo.

Quando o fim do namoro chegou, o Jung sabia que ele havia gostado de alguém, e então começou literalmente uma caça por essa estúpida pessoa que tirou o coração de seu amado. Foram dias, até chegar ao ponto. Jeon JungKook, um garoto babaca com dentes de rato, que bosta. Convenhamos, Jimin poderia achar alguém muito melhor do quê um rato de esgoto, certo?

ㅡ Babyboy? ㅡ Perguntou JungKook em um tom audível para Jimin, este que sentiu suas bochechas queimarem ㅡ Hyung você...-

ㅡ "Hyung você" ㅡ Hoseok interrompeu o mais novo dos três, imitando sua voz chata e irritante, sorrindo com escárnio em seguida ㅡ Garoto se toca! Jimin já foi meu, querido. Já tomou muito no cu ㅡ Gargalhou alto, provocando seu amado, que agora estera farto de tudo isso, cansado desta idiotice do Jung que parecia não ter fim ㅡ ... Literalmente. Não é, Jimin-ssi? ㅡ olhou provocador.

ㅡ Cansei de você, Hoseok! ㅡ Jimin andou em direção ao mais velho, desferindo um tapa em seu rosto, suspirando pesado.

Hoseok com o rosto voltado à direção direita, pôs sua mão esquerda em sua bochecha, sentindo arder. Queria chorar, queria gritar, fazer de tudo para voltar no tempo e apagar JungKook de uma vez do mapa.

ㅡ Você me trocou tão fácil, Jimin ㅡ E com os olhos marejados, pôs-se à dizer. Iria desabafar, agora sim seria a hora de dizer tudo que sentiu todos esses anos. Moveu sua cabeça em direção ao Park, deixando suas lágrimas finas e brilhantes levar consigo o desespero e a saudade dos abraços quentinhos do alaranjado ㅡ Eu poderia fazer de tudo para ficar com você! Eu prometi não te deixar... ㅡ Limpou as gotas que corriam por suas bochechas, arrebatado ㅡ Mas você me deixou fácil, por uma pessoa que gostava à anos e não havia dito para mim! Você nunca me amou! Só usou meu corpo para satisfazer seus prazeres, estou errado? ㅡ Chegou ainda mais perto de Jimin, por conta de centímetros sua boca não tocou a semelhante do outro.

Jimin tinha seu semblante de culpa, apesar de tudo, ele era o culpado sim. E admitia se fosse preciso. Ele não amava Hoseok, não como dois apaixonados, e sim, como amigo, companheiro de diversão. Dificilmente dizia um "eu gosto de você" sincero.

ㅡ Você deveria ser só meu! SÓ MEU! ㅡ  Afastou-se, pois a vontade de bater no garoto atrás de si era bem maior e não queria magoar Jimin novamente, ver seu amor chorando era como sentir cacos de vidros finos e afiados cortarem seu coração rapidamente ㅡ Não sei se você sentiu um fia amor por mim, ou sei lá! Foda-s, não é mesmo? ㅡ Cuspia palavras, limpando suas lágrimas que não cessavam ㅡ Adivinha o que eu fiz, Jimin... ADIVINHA! ㅡ Aproximou-se mais uma vez do outro.

ㅡ O que você se tornou, Hoseok? ㅡ soltou o alaranjado com amargura das palavras e ações do Jung.

ㅡ Me torneu louco... ㅡ Virou para trás ㅡ Louco por você! E esse filho da putinha aí atrás, estragou tudo ㅡ JungKook que até agora estera quieto, saiu de trás de seu Hyung para empurrar Hoseok.

ㅡ Filho da puta é você que tenta matar pessoas! ㅡ Deu dois passos à frente, ficando rente ao rosto do Jung. Duas pessoas com ódio nos olhos e na alma se encarando friamente, necessitando ver um ao outro apodrecer depois de uma morte dolorosa e lenta ㅡ Agora saía daqui antes que eu chame à polícia. ㅡ Finalizou, vendo Hoseok fungar e o olhar com raiva, querendo enforcá-lo.

ㅡ Por favor, Hoseok. Vá embora ㅡ Jimin não aguentava mais ver à pessoa que mais lhe ajudou na vida, agora causando sofrimento e dor na mesma.

Hoseok voltou seu olhar para o alaranjado, que chorava em puro pesar.

ㅡ Eu voltarei, Jimin. ㅡ Finalmente virou e seguiu seu caminho, olhando para trás uma vez ou outra, vendo sua paixão puxar todo o oxigênio presente para segurar o grande choro que pretendia sair.

                   
                                Continua
                                     [...]


Notas Finais


Me identifiquei com o Hoseok. Sempre SZ
e aí? Algum erro? Comentem o que acharam e me digam um seguinte:

🔸 1. Vocês acham que o Jimin vai perdoar o Hoseok?

🔸 2. Será que o Hoseok vai preso?

🔸 3. E o que aconteceu com Taehyung e JungKook no passado antes do acidente?

🔸 4. Vou tomar no cu com vocês porquê ainda tem a continuação?

JWOAMDJDJJAJSNSJD
GENTE DESCULPA PELOS ERROS E BLA BLA BLA, E ENTÃO DOIS BEIJOS NO CU E ATÉ O PRÓXIMO CAP
TÔ LOKAAAA DESCULPA SLAKQOQOQOWODJXJXJ

FUI /0/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...