História Unrequited Sweetness. - YOONMIN - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Cute, Cute Lemon, Fluffy, Jikook, Jimminie, Kimkim, Namjin, Romance, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 359
Palavras 1.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Escolar, Fantasia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, meu pêssego que está lendo agora, espero que tenha um ótimo dia amanhã, ou hoje mesmo.

Tenha uma boa leitura; =)

Capítulo 27 - Pink.


Fanfic / Fanfiction Unrequited Sweetness. - YOONMIN - Capítulo 27 - Pink.

 

— Yoonie... Eu sei, não tem nada haver agora mas... Por que não me convidou para a festa de Halloween? — Riu após perguntar. Enxugava seus cabelos molhados devido o banho. Era frio, e dessa vez, era a primeira vez que chovia desde que vieram para a casa na praia. Haviam acabado de jantar e os adultos haviam se recolhido para irem dormir enquanto, Jimin e Yoongi aproveitaram para assistir um filme e curtir o frio incrivelmente mais forte do que os outros dias. Mas não era ruim, para que ficasse bom, teria de estar como Yoongi: Com pijama e completamente embrulhado, evitando qualquer contato com o ventinho gelado.

Desde o dia em que fizeram amor juntos, a carícia que envolvia os dois através de gestos apenas dobrou em quantidade. O quanto mostravam intimidade era visível que chegou a um ponto incrível. A ponto de Jin reconhecer as bochechas rosadas dos dois. Reconhecer os toques agora mais possessivos de Yoongi. Reconhecer os atos manhosos e levemente tímidos de Jimin. Reconhecer de quando agia assim. Desconfiou porém, se sentiu um intruso em pensar em coisas do tipo; então passou a apenas adimirar como estavam se tratando, sem insinuar nada.

— Bem... como vou te explicar? — acolheu o mais novo – também embrulhado do frio – em seus braços e então puxou o cobertor, cobrindo então os dois, logo vendo Jimin ficar de bruços para olhar o namorado —Lembra que eu disse que iria convidar uma pessoa mas estava com medo de que a pessoa não aceitasse? — Jimin apenas assentiu — Era você... e eu realmente fiquei animado quando você disse que era como par, e eu estava disposto a ir a festa por mais que eu odeie. E... sabe, você disse que a pessoa aceitaria e então eu fiquei mais ainda animado. Mas então...

 

“— Jimminie! — chamei Jimin, que estava  conversando com algumas garotas, e logo o vi caminhar até mim com um leve sorriso nos lábios.

— Oi hyung. — disse calmo.

— É agora... — Digo e acho que ele entendeu que eu convidaria a “tal pessoa”, que é ele, agora mesmo. Droga... não gagueje. Por que essas coisas acontecem comigo? Preciso de água. — ...agorinha eu volto, me espere aqui. — o vi assentir e logo me pus a caminhar até o bebedouro onde tinha um movimento grande devido os preparativos da festa.

Acho que tomei muita água.

Mas... e se ele estranhar eu o convidar? Mil vezes “droga”.

— ...eu sou o que mais quer ir com o pequeno Jimin na festa. — paro no exato instante em que ouvi isso e me esforço para que não percebam isso. O cara que falava tinha os cabelos castanhos, era alto e tinha um belo porte atlético. Decido me concentrar  para ouvir melhor o que estava a conversar com o grupo. — Eu espero que ele aceite.

Volto a caminhar e então penso... Ele vai mesmo aceitar?

Vejo Jimin sorrir e então suspiro.

— Diz Yoonie hyung!

— Ela aceitou! — Fingi animação.

— A-aceitou? — Perguntou cerrando seus olhinhos.

— Sim, a Hyuna... — Improvisei, logo o vejo corar e ficar confuso. Eu deveria ter demorado mais e dito que ela estava demorando a responder.

— Hyuna... s-sim... — Desviou o olhar e assentiu.

— Você pode ir comigo hoje mesmo comprar uma fantasia, eu posso pedir para seu omma ... sabe eu não sou muito bom com isso... — Eu perguntei afinal era verdade, mas se eu não vou com ele, já que o garoto atlético com cara de nerd vai o acompanhar, ao menos podemos passar um tempo juntos. Mas Jimin parecia em outro mundo. — Jimminie?

— Ah s-sim posso... — respondeu rápido — ...Vou tomar água hyung, com licença. — Me comunicou e então assenti, em seguida ele estava caminhando na direção do bebedouro.

Realmente, eu me sinto num drama... mas eu jurava que seria mais fácil. Agora terei de pedir a ajuda da Hyuna novamente. Como a meti nessa sem saber se ela vai... ou melhor, se ela vai com o garoto que ela está afim.

Droga!”

 

— ...No mesmo dia nós fomos comprar minha fantasia e então... No outro dia, enquanto estava com Hyuna e os amigos dela, vi o garoto... vulgo Jungkook, conversar timidamente com você. Então ele sorriu, e logo você... logo os dois sorriam bobos...

— Eu fiquei tão tristinho quando você disse que convidou a Hyuna noona que me deu vontade de chorar. E então no mesmo dia... meu appa me disse que isso que eu sentia por você era forte, então, no outro dia Jeon me convidou e foi muito fofo comigo... fiquei com medo de aceitar, mas ele é tão gentil, agradável e...

— Entendi. — disse sério.

— Amor, estou te contando minha parte! — riu do outro que o apertou possessivamente. — Então, boboca, eu aceitei.

— Como eu já disse, entendi. Não quero saber de você e Jeon.

— Uau! Como você é chato, caramba! — Jimin brincou e Yoongi logo virou para firmar-se em cima de Jimin, também sorrindo este de forma cafageste e maliciosa.

— A porta está trancada? — perguntou pousando os lábios no pescoço de Jimin, que sorriu e sentiu seus pelos se arrepiarem, logo a excitação tomar conta de seu corpo.

— Sim... — respondeu falho enquanto se deliciava com os beijos molhados que apenas iam descendo. Podia sentir fisgadas em seu membro e Yoongi não facilitava fazendo as bochechas de Jimin corarem devido o estimulo sexual — O q-que está f-anhn... — fora interrompido por um gemido arrastado ao sentir a boca de Yoongi brincar em cima de seu membro, coberto pelo pijama de bichinhos. Seu membro já estava duro e não fazia noção do que o namorado iria fazer.

— Jimminie... — Yoongi chamou para chamar a atenção do garotinho que encontrou seu olhar no do outro, sendo então tomado de surpresa com os lábios finos de Yoongi dessa vez em contato com a pele de sua virilha.

Logo descendo... e descendo. Sentiu Yoongi descer sua calça e logo pôs-se a gemer de forma manhosa e a se contorcer, ao ter seu membro tomado pela boca do mesmo. Nunca havia sentido tal sensação além de ser estimulado com a mão de Yoongi e agora, o mesmo fazia movimentos semelhantes a sugadas, e a chupões. Não conseguia segurar seus gemidos e então sentiu a mão grande do maior pousar em sua boca entreaberta. Sabia que significava para não gemer alto, mas aquilo apenas o excitava mais. Estava maravilhoso e a única coisa da qual Jimin sentia falta, era do estimulo em sua entrada, já que também era seu ponto doce.

Sem controle de suas ações Jimin passou a gemer contra a mão de Yoongi, a deixar leves mordias e fazer Yoongi gemer contra o membro de Jimin, o causando vibrações deliciosas.

— Y-Yoonie! — gemeu como um choramingo, abafado, mas Yoongi não parou com os movimentos com a língua na glande do menor, o estimulando a se desfazer sua boca. E assim o foi feito, Jimin havia se desfeito na boca de Yoongi, apreciando seu orgasmo com leves suspiros. Então quando seu corpo havia relaxado completamente, se deu conta de sua situação. — E-eu nunca havia sentido i-isso... e m-me desculpe... — pediu envergonhado ao referir-se a ter se derramado na boca do outro. Mas apenas foi recebido com um beijo apaixonado, fazendo Jimin sentir um leve gosto diferente, e arrepiou-se ao lembrar-se que era... seu gosto.

— Não se desculpe... Você é delicioso. — deu uma piscadinha, sabia que aquilo deixaria Jimin muito envergonhado.

— Ya... — resmungou e então tentou se vestir novamente. — Vou ter de tomar banho novamente, e eu havia acabado de sair do banho. — se sentou na cama e observou Yoongi, que continha um volume da ereção marcado na calça do pijama. — H-Hyung... e você?— chamou recebendo um olhar doce e apontou para a região, fazendo Yoongi apenas assentir.

— Não tem problema. — sorriu envergonhado, cobrindo-se com o cobertor, fazendo Jimin sorrir com a paciência de esperar seu tempo. E sem muito o que dizer, encostou-se na porta do banheiro.

— Quer que eu pegue o controle para você? — quis saber.

— Não precisa, está aqui do lado. — assentiu e pegou o objeto.

— Vai ver série?

— Vamos ver um filme juntinhos.

— Ainda está chovendo?

— Sim...

— Filme de animação... Ou terror? — questionou ainda na porta.

— Qualquer um amor... Você não vai se banhar? Oras. — Olhou para Jimin que sorriu e finalmente entrou no banheiro.

 

[...]

 

— Temos mesmo de ir embora? — Jimin murmurou.

— Sim, as férias estão acabando meu filho. — Namjoon brincou com os cabelos do mesmo.

— Vamos, quando mais cedo arrumar-os, mais cedo iremos embora e dará para descansar ao chegar da viagem. — Jin disse logo voltando com a arrumação que estavam todos fazendo.

— Amor eu sonhei com você hoje... — Yoongi se pronunciou enquanto ajudava Jimin a colocar as malas no porta-mala.

— O que houve comigo nele?

— Nada de mais, foi bem aleatório... A única coisa que eu estranhei foi o fato de você ter seu cabelo cor-de-rosa. — disse observando o pôr-do-sol enquanto via flashs do sonho.

— Não tinha outra cor não? Isso que dá assistir muita pantera cor-de-rosa! — Jimin brincou.

— Ficou lindo... E eu não assisto pantera cor-de-rosa. — entraram.

— Omma? O que acha de pintar meu cabelo de cor-de-rosa? — Jimin questionou ainda brincando.

— R-rosa? — lembrou-se de exatamente na época em que havia passado um tempo com as madeixas rosadas. 

— Tudo bem Jinie? — Yonhun perguntou, vendo que o mesmo havia ficado levemente pálido.

— Sim... eu só... bem, Jimin, acho melhor não aplicar químicas em seus fios agora. — sorriu fraco e então Jimin gargalhou sendo acompanhado por Yoongi, que viram que Jin havia levado a sério.

 

[...]

 

— Eu já disse que te amo hoje? — Jimin perguntou para Yoongi, que olhou para o mesmo.

— Não me lembro...

— Eu te amo então. — piscou para o maior, que riu.

— Eu também te amo muito... Mas estou morrendo de sono. — disse sonolento.

— Jimin aproveite para dormir também. — Jin disse inquieto.

— Sim, eu também estou com soninho. — encostou-se e relaxou no banco do carro.

— Tem certeza que está tudo bem Jin? — Namjoon sussurrou para que somente Jin ouvisse.

— Sim... Eu estou bem. — mordeu o lábio inferior em nervosismo.

— Eu amo você. — Namjoon o tranquilizou.

— Eu também.

 

- PINK -


Notas Finais


Capítulo chato, eu queria ter explicado melhor. Eu espero que estejam ficando ao menos quietos com essa coisa do Jin, eu juro que não é nada grave.

__
Estou quase SEM TEMPO então me perdoem se não responder nada. Eu os amo!

__
Não fiquem acanhados, me mandarem solicitações de amizade!

Até mais! ♥♥♥ Um beijo, com carinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...