História Upside Down - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 39
Palavras 1.336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - The one with the Kiss



Alycia's Point Of View
Fiz meu caminho até o quarto de Eliza, eu estava nervosa mas precisava desse emprego, era a oportunidade única para a minha carreira, e eu tinha que fazer isso, então respirei fundo e bati na porta dela.
- Pensei que não vinha mais – disse a loira a minha frente sorrindo enquanto abria a porta me dando passagem, tímida sorri de volta e entre no seu quarto e pude escutar a porta se fechando atrás de mim, fechei os olhos e respirei fundo, estava começando a ficar nervosa, então me dirigi ate a janela onde dava para a vista do jardim, e flores sempre me acalmavam então apenas observei as mesmas balançando conforme o vento.
- Quer começar? – sua voz suave soou atrás de mim, me virei aos poucos e encontrei seus olhos azuis me fitando, assenti e ela então se sentou na cama com o script nas mãos. – Fique a vontade, onde achar mais confortável pra você.
Me sentei em um puff perto da cama e então começamos a ensaiar o capitulo 14, a cada erro parávamos para rir, o que estava me deixando mais relaxada pois a risada de Eliza era um som muito bom de se escutar.
- Eu não acredito que vou mandar matar O - disse rindo
- Mas sorte a sua que eu não vou deixar - disse ela piscando - e não tente outra vez - disse rindo, então voltamos a ensaiar.
Quase duas horas haviam se passado e então a cena do beijo finalmente chegou
Clarke= Talvez a vida deveria ser mais do que apenas sobreviver, não merecemos melhor que isso?
Disse Eliza olhando para o papel em sua mão, apertei o meu script e sem desviar meus olhos do seu rosto sussurrei
Lexa= Talvez merecemos.
Então Eliza com calma se levantou e veio ate mim, meu coração acelerou e peguei em sua mao, que ela mantinha estendida pra mim, ela deixou o seu papel na cama e logo pegou o meu colocando junto com o dela.
- Okay, nessa cena você que toma a iniciativa, mas eu vou fazer primeiro pra você se sentir mais segura ok? - disse Eliza me olhando, nervosa apenas assenti.
Eliza de modo carinhoso deslizou sua mão pelo meu rosto até chegar em minha nuca e se aproximou devagar, ela olhou meus lábios e eu engoli seco, senti sua respiração perto demais então fechei meus olhos e eu senti de maneira suave seus lábios nos meus causando uma pequena pressão, logo pressionei meus lábios nos dela e ela se afastou devagar, abri os olhos e ela estava com os olhos azuis vidrados nos meus
- Tudo bem? - perguntou ela ainda com a mão na minha nuca, assenti e sentia meu coração acelerar cada vez mais - Vamos tentar outra vez, mas agora abra um pouco os lábios - disse ela olhando minha boca, assenti novamente e fechei os olhos ao ver que ela aproximada os lábios dos meus.
Eliza deu um passo pra frente e pressionou seus lábios nos meus com um pouco de força então devolvi na mesma forma e entre abri eles no qual ela encaixou os seu lábio inferior e pressionou novamente, meu corpo todo estava em chamas, eu sentia a maciez de seus lábios, seu cheiro me invadindo, então coloquei uma mão na sua cintura de maneira carinhosa.
Eliza afastou seus lábios dos meus e quando pensei que ela não iria mais me beijar, senti novamente seus lábios nos meus, dessa vez com o rosto um pouco inclinado para o lado dado encaixe perfeito, decidi mudar as coisas um pouco pois ja estava me sentindo confortável e relaxada e logo coloquei minha mão em seu rosto e com o seu lábio inferior entre os meus o puxei e deixei que escapasse de meus lábios de maneira lenta, senti ela arrepiar e gemer baixo surpresa.
Eliza's POV
Era diferente com Alycia, tudo era diferente, aqui estou eu a beijando do jeito mais carinhoso e romântico que poderia haver apenas para deixa-la confortável para a nossa cena, se fosse em outro momento eu estaria devorando seus lábios, o que são carnudos e macios, e estavam me tirando de orbita com tão pouco que eu me sentia envergonhada, mas ela nao precisava saber disso.
Alycia me pegou totalmente de surpresa quando puxou meu lábio e eu acabei deixando um gemido escapar, e rapidamente colei minha testa na dela, eu estava tentando o meu máximo até que ela abriu um pouco mais os lábios os encaixando nos meus e os movendo lentamente,agora ela estava me levando então tirei a mão da sua nuca, senti sua respiração um pouco descontrolada e subiu um arrepio por toda a minha espinha, agora ela movia seus lábios juntamente junto dos meus, e eu apenas retribuía inclinando a cabeça para melhor encaixe.
Nossos lábios se separaram e pude ver seus olhos agora, estavam em um verde diferente, meu coração errou a batida quando vi seu peito subir e descer, olhei novamente seus lábios e olhei em seus olhos, novamente voltei meu olhar para sua boca e sem mais aguentar a puxei pela cintura colando meu corpo no dela, acabei tirando um gemido abafado de seus lábios, o que me fez perder a lucidez, a beijei novamente, movendo os lábios com um pouco mais de pressa, lentamente fui colocando minha lingua entre sua boca, e o meu corpo todo se arrepiou quando ela aceitou de bom grado e deixou que sua língua tocasse a minha, o contato de sua língua fez eu sentir uma pontada no meu sexo, e a beijei sem segurar o desejo que agora ja falava mais alto, ela nao relutava, sua lingua se movia na mesma intensidade que a minha, ela queria e eu tambem, então ela colocou as duas mãos em minha nuca e eu acariciei sua cintura, apertei devagar e outro gemido saiu de seus labios.
Nossas línguas lutavam por controle mas logo ela cedeu, xupei lentamente seu labio e ela mordeu o meu, isso ja estava fora do meu control, então fui em direção acama e a puxei comigo, sentei na cama e ela logo se sentou no meu colo sem quebrar o beijo, suas unhas passeavam pela minha nuca e eu desci as minhas para seu quadril e apertei com um pouco de força, minhas mãos acariciavam suas costas de baixo pra cima e ela deslizou os dedos pelo meu pescoço. Minha respiração estava ofegante junto com a dela então decidi aumentar a velocidade do beijo que ainda estava lento, e ela rapidamente intensificou o beijo comigo, chupei sua língua de leve e suspirei com o gosto, deitei aos poucos na cama e a puxei pra cima de mim sem separar nossos lábios, ela deitou sobre mim e deslizei minha mão ate sua coxa descoberta pelo seu vestido, acariciei a região com as pontas dos dedos e senti Alycia arfar na minha boca a procura da minha língua, a qual chupou devagar junto com meu lábio inferior me tirando de orbita. Escutamos batidas na porta e Alycia saiu de cima de mim imediatamente e foi para o lado da janela, pude ver sua reação, ela estava assustada e meu coração batia desesperadamente em meu peito, era como se ele fosse sair de dentro de mim a qualquer momento. Respirei fundo e olhei pra Alycia que agora estava de costas pra mim respirando fundo, escutei novamente as batidas na porta
- Ja vou - disse um pouco alto e logo voltei minha atenção a Alycia, me aproximei da mesma e ela me olhou envergonhada
- Desculpe, espero que não fique brava comigo - disse sincera, ela assentiu 
- Tá tudo bem, a gente só estava ensaiando - disse ela sorrindo torto, assenti e me inclinei e depositei um beijo em sua bochecha onde acariciei com uma mão logo em seguida, então nossos olhares se cruzaram por um momento, e meu peito novamente acelerou mas ela abaixou a cabeça e eu me afastei indo em direção a porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...