História URL Badman - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Comedia, Fluffly, Jogos, Universo Alternativo
Visualizações 86
Palavras 1.421
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - I don't want


Baekhyun não via Chanyeol a alguns dias, porém não fazia questão.  Ele estava ocupado procurando um emprego de verdade pois ele queria mudar e ter seu dinheiro de forma que não ferisse outras pessoas por motivos banais. Enquanto Chanyeol tinha viajado para uma competição na Tailândia, Baekhyun acordava todos os dias "cedo" (dez horas da manhã) e saia entregar seus currículos.

Todo dia era uma frustração diferente que o fazia querer morrer quando ele chegava em casa. Baekhyun se jogava na cama e resmungava quase sempre a mesma coisa: "Eu sou um lixo mesmo."

Ele sequer conseguia se comunicar com Chanyeol, já que o rapaz estava longe demais e raramente olhava o celular. No fim Baekhyun acabava por ficar jogando até amanhecer o dia ou estudava coisa ou outra sobre o universo.

Chanyeol sentia que estava com problemas entre seus amigos. Kyungsoo tinha ido com ele, claro pois eles eram um time, assim como Sehun e Jongin.

- Chanyeol, Você pode me escutar? - Kyungsoo pediu em súplica tentando manter a atenção de Chanyeol nas estratégias pro jogo. - Terra chamando Chanyeol!

- Ahm? Oi, eu tô ouvindo, só tava pensando em uma coisa.

- "Uma coisa". - Jongin repetiu e riu baixinho cutucando o namorado. - Amor eu estou pensando numa coisa.

- Hm? - Sehun o olhou confuso e Jongin selou seus lábios, fazendo ele rir.

- Chanyeol não está pensando nessas coisas! - Kyungsoo resmungou.

Na realidade Chanyeol estava sim pensando em "uma coisa", na realidade está "coisa" tinha nome: Byun Baekhyun. Sua mente vagava de forma aleatória para o dia que ocorreu a cena mais vergonhosa de sua vida, deixando sua bochecha vermelha e fazendo Jongin rir alto.

- O que? - Kyungsoo fuzilou Jongin com o olhar. - Cala a boca Kim Jongin! 

Jongin deu de ombros e olhou para Sehun. O mais alto estava sorrindo assim como seu namorado.

- Vocês viram que o Luhan e Minseok terminaram? - Sehun falou para mudar de assunto. - Parece que o Luhan estava saindo com outras pessoas, mulheres eu acho.

- Mulheres? Uau eu sempre achei que ele fosse Gay.  - Jongin coçou a nuca surpreso.

- Ele é bi. - Sehun falou dando de ombros, e todos o olharam surpresos, isso porque Sehun não parecia ser de falar com Luhan. - O que? A gente já ficou antes que eu namorasse o Jongin, ele sabe, acontece.

- Acontece. - Kyungsoo murmurou.

- Kyungsoo, você tem que esquecer. Você tem que abrir sua mente para outras pessoas. - Chanyeol o olhou.

Sehun soltou um assobio e olhou para Jongin. Chanyeol dificilmente falava com Kyungsoo e se referia ao "penhasco" que o mais velho tinha por ele. Kyungsoo ficou perplexo com a atitude de seu amigo.

- E-eu não quis dizer ... - Chanyeol tentou se explicar mas Kyungsoo apenas se levantou de onde eles estavam e sumiu. - Ai que merda! Eu sou muito burro!

- Ele vai ficar bem. - Sehun suspirou. - Tudo passa Chanyeol, Você não pode fingir que não sabe ou tentar algo com ele por "pena". Jongin já gostou dele e eu espero que isso tenha mudado porque eu não sou alguém que se usa para esquecer "Crush."  - Ele semicerrou os olhos e fuzilou Jongin com o olhar, assim que o rapaz fez menção de se levantar para ir atrás de Kyungsoo.

Jongin se ajeitou novamente na cadeira. Sehun estava certo e ambos já tinham brigado muito por ciumes relacionados a Sehun e Luhan, e o fato de que Jongin sentia coisas por Kyungsoo. O garoto olhou para Sehun e suspirou, lhe dando um selar na bochecha. Jongin esteve dividido por um longo tempo mas não agora, agora ele tinha certeza que amava aquele idiota ao seu lado.

- Você sabe que eu amo só você né? - Ele olhou para Sehun e o mais novo assentiu, esboçando um sorriso.

- AAA! Vou vomitar! - Chanyeol dramatizou e ambos reviraram os olhos.

Os rapazes se levantaram assim que o nome de seu time foi anunciado. Logo eles jogariam. Antes de entrar para o local onde seria o jogo Chanyeol sentiu seu celular vibrar. Seu coração disparou assim que viu de quem era a mensagem.

"Hyung ByuByun"

Ele desbloqueou o aparelho aflito. Fazia dias que ele e Baekhyun não conversavam direito e depois que ele viajou não tinha recebido mensagens do mais velho.

"Escuta aqui poste elfico, eu juro pelos números incontáveis de astros no universo que se você perder essa merda eu de bato! Espero que vença isso, eu estou assistindo seu poste. !!!"

Chanyeol riu do "carinho" de Baekhyun, mas infelizmente ele não podia responder, o jogo logo seria iniciado.

Já na Coréia do Sul, Baekhyun estava no café  (por algum milagre) vendo o jogo junto a Minseok e Jongdae. Luhan chegou um pouco mais tarde junto a uma garota, YanHa era seu nome. Ninguém quis saber de perguntar quem e porque. Minseok chegou a fazer uma cara feia, mas a mesma se desfez quando Jongdae o abraçou e depositou um beijo em sua testa.

O jogo acabou extremamente rápido,  vitória para o time de Chanyeol. Baekhyun se sentia orgulhoso, ele se sentia bem em ver o sorriso largo e assustador de seu "pequeno". Talvez só Baekhyun conseguisse pensar em Chanyeol como pequeno, mas o rapaz ao seus olhos era tão inocente que doía. Após o fim do jogo ele começou a conversar com Jongdae e Minseok, Luhan já tinha ido embora.

- Ele o que!? - Minseok perguntou incrédulo. - Super normal alguém chegar e "posso te chupar?".  - Ele riu.

- Eu sei! Mas eu não sabia o que fazer, porra geralmente "acontece".

- É, realmente, cair de boca num pênis atrás do balcão de café,  acontece, né Minseok? - Ele levou um tapa pouco forte do mais velho e Baekhyun riu.

Enquanto, isso já no hotel com seus amigos, Chanyeol pensava em como contar a história mais vergonhosa de toda sua vida.

- Gente, como faz boquete?

Ele perguntou aleatoriamente e os três voltaram-se para ele como corujas.

- Que? - Sehun arqueou uma sobrancelha tentando não rir, Chanyeol parecia nervoso e serio quanto aquilo. - Quer chupar alguém? 

- Yah! Não seja indelicado Sehun! - Jongin o repreendeu.

- Não é que... E-eu fui... ai a cadeira de rodinhas ela... - Ele ficou extremamente envergonhado e não foi de grande ajuda a gargalhada que os três deram.

- Acho que primeiramente não deve ser em uma cadeira com rodas. - Kyungsoo riu.

Até você Kyungsoo!

- E depois é... Como um pirulito. - Sehun deu de lados. - Claro que não um pirulito, até porque é maior, e mais estranho e grosso, você mesmo disse que pênis te lembram cogumelos, então é isso, você sabe onde te da mais prazer, seu companheiro é um homem também, lambe gostoso e fim.

Jongin olhou para o namorado e riu, repetindo "lambe gostoso" enquanto ria.

Tudo foi milagrosamente posto de lado quando chegaram em suas casas novamente. Ninguém falava sobre boquete ou sexo.

Chanyeol sentia falta de Baekhyun e não sabia quando poderia vê-lo. Então enviou uma mensagem.

"Hyung, eu estou com saudades, quando poderei vê-lo?"

A resposta de Baekhyun o deixou confuso:

Eu não quero vê-lo.

-

"Você não pode trabalhar aqui."

"Mas por que?"

"Você tem problemas mentais! O teste psicológico foi uma falha total! Veja!"

Ficha:

Nome: Byun Baekhyun

Idade: 23 anos

Gênero: Masculino

Solteiro | Bissexual

Análise psicológica:

Resultado: Incapaz

O paciente apresenta diagnóstico clínico de problemas psicológicos como: Síndrome do Pânico, Bipolaridade grau 2, Depressão grau 5, Ansiedade, autofobia e TEI ( Transtorno explosivo Intermitente).

Infelizmente seria de muito trabalho tal funcionário;

Incaminhado para Psiquiatria.

-

- Eu não sou louco! Autofobia? Até parece... Eu não tô nem ai se as pessoas somem da minha vida! - Baekhyun jogou um de seus controles na parede, extremamente irritado. - Eu posso controlar minhas emoções! Eu sou ótimo! Eu sou lindo e perfeito...

Ele se levantou e olhou no espelho, Baekhyun não evitou chorar para si. Ele sabia que o diagnóstico estava certo, ele só não queria aceitar, e sequer tinha dinheiro para comprar seus remédios novamente. 

- Merda.

Ele sabia disso tudo a anos, mas ele achava que estava melhor. Assim que entrou na faculdade teve que ir ao hospital por uma crise de pânico, sendo diagnosticado com tanta coisa que quis morrer. Depois da faculdade seus pais não queriam pagar seus remédios então ele se trancou no quarto. Um mês ele viveu com água e uma refeição por semana, foi a fase mais ruim de sua depressão, Baekhyun detestava a si, então veio "aquele homem" que ao invés de melhorar sua vida, como aparentava,  piorou tudo.

Então por que?

Porque Chanyeol sentia sua falta?


Notas Finais


Poxa eu sou um lixo mesmo e transformo fanfic de comédia em drama!

Gee Gee GRR GRR

Gente, o que não souberem ou não entenderam perguntem aqui -

Gostaram do capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...