História Ursa Maior - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines
Tags Bill Cipher, Billdip, Billdipper, Dipper Pines, Gravity Falls, One-shot
Exibições 28
Palavras 588
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lírica, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


❃ Oi, moranguinhos ^-^
Bem, eu já havia escrito uma parte dessa One-shot a algum tempo, mas ela tava mofando no meu celular e eu decidi, finalmente, dar um final a ela
Talvez depois eu refaça uma capa mais bonita
Boa leitura, até as notas finais

(aos leitores de UL, desculpa a demora, prometo que logo volto a postar) ❃

Capítulo 1 - Capítulo Único


Era meu aniversário. Você se esforçou tanto para fazer tudo funcionar como queria... E eu te amei mais, como faço todos os dias.

Fomos a uma lanchonete legal, você pediu um cheesecake e um milk-shake de morango, e eu apenas sabia observar seus lábios finos bebericando o líquido ou suas bochechas inflando com a comida. E eu te adorei ainda mais.

Saímos dali e você brigou comigo por não estar aproveitando nada do meu dia especial. Esclareci-te que eu já tinha o mais especial ao meu lado, comentei o quanto era lindo, como era tudo pra mim e você me bateu, corado, mandando parar com essas coisas estúpidas. Mas é a verdade, meu amor, és para mim além de toda a Via Láctea.

Era tarde, quase noite, e você disse que agora iríamos no lugar mais especial. Sorri, divagando. Como era bom tê-lo ao meu lado. E então eu te quis ainda mais.

Algum dia, juro-te, não vai mais restar nada de mim, além de você. Em todos os meus cantos, em todos os meus pequenos detalhes, em cada centímetro do meu eu, é você e só você.

Me arrastou até um lugar sem me deixar saber aonde. Mas eu já estava acostumado com esse seu jeito.

Quando abri os olhos, vi da colina o céu mais estrelado e bonito que já presenciei. Sorri, maravilhado, e agradeci-te com um longo beijo que deixou seus lábios e suas maçãs do rosto rubras, tão rubras quando fogo. Seu nariz também ficava vermelho quando sentia-se envergonhado, e eu apenas podia pensar: "como és perfeito, meu amor".

Deitou-se ao meu lado, entrelaçou nossos dedos e fixou seu olhar no céu, deixando a vista sua linda marca de nascença da Ursa Maior. Eu tive vontade de beijá-la, como faço todas as noites antes de dormir. Suas mãos eram macias, seu corpo era quente. Sua presença era como um remédio natural para mim, me fazia tão bem.

Observei o céu, feliz ao ver que você se importa comigo ao ponto de encontrar um lugar apenas para fazer o que eu mais gosto: observar as estrelas.

Ao voltarmos para casa, vestiu seu pijama de listras azuis e verdes e deitou-se ao meu lado. Depositei um leve selar na sua testa, você sorriu de olhos fechados, em troca. Olhei pela janela e desejei para as estrelas estar com você para todo o sempre.

Você logo dormia, acariciei seus finos e macios fios de cabelo e divaguei:

No Universo existem milhões e bilhões de estrelas e astros. Cada um com seu brilho próprio, cada um com seus nomes e suas características. Também há aqueles que ninguém conhece, que se escondem a milhares e milhares de anos luz daqui, mergulhados na imensidão do infinito.

Algumas estrelas até mesmo já não existem mais, enquanto observamos contentes seu brilho a iluminar o céu, misturando-se com as diversas outras que salpicam como sardas o manto azul safira; você sabe como isso sempre me fascinou.

Eu costumava olhar o céu estrelado todas as noites, deitado na grama fofa em frente ao meu humilde casebre, ou até mesmo pelo sótão de casa, na janelinha, frente ao meu telescópio posicionado na direção da lua leitosa.

Antes de você.

Pois, assim que chegou na minha vida, percebi que prefiro muito mais passar as noites em claro apenas observando seu rosto sereno destoando no travesseiro de nuvens e sóis, do que estudando todas as constelações das estações.

Você é a minha constelação. Bem aqui, ao meu lado, e isso já é o bastante para mim.


Notas Finais


❃ Foi só isso mesmo
Eu já disse que eu amo escrever OS? Pois é, eu amo
Algum dia ainda vou saber escrever OSs legais e daí meu objetivo nesse site estará completo
Obregada por terem lido, espero que tenham gostado
E até uma próxima!
~beijinhos de cereja ❃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...