História Use somebody - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Andie Star, Annabelle "Anna" Zhu, April Young, Bree, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Isobel Flemming, Jeremy Gilbert, John Gilbert II, Katherine Pierce, Kol Mikaelson, Mason Lockwood, Matt Donovan, Meredith Fell, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Vicki Donovan
Exibições 1
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Never let me go


A ideia de ser pai do filho de Katherine me enchia os olhos, fazia menos de duas semanas desde que descobri sobre a gravidez e , e com base nos exames que eu havia mandado fazer em segredo, Katherine estava gravida antes de ser violentada, então certamente o filho era de Damon, e isso me deixava doente.
Por que Damon merecia tudo ? ele nem era tão bom , ele não era bom de fato, o que ele tinha que atraia tanta sorte, ele teve Elena, ela o amava, se um dia Elena amou alguém essa pessoa era Damon, enquanto a mim que dei todo o meu amor a ela ? tudo o que ela fez foi brincar com os meus sentimentos me fazendo acreditar que entre nós poderia dar certo quando tudo o que ela queria era me usar para chegar a Damon. Fazia todo o sentido eu era o irmão acessível Damon estava sempre cercado de segurança e reinando sobre o sub mundo e eu era o portal para esse mundo e nunca percebi.
Desta vez seria diferente desta vez eu tinha cartas vencedoras, eu tinha muito, uma família perfeita bem diante das minhas mãos, tudo o que eu precisava fazer esticar e pegar, e eu certamente faria isso.
Começando por manter essa história de milagre sob controle.
Por sorte não se espalhou. Funcionária que começou o boato foi uma estagiária curiosa, ela não poderia contar à ninguém ou seria demitida, não foi difícil para minha amiga fazê-los acreditar que o bebê havia morrido.
Damon não poderia nem mesmo pensar na hipótese de ter um filho.
Eu entrei no quarto estava afoito por ve-la precisava ver Katherine novamente, contemplar o meu presente tão esperado.
Katherine ficava tão linda dormindo, tão serena ela parecia tão em paz envolta naquela neblina de equilíbrio, ela ainda tinha vestígios do terror que vivemos noites atras alguns cortes ainda abertos, pontos, gases o braço esquerdo enfaichando, mas ainda assim ela estava linda, lábios rosados, pele clara, cílios grossos, a barriga de grávida começando a saltar da da camisola de hospital e eu faria um favor a ela , afastando-a de Damon e da influencia negativa que ele tinha sobre ela.
Eu vinha visitando Katherine durante essas semanas que se passaram e o que ele tinha feito? Nada , mas tudo bem porque ela nunca mais vai precisar dele pra nada.
- eu vou cuidar de vocês- eu disse a ela enquanto deslizava a mão pelo seu cabelo vermelho.
-oi -disse Caroline- soube que Katherine agora pode receber visitas, como ela está ?
-os médicos disseram que ela está se recuperando bem.
- isso é ótimo - ela disse.
-otimo seria se ela acordasse- eu disse.
- acorda logo kath - resmungou Caroline segurando sua mão- Sentimos sua falta.
Ela olhou para mim receosa.
- eu vou pegar algumas informações com o medico - ela disse e saiu - volto logo
Pov Damon
Eu estava a muitos dias sem ver o rosto de Katherine e eu havia odiado cada segundo deles , mas eu faria Katherine estar segura, eu precisava vinga-la, só de lembrar do modo como eu a encontrei meu sangue fervia, eu ficava doente sempre que pensava no que Jhon havia feito com Katherine, eu o estava cassando desde então, mas Jhon é escorregadio e sabia que eu estava atrás dele o que dificultava as coisas.
Hoje eu voltaria a casa dele e faria algumas perguntas ao filho dele: Jeremey, Katherine vai ficar feliz ao descobri que seu irmão não está morto, porem Jeremey perdeu os movimentos da pernas com o acidente , mas ele não se arrepende do que fez ele é um bom garoto.
Jeremey e eu havíamos ficado próximos, nesses últimos dias ele era grato a mim por ter tirado Jhon de casa e eu era grato a ele por cuidar de Katherine por todos esses anos, Jeremey estava tão preocupado quanto eu com relação a Katherine e o estado no qual eu a tinha metido, não havia um dia que eu não me sentisse culpado por isso por tê-la deixado quando jurei protege-la, por ter facilitado para Jhon .
Quando estacionei o carro liguei para Caroline, quando eu liguei para Alaric ontem ele disse que hoje Katherine já poderia receber visitas então pedi a Caroline para espionar.
-Como ela está?- eu perguntei.
-bom dia pra você também- ela disse - Katherine está do mesmo jeito que ontem Damon só que agora ela pode receber visitas, escuta eu também estou preocupada ...
Logo um barulho se formou ao fundo
-Damon- ela disse havia certa alegria na voz dela - Katherine acordou.
Logo meu peito se encheu de uma alegria cinza, é claro que eu estava feliz por Katherine estar finalmente consciente, mas eu não podia estar com ela enquanto eu não a vingasse, não podia estar com ela enquanto eu não a fizesse ficar segura e eu queria que fosse o meu o primeiro rosto que ela visse, mas não enquanto ela não tivesse paz.
Eu volto pra você Kath, me espera .
Pov Katherine
Tinha tanta gente ao meu redor que eu não consegui ficar feliz por abrir os olhos e deixar por fim a escuridão, o fato de nem uma daquelas pessoas serem o Damon me deixava ainda mais infeliz.
Minha mente estava confusa e tudo o que me lembrava era de estar com Damom e depois estar perdida na escuridão.
-Damon- eu perguntei quando o povo de branco começou a sair.
Elas falavam rápido sorriam de mais a alegria deles me deixavam tonta uma das garotas falava sobre um milagre.
Deus quem se importava com milagres onde está Damon?
Eu consegui ver Stefan e seu par de olhos verdes ele estava feliz, mas onde estava Damon?
-Onde está Damon- eu perguntei, mas as palavras saíram lerdas da minha boca como se eu houvesse fumado a noite toda
-Katherine - ele chamou.
-me tira daqui cadê o Damon ?
Eu levantaria e procuraria por mim mesma, mas meu corpo estava preso à cama como imã eu não consegui me mexer estar de olhos aberto já era um sacrifício falar então... quase nem era uma opção.
Mas tinha que saber onde estava Damon.
-você sabe o que aconteceu? - ele perguntou tomando cuidado com as palavras na defensiva assim como os devedores de Jhon.
Jhon, como um flash tudo voltou a minha cabeça o sequestro a surra o abuso. Tudo voltou rápido como uma bala queimando e coçando, a lembrança de Damon entrando no cativeiro.
-Pelo amor de deus onde está Damon - eu perguntei o que Jhon teria feito a ele?
-Katherine Damon... Damon se foi.
-Não! ele não... ele disse que não me deixaria.
-Katherine me escuta , você esta gravida e o bebe não é do Damon. Ele te deixou e pediu pra eu ficar de olho em você .
- não -foi só o que eu consegui dizer - não é verdade. Damon não faria isso comigo, Stefan. Por que está fazendo isso comigo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...