História "V" De vingança. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Bad Romance, Drama, Fifh Harmony, Harry, Larry, Lauren, Liam, Louis, Ltops, Niall, One Direction, Revezamento, Zayn, Ziall, Ziam
Visualizações 216
Palavras 989
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


—Oi!
—Cara de boi!

Capítulo 5 - I'm not gay or passive


Fanfic / Fanfiction "V" De vingança. - Capítulo 5 - I'm not gay or passive

[Harry]

Há exatamente seis meses, Louis havia começado a sua vingança, Harry não tinha nada haver com o acontecimento trágico, que resultou em um garoto com sede de ódio é vingança. A cada dia que passava, mais o garoto se sentia fraco, ele não sabia ao certo o que ele sentia por Louis, uma hora ele quer beija-lo e fazer com que ele se torne alguém melhor, outra hora quer matá-lo. O garoto de olhos verdes, presenciou algumas cenas que o marcaram até a alma, como por exemplo, negociações entre traficantes, vendas de armas, e até uma morte, Harry se sentia inútil, e ficava com medo do Louis, em partes, ele achava os outros parceiros de Louis "Legais" e acha até que eles querem mudar de vida, como um estudante de psicologia, ele vem analisando o comportamento de cada um, e ele não está sabendo o que realmente eles querem.

—Filho!?— A mãe de Harry perguntou baixinho, caso ele estivesse dormindo, mas não estava.

—Sim mãe!— O garoto falou educadamente.

— Eu irei ao trabalho, sua comida está no forno, caso queira comer, esquente-a no microondas.— Ela fala calma, ela entra no quarto e deposita um beijo na cabeça de Harry.

— Te amo mãe!— Harry fala sempre como se este fosse o último momento dele com sua mãe. 

— Também te amo filho!— Ela diz saindo do quadro. 

O garoto fica preocupado, todo mundo que tem uma mãe policial, e está sendo ameaçado por uma gangue super perigosa ficaria. Mas ele buscar ocupar sua mente estudando. Logo em seguida ele entra no banheiro para tomar um banho. Harry deixa seu celular na cama, e dentro do banheiro ele não pode ver as cinco mensagens recebidas, por o contato com nome de Tommy. Depois de sair do banho, Harry vai até seu guarda roupas e olha no espelho. O cacheado quase morre de susto, atrás dele estava Tomlinson.

— O que você faz aqui?— O garoto pergunta se recuperando do susto.

— Mandei um milhão de mensagens, e você não respondeu.— Falou calmo.

— Ah! Então isso te dar motivos para entrar em minha residência?— Pergunta zangado.

— Fiquei preocupado!— Louis fala, e logo lança um olhar malicioso ao ver Harry só de toalha.

— Não me olhe assim!— Harry fala tímido.

— Assim como?— Louis banca o inocente.

— Como se quisesse me foder!— Harry fala bravo, mas permanece corado.

— Eu não quero!— Mas você quer!— Fala malicioso.

— E-eu não!— Tá louco!— o cacheado fala extremamente bravo.

— Não é o que o volume em suas pernas diz!— Louis fala se referindo ao membro de Harry ereto.

Harry olha para baixo e xinga:

— Merda.

— Eu te ajudo!— Louis fala

O de olhos azuis se agacha, e joga a toalha para longe, o mesmo fica surpreso com o tamanho de Harry. O membro do cacheado pulsava. 

— Acho melhor não!— Louis provoca.

— Me chupa logo!- Gritou zangado

Louis fez movimentos de vai e vem, o pré- Gozo já estava dando sinal.  Louis coloca o membro do cacheado na boca fazendo ele arfar. Harry sentiu aqueles lábios úmidos na sua pele, e ele estava achando aquilo realmente bom. Os gemidos de Harry foram aumentando a cada chupada de Tomlinson.

— I-Isso Louis!— O pequeno gemia— Eu estou quase.

Harry estava agitado como Nunca tinha ficado. Seu membro pulsava e ele se contorcia todo. Algumas chupadas e Harry goza, Louis engole aquele líquido de Harry.

— Uau Harry, seu gosto é bom!—Louis diz e deixa o garoto corado. Rapidamente Louis tira suas roupas e a deixa em um canto. Então ele joga Harry na cama, e começa a lamber o garoto.

Harry senti mordidas em sua carne, aqueles lábios úmidos faziam com que ele ficasse louco. 

— arg— gemeu baixinho.

Louis começou a dar chupões em Harry, o garoto sabia que aquilo deixaria marcas, mas não conseguia falar nada. Harry estava excitado. 

— M-me fode Tomlinson.— o garoto não sabia o que dizia, certamente se arrependeria depois.

Louis pega um frasco em sua mochila.

— O que é isso?— o de olhos verdes Perguntou.

— Lubrificante.— respondeu abrindo o frasco.  Louis coloca Harry de quatro, e em seguida mela sua entrada, aquele oleo  geladinho fez com que o garoto gemesse. Louis penetra um dedo em Harry.

— devagar!— Nunca transei com homens!— Harry fala baixo 

— Se doer me avise.— o de olhos azuis falou penetrando outro dedo em Harry.— tá doendo?

—Não!— Respondeu entre um gemido.

Tomlinson colocou um terceiro dedo, e esperou um tempo.

— Pronto, você deve já ter se acostumado!— Louis diz passando lubrificante em seu membro. Então ele coloca a cabecinha na entrada de Harry, depois coloca mais um pouco e espera o garoto se acostumar.  Logo ele enterra tudo e harry geme alto. Alguns minutos para que Harry se acostumasse, então Louis faz movimentos de vai e vem. — tão apertado!

Harry estava sentindo prazer, ele se contorcia todo e apertava o lençol da cama. O quarto todo cheirava a sexo.

— Você é apertado, você é o Baby de quem?— Tomlinson perguntou gemendo

— Sou seu Lou!— Harry falou gemendo alto.

— Me chama de Daddy!— Louis mandou

— Vamos D-Daddy mais rápido!— Harry fala manhoso 

Louis aumenta as estocadas, e acaba de descobrir que Harry tem os melhores gemidos do mundo. Harry geme alto e se contorce loucamente. Harry goza pela segunda vez. Suas pernas começam a ficar bambas, e Louis aumenta a velocidade das estocadas. O único som era dos altos gemidos de Harry e das bolas de Louis batendo na bunda do garoto.

— Daddy!— gemeu.

Isso fez com que Louis sentisse ainda mais excitação e logo depois de algumas estocadas ele goza. Ele deita ao lado de Harry, fazendo o mesmo dá um gemido baixo.

— Eu não sou gay, muito menos passivo!— Harry fala bravo.

— Você é gay, passivo, e me ama!— Relaxa Harry, vamos dormir um pouco.

Harry estava confuso, foi sua primeira vez, e foi com um homem e ele havia gostado.

— Te amo!— Louis diz em seu ouvido, fazendo harry rir e ficar confuso. Eles se beijam e ficam na cama dormindo. 

Bye





Notas Finais


Foi curto me desculpem... Estou em semana de provas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...