História Vacation bloody - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias IZombie
Personagens Olivia "Liv" Moore, Personagens Originais
Tags Izombie, Liv, Lowell
Exibições 31
Palavras 1.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora, fiquei doente e estava em provas, mas agora estou bem o/

Capítulo 4 - Zombie Problems


Fanfic / Fanfiction Vacation bloody - Capítulo 4 - Zombie Problems

 

´´Lowell ? O que faz aqui e como me achou? ´´, Perguntou Liv preocupada e sem entender o que estava acontecendo.

Lowell ia responder, mas antes que pudesse foi ouvido um barulho estranho vindo do chalé de Jonathan. Parecia que alguém estava destruindo a casa por dentro. 

´´Precisamos entrar e ver o que está acontecendo, rápido! ´´, Disse Liv correndo para a porta dos fundos. E tentou abrir, mas estava trancada.

´´Deixa comigo´´, Disse Lowell que afastou Liv e deu um bom chute na porta que com a força foi arrombada.  

Eles entraram e o chalé estava completamente desarrumado e tudo espalhado, foram andando devagar, pois não sabiam se tinha alguém ali ainda. E chegando na sala, lá estava Jonathan, caído no chão desapagado e tinha sangue ao redor dele.

´´Jonathan! ´´, Disse Liv que foi rápido conferir se o mesmo ainda tinha vida. Ele morreu, mas, mas como?

``Eu não sei, mas seja lá o que houve aqui... ´´, Disse Lowell olhando em volta mais uma vez e percebeu que tinha mais manchas de sangue espalhadas pelo sofá e sala. Aparentemente foi uma briga das feias.

´´Ei, vocês! Mão aos alto! Agora! ``, Disse a voz de uma policial que apontava sua arma para eles, que trataram de obedecer.

É num instante o chalé de Jonathan estava cheio de policias e faixas que impediam os curiosos de chegar perto, os legistas estavam chegando e um deles vê Liv e Lowell com a policial, que estava fazendo perguntas a ambos.

´´Jade, eu conheço eles dois, o que eles tão fazendo aqui? ``Disse o legista para a policial.

``Conhece? De onde? Eles queriam ver Jonathan, a princípio a mocinha tinha um encontro com ele ou algo assim e esse Lowell estava atrás de Liv´´, Disse Jade ao legista. Mas eles vão ter que ir na polícia.

´´Me conhece? ´´, Pensou Liv que não vinha a mente de onde conhecia o rapaz, que tinha um ar meio nerd e desajeitado, os cabelos ruivos curto e usava um óculos grandes e redondo.

´´Ela é Legista também, trabalha com Ravi, conheci ela por ele e Lowell é amigo dos dois´´, Disse o rapaz.

´´Serio? Com Ravi? Era pra ter me dito antes. Quem é amigo de Ravi só pode ser boa pessoa´´, Disse a policial que mudara o jeito no mesmo instante.

´´Eu gostaria de ajudar, eu não conheci bem Jonathan, mas estávamos virando bons amigos. ´´, Disse Liv. Acho que é mínimo que posso fazer.

´´Sei amigo…´´, Disse Lowell baixinho e parecia estar com ciúmes de sua ex namorada.

´´Tudo bem Liv, você pode ajudar´´, Disse a policial. Mas por hora vocês precisam descansar, vá amanhã a esse endereço.

Ela entregou o papel com o endereço para Liv , que foi para o seu chalé junto com Lowell, ela queria agradecer a ajuda do legista, mas tinha medo da policial desconfiar, então apenas se despediram brevemente.

´´Agora que estamos sós, o que veio fazer aqui? ´´, Perguntou Liv abrindo a porta do chalé. Não tinha como me achar.

´´Na verdade tinha sim e foi assim que te achei. ´´Disse Lowell entrando no chalé após Liv entrar. Eu comi um cérebro de um Hacker e te achei facilmente, você usou seu computador bastante por sinal... Mas me desculpe....

´´Bem, faz sentido…Mas não era pra vir e você estava perto daquele chalé do Jonathan´´, Disse Liv chateada. Eu precisava ficar só.

´´E o que você fazia lá? Ia ter um encontro com ele? Vocês já estavam juntos ´´, Perguntou Lowell chateado também.

´´E se eu fosse? Qual o problema? ´´, Respondeu Liv mais irritada.

´´Todo, não conversamos para resolver nada´ ´Disse Lowell que estava impaciente.

´´Não tem o que se resolver, você sabe bem de quem você consegue seus cérebros´´, Disse Liv andando para um lado e outro querendo quebrar alguma coisa.

´´E você tem comido cérebros aqui? Me diga, como? ´´, Respondeu Lowell com raiva.

´´Eu não sei ainda! Me deixa em paz!!´´, Disse Liv jogando a bolsa que ela estava usando em Lowell, que conseguiu se esquivar.

Antes mesmo dele falar, ela se trancou no quarto e deixou o rapaz sozinho na sala do chalé. Ambos estavam com raiva um do outro e naquela noite nada poderia ser resolvido.

No quarto Liv tratou de tomar um banho quente na banheira e tentava esquecer tudo que estava acontecendo, também torcia por um cérebro melhor, aquele a deixara um pouco alterada facilmente e Liv não era de brigar muito, ou pelo menos do jeito como tinha sido.

Já Lowell estava no sofá do chalé de Liv tentando ficar calmo também, estava ouvindo música e pensando em tudo que tinha acontecido e sabia que não devia ter ido ver ela, mas ele precisava pedir desculpas, só que ele não contava com Liv com outro e isso o deixaria triste e com raiva, parecia que ele realmente gostava dela.

Na manhã seguinte Lowell já não estava mais no chalé e Liv acordara relativamente tarde. Ela saiu do quarto e percebeu que ele tinha ido, mas deixara um bilhete pedindo para ela ligar para ele. Ela não faria isso agora, pois queria respostas do legista e quem matou Jonathan.

Tomou um café quente e tratou de se vestir adequadamente e saiu para o local indicado. Lá fora estava frio e Liv teve que pegar um taxi para ir ao local. Enquanto estava no carro observava o caminho, era calmo e estava com uma leve neve, tinha muitas arvores no percurso e deduzia-se que estavam passando por uma floresta para chegar a pequena cidade de fato.

Chegando na cidade, podia se ver que era simples, mas bem acolhedor e não foi preciso andar muito para chegar no endereço, tratou de pagar logo o taxista e assim que saiu do carro viu o legista que estava a sua espera.

´´Bom dia, Liv. ´Disse o rapaz de forma simpática. Se puder me acompanhar para analisar o corpo.

´´Claro, mas me desculpe, qual é o seu nome e como me conhece?´´, Perguntou Liv andando atrás dele e curiosa.

´´Sou amigo de Ravi e ele me disse que você vinha e precisaria de ajuda, sim eu sei que você e seu amigo são zumbis, mas estão a salvo comigo. ´´ Disse ele que chegara a uma porta e estava a abrindo. Por sinal, meu nome é Ruan, desculpe não ter me apresentado adequadamente, mas ali eu não podia.  

´´Tudo bem, me desculpe pelo trabalho que estamos lhe dando e obrigada pela ajuda´´, Disse Liv aliviada por ter alguém de confiança de Ravi a ajudando.

´´Sem problemas, eu também estou atrás da cura dos zumbis e agora com você por perto talvez seja mais fácil´´, Disse ele indo para onde estava o corpo de Jonathan. Talvez eu precise só de um pouco de seu sangue, eu nunca tive contato com zumbis vivos e como amigos.

´´Certo, a vontade, sem problemas. ´´, Disse Liv.

´´Bem, mas vamos ver Jonathan´´, Disse Ruan que tirou o pano que ocultava o corpo de Jonathan que estava na mesa para análise dos dois.

´´Parece que levou um golpe na cabeça, mas será que só foi isso? ´´, Perguntou Liv olhando rapidamente para o rapaz.

´´Não sei bem, mas pensei que talvez seu poder da visão poderia nos ajudar´´, Respondeu Ruan que estava pegando um dos instrumentos para abrir a cabeça do rapaz.

´´É verdade, um cérebro novo é bem-vindo e posso ter respostas de muitas coisas´´, Disse Liv olhando para Jonathan. Ele era tão bonito, eu podia ter transformado ele antes de morrer.

´´O que? ´´, Disse Ruan que estava um pouco longe pegando outra parte do material.

´´Nada não, vamos logo com isso. ´´, Disse Liv indo ajudar o rapaz.

Liv pegou o cérebro colocou junto com algo parecido com miojo e estava esquentando no micro-ondas.

´´Por sinal, foi você que me dera aquele ultimo cérebro? ´´, Perguntou Liv enquanto esperava a comida ficar pronta. Eu gostaria de saber mais dele.

´´Foi sim, ela apareceu na floresta perto da cidade, mas ainda não foi concluído o caso, ela estava desaparecida e estava naquele mesmo hotel. ´´, Disse Ruan. Já é a segunda pessoa que morre naquele hotel que você está.

´´Eu não consegui nada com as visões dela. ´´, Disse Liv que pegou a comida esquentada e acrescentou bastante pimenta. Bem, novo cérebro vamos lá, espero que você me ajude Jonathan. 


Notas Finais


Obrigada por ler :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...