História Vacation bloody - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias IZombie
Personagens Olivia "Liv" Moore, Personagens Originais
Tags Izombie, Liv, Lowell
Exibições 2
Palavras 1.871
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mil perdoes pela demora, mas eu estava com provas e tudo mais x...x
é meu ultimo semestre de faculdade, então estive com pouco tempo.

Capítulo 7 - This is Halloween !!


Fanfic / Fanfiction Vacation bloody - Capítulo 7 - This is Halloween !!

This is Halloween !! 

Lowell acordou primeiro e Liv estava em seus braços ainda dormindo tranquilamente, ele tentou sair sem acorda-la, mas não teve êxito ´´ Me desculpe Liv, não queria lhe acordar´´, Disse ele saindo devagar do sofá.

´´tudo bem, ainda posso voltar a dormir mais um pouco´´, Disse Liv que caiu no sono novamente.

Lowell pegou ela nos braços e a colocou na cama, estava frio ainda e ele cobriu-a com o cobertor quente. Depois tratou de ir na cozinha preparar um bom café para os dois.

Era oito horas quando ele despertou, mas após ajeitar um pouco do chalé e fazer o café, já era praticamente dez horas e nada da Liv acordar, talvez esse novo cérebro fosse um pouco preguiçoso ou da noite como dizem. Ele não queria acordar ela, mas já estava tudo ficando frio.

´´Liv? Eu fiz algo para a gente comer com bastante pimenta como você gosta´´, Disse Lowell beijando a testa dela.

Ela virou para o outro lado um pouco de mal humor ´´Tudo bem, só mais cinco minutinhos mãe´´, Respondeu ela que voltou a dormir. 

´´Mãe? ´´, Disse Lowell fazendo uma careta ´´Estou tão velho e virei mulher agora? ´´.

Lowell então desistiu de novas tentativas, deixou um bilhete na cozinha perto do belo prato que ele tinha feito para ela, o bilhete continha seu número de celular novo, dizia para ela se cuidar e que de noite se viam na festa de halloween.

Liv acordara praticamente na hora do almoço, estava com uma preguiça de sair da cama naquele frio, mas terminou saindo depois de um curto período, ela tinha afazeres e não se lembrava do que disse a Lowell logo cedo, então foi atrás dele e viu o bilhete. E a comida já estava fria, mas ela esquentara no micro-ondas e parecia estar bom ´´Hum....Ele continua fazendo boas comidas´´, Disse ela de boca cheia. ´´Preciso terminar logo aqui e ver Ruan, antes dessa festa idiota´´, Pensou ela.

Lá estava Liv procurando Ruan no necrotério, por ser perto do almoço, parecia que ele tinha dado uma saída. Mas Liv não podia e tinha que ir atrás de resposta da antiga dona do primeiro cérebro que comera. Procurou registros dela no computador, mas ele continha uma senha, então tentou achar algo no físico. ´´ Liv? Não sabia que vinha me visitar no dia do Halloween´´, Disse Ruan que acabara de chegar.

´´Bem, eu preciso de respostas daquela moça, a primeira a morrer´´, Disse Liv nervosa e apressada, de como se estivesse fazendo algo errado e foi pega no flagra. ´´Você sabe que tenho as visões e bem...ela estava Jonathan, ele tinha uma chave pra algum lugar que eles se encontravam escondido´´.

´´Humm, eu não tenho muita coisa, mas posso ver o que acho para lhe ajudar´´, Disse Ruan que sentou na cadeira e ligou o computador. ´´ De minha parte, eu só observei que ela morreu asfixiada e mesmo sendo encontrada no rio, acho que alguém a matou antes e jogou lá ´´.

´´Ela tinha um namorado e estava com medo dele descobrir sobre Jonathan, parecia gostar dele, mas ainda assim ficava se encontrando com Jonathan´´, Disse Liv inquieta.

Ruan colocou sua senha e estava atrás do que podia ter de informação para ajudar Liv, não tinha muita coisa para ajudar, mas parecia que poderia servir ´´ Bem, eu tenho algumas informações não muito grandiosas, mas achei o nome do seu namorado, ele não estava na cidade, mas também não estava muito longe....O que nos faz pensar ser um grande suspeito´´, Disse Ruan imprimindo as informações a Liv. ´´ A claro, ele veio reconhecer o corpo dela, mas  precisamos ver com Jade, eu não estava nesse dia, então outra pessoa o recebeu ´´.

Jade era uma policial que Liv conhecerá e que era amiga de Ruan e de Ravi, ela tinha uma pele escura e belos cachos que combinavam com seus olhos castanhos, ela parecia durona à primeira vista, mas podia se notar que ela apenas fazia bem o seu trabalho e Liv sabia que ia precisar dela.

´´Deixe me ver as informações´´, Disse Liv pegando os papeis e os analisando, enquanto isso Ruan a observava. ´´Agusto Oliver? Hum...E ele parece que é mais velho que ela, por essa foto pelo menos... E bonito´´.

´´Vou perguntar a Jade, onde podemos encontra ele, acho que amanhã, talvez´´, Disse Ruan que se afastou para ligar para Jade.

Enquanto isso Liv continuava a analisar os papeis para tirar alguma conclusão, mas Ruan não demorou com a resposta ´´Ele vai estar na festa de Halloween do hotel que você está hospedada, é uma ótima oportunidade, Liv´´, Disse ele. 

Liv concordou e o agradeceu a ajuda, depois foi atrás de sua fantasia de Halloween, mas por não está tão animada, escolheu ir de zombie mais uma vez. Comprou poucas coisas para acrescentar e sempre observava as pessoas e as paisagens. Quando dava, tirava algumas fotos. 

A noite chegara e lá estava ela de zombie na festa, que estava cheia, mas o seu foco era achar Agusto e lhe fazer algumas perguntas para assim quem sabe, ela poder ter alguma visão mais reveladora. Mas o encontrar ali era difícil, muitas pessoas estavam fantasiadas com roupas sexys, algumas de mascaras, outros de fantasias realmente. Era como achar uma agulha no palheiro e toda aquela gente estava deixando ela agoniada. A musica era alta, um Dj estava tocando e tinha bastante luzes.

Então ela foi atrás de uma bebida´ ´garçom, me de algo forte, por favor´´, Disse ela sentando na cadeira e tentando achar alguém parecido com o rapaz.

´´Boa noite!!Bem como todos sabem, hoje é halloween e estamos realizando essa maravilhosa festa, com pessoas lindas como eu, é claro´´, Disse a perua Rochelle, que vestia uma roupa de coelha da playboy bastante sexy e estava em cima do palco. ´´ Espero que fique na memória de todos os presentes e teremos bastante comida e bebida. Também teremos a celebração dos nossos costumes da meia noite, então aguardem e votem em mim para a rainha desse ano´´.

´´Estamos no colegial novamente?´´, se perguntou Liv tomando um pouco da bebida. E enquanto ela tomava seu terceiro gole, ela avistou Augusto, que parecia estar feliz no meio daquelas pessoas todas.

´´Espere amigo, você não pode fugir de mim ´´, Disse ela tomando o ultimo gole e indo atrás dele na multidão.

Ela passou por algumas pessoas jovens, outras nem tanto, a iluminação não ajudara, era uma festa num local fechado e as luzes de balada atrapalhavam toda vez que ela achava que o tinha encontrado.

´´Augusto?´´, Disse ela tocando num rapaz. Mas quando ele se virara, pode perceber que não era ele e pediu desculpas imediatamente.

´´Onde está Lowell nessas horas? Apesar de que ele não ia ajudar muito....Ou talvez sim´´, Disse ela a si mesma. ´´Quando passei a ser tão indecisa? ´´.

´´Boa noite meus queridos, eu sei que vocês estão se divertindo e eu também estou, mas gostaria de apresentar a vocês, um musico muito especial  e que topou cantar essa noite para mim, venha cá, Lowell´´, Disse Rochelle no palco.´´ E claro, ainda teremos outras bandas e muita coisa, mas não se esqueçam de votar em mim para rainha´´.

´´Eu achei que ele tinha desistido de tocar em publico´´, Pensou Liv, que parou de procurar Augusto para ouvir Lowell.

Lowell subiu no palco e Liv pode ver como ele estava bonito vestido de vampiro, ele pegou um violão e se sentou numa cadeira, ajeitou o microfone ´´Bem...Boa noite a todos, espero que estejam gostando da festa, não queria acabar com a animação, mas gostaria de cantar uma bela canção....´´´.

´´Que todos sabem, ser para mim, é claro´´, Interrompeu Rochelle, antes que ele pudesse completar.

´´Sim, claro, uma música digna para essa bela moça´´, Disse ele sem jeito. E começara a cantar.

´´If you leave me now, at the dawn of november
I'll keep your side of the bed nice and warm
Please don't leave me now
A painful reminder that love is a fragile thing

And for as long as it takes
I will be waiting

Welcome home
You are welcomed home
It's your name they are calling
You're welcome home
But I'll always remember the day
When the winter came.......´´

Liv sabia que não era para aquela perua que ele cantara, mas de certa forma, ela estava chateada, não gostava daquela mulher desde que chegara no hotel e ela precisava achar Augusto. Antes mesmo dele acabar, ela continuo a procurar o rapaz, que finalmente o viu saindo por uma das portas, ele parecia um pouco bêbado de longe.

A musica finalizara, muitos aplaudiram Lowell, que tentava achar a pessoa que ele queria mais ver nessa noite, mas ele não a encontrara. E enquanto descia do palco, algumas pessoas pediam autógrafos, o dificultando mais ainda.

Lá fora, Liv estava atrás de Augusto, que apesar de bêbado, até que andava bem rápido, ele entrara na floresta e Liv não estava gostando disso, mas foi atrás mesmo assim, talvez ele fosse o assassino que tanto procurava.

Chegando na floresta, Liv não conseguia enxergar mais onde o rapaz teria ido. Estava muito escuro, e a única luz praticamente era da Lua. E  foi logo a sua frente apareceu uma figura enorme, estava com uma mascara de gás, todo encapuzado e com que parecia um martelo consideravelmente grande e com sangue nele.

´´Quem é você´´, perguntou Liv. Mas ela não obterá resposta alguma, apenas ataques daquela coisa ou pessoa com seu martelo.

Liv não queria ser descoberta como zombie naquela hora, mas também não deixaria um louco a ameaçar. Depois de desviar algumas vezes do martelo da coisa que a atacara. O mesmo pegou uma faca e a tentou atingir. Ela tentou segurar, mas não conseguiu com muito êxito e terminou ferindo a mão um pouco grave e isso fez ela ativar seu modo zombie mais forte. Enquanto isso, a coisa que a atacara se aproveitou para fugir.

Ela não ia deixar a coisa escapar e mesmo com a mão ferida, foi atrás dele, que tinha ido em direção a festa. Algo lhe dizia que era aquela coisa o assassino ou assassina. E saiu correndo para mesma direção e voltando ao seu estado normal aos poucos.

 Chegando na festa ela olhara ao redor e viu a coisa mais uma vez, no meio daquelas pessoas animadas. ´´Achei você, agora você me paga´´, Disse ela tirando a máscara da pessoa.

´´Qual foi? Algum problema? Menina zombie?´´, Disse a voz de um rapaz de aparência jovem e provavelmente bêbado.

´´Essa sua roupa e máscara, onde achou ?´´, Perguntou Liv.

´´A maioria está usando, você não conhece o bicho papão? De onde você é menina zombie?´´, falou o rapaz tirando sarro dela e jogando doces nela.

Ela olhou em volta e percebeu que mais pessoas estavam usando o mesmo visual daquela coisa que a atacara e que agora seria mais difícil de descobrir quem era o certo.

´´Liv? Finalmente te achei, onde esteve? E sua mão, o que houve´´, Perguntou Lowell preocupado.

E antes de Liv responder, pode se ouvir um coro do publico e Rochelle no microfone ´´Have you ever looked at the violence you hide all the drowning inside,You can’t escape, it’s always been ther!´´,

  


Notas Finais


obrigada por ler e pretendo voltar ao ritmo de pelo menos uma vez por semana postar xD
sorry <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...