História Vale a pena? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Amizade, Amor, Clace, Colegial, Drama, Lemon, Malec, Mistério, Romance, Sexo, Shadowhunters, Sizzy, Suspense, Tragedia, Violencia
Visualizações 59
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Neurose


Fanfic / Fanfiction Vale a pena? - Capítulo 8 - Neurose

Quando Clary acordou, deu de cara com um teto branco acima de sua cabeça. Olhou para os lados e só via paredes também brancas. Exceto pela privada em um canto, não tinha mais nada além da cama. No início não ligou muito, e então foi até a porta. Tentou uma, duas, três... Mais de dez vezes abrir. Mas a porta nem se mexia. Olhou para o lado e viu uma tubulação, provavelmente por onde entrava o ar. Pensou em procurar seu celular no bolso da sua calça, mas ela estava com uma calça moletom  preta e uma camiseta. Gritou por Sebastian. Nada. 

Clary começou a entrar em desespero. 

Será que eu fui sequestrada? 

Quando esse pensamento invadiu a cabeça dela, ela ficou mais desesperada ainda. Então tentou se lembrar o máximo que podia o que havia acontecido. 

Jace beijando uma menina. 

Corri para o banheiro. 

Izzy falou comigo. 

Fui ver o Alec. 

Sebastian me trouxe pra casa. 

Me deu um suco....

E só. Era só isso que ela lembrava. Ela achava que muitas outras coisas haviam acontecido. Que alguém tinha invadido a casa dela, e a sequestrado. Ou qualquer outra coisa do tipo. O que ela não imaginava era que a resposta estava lá. Bem clara. Depois do suco, ela simplesmente apagou. Uma parte dela sabia o que tinha acontecido. Sabia que Sebastian gostava dela mais do que como irmã. Sabia que ele era insano. Mas ela simplesmente afastava esses pensamentos. Não acreditava que seu próprio irmão faria algo para machucá-la. Sentou na cama e abraçou as pernas, apoiando as costas na cabeceira e enfiando o rosto no joelho. 

Mas ela foi afastada de seus devaneios quando ouviu a tranca da porta se abrir, ela rapidamente se levantou, mas ficou em uma distância razoável da porta. Quando a porta se abriu, deu de cara com seu irmão. Ele fechou a porta atrás de si, a trancando novamente. Clary ficou olhando pra ele. Seu rosto mostrava uma mistura de sentimentos. Raiva, decepção, medo...

Sebastian abriu um sorriso macabro. 

-Oi querida irmãzinha. -Falou se aproximando de Clary. 

*****

Jace estava faltando nas aulas desde o ocorrido na infermaria. Todos achavam que ele estava com medo, mas na verdade ele estava pensando em uma forma de descobrir o que Sebastian queria, com a ajuda de Raphael. 

-A gente precisa de mais ajuda. Não vamos conseguir entrar no apartamento de Sebastian sem ter que interfonar. E nisso, da tempo suficiente de ele esconder qualquer coisa. -Falou Raphael. 

-Raphael como sempre explicando o óbvio. -Falou Jace. Seus machucados ainda eram aparentes, afinal ainda eram recentes. Mas já não estava mais inchado. 

-Eu vou chamar alguns amigos, um deles é policial e eles podem ajudar. -Falou Raphael pegando o celular e discando um número. -Alô... Eai Luck, como tá?... Nada bem... Preciso da sua ajuda... Não, não estou preso... É uma amiga... Okay, te encontro no Taki's amanhã as 20:00 horas... Vou falar com Ragnor. -E desligou o telefone já discando outro número. Jace observava aquilo sem falar nada. -Ragnor... Eu sei... Eu seeii!... Não, não estou te chamando pra sair... Eu sei que te devo um encontro... Ragnor preciso da sua ajuda... O QUÊ? CALA A BOCA, NEM É DE MANHÃ... -Jace observava aquilo sem entender nada. -Ragnor é uma amiga... Sim, amiga!... E um amigo... Ok... Amanhã no Taki's as 20:00 horas... Tchau! -E desligou novamente. 

-Ta legal, que porra foi essa? -Perguntou Jace ainda confuso. -E como assim devendo um encontro?

-Eu e Ragnor saímos algumas vezes, nada demais. -Falou Raphael. -Ok, amanhã a gente encontra eles no restaurante e criamos algum plano. -Concluiu Raphael. Indo para seu dormitório. Logo que ele saiu, Simon entrou, ajeitando os óculos. 

-Ue, você não estava com a minha irmã? -Perguntou Jace. 

-Oi Jace, eu estou bem também. Que bom que você se preocupa comigo. -Falou Simon em um tom de ironia, sentando na cama. Jace deu de ombros e deitou também. 

Alec e Izzy estavam esperando Clary na frente da sala. Logo a aula já iria começar e eles estavam ficando preocupados. Sebastian apareceu e parecia bem feliz. 

-Cadê a Clary? -Perguntou Izzy. 

-Ela está doente, vai faltar hoje e por mais alguns dias provavelmente. -Respondeu entrando na sala. Izzy já ia atrás dele quando Alec a segurou pelo braço. 

-Não acha que ele está... Muito feliz? -Perguntou Alec desconfiado. 

-Ue, por que ele não pode estar feliz? -Perguntou Izzy incrédula. 

-A Clary está doente. -Respondeu o mais velho soltando o braço da morena. 

-A Clary. Não ele. Você está muito neurótico Alec. -Falou Izzy entrando na sala e Alec foi logo atrás. 


Notas Finais


Pessoal, desculpa por conta dos capítulos pequenos, mas eu realmente estou tendo uns problemas e não estou tendo tempo pra escrever. Fora o bloqueio que estou tendo. Espero que entendam. ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...