História Valhala: O viking e a deusa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão, Valente
Personagens Mérida, Soluço
Tags Soluço Mérida
Visualizações 75
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha só quem chegou bem mais cedo 💚
Ah é :v Obrigado pelos comentários e favoritos 💚
Bom aqui esta mais uma capítulo, desculpem qualquer erro.
Boa leitura

Capítulo 4 - Machados podem voar !


Esperava de forma inquieta na cascata que combinou de se encontrar com a princesa na noite passada, o viking não acreditava que a garota iria vir a um lugar desses porém teve que vir conferir, pois ela não o deixou tratar de seus assuntos pendentes nos aposentos da mesma. 

" - Quem é você?  - Ela perguntou se levantando da cama, parecia procurar por alguma arma para se defender.

- Quem sou ? Bom ... - Soluço a analisou e teve que admitir que ela era uma bela moça, apesar de ser desajeitada como princesa suas curvas eram bem esculturais,  ele voltou a se concentrar no que iria dizer. - Não importa ... A única coisa que deve saber é que precisa vir comigo agora ... 

A ruiva olhou para ele com um olhar sério, talvez não tenha sido uma boa idéia usar daquelas palavras, ela apenas bufou irritada e andou até  porta.

- Não tenho tempo para isso hoje ... Amanhã me encontre na cascata de fogo ... E vá embora antes que eu atire uma flecha na sua testa !  - Quando terminou de falar ela saiu do quarto deixando um Soluço boque aberto para trás. "

E ali estava agora plantado naquela maldita cascata a mais de uma hora, pelo jeito teria que sequestrar a ruiva e a levar ao templo de Freya a força, o viking cruzou os braços irritado e deitou na grama verde que se espalhava por ali. Ele observou as nuvens brancas que passeavam pelo céu azul, sentia falta de voar em meio a elas com Banguela, ele fechou os olhos ao sentir uma brisa passar por meio dele, o sol não estava tão forte naquele dia, o inverno estava chegando naquelas terras e logo tudo seria coberto pela neve.

- Então, ainda está vivo ? 

- Huhu ... - Soluço abriu os olhos quando ouviu a voz feminina e a avistou ao seu lado. - Pensei que não iria vir ... 

- Estou aqui não é ? 

A ruiva disse de forma atrevida pegando o seu arco e flecha, não era tola para encontrar um estranho estando indefesa. Soluço olhou para o arco nas mãos da ruiva e se levantou aos poucos.

- Se eu fosse te machucar já o teria feito ... Não acha ? 

- Diga de uma vez quem é você. .. 

Ela comentou impaciente, o viking deixou um sorriso travesso surgir em seus lábios, gostaria de poder a sequestrar logo para se mandar daquela ilha inútil, na verdade era o que faria já perdeu tempo demais a esperando.

- Enviado dos deuses.... Vossa Alteza. -Ele fez uma pequena reverência de forma debochada, e olhou para o arco e pensou alguns instantes. - Soube que estão com problemas certo ? .. Pois bem ... Os deuses me enviaram para lhes dar uma mensagem ..

Merida o olhou desconfiado, nunca pensou que seus deuses enviariam uma espinha de peixe falante, para ajudar seu povo, não que precisassem de ajuda nunca subestimou os lordes e seu pai, ela o encarou de forma superior.

- E desde quando precisamos de ajuda de ... - Ela procurou por uma palavra adequada para aquele homem. - Um graveto ambulante ?

- G - graveto ?!! - Soluço já ouvirá insultos antes de seus inimigos como os caçadores de dragões que enfrentou anos atrás no domínio do dragão, mas ser insultado por uma garota como aquela era demais para ele. - Nunca ouvi esse ... Vou te levar comigo quer, queira, quer não !

Merida revirou os olhos , e mirou o arco e a flecha no rapaz a sua frente e se preparou para atirar no mesmo, não seria levada a lugar nenhum, a menos que seja por vontade própria. O viking bufou baixo e pegou sua espada guardada na roupa que usava, ele não ia contar sobre a ameaça que a deusa do amor lhe disse, pois ela não lhe explicou qual seria a tal ameaça, e além do mais Freya não se importaria como ele levaria a portadora de seu legado para o templo da mesma certo ? Bom pelo menos era no que ele pensava. 

- Tem uma chance de render se. ... - Merida mencionou analisando a postura do rapaz com a espada a sua frente, seria fácil o derrubar sem usar nenhuma flecha se quer.

- Bom ... Então acho que não tenho escolha a nã .... 

O viking foi impedido de terminar o que iria dizer, pois fora acertado forte na cabeça o fazendo cair no chão derrubando a espada na grama, ele nem viu quando a ruiva o acertou com o próprio arco. " Mas que raios de princesa é essa  ? " ele pensou colocando uma das mãos no local que ela o bateu, ele olhou de forma zonza para a ruiva que pegará sua arma e agora a apontava para o pescoço do viking.

- Para um enviado dos deuses ... Você é péssimo em lutas não é ? - Ela disse com um tom de zombaria na voz. - Eles fazem péssimas escolhas ... 

Soluço focou sua visão na ruiva, e riu baixo.

- Ah é mesmo ? ... Acho que eles também bem escolhem muito mal com  quem seus legados ficaram. 

- O que ? ... Legados ?

Merida o olhou confusa, nunca ouvirá falar em nada parecido antes, a menina se afastou do viking ao ser atingida de raspão por algo afiado que acabou por cair no chão. Ela grumiu de dor soltando a espada assim que viu o sangue escorrer de seu braço. Soluço se levantou rapidamente ao ver o objeto que acertará a ruiva, havia uma machado fincado no chão e não era um machado qualquer era o de Astrid.

- Droga  .... ruiva temos que sair daqui agora ! - Soluço segurou no ombro da ruiva ele precisava sair dali antes que a loira o avista se.

- O- o que é aquilo ?! 

A ruiva apontou para um enorme vulto azul que havia pousado atrás do rapaz. Soluço olhou para trás por cima dos ombros e engoliu em seco ao ver a figura da loira em cima do dragão.  " Ah ! Os deuses me odeiam ! "



Notas Finais


Eu disse que Astrid ia aparecer neh ? Pois é :v apenas o machado dela apareceu nesse 💚
Fiquem a vontade para comentarem 😊

Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...