História Vamos falar sobre... - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Chansoo, Chenmin, Kaihan, Kristao, Layho, Sebaek, Sulay, Taoris, Texting, Xiuchen
Visualizações 219
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee tortinhas de limão ^^
Eu estou aqui com um capítulo kailu
Já disse que amo Kailu? Já né?
Amo mesmo
Enfim. Nosso casal de hoje está aí é vamos para a história

Capítulo 68 - Sobre o Luhan não calar a boca


Fanfic / Fanfiction Vamos falar sobre... - Capítulo 68 - Sobre o Luhan não calar a boca

Kris foi o primeiro a reclamar quando a companhinha tocou e Luhan levantou-se em um pulo, pisando em suas costas no processo para correr até a porta.

- Cacete! - Rosnou em dor, virando o rosto em direção ao amigo que já abria a porta para o Kim mais novo do bando.

-Nini! - Bradou animado sem dar chances do namorado dizer algo, logo o agarrando pelo pescoço e arrastando o moreno porta a dentro. - Vamos... Está atrasado, boco!

Suho riu ao lado de Yixing quando viu um garoto confuso na porta. Já que Luhan, nem mesmo prestará atenção de tanta afobação.

- O que Hyeong faz aqui? - E Suho riu mais uma vez com a pergunta do namorado. Era um pouco óbvio o que ocorria, bastava olhar bem e veria como Jongin tentava dizer algo, caso fosse lerdo, o garoto na porta segurando um bichinho semelhante a um panda bastava... Bem, não para Yixing.

Sehun e Baek saíram da cozinha naquela hora, olhando a cena com curiosidade e Kyungsoo já pedia o celular do ruivo rindo baixinho.

- Lu-luhan... - O Kim tentou chamar, ouvindo o rosado dissertar sobre suas panquecas queimadas e devoradas por um certo Park orelhudo. - Luhan.

- Eu tenho mesmo e vontade de bater naquele poste. E o Min quase agarrando o Chen... Até eles se pegando e eu aqui te esperando. - As vezes, ou quase sempre, Luhan não possuía coerência alguma, mas o Kim ainda tentava entender aqueles assuntos aleatórios. - Eu...

-Luhan! - Ditou autoritário, conseguindo, finalmente calar o garoto. - Pode me ouvir?

- Mas... Eu dizia que...

- Cala a boca pelo amor de Deus, Hyung! - Segurou-o pelos ombros.

Luhan arqueou a sobrancelha indignado.

- Quem você acha que é pra me mandar calar a boca?

O Kim suspirou abaixando a cabeça. Ficará o dia todo planejando aquele momento, porque seu Hyung tinha de ser tão esquentado?

- Olha aqui garoto...

- Cala a boca, Luhan! - Dessa vez o grito veio de todos, até mesmo Hyeong havia perdido a paciência bufando, parado na porta.

Luhan, por sua vez, se encolheu com toda aquela comoção.

- Se abrir a boca mais uma vez... Eu arranco sua língua! - Fora Kyungsoo quem ameaçou, em um rosnando alto ainda com o celular em mãos.

- Obrigado, Soo-Hyung! - Kai pediu e sorriu voltando a fitar o rosto do chinês. -Luhan.

O garoto até abriu a boca para dizer algo, mas o olhar de Kyungsoo voltou a lhe calar.

Jongin suspirou, e corou adoravelmente aos olhos de qualquer um ali. Cerrou as mãos secado o suor na calça e enfim, cedeu. Tirou uma caixinha do bolso, a abrindo com os dedos trêmulos.

- Luhan... - Chamou ao fitar os olhos brilhantes do outro. - Aceita ser exclusivamente, somente e apenas meu namorado? - Foi visível o ênfase no "meu" e alguns riram com isso.

O chinês sorriu, fitando aquele par de alianças que ele confessou, ser a coisa mais fofa já feita pra si em toda sua vida. As alianças pratas com duas frases, cada uma com um condizer "coma-me" e "beba-me". Luhan não era tão chegado a conto de fadas quando o mais novo, mas era de fato original.

Ergueu os olhos sorrindo ao fitar o garoto nervoso por sua demora com a resposta.

- Claro que eu aceito seu bobinho. - A voz suave e trêmula saiu baixa. Não como Luhan esperava, ele nem sabia que chorava.

Jongin sorriu, aquele sorriso largo e fofo tão pertencente ao garoto. Tirou a aliança que dizia " coma-me" e Luhan gargalhou ao perceber o segundo sentido daquela frase, gargalhou fanho e entre alguns soluços baixinhos e logo fez o mesmo que o moreno, ponto o "beba-me" delicadamente no dedo alheio.

Luhan soluçou baixinho e puxou o mais novo pelo colarinho, roubando-lhe um selar rápido e um sorriso frouxo.

- Eu tenho... - Foi interrompido por um beijo. - Mais... - Outro. - Um... - E mais outro. - Presente. - Terminou por fim. E Luhan o fitou curioso.

- Mais um?

- Uhum!! - Sorriu.- Disse que queria um panda.

- Sim... Mas...

- Mas?

- Sei lá... Vai se vestir de panda pra mim? - Sorriu de lado, tirando mais uma risada do Kim.

- Não. Olha ali! - Apontou para a porta onde Hyeong sorria fofo.

- Vai me dar o Hyeong?

- Não! Puta merda, Luhan. - O menor riu.

Hyeong ergueu o bixinho que quase dormia em seu colo e foi respondido com um grito agudo.

- Meu Deus! - Luhan largou o namorado, correndo até o cachorrinho que mais parecia um panda bebê.

O Kim rondou Seul inteira atrás de um cachorrinho daquela cor, e andou mais ainda depois, para uma tosa como aquela, e ao ver o sorriso do namorado ao apertar o bixinho ele teve certeza de que tudo valeu a pena.

- Seu nome vai ser TaoNi! - Luhan soltou animado e todos riram... Até mesmo em um momento como aquele, eles não tinham mesmo jeito. 


Notas Finais


Escrevi esse cap na aula, não sabem como ri sozinha na hora do eat-me kkkk
Por favor, se acharem erros me digam, estou fazendo tudo pelo celular então é mais difícil.
Espero que tenham gostado do cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...