História Vampire Love - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aventura, Romance, Sobrenatural
Exibições 29
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá , finalmente estou de férias não preciso acordar cedooooooo
Voltei
Esse capítulo promete em
❤❤❤❤❤❤

Capítulo 16 - Cap. 16


Fanfic / Fanfiction Vampire Love - Capítulo 16 - Cap. 16

TAEHYUNG NÃO ME MACHUQUE POR FAVOR 


– ... E sinceramente te achei bem bonita, sei que pode estar desconfiada por eu estar falando isso para você agora sendo que te tratei mal umas horas atrás mas eu te pesso desculpas pelo o que eu fiz não foi minha intenção já disse, me dê mas uma chance para eu te mostrar quem sou de verdade – respirou fundo – por favor ? – via tristeza em seu olhar

– não – a esse ponto já chorava – meu dia ficou uma verdadeira porcaria por culpa sua taehyung – tentei me soltar mas ele não deixava

– Gong Mi – o olhei – desculpa – me beijou

– me solta – afastei depois do selinho

– Ok –

Me soltou, eu iria sentar na carteira novamente mas ele me empurrou e acabei caindo sentada na mesa, se não tivesse apoiado minhas mãos teria caído da mesma, quando iria me levantar o mesmo me inclinou novamente na mesma posição e tomou meus lábios, tentei o impedir mas foi em vão, e sim eu cedi o beijo, nossas línguas lutavam por espaço o beijo não era feroz e nem selvagem e sim calmo e amoroso nunca tinha sentido algo assim era como se meu corpo estivesse sobre o controle dele aquilo me irritava um pouco não queria que ele notasse isso, a minutos atrás o odiava e agora eu estou aqui adorando o beijo dele e suas mãos passando em minha cintura e nas costas fazendo eu sentir uma onda de choque pelo seus toques, aquilo era tão bom eu o odeio e ao mesmo tempo amo seus toques, o beijo foi parando pela falta de ar então o mesmo afastou nossos lábios e me encarou sorrindo eu simplesmente olhava no fundo dos seus olhos parecia que estava enfeitiçada por ele seu olhar era intenso me olhava como se fosse a coisa mais preciosa desse planeta 


– pode aceitar minhas desculpas Gong Mi ? – colocou seus braços em cada lado da minha cintura me prendendo a mesa 

–  sim – ele sorriu – mas não sei se confio em você ainda – seu sorriso se desfez 

– porque ? – ficou triste 

– não sei se confio em você  – me levantei e sentei na cadeira 

– como posso fazer para confiar em mim então ? – perguntou 

– taehyung confiança não se ganha, se conquista – falei 

– mas e eu ? – perguntou 

– mas você o que ? – perguntei 

– eu posso confiar em você ? – falou 

– não sei aí depende de você – disse 

– ah então não vou lhe contar – falou 

– contar oque ? – curiosidade é foda em 

– nada – nossa 

– aish – vou dormir – apoiei minha cabeça nos braços e dormi 


Assim que deitei a cabeça e fechei os olhos escutei o barulho de taehyung sentando ao meu lado e talvez tenha ido fazer o mesmo já que não tinha nada a se fazer e nem mais assunto a se falar dormimos, dormi tão bem qe até sonhei mas não acho que seja uma coisa certa a se sonhar não viu, aí você pensa que tipo de sonho você teve, talvez isso nem esteja passando pela sua cabeça, eu tive um sonho erotico com taehyung, sim isso mesmo, isso é tipo..............muito errado mas sinceramente taehyung mandava bem no sonho em, pera, que ? Não, o que ? , Jesus que que eu estou fazendo da vida tendo um sonho erotico com o mesmo garoto que me beijou e que está dormindo do meu lado se depender, depois de um belo sonho, pêra, não sei mas depois desse sonho eu acordo e a sala está toda escura ué acabou a luz, me levando e vou até a porta abrir a mesma mas está trancada, estranho, vou até taehyung que ainda estava dormindo e o acordo a mesmo resmunga umas coisas que não entendo e depois acorda pra realidade e se levanta 

– por que ta escuro ? – perguntou 

– queria saber também, e a porta ta trancada – falo 

– pêra – vejo ele levantar o braço e ver as horas – nossa – assustou 

– que foi ? – pergunto

– já são 19:00 – puta merda 

– o que ? Meu deus , entrei em sono profundo como assim – como pode das 09:00 até as 19:00 dormindo 

– acho que eles fecharam a escola, a essa hora não tem ninguém aqui além de nós – falou 

– que responsável essa escola em – assim que falei vi taehyung se jogar na cadeira parecia tonto 

– ta tudo bem ?  – perguntei 

– não foi nada, só uma tontura boba – respirei aliviada 

– vou tentar abrir essa porta – se levantou e foi até a mesma mas não conseguiu abrir – merda 

– não adianta,e pra completar essa merda de sala não tem janela – resmunguei 

–  buuu – me assustou

– aish seu idiota quer me matar é ? Seu louco – ia dar um tapa em seu ombro mas ele me jogou para seu corpo 

– você mexe comigo Gong Mi – falou com uma voz rouca que me fez arrepiar 

– taehyung não faça isso – olhei para seu rosto

– eu sinto o cheiro do seu sangue, e parece ser gostoso – como assim 

– taehyung pare de ser idiota – ri de seu comentário 

– seria tão bom provar ele, deve ser tão doce e fresco – ele me olhava com desejo e seus olhos estavam mudando de cor já que avia reflexo de uma luz por baixo da porta era notável ver as cores e que seus olhos estavam 

– preciso me saciar – me empurrou bruscamente em uma mesa que eu identificaria que seja de professor 

– taehyung – eu estava assusta, ele me olhava com um olhar psicopata 

– fica quieta – puxou meu pé fazendo meu corpo se chocar ao seu bruscamente 

Eu estava sentada e ele em pé, estavamos em um silêncio total até o mesmo cair no chão e se contorcer no mesmo, eu já se encontrava chorando e ver taehyung daquele jeito me assustava eu agachei para ajudar o mesmo mas ele me empurrou e falou para mim ficar longe dele, simplesmente fui para o fundo da sala e fiquei debaixo da mesa vendo aquela sena horrível dele sofrendo no chão falando palavras ruins e boas ao mesmo tempo, não conheço taehyung direito mas me doía ver ele daquele jeito sofrendo em seu próprio corpo, depois de uma hora ele ficou quieto no chão parecia até que estava desmaiado, iria sair para ver como ele estava mas o mesmo começou a se mexer então fiquei o mais quieta possível, ele se levantou, estava mudado parecia ter criado mais músculos seus cabelos mais escuros e sua pele um pouco mais clara, então o mesmo se virou parecia procurar algo atentamente só aí qe caiu minha ficha, ele estava me procurando então fiquei o mais quieta possível, ele começou a andar pela sala seus olhos até brilhavam de tão vermelho que estavam, seu olhar era de desejo e crueldade que me assustava, ele foi chegando mais perto a onde eu estava, se escorou na parede e olhou diretamente nos meus olhos 

– saí daí Gong Mi – sua voz estava mais rouca 

– Taehyung – falei com a voz baixa 

– Saí daí..............AGORA – aumentou seu tom de voz 

Apenas saí, me levantei e fiquei em pé uns metros longe dele, assim que olhei para seu rosto seus olhos estavam mais vermelhos do que antes aquilo me deixava ainda mais assustava, então eu pensei por um segundo e ai caiu a ficha será que taehyung era um vampiro, mas isso é impossível, ele me olhou com desejo no mesmo instante vi uns de seus dentes crescerem um pouco no mesmo momento vi taehyung correr atrás de mim eu apenas corri o mais rápido que conseguia mas as carteiras da sala não ajudavam tanto eu correr de taehyung ele era simplesmente mais rápido parecia flash eu estava vendo meu fim quando esbarrei em uma mesa e o mesmo me prendeu nela 

– Gong Mi seu sangue está pulsando muito bem – pegou meu pescoço e ergueu minha cabeça um pouco para o lado 

– Taehyung por favor não – já chorava – não me machuque por favor – 

Senti meu corpo ficar mole e uma dor insuportável em meu pescoço isso só signica uma coisa, ele me mordeu 

– t-taehyung p-por fav... – 

Minha visão estava ficando embassada mas ainda estava consciente, senti seus dentes afiados saírem do meu pescoço, estava muito fraca que nem tinha forças para me manter firme, senti os braços do mesmo me segurar 

– Gong Mi, o que eu fiz com você – escutava seu choro – eu sou um monstro – me segurava para mais perto de si – não morre Gong Mi por favor nem que você me odeie pelo resto de sua vida, mas por favor seja forte eu te amo não me deixe só eu conheci você hoje e sim eu te amo mesmo por favor não morra você é forte eu assumo minha culpa pelo que fiz mas por favor Gong Mi fique viva eu emploro – ele já desabava em lágrimas comigo em seus braços 

– tae – fiu a ultima palavra que saiu de minha boca e a última palavra que escutei foi taehyung falado meu nome depois disso tudo ficou preto 


                   TAEHYUNG

 – Gong Mi – 

Depois de minhas palavras vi a mesma desmaiar em meus braços, como sou um idiota por que justo agora essa desgraça de vampiro, por que eu tinha que morder ela não queria não foi minha intenção, mas eu tinha que me alimentar ela era a única, por que isso por que eu estou recebendo esse castigo Gong Mi não me deixe, peguei a mesma no colo e sentei com ela em meu colo numa cadeira bem confortável em um canto da sala, me sentei e coloquei ela em meu colo escorei sua cabeça em meu peito e fiquei fazendo carinho nela a acolhendo ao máximo que conseguia e ao mesmo tempo eu chovara ....


Notas Finais


Eu chorei escrevendo isso 😭
Taehyung, Gong Mi aí senhor por que ❤
Ai meu coraçãozinho dói 😞❤
Eu estava escrevendo isso desde as 21h
Bjs ❤❤❤
Amo vcs ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...