História Vampiros sanguinários - Capítulo 36


Escrita por: ~ e ~bts

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 57
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Hentai, Magia, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Capítulo 34


 Eu estava quase mantendo o V de tanto jogar a chinela, até que ele cansou e desiste, eu bato nele, nos fomos para de baixo do guarda sol passou 1 hora nos fomos para casa eu fiz minhas coisas diárias e fui dormir

Dia seguinte

Hoje tem aula, puta que o pariu eu preferia estar no centro vendendo chaveiro do que ir para escola, eu estava andando até que eu esbarro em alguém, vcs perceberam que eu tenho esse dom de esbarrar nos outros, eu olhei para o rosto da pessoa era um menino era bonito.

???: está tudo bem?

Cry: estar sim, desculpe- falo baixando a cabeça

Cry: você é da minha sala- falo apontando para seu broche, sim nos ganhamos um broche escrito a sala, também não sei quem foi o satanás que fez isso

Cry: qual seu nome?

???: meu nome é Rodrigo Medeiros Muniz

Cry: eu vou chamar você de urso ( uma bosta mas tudo bem)

Urso: kkkkkk nossa que mara

Cry: vamos logo para a sala!- eu pego o braço dele e levo até a sala eu sento no seu lado e começo a conversar e fazer coisas idiotas, nos estávamos conversando até q Rap monster me chama eu vou até ele é o mesmo me puxa para fora da sala, ele ficou puxado meu braço até um parque

Cry: oque estamos fazendo aqui?!

Rap monster: shhhh- ele coloca sua mão até minha nuca

Rap monster: quero que você prove esse creme de morango- essa desgraça do cão me tirou do canto pra isso, minha nossa senhora aonde vou parar

Cry: okay, gora pfv pare de fazer isso- ele acariciava minha nuca isso me dava arrepios, ele sorrir então ele coloca uma colher do creme em sua boca, eu estranhei não era para eu provar, até que ele segura meu queixo e me beija, eu fico paralisada, acaba o beijo e o Rap monster fala:

Rap monster: eai é bom

Cry: você ficou doido?! Vc concerteza ficou vc está mais passivo

Rap monster: eu resolvi mudar por você

Cry: olha meu celular tocando- pego meu celular finjo que eu estou numa ligação

Cry: Oi amiga, é vdd ela é toda besta né, vala mi deus ela fez isso eu já tô indo pra ir- desligo o celular

Cry: vc ouviu é uma emergência- saio correndo como eu não estava mt afim de ir pra aula, fiquei lá na escada

1 hora depois

Tocou o recreio e vejo o urso vindo

Urso: ei me fala oque aconteceu?- eu falei tudo para ele

Urso: ele não fez isso, caralho 

Cry: boa zoar

Urso: como assim zoar

Cry: você não sebe oque é zoar?

Urso: claro q eu sei

Cry: o plano é o seguinte eu comprei para trolla a professora e não ter mais aula, ok eu vou comprar um desodorante com cheiro de urubu, agente joga na sala todinha e depois veremos oque vai acontecer

Eu sai da escola o Urso ficou me esperando na frente do portão da escola, eu fui comprei o desodorante, depois nos fomos para a sala de aula, jogamos o desodorante saímos da sala, eu coloquei um perfume forte em mim e no Urso, todas as pessoas estavam esperando a tia chegar, quando ela abre a porta meu deus do céu, alguém morreu ali dentro

Professora : minha nossa senhora chama o bombeiro- os diretores chegam e falam q não vai ter aula até sair aquele cheiro " we are champions my friend

Continua....





Notas Finais


Morrendo de sono mais fiz, bjs e fiquei na paz😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...